Grupo Spring de Comunicação

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Grupo Spring de Comunicação
Tipo Empresa de capital fechado
Indústria Mídia
Gênero Privada
Fundação 2004 (13 anos)
Sede São Paulo, SP,  Brasil
Presidente José Roberto Maluf
Produtos Jornal, TV, internet
Subsidiárias Spring Publicações
Spring Editora-Produtora
Website oficial www.springcom.com.br

Grupo Spring de Comunicação é uma empresa brasileira fundada em 2004 com a publicação de revistas de bordo. Em 2006, a revista Rolling Stone Brasil foi relançada pela empresa, representando cerca de 70% do faturamento da empresa.[1] Em 2013, foi anunciada a compra da concessão da TV aberta do Grupo Abril.[2]

História[editar | editar código-fonte]

Fundação[editar | editar código-fonte]

A empresa foi lançada em 2004 com a publicação da revista de bordo da TAM Linhas Aéreas, além de participar da adesivagem das aeronaves e da publicidade da marca.[1] Foram lançadas ainda outras revistas customizadas.[1] A Aero Magazine, especializada em aviação e direcionada a pilotos-proprietários e executivos do setor, adquirida em 2005, comprada da Editora Nova Cultural.[1][3] a época era considerada pelo presidente da empresa, José Roberto Maluf uma revista "luxuosa" com foco em pessoas que "tem possibilidade de comprar um avião".[1] Após uma mudança o direcionamento da empresa, a Aero Magazine foi vendida para a Inner Editora. A revista Rolling Stone Brasil, que é sediada nos Estados Unidos, foi relançada no país pela Spring depois da sua versão internacional fazer 41 anos.[1] Em 2009, a Revista ESPN foi lançada em parceria com a ESPN Inc. e também ocorreu a volta da publicação AméricaEconomia ao Brasil.[3]

Compra da Ideal TV[editar | editar código-fonte]

Após ter divulgado a devolução da marca MTV para a empresa americana Viacom, o Grupo Abril anunciou a venda da concessão do canal pertencente a ela para um bom negócio em agosto de 2013.[4] Em dezembro do mesmo ano o Grupo Spring foi anunciado como compradora da concessão sendo apenas necessário a avaliação pelo Ministério das Comunicações e pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).[2] Os valores da venda foram estipulados em R$ 350 milhões realizada pelo banco americano JP Morgan.[5]

Após, o canal MTV Brasil foi sucedido pela Ideal TV, que já esteve presente na TV paga em 2009. Ainda, o BRZ, canal aberto do grupo presente na parabólica, também passou a transmitir a Ideal. O contrato foi firmado na metade de junho de 2014 e os negócios serão apresentados no dia 17.[6]

Divisões[editar | editar código-fonte]

O Grupo Spring é dividido pela Spring Publicações, fundada para direcionar apenas aos negócios da Rolling Stone Brasil e a Spring Editora-Produtora que administra todas as demais revistas e outros produtos.[1]

Publicações de Banca[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d e f g Pereira, Inês. «Ele tem o caminho das pedras». Portal Negócios da Comunicação. CECOM. Consultado em 13 de junho de 2014 
  2. a b Castro, Daniel; Pacheco, Paulo (18 de dezembro de 2013). «Abril vende canal da MTV para editora da revista Rolling Stone». Notícias da TV. Universo Online. Consultado em 19 de dezembro de 2013 
  3. a b «A Editora». Grupo Spring. Consultado em 13 de junho de 2014 
  4. Glasberg, Rubens (1 de agosto de 2013). «Sem MTV, Abril quer sair do negócio de televisão». Tela Viva. Converge Comunicações. Consultado em 2 de agosto de 2013 
  5. «Grupo da 'Rolling Stone' compra o canal da antiga MTV». Ilustrada. Folha de S. Paulo. 18 de dezembro de 2013. Consultado em 21 de dezembro de 2013 
  6. Ricco, Flávio; Nery, José Carlos (13 de junho de 2014). «Emissora da Abril, Ideal TV, muda de dono». Coluna do Flávio Ricco. Universo Online. Consultado em 13 de junho de 2014 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]