Radiobrás

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Radiobrás
Logo da Radiobrás
Razão social Empresa Brasileira de Comunicação S/A
Empresa pública
Slogan Pelo direito à informação
Atividade Meios de comunicação social
Fundação 1975
Encerramento 2008
Sede Brasília, DF, Brasil
Área(s) servida(s) Brasil
Locais Distrito Federal, Rio de Janeiro
Proprietário(s) Governo Federal
Presidente José Roberto Garcez
Produtos Televisão, rádio, agência de notícias
Subsidiárias TV Nacional, Rádio Nacional, Agência Brasil
Sucessora(s) EBC
Website oficial www.radiobras.gov.br[ligação inativa]

A Empresa Brasileira de Comunicação - Radiobrás foi uma empresa pública criada em 1975[1] para gerir de maneira centralizada todas as emissoras de rádio e televisão da União espalhadas pelo país. Em 1988 funde-se com a Empresa Brasileira de Notícias, sucessora da antiga Agência Nacional. Desde então, já foi vinculada ao Ministério da Comunicações, ao Ministério da Justiça e subordinada diretamente à Presidência da República.

Com sede em Brasília, era composta por uma agência de notícias, uma rádio-agência, duas emissoras de televisão e cinco emissoras de rádio, que operavam em ondas curtas, AM e FM, atuando na distribuição de notícias sobre os poderes públicos e notícias de interesse geral dos brasileiros. Atuava também na distribuição da publicidade legal das entidades governamentais.

Produzia ainda os programas: Café com o Presidente e A Voz do Brasil, de retransmissão obrigatória por todas as emissoras do país, e os noticiários da Agência Brasil e da Radioagência Nacional.[2]

A Radiobrás administrava a Agência Brasil, agência de notícias sobre o país, com fotos, vídeos e textos com direitos autorais pela licença Creative Commons - licença que permite a cópia e o uso livre de conteúdos, apenas citando a fonte - , sendo fonte de notícias e imagens para diversos jornais do país, sobretudo para os menores, cujos recursos mais escassos não permitem a manutenção de equipes de jornalismo em todas as capitais brasileiras.

Em 2008 foi criada a Empresa Brasil de Comunicação (EBC), vinculada à Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República. A nova empresa incorporou a Radiobrás, após aprovação da medida provisória 398/2007 (convertida na lei 11.652/2008).[3][4][5][6]

Referências