Fundação Educadora de Comunicação

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Fundação Educadora de Comunicação
Razão social Fundação Nossa Senhora do Rosário
Privada
Slogan "Fundação Educadora de Comunicação, A Voz Católica da Família Paraense"
Fundação 12 de novembro de 1960 (59 anos)
Fundador(es) Eliseu Maria Corolli
Sede Rua 13 de maio, Centro, Bragança (Pará)
Locais Pará
Presidente Pe. Ari Silva
Produtos Televisão
Rádio
Internet
Website oficial www.fundacaoeducadora.com.br

A Fundação Educadora de Comunicação (FEC) é um grupo de mídia regional que atua no norte do Brasil, mais especificamente no Pará. Conta com um portal de Internet, um emissora local de televisão, em operação para o mercado católico, três emissoras de rádio sendo que uma é só para o intuito informativo escolar.

Histórico[editar | editar código-fonte]

A Fundação Educadora de Comunicação é constituída por duas rádios, a Rádio Educadora (1390) e Educadora FM (106,7), uma emissora de TV a TV Educadora (canal 30) e um site. A história da Fundação iniciou em 1960 quando o sonhador Dom Eliseu Maria Corolli fundou a REB (Rádio Educadora de Bragança), com o objetivo de promover para o povo bragantino uma programação que enaltecesse a educação, cultura, esporte[1] e evangelização, criando na região a cultura do rádio.

Em 1960, a Rádio Educadora é inaugurada em Bragança de forma experimental sendo na época a primeira rádio da região. O primeiro Radialista da Educadora foi o Bispo D. Miguel Maria Giambelli. A programação entrava no ar as 5:30 e se estendia até as 9:00, saia do ar e voltava as atividades as 16 horas permanecendo até o encerramento as 23 horas. Menos de 24 horas após a sua inauguração, a Rádio Educadora realizou a sua primeira transmissão externa, no dia 13 de novembro de 1960. Transmitiu o Círio de Nossa Senhora de Nazaré, o que vem fazendo até hoje. A transmissão recebeu aplausos do povo e da direção da emissora. Nos primeiros meses de atividades da emissora católica, foram lançados programas como: Desperta Bragança, com Osvaldo Silveira, noticiários de hora em hora, seleção de músicas e a noite as orientações do SERB (Sistema radiofônico de Bragança), destinadas às comunidades do interior.

Atualidade[editar | editar código-fonte]

Em 1990 a Rádio Educadora deixou o prédio localizado na Avenida Nazeazeno Ferreira e passou a funcionar no atual edifício na Rua 13 de maio em frente a Praça da Bandeira. [2]

Sede da Fundação Educadora de Comunicação

Apesar de toda a tradicionalidade que envolve o rádio AM pela Rádio Educadora de Bragança, em 2002 foi fundada a Educadora FM [3]que veio para suprir as aspirações da juventude, com uma programação diferenciada tanto musicalmente quanto jornalisticamente, mas ainda assim com o objetivo de educar. São 58 anos desde o começo dos trabalhos, sendo destaque e orgulho para o povo bragantino.

Em 2010, o segmento de televisão é inaugurado a emissora TV Educadora. Mais tarde, em 2001, a Fundação Educadora de Comunicação ganha o sinal da TV Canção Nova pela ANATEL também crescimento na área dos projetos, com o lançamento do programa nas emissoras de rádios da ‘“FEC” como o SERB[4] e Projeto Aluno Repórter. [5]

A Fundação Educadora conta hoje com 25 colaboradores, entre eles, apresentadores, repórteres, técnicos de som e setor administrativo. Com programação no ar 24 horas por dia e 7 dias por semana que atende aos mais variados públicos. A Fundação tem um compromisso com a verdade e é por isso que é a emissora de maior credibilidade da região, prestando serviço à comunidade com informação precisa e esclarecedora. [6]

Segmentos[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Rádios[editar | editar código-fonte]

Outros[editar | editar código-fonte]

  • Sistema Educativo Radiofônico de Bragança [7]
  • Projeto Aluno Repórter

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre Rádio é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.