Televisão no Ceará

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

A história da televisão no estado brasileiro do Ceará se inicia no ano de 1960 com a inauguração da TV Ceará por iniciativa do conglomerado de mídia Diários Associados.

Década de 1960[editar | editar código-fonte]

  • Em 26 de novembro de 1960, os Diários Associados, na época sob o comandado de Assis Chateaubriand, inauguram a TV Ceará pelo canal 2 VHF de Fortaleza, retransmitindo a programação da TV Tupi. Com isso, é iniciada a produção televisiva do estado.
  • Em 23 de outubro de 1969, entra no ar, em caráter experimental, o sinal do canal 10 VHF de Fortaleza.

Década de 1970[editar | editar código-fonte]

  • Em 31 de janeiro de 1970, entra no ar, oficialmente, por volta das 19h30, a TV Verdes Mares pelo canal 10 VHF de Fortaleza.
  • Em 31 de março de 1972, a TV Ceará passa a transmitir seu sinal a cores, fazendo um "pool" com outras emissoras da Rede Tupi.
  • Em 7 de setembro de 1972, a TV Verdes Mares passa a transmitir seu sinal a cores.
  • Em 18 de fevereiro de 1974, entra no ar, em caráter experimental, o sinal do canal 5 VHF de Fortaleza, que transmitiria a futura TV Educativa do Ceará, de propriedade do Governo do Estado do Ceará.
  • Em 7 de março de 1974, entra no ar, oficialmente, a TV Educativa do Ceará.
  • Neste ano, a TV Verdes Mares passa a ser afiliada da Rede Globo, expandindo seu sinal para o interior do estado e para algumas cidades de estados vizinhos.
  • Em 1975, a TVE Ceará passa a retransmitir a programação da recém-inaugurada TVE Brasil.
  • Em 30 de agosto de 1978, entra no ar a TV Uirapuru, de propriedade do empresário José Pessoa de Araújo e do comerciante Patriolino Ribeiro, pelo canal 8 VHF de Fortaleza. A emissora era afiliada à Rede Bandeirantes.
  • Em dezembro de 1978, o empresário Miguel Dias de Souza oficializava a aquisição de 50% das ações da TV Uirapuru.
  • Em março de 1979, Miguel Dias de Souza adquire o restante do patrimônio da TV Uirapuru em sua totalidade, representando o nascimento do Grupo Cidade de Comunicação.

Década de 1980[editar | editar código-fonte]

  • Em 18 de julho de 1980, por volta das 11h20, a TV Ceará, juntamente com outras seis filiais da Rede Tupi, sai do ar pela cassação da concessão.
  • Em junho de 1981, a TV Uirapuru muda seu nome para TV Cidade.
  • Em 12 de fevereiro de 1984, entra no ar a TV Manchete Fortaleza, pelo canal 2 VHF. A emissora era uma das cinco filiais da Rede Manchete, inaugurada no ano anterior.
  • Em 7 de janeiro de 1987, a TV Cidade passa a retransmitir o sinal do SBT. A emissora já repetia o sinal da rede junto com o da Bandeirantes desde 1982 apenas em dias específicos.

Década de 1990[editar | editar código-fonte]

Década de 2000[editar | editar código-fonte]

Década de 2010[editar | editar código-fonte]

Década de 2020[editar | editar código-fonte]

Em 20 de janeiro de 2020, a TV da Gente inicia uma parceria com a TV Gazeta de São Paulo para a retransmissão de seus programas na grade local.

Na madrugada de 31 de maio para 1.º de junho, enquanto retransmitia a programação da Rede Bandeirantes, a NordesTV encerra suas atividades em definitivo, sendo substituída pelo sinal da co-irmã TV Jangadeiro no canal 48 UHF digital na cidade-sede Sobral. No canal 20 UHF de Fortaleza, entra no ar a Band Ceará, filial operada pelo Grupo Bandeirantes de Comunicação, que passa a retransmitir a programação nacional da Bandeirantes na capital cearense, mesclando com atrações de outras emissoras da rede.

Em 10 de agosto, foi fundada a TV Sinal no município de Tauá pertencente ao Grupo Sinal de Comunicação, tendo afiliação a TV Brasil. A emissora está disponível no canal 40 UHF da cidade e é a primeira emissora da região dos Sertão dos Inhamuns.[9] Em 19 de outubro, a emissora fez sua primeira transmissão ao vivo.[10]

Em 29 de agosto, as emissoras da Rede Legislativa de Rádio e TV no Ceará deslocam seus sinais para novos canais virtuais. Em Fortaleza, o MUX legislativo (composto por TV Câmara, TV Senado, TV Assembleia e TV Fortaleza) se retira da faixa virtual 61.1/2/3/4 e passa a ser assistido na faixa 7.1/2/3/4, permanecendo em seu canal físico 30 UHF digital. Em Juazeiro do Norte (Câmara, Senado, Assembleia e TV Juazeiro do Norte) sai da faixa 20.1/2/3/4 e também vai para 7.1/2/3/4, ainda no canal físico 20 UHF. A medida entrou em vigor em outras cidades do Brasil.[11]

Em 9 de novembro de 2020, a TV O Povo passa a se chamar Canal FDR (sigla para Fundação Demócrito Rocha, sua mantenedora), projetando uma programação inteiramente voltada a conteúdos educativos.[12]

Referências

  1. «TV Verdes Mares na era digital». Diário do Nordeste. Diário do Nordeste. 11 de maio de 2009. Consultado em 22 de fevereiro de 2017 
  2. «Nova emissora TV Verdes Mares Cariri, Ceará». comercial.redeglobo.com.br. Consultado em 22 de fevereiro de 2017 
  3. «Ao Vivo». TV Diário. Consultado em 19 de outubro de 2016 
  4. «Rede União». www.redeuniao.com.br. Consultado em 22 de fevereiro de 2017 
  5. «Sinal analógico de Fortaleza e outras 14 cidades do Ceará é desligado». G1 Ceará. 28 de setembro de 2017. Consultado em 10 de novembro de 2018 
  6. «Sinal digital da TV Senado chega ao Cariri, região sul do Ceará». Senado Notícias. 20 de fevereiro de 2018. Consultado em 10 de novembro de 2018 
  7. «Juazeiro do Norte terá primeira emissora da TV Senado do interior do Brasil, em 6 meses». Prefeitura Municipal de Juazeiro do Norte. Imprensa. 21 de agosto de 2018. Consultado em 10 de novembro de 2018 
  8. «NordesTV encerra atividades em Fortaleza». CNews. Entretenimento. 8 de outubro de 2018. Consultado em 10 de novembro de 2018 
  9. Flávio Pinto (30 de julho de 2020). «Em dia histórico para Tuaá e Inhamuns, retransmissora da TV Sinal de Aracati é instalada após conquista de Audic Mota e Eduardo Bismarck». Flávio Pinto News 
  10. Eliomar de Lima (15 de outubro de 2020). «TV Sinal de Tauá faz primeira transmissão ao vivo». O Povo 
  11. «Canais de TV vão mudar no seu controle remoto». Rede Legislativa de Rádio e TV: Portal da Câmara dos Deputados. 9 de julho de 2020. Consultado em 29 de agosto de 2020 
  12. Miguel Araujo (9 de novembro de 2020). «Canal FDR estreia nesta segunda, 9, dando destaque a produções cearenses e à educação». O Povo 

Ver também[editar | editar código-fonte]