Tauá

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Tauá
  Município do Brasil  
Igreja de São José
Igreja de São José
Símbolos
Bandeira de Tauá
Bandeira
Brasão de armas de Tauá
Brasão de armas
Hino
Lema Invencível e varonil
Apelido(s) "Princesa dos Inhamuns"
"Terra do Carneiro"
"Terra do Queijo"
Gentílico tauaense
Localização
Localização de Tauá no Ceará
Localização de Tauá no Ceará
Tauá está localizado em: Brasil
Tauá
Localização de Tauá no Brasil
Mapa de Tauá
Coordenadas 6° 0' 10" S 40° 17' 34" O
País Brasil
Unidade federativa Ceará
Região intermediária[1] Sertões Cearenses
Região imediata[1] Sertão dos Inhamuns
Municípios limítrofes Norte: Independência e Pedra Branca; Leste: Mombaça; Sul: Arneiroz e Parambu; Oeste: Parambu e Quiterianópolis.
Distância até a capital 337 km
História
Fundação 3 de maio de 1802 (217 anos)
Emancipação 2 de agosto de 1929
Aniversário 3 de maio
Administração
Distritos
Prefeito(a) Carlos Frederico Citó César Rêgo (DEM, 2017 – 2020)
Características geográficas
Área total [2] 4 018,162 km²
População total (IBGE/2017[3]) 58 119 hab.
Densidade 14,5 hab./km²
Clima Semiárido
Altitude 402 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
CEP 63660 - 000
Indicadores
IDH (PNUD/2010 [4]) 0,633 médio
PIB (IBGE/2010[5]) R$ 276 781,000 mil
PIB per capita (IBGE/2010[5]) R$ 4 964,24
Website www.taua.ce.gov.br (Prefeitura)
www.camarataua.ce.gov.br (Câmara)
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Tauá (desambiguação).

Tauá é um município brasileiro do estado do Ceará, na região do sertão dos Inhamuns. É o segundo maior município cearense em área territorial, inserido por completo no bioma da caatinga. Sua colonização remonta ao século XVIII.

A cidade tinha uma população de 58.119 habitantes no censo de 2010 do IBGE.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

Tauá é uma palavra de origem indígena que significa "barro vermelho" em tupi. Chamou-se inicialmente São João do Príncipe e São João do Príncipe dos Inhamuns. Entretanto, Gomes de Freitas prefere que o significado de Tauá seja "cidade antiga".[6]

História[editar | editar código-fonte]

Típica fazenda de criação de gado em Tauá. A expansão da pecuária foi importante na ocupação da região já durante o século XVIII.

Com a emancipação do Estado do Ceará, em 1799, surge a necessidade de povoar o sertão, ainda pouco habitado, a partir dessa necessidade são fundadas, a partir dos pequenos núcleos populacionais existentes, as primeiras vilas, esse processo de expansão e instalação de vilas inclui a então Fazenda dos Feitosa nos Inhamuns, que em uma homenagem singela ao Príncipe Regente (que viria a ser D. João VI), a vila instalada em maio de 1802, recebe o nome de São João Príncipe. No dia 2 de dezembro de 1889, o local passou a se chamar São João do Príncipe dos Inhamuns. Recebeu a categoria de cidade em 2 de agosto de 1929.

Surgimento da cidade[editar | editar código-fonte]

Em uma portaria de 14 de dezembro de 1801, foi indicado o ouvidor da Capitania Gregório da Silva para viajar até aquela localidade e estudar a possibilidade de sua elevação à vila.

Se observou a prestação de diversas homenagens à comitiva pela população e, em cerimônia realizada com a presença de todos, foi lida a ata que erigia a povoação em Vila com a denominação de São João do Príncipe, a 03 de maio de 1802. Comarca é uma divisão territorial representada pelo Poder Judiciário. Em 1889, o Marechal Deodoro da Fonseca Proclamou a República no nosso país. Em seus primeiros dias, procurou-se eliminar todos os traços do extinto regime monárquico.

Uma das consequências dessa nova ordem foi a mudança da designação da Vila para São João do Príncipe dos Inhamuns, em 2 de fevereiro de 1889. Esse nome veio a ser substituído pela Lei no 485 de 14 de outubro de 1898 pelo seu atual nome: Tauá. Pela Lei Estadual no 2677 de 02 de agosto de 1929, a vila foi transformada em cidade na administração de Dr. Manuel do Nascimento Fernandes Távora, primeiro interventor federal no Ceará.

Durante muitos anos ocorreu uma terrível luta entre Monte e Feitosa, com a participação de diversas localidades, cujos nomes servem de exemplo para aquela fase: Riacho do Sangue, Trincheiras, Cruzes, Tropas, Emboscada. Após essa luta, diversas outras também aconteceram e foram importantes para a formação da sociedade local.

Podemos citar os confrontos entre os Araújos e Maciéis, os Viriatos e Calangos e os Cunhas e Patacas. Após essas lutas, Tauá surgiu como um pacato lugarejo, em pleno sertão dos Inhamuns.

Em 2011, entrou em operação a Usina Solar Tauá, primeira usina solar a gerar eletricidade em escala comercial no Brasil, com potência instalada de 1 MW.

Intendentes e Prefeitos[7][8][editar | editar código-fonte]

  1. Benone Teles de Sousa Vale, fazendeiro (1890-1894)
  2. Major João Freire Cidrão, fazendeiro (1894-1896)
  3. José de Sousa Vale, fazendeiro (1896-1900)
  4. Coronel Lourenço Alves Feitosa e Castro, fazendeiro (1900-1912)
  5. Coronel Eufrásio Alves de Oliveira, fazendeiro (1912-1914)
  6. Coronel Lourenço Alves Feitosa e Castro, fazendeiro (1914-1915)
  7. Francisco Alves Ferreira, comerciante (1915-1917)
  8. José de Araújo Feitosa, fazendeiro (1917-1919)
  9. Coronel Domingos Gomes de Freitas, comerciante (1919-1926)
  10. Capitão Joaquim Alves Ferreira, comerciante (1926-1928)
  11. Joel Marques, comerciante, (1928-1930)
  12. Aristides Cavalcante Freitas, fazendeiro (1930)
  13. Coronel Francisco das Chagas Nogueira Caminha, militar (1930-1931)
  14. Coronel Ózimo de Alencar Lima, militar (1931-1933)
  15. José Jaime de Alencar, funcionário público (1933)
  16. Manuel Trajano Borges, dentista (1933-1935)
  17. Odilon Silveira Aguiar, funcionário Público (1935-1936)
  18. Joel Marques, comerciante (19371943)
  19. Sebastião Marques, comerciante (1943-1945)
  20. Coronel Cristovão Peixoto de Holanda, militar (1945)
  21. Doutor Joaquim de Castro Feitosa, engenheiro agrônomo (1945)
  22. Antônio Jataí Sobrinho, fazendeiro (1945-1947)
  23. Marçal Alexandrino de Oliveira, fazendeiro (1947-1951)
  24. Flávio Alexandrino Nogueira, fazendeiro (1951-1955)
  25. Moacir Pereira Gondim, funcionário público (1955-1959)
  26. Gerardo Feitosa de Sousa, fazendeiro (1959-1963)
  27. Doutor Júlio Gonçalves Rêgo, médico (1963-1966)
  28. Genésio Rodrigues Loiola, fazendeiro (1966-1967)
  29. Doutor Domingos Gomes de Aguiar, médico (1967-1971)
  30. Doutor Alberto Feitosa Lima, médico (1971-1973)
  31. Doutor Domingos Gomes de Aguiar, médico (1973-1976)
  32. Joaquim de Sousa Bastos, comerciante (1976-1982)
  33. Pedro Pedrosa de Castro Castelo, fazendeiro (1982-1988)
  34. José Leitão da Costa Lima (1988-1992)
  35. Pedro Pedrosa de Castro Castelo (1992-1995)
  36. Marco Aurélio Moreira de Aguiar (1995-1996)
  37. Luiz Tomás Dino (1996)
  38. João Antônio da Luz (1997-1999)
  39. Roney Gonçalves Reis (1999)
  40. João Antônio da Luz (1999-2000)
  41. Patrícia Pequeno Gomes Aguiar (2001-2008)
  42. Odilon Silveira Aguiar (2009-2012)
  43. Patrícia Pequeno Gomes Aguiar (2013-2016)
  44. Carlos Windson Cavalcante Mota (2017-2018)
  45. Carlos Frederico Citó César Rêgo - Fred Rêgo (2018 até os dias atuais)

Geografia[editar | editar código-fonte]

Serrote Quinamuiú

O município de Tauá é formado por oito distritos, num total de 4.018,162 km² [9]. Está localizado a 337 quilômetros de distância da capital cearense, Fortaleza. O acesso sendo feito através da BR-020.

No município nasce o rio Jaguaribe, na vila da Barra, onde há a confluência dos principais rios que cortam o seu território, sendo eles: Trici, Carrapateiras, Favelas e Puiú.

Clima[editar | editar código-fonte]

Aspecto da vegetação durante o período de estiagem

Tauá apresenta clima semiárido,[10] quente e com chuvas concentradas de janeiro a abril e índice pluviométrico de aproximadamente 600 milímetros (mm) anuais.[11] A umidade do ar chega a níveis críticos na estação seca, especialmente entre os meses de agosto a novembro, podendo ficar abaixo dos 20%, caracterizando estado de atenção, bem abaixo dos 60% recomendados pela Organização Mundial da Saúde (OMS).[12]

Segundo dados da estação convencional do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) no município, situada no bairro dos Colibris, referentes ao período de 1968 a 1970, 1973 a 1985 e a partir de 1994, a menor temperatura registrada em Tauá foi de 11,6 °C em 26 de julho de 1975,[13] e a maior atingiu 39,4 °C em 19 de outubro de 2016.[14] O maior acumulado de precipitação em 24 horas atingiu 101,4 mm em 20 de fevereiro de 1985.[15] O mês de maior precipitação foi abril de 1974, com 365 mm, seguido por abril de 1985 (345,5 mm).[16]

Dados climatológicos para Tauá
Mês Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Ano
Temperatura máxima recorde (°C) 37,6 37,1 37,6 36,2 35,7 35,9 35,1 37,1 37,8 39,4 38 37,5 39,4
Temperatura máxima média (°C) 32,6 32 31,6 30,8 30,9 31,2 31,9 33 34,4 34,9 34,8 34 32,7
Temperatura média compensada (°C) 27,4 26,7 26,3 25,7 25,6 25,4 26 26,9 28,1 28,9 29,1 28,6 27,1
Temperatura mínima média (°C) 23 22,4 22,1 21,8 21,2 20,1 20,2 21 22,2 22,9 23,3 23,4 22
Temperatura mínima recorde (°C) 18,2 16,8 17,3 15,8 14 13,1 11,6 13,7 16,4 19,3 19,4 19,4 11,6
Precipitação (mm) 109,3 94,8 142 126,9 50,4 16,5 9,8 6 1,8 5,9 5,7 30,7 599,8
Dias com precipitação (≥ 1 mm) 7 8 11 11 7 2 2 1 1 1 0 2 53
Umidade relativa compensada (%) 62,3 67,5 72,5 75,9 71,3 60,6 51,3 44,4 42 43,4 44,8 49,7 57,1
Horas de sol 175,3 152,8 168,8 164,9 196,7 222,5 253,5 277,2 277,8 272,3 242,2 208,9 2 613,1
Fonte: Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) (normal climatológica de 1981-2010;[11] recordes de temperatura:
01/01/1968 a 31/07/1970, 01/01/1973 a 31/12/1985 e a partir de 01/01/1994)[13][14]

Demografia[editar | editar código-fonte]

A população do município de Tauá é do tipo diversa, com cerca de 42,1% na zona rural e 57,9% na zona urbana[9].A maioria da população vive da agricultura e pecuária. Parte da população vive dos serviços, dos programas de transferência de renda do Governo Federal, serviço público e de aposentadoria/pensionato.

O Índice de Desenvolvimento Humano Municipal, o IDH-M é de 0,633.

Crescimento populacional [17]
Ano 1991 1996 2000 2007 2010
População 51.339 50.090 51.948 54.273 55.716

Em 2010 a população era constituída por 27.393 homens e 28.359 mulheres.[9]

Religião[editar | editar código-fonte]

As primeiras manifestações religiosas datam da doação de um patrimônio para a construção da capela dedicada a Nossa Senhora do Rosário, feita pelo Sargento-Mor José Rodrigues de Matos. Destacam-se também as Festas Religiosas que ocorrem no decorrer do ano, como a de Jesus, Maria e José em Marrecas, onde é festejada a terceira maior festa religiosa do Estado do Ceará. Santa Rita de Cássia de Marruás, Nossa Senhora do Carmo na vila de Flores, entre outras.

A maior parte da população professa a fé católica, o município conta com uma população expressiva de evangélicos.

Subdivisões[editar | editar código-fonte]

Os oito distritos de Tauá são:[18]

  • Tauá – sede da administração municipal.
  • Barra Nova – com sede na vila de Bom Jesus.
  • Carrapateiras – com sede na vila de Santo Antônio.
  • Inhamuns – com sede na vila de Vera Cruz.
  • Marrecas – com sede na vila homônima.
  • Marruás – com sede na vila homônima.
  • Santa Tereza – com sede na vila homônima.
  • Trici – com sede na vila de Flores.

Educação[editar | editar código-fonte]

Tauá conta com escolas nos três níveis de educação (pré-escolar, fundamental e médio), suprindo a demanda de sua população e atendendo alguns alunos de municípios vizinhos.

Para o ensino superior, o município conta com um campus do IFCE - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará, que oferece os cursos técnicos em Agropecuária e Redes de Computadores, e os cursos superiores de Tecnologia em Telemática e Letras Português/Inglês. Tem também um colégio de ensino médio, o Monsenhor Odorico de Andrade que oferece cursos profissionalizantes para os alunos com estágio no terceiro ano que é uma EEEP - Escola Estadual de Educação Profissional, cujo cursos técnicos são de Administração, Agropecuária, Enfermagem e Informática. A cidade ainda tem um campus da Universidade Estadual do Ceará o CECITEC, que conta com os curso de Ciências Biológicas, Química e Pedagogia. E um polo da Unopar - Universidade Norte do Paraná (particular) que funciona no Colégio Antônio Araripe. A UVA - Universidade Vale do Acaraú, também tem polo em Tauá.

Comunicação[editar | editar código-fonte]

Existem quatro rádios locais: Difusora, Cultura dos Inhamuns, Rádio Trici FM e FM Gospel. Os acontecimentos locais e regionais são veiculados a partir dessas quatro emissoras, que além de informações disponibilizam narrações esportivas, sorteios e outros serviços.

Cultura[editar | editar código-fonte]

Portal da cidade
Jovita Feitosa

Turismo e lazer[editar | editar código-fonte]

O município conta com diversas opções de turismo e lazer, são algumas dessas:

  • Açude Várzea do Boi, represa no rio Carrapateiras, afluente do rio Jaguaribe;
  • Memorial do Cólera;
  • Museu dos Inhamuns;
  • Parque da Cidade;
  • Mercado Público de Tauá;
  • Centro de Artesanato;
  • Centro de Negócios;

Atrativos naturais[editar | editar código-fonte]

O maior ícone natural é o Serrote Quinamuiú. Ele pode ser avistado de qualquer ponto da cidade.

Atrativos culturais[editar | editar código-fonte]

Como atrativos culturais o município de Tauá possui três sítios paleontológicos e 15 arqueológicos, que podem ser visitados, porém só podem ser explorados por pesquisadores profissionais e cadastrados.

Igreja de Nossa Senhora do Rosário: inaugurada em 17 de outubro de 1762, por doação do sargento-mor José Rodrigues de Matos, em área com abrangência de 600 braças de terra. A Igreja foi construída com teto em cúpula cilíndrica, sendo à época o terceiro do Brasil. Em 1906, sua estrutura foi ampliada com a construção de espaços em suas laterais. Este monumento cultural também está tombado pelo Poder público estadual.

Igreja de Jesus, Maria e José: no distrito de Marrecas, em Tauá, foi construída no início do século XVIII, por volta do ano de 1717. A construção é bastante singela, porém apresenta características significativas. Construída em alvenaria estrutural, a igreja possui paredes que chegam a ter 1 metro de largura.

Filhos ilustres[editar | editar código-fonte]

Baci-4s.jpg O município possui sítio arqueológico (arte rupestre brasileira) de interesse histórico e turístico!

Referências

  1. a b Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2017). «Base de dados por municípios das Regiões Geográficas Imediatas e Intermediárias do Brasil». Consultado em 10 de fevereiro de 2018 
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil» (PDF). Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 9 de setembro de 2013 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2010». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 9 de setembro de 2013 
  6. Biblioteca IBGE. «Histórico Tauá» (PDF). Biblioteca IBGE. Consultado em 5 de fevereiro de 2015 
  7. Freitas, Antonio Gomes de (2008). Inhamuns (Terra e Homens). Fortaleza: Editora Mandacaru. pp. p.p.70 71 
  8. Mota, Aroldo (2002). História Política de Tauá. Fortaleza: ABC Editora. pp. p.p 63 a 71 
  9. a b c Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE. «Tauá». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE. Consultado em 5 de fevereiro de 2015 
  10. «PERFIL BÁSICO MUNICIPAL 2015: TAUÁ» (PDF). Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará. 2015. Consultado em 10 de maio de 2018 
  11. a b «NORMAIS CLIMATOLÓGICAS DO BRASIL». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 10 de maio de 2018 
  12. «Cidades do Ceará registram baixa umidade relativa do ar». Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos. 4 de setembro de 2017. Consultado em 10 de maio de 2018 
  13. a b «BDMEP - série histórica - dados diários - temperatura mínima (°C) - Tauá». Consultado em 10 de maio de 2018 
  14. a b «BDMEP - série histórica - dados diários - temperatura máxima (°C) - Tauá». Consultado em 10 de maio de 2018 
  15. «BDMEP - série histórica - dados diários - precipitação (mm) - Tauá». Consultado em 10 de maio de 2018 
  16. «BDMEP - série histórica - dados mensais - precipitação total (mm) - Tauá». Consultado em 10 de maio de 2018 
  17. «IBGE | Cidades | Infográficos | Ceará | Tauá | População». cidades.ibge.gov.br. Consultado em 3 de novembro de 2017 
  18. «Distritos do Município | Prefeitura Municipal de Tauá-Ce». www.taua.ce.gov.br. Consultado em 3 de novembro de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Ceará é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.