Instituto Nacional de Meteorologia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Instituto Nacional de Meteorologia (INMET)
Sede do INMET em Brasília
Sede do INMET em Brasília
Resumo da agência
Formada 18 de novembro de 1909 (106 anos)
Sede Brasília
Ministros responsáveis Blairo Maggi
Executivos da agência Francisco de Assis Diniz, Diretor
Agência mãe Secretaria de Política Agrícola
Sítio oficial http://www.inmet.gov.br/

O Instituto Nacional de Meteorologia do Brasil (INMET) é um órgão federal da administração direta do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), criado em 1909 com a missão de prover informações meteorológicas através de monitoramento, análise e previsão do tempo e clima, concorrendo com processos de pesquisa aplicada para prover informações adequadas em situações diversas, como no caso de desastres naturais como inundações e secas extremas que afetam, limitam ou interferem nas atividades cotidianas da sociedade brasileira.


Produtos[editar | editar código-fonte]

Em 2012 o INMET atualizou suas ferramentas[1], tendo como sua linha principal de previsão numérica os modelos MBAR com resolução horizontal de 10km e COSMO[2] 7 km, ambos cobrindo todo o território nacional e a maior parte do território da América do Sul, e o modelo COSMO 2.8km cobrindo a região Sul do país, que engloba os estados de Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina.[1] O produto MBAR 10km é executado diariamente a cada seis horas, nos horários 00Z, 06Z, 12Z e 18Z com previsão para até cinco dias. O COSMO 7 km é executado duas vezes ao dia, nos horários 00Z e 12Z com previsão para até três dias. O COSMO 2.8km é executado duas vezes ao dia, nos horários 00Z e 12Z com previsão para até 24 horas.

  1. «INMET lança novos produtos de previsão do tempo e nova ferramenta de visualização» (PDF). Fevereiro de 2012. Consultado em 30 de Março de 2012. 

Alert-AS[editar | editar código-fonte]

Mapa Alert-as.png

Com a finalidade de alertar a população sobre possíveis eventos meteorológicos severos foi criado o sistema Alert-AS

Tal plataforma não só serve para que o time de meteorologistas do INMET possa elaborar o aviso meteorológico, como também difundir a informação através da rede de computadores. Atualmente o sistema usa o formato xml Common Alerting Protocol (CAP), que além de ter sido escolhido pela Organização Meteorológica Mundial (OMM), também possui uma extrema aceitação por outras instituições e disseminadores de avisos, como o Google, através de sua plataforma Google Avisos Públicos.

Dispositivos mobile como smartphones também podem absorver tal informação, através de aplicativos leitores de feed. Ao se usar o link de avisos https://alerts.inmet.gov.br/cap_12/rss/alert-as.rss qualquer aplicativo pode mostrar ao usuário as informações sobre os avisos ativos no Brasil.

Instruções[editar | editar código-fonte]

Além de alertar ao público sobre os eventos que possam vir a causar impactos no que tange a segurança pública, as informações dos avisos também instruem a população sobre o que pode ocorrer em consequência de tais condições adversas. Faz-se necessário também conduzir o cidadão para o as medidas que devem ser tomadas diante de algum evento severo. Exemplo.

Descrição do aviso ativo no Brasil.

Pioneirismo[editar | editar código-fonte]

O Brasil é um dos pouquíssimos países a implantar avisos sobre eventos severos usando o padrão CAP Vale salientar que o INMET implantou tal padrão de avisos de forma independente e sem ajuda nenhuma por parte de outros países que já detém a tecnologia dos sistemas de avisos em padrão xml-cap, isso faz com que o INMET esteja em um novo patamar sobre o assunto de avisos meteorológicos, em um nível de excelência em que deve estar.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Meteorologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.