Eusébio (Ceará)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Município de Eusébio
"Cidade Verde"
Eusébio - CE.jpg

Bandeira indisponível
Brasão indisponível
Bandeira indisponível Brasão indisponível
Hino
Aniversário 23 de Junho
Fundação 23 de junho de 1987
Gentílico eusebiense/eusebiano
Lema Liberdade, participação e desenvolvimento
Prefeito(a) Acilon Gonçalves (Partido Ecologico Nacional - PEN)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Eusébio
Localização de Eusébio no Ceará
Eusébio está localizado em: Brasil
Eusébio
Localização de Eusébio no Brasil
03° 53' 24" S 38° 27' 03" O03° 53' 24" S 38° 27' 03" O
Unidade federativa Ceará
Mesorregião Metropolitana de Fortaleza IBGE/2008[1]
Microrregião Fortaleza IBGE/2008[1]
Região metropolitana Fortaleza
Municípios limítrofes Norte Fortaleza, Leste e Sul: Aquiraz Oeste: Fortaleza e Itaitinga
Distância até a capital 24 km
Características geográficas
Área 79,005 km² [2]
População 52 667 hab. IBGE/2017[3]
Densidade 666,63 hab./km²
Altitude 28 m
Clima Tropical
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,701 alto PNUD/2010[4]
PIB R$ 2 720 598 mil IBGE/2015[5]
PIB per capita R$ 53 212,55 IBGE/2015[5]

Eusébio é um município brasileiro do estado do Ceará, Região Nordeste do país. Localizado na Região Metropolitana de Fortaleza, a 24 quilômetros da capital, possui 79 km² de área territorial e uma população estimada em 52,667 habitantes, segundo estimativas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em 2017. A via de acesso é a CE-040.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

O topônimo Eusébio pode ser uma alusão a:

  • um antigo morador, Seu Eusébio, dono de uma casa que servia de paragem, hospedando os comerciantes que transitavam em busca de realizar negócios na capital, Fortaleza[carece de fontes?].
  • um ex-ministro da justiça e senador Eusébio de Queirós, autor da lei que extinguiu o tráfico de escravos no Brasil[6].;

Sua denominação original era Eusébio de Queiroz. Desde 1938 chama-se apenas Eusébio[7].

História[editar | editar código-fonte]

As terras localizadas entre Aquiraz e Messejana ou entre os rios Pacoti e Coaçu eram habitadas pelos índios potyguara e outras tribos pertencentes ao tronco tupi como os jenipapo-kanyndé,[8] junto a religiosos e militares portugueses, que vieram habitar a região visando catequizar os nativos e impedi-los de comercializar com outros povos europeus.

A presença portuguesa nessa região estabilizou-se nas primeiras décadas do Século XVII, e a casa (ficava entre a atual Praça 23 de julho e o atual Polo de Lazer) de seu Eusébio[carece de fontes?](um criador e comerciante de animais) virou um ponto de parada e descanso para os comboieiros que vinham de Beberibe, Cascavel e Baixinha, para venderem gêneros alimentícios em Fortaleza, mais precisamente na estação de bonde. Talvez daí surgiu o nome do local e o potencial de Eusébio como ponto de paragem e entreposto de mercadorias.

Ao longo dos anos, o povoado às margens da estrada que ligava o Ceará e o Rio Grande do Norte - construída antes mesmo da chegada dos portugueses - manteve sua posição como ponto de parada.

Em 1933 era um distrito de Aquiraz, já chamado Eusébio, que então assumiu o nome de Eusébio de Queiroz.Em 1938 passou a chamar-se apenas Eusébio[6].

Já nos anos oitenta do Século XX, indústrias foram instaladas nessa região, fato que incrementou a economia local e acelerou o seu processo de emancipação como município em 1987 Com o antigo Prefeito Edson Sá[6]. Nos dias de hoje o município de Eusébio faz parte da Região Metropolitana de Fortaleza.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Clima[editar | editar código-fonte]

Tropical com pluviometria média de 1.532 mm [9] com época chuvosa de Janeiro a Junho.[10].

Hidrografia e recursos hídricos[editar | editar código-fonte]

As principais fontes de água fazem parte da bacia dos rios Cocó e Pacoti, sendo a principal fonte o Rio Coaçu. Existem ainda diversas lagoas naturais, sendo as mais conhecidas as lagoas do Parnamirim e dos Pássaros[11],[12].

Relevo e solos[editar | editar código-fonte]

O relevo desse município e composto de dunas e os tabuleiros. As principais elevações possuem altitudes de menos que cem metros. Os solos da região são do tipo podzólico[13].

Vegetação[editar | editar código-fonte]

A vegetação típica é de tabuleiro, com espécies próprias, da caatinga, de mata serrana; e próximo do litoral encontra-se uma vegetação de mangue[14].

Subdivisão[editar | editar código-fonte]

O município possui apenas um distrito: Eusébio (sede)[6].

Aspectos Socioeconômicos[editar | editar código-fonte]

A maior concentração populacional encontra-se na zona urbana. A sede do município dispõe de abastecimento de água, fornecimento de energia elétrica, serviço telefônico, agência de correios e telégrafos, serviço bancário, hospitais, hotéis e ensino de 1° e 2° graus.[15]

A partir de Fortaleza o acesso ao município, pode ser feito por via terrestre através da rodovia Fortaleza/Aquiraz (CE 040). As demais lugarejos, sítios e fazendas são acessíveis(com franco acesso durante todo o ano) através de estradas asfaltadas ou carroçáveis.[16].

A economia local é baseada no turismo, empreendimentos imobiliários, empresas de prestação de serviços, indústrias diversas, com destaque para a indústria alimentícia. Outra fonte de renda é a agricultura de subsistência do feijão, milho, mandioca, mamão e monocultura do algodão, banana, abacate, cana-de-açúcar, castanha de caju, seriguela e manga. A pecuária também participa na economia local, existindo criações de bovinos, ovinos, caprinos, suínos e aves (granjas). O extrativismo vegetal destaca-se também com a fabricação de carvão vegetal e extração de madeiras diversas para lenha e construção de cercas. O artesanato de redes, labirintos e bordados é uma fator gerador de renda. Na área de mineração existem a extração de diabásio para obtenção de brita para construção civil, a extração de argila e diatomito, para fabricação de tijolos. A pesca industrial é presente ao longo da costa marítima [17].

Indústria[editar | editar código-fonte]

Carreta do Café Santa Clara, uma das marcas do grupo Três Corações Alimentos S.A..

Sedia o grupo empresarial de industrialização e comercialização de alimentos Três Corações Alimentos S.A..

Turismo[editar | editar código-fonte]

Caminhões da F-Truck no final da corrida no autódromo do Eusébio em 2006,

Cortado pela CE-040 e pela BR-116, é passagem obrigatória para os turistas que procuram as praias do litoral leste cearense. Apesar de ser localizada na região metropolitana de Fortaleza, Eusébio é tranquila como uma cidadezinha do interior, o que atrai o interesse de investidores do ramo imobiliário.

O município também é famoso por suas casas de forró, como o Clube do Vaqueiro e estabelecimentos de comida regional.

Para os amantes da velocidade, o município de Eusébio conta ainda com o autódromo internacional Vigílio Távora e o kartódromo Júlio Ventura.

Como atrativos naturais há as lagoas do Parnamirim, Eusébio (Polo de Lazer), da Precabura e o rio Pacoti.

O turismo religioso também gera rendas para o município.

Cultura e pessoas[editar | editar código-fonte]

Os principais eventos culturais são as festas da padroeira: Senhora Santana (26/07). A paixão de Cristo uma das maiores do Ceará. e as festas juninas que atrai gente de vários lugares.

Política[editar | editar código-fonte]

O Primeiro Prefeito Foi Edson Sá PSDB Em 1989, e o atual é Acilon Gonçalves Pinto Júnior (PEN) em 2017.

Os Atuais Vereadores (2017) são: Nonato Xilito, Nildinho, Wanda Moraes, Fares Filho, Tarcísio da Cultura, Neila, Elenilson, Roberto Rocha, Michel Choquito e Paulo César, do Partido Ecológico Nacional (PEN); Cira, Ednardo Masseno e FRANÇA , do Partido Republicano Brasileiro (PRB); Tarcisinho Sá e Chico do Posto, do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB).

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «IBGE :: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística». www.ibge.gov.br. Consultado em 19 de outubro de 2017 
  4. «Ranking IDH-M - Ceará». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 8 de setembro de 2013 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2015». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística  Parâmetro desconhecido |https://www.ibge.gov.br/estatisticas-novoportal/economicas/contas-nacionais/9088-produto-interno-bruto-dos-municipios.html?edicao= ignorado (ajuda);
  6. a b c d IBGE. «Eusébio CE - Histórico -» (PDF). Consultado em 8 de julho de 2011 
  7. «Página do IBGE» (PDF). Consultado em 8 de julho de 2011 [ligação inativa]
  8. Sebok. Lou, Atlases published in the Netherlands in the rare atlas collection. Compiled and edited by Lou Seboek. National Map Collection (Canada), Ottawa. 1974
  9. Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos - FUNCEME.
  10. Instituto nacional de Pesquisa espacial - INPE.
  11. «Página do CPRM» 
  12. «Atlas do Ceará». Consultado em 8 de julho de 2011 
  13. «Página do CPRM». Consultado em 8 de julho de 2010 
  14. «Página do CPRM». Consultado em 8 de julho de 2011 
  15. «Página do CPRM». Consultado em 8 de julho de 2011 
  16. «Página do DER». Consultado em 8 de julho de 2011 
  17. «Página do Ceará». 2000. Consultado em 8 de julho de 2011 [ligação inativa]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Ceará é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.