Baixio (Ceará)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Baixio
Bandeira de Baixio
Brasão desconhecido
Bandeira Brasão desconhecido
Hino
Aniversário 15 de setembro
Fundação 15 de setembro de 1956 (58 anos)
Gentílico baixiense
Prefeito(a) Laura Cristina Ferreira Alencar (PSD[1] )
(2013–2016)
Localização
Localização de Baixio
Localização de Baixio no Ceará
Baixio está localizado em: Brasil
Baixio
Localização de Baixio no Brasil
06° 43' 48" S 38° 43' 01" O06° 43' 48" S 38° 43' 01" O
Unidade federativa  Ceará
Mesorregião Centro-Sul Cearense IBGE/2008[2]
Microrregião Lavras da Mangabeira IBGE/2008[2]
Municípios limítrofes Norte: Umari; Sul: Ipaumirim; Leste:Santa Helena; Oeste: Lavras da Mangabeira.
Distância até a capital 415 km km
Características geográficas
Área 146,442 km² [3]
População 6 026 hab. IBGE/2010[4]
Densidade 41,15 hab./km²
Clima Não disponível
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,589 baixo PNUD/2000[5]
PIB R$ 21 198,584 mil IBGE/2008[6]
PIB per capita R$ 3 550,26 IBGE/2008[6]
Página oficial
Prefeitura http://www.baixio.ce.gov.br

Baixio é um município brasileiro do estado do Ceará, localizado na microrregião de Lavras da Mangabeira, mesorregião do Centro-Sul Cearense. Ocupa uma área de 142 km².

Etimologia[editar | editar código-fonte]

O topônimo Baixio vem do Português e foi dado a este município devido a acidentes geográficos da região caracterizados por áreas inundadas e submersas. Sua primeira denominação foi Baixio, porém, com a transferência de sua sede possou a ser chamada de Umari, e com mais uma mudança de sede passou a ser chamada de Alagoinha (hoje denominada de Ipaumirim) e desde 1932 novamente Baixio.[7] .

História[editar | editar código-fonte]

Localizado na região onde antes habitavam os índios Kariri[8] , este surge como núcleo urbano a partir de uma fazenda de gado do Coronel Liberalino de Carvalho e com a abertura do ramal da Estrada de Ferro da Rede de Viação Cearense para o Estado da Paraíba no século XX, desta forma consolidandou-se na época como centro urbano mais populoso na região.[9] . Durante muito tempo teve sua economia impulsionada pela grande safra de algodão, mas, devido a proliferação do Bicudo por volta dos anos 70, esse cultivo praticamente extingui-se.

Subdivisão[editar | editar código-fonte]

O município possui 1 (um) distrito: Jurema.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Clima[editar | editar código-fonte]

Tropical quente semi-árido.

Hidrografia e recursos hídricos[editar | editar código-fonte]

Pluviometria média de 773,3 mm[10] com chuvas concentradas de janeiro a abril[11] .Os principais riachos são: Caio Prado e Pendência, afluentes do Rio Salgado. A Barragem do Jenipapeiro Construída pelo Governo do Estado do Ceará, com capacidade para 43 400 000 m3, será a principal fonte de água dos municípios de Baixio, Ipaumirim e Umarí, está localizada no Sítio Xique-xique município de Baixio e teve sua obra concluída em Novembro de 2011 e com previsão de inauguração para Fevereiro de 2012.

Relevo e solos[editar | editar código-fonte]

A sua principal elevação é a Serra das Pombas. Possui dois tipos principais de solo: latossolo e sedimentar.

Vegetação[editar | editar código-fonte]

A vegetação é bastante diversificada, apresentando domínios de cerradão, caatinga (tipo predominante)e cerrado.

Economia[editar | editar código-fonte]

Agricultura: algodão arbóreo, herbáceo, goiaba, arroz e principalmente o milho e o feijão. Pecuária: bovinocultura, caprinocultura, suínocultura, apicultura e criação de peixes. Comércio: possui diversas microempresas nas variadas áreas do comércio.

Cultura[editar | editar código-fonte]

Os principais eventos são:[editar | editar código-fonte]

  • Carnaval (fevereiro);
  • Paixão de Cristo (Grupo de Teatro Renascendo Para Arte - Março/Abril);
  • Baixio Festeiro (Festival de quadrilhas e Forró - Junho)
  • Semana do Município (setembro);
  • Festa do Padroeiro São Francisco (de 27 de setembro à 04 de outubro);
  • Natal de Luz (Dezembro).

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Prefeitos eleitos no Ceará. Página visitada em 05/01/2013.
  2. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  3. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Visitado em 5 dez. 2010.
  4. Censo Populacional 2010 Censo Populacional 2010 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Visitado em 11 de dezembro de 2010.
  5. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  6. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Visitado em 11 dez. 2010.
  7. http://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/dtbs/ceara/baixio.pdf
  8. Sebok. Lou, Atlases published in the Netherlands in the rare atlas collection. Compiled and edited by Lou Seboek. National Map Collection (Canada), Ott
  9. http://www.estacoesferroviarias.com.br/ce_crato/baixio.htm
  10. Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos - FUNCEME.
  11. Instituto nacional de Pesquisa espacial - INPE.
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Ceará é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.