Horizonte (Ceará)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Horizonte
Pôr-do-Sol em Horizonte

Pôr-do-Sol em Horizonte
Bandeira de Horizonte
Brasão indisponível
Bandeira Brasão indisponível
Hino
Aniversário 6 de março
Fundação 6 de março de 1987 (30 anos)
Gentílico horizontino
Prefeito(a) Francisco César de Sousa (Chico César) (PSDB)
Localização
Localização de Horizonte
Localização de Horizonte no Ceará
Horizonte está localizado em: Brasil
Horizonte
Localização de Horizonte no Brasil
04° 05' 56" S 38° 29' 45" O04° 05' 56" S 38° 29' 45" O
Unidade federativa  Ceará
Mesorregião Metropolitana de Fortaleza IBGE/2008[1]
Microrregião Pacajus IBGE/2008[1]
Região metropolitana Fortaleza
Municípios limítrofes Norte: Aquiraz, Leste: Cascavel, Sul: Pacajus, Oeste: Guaiúba e Itaitinga
Distância até a capital 42 km
Características geográficas
Área 159,972 km² [2]
População 65 928 hab. IBGE/2017[3]
Densidade 412,12 hab./km²
Altitude 85 m
Clima Tropical quente subúmido Aw
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,679 médio PNUD/2000[4]
PIB R$ 1 397 774 Mil [5]
PIB per capita R$ 22 544,02 IBGE/2014[5]
Página oficial
Igreja Matriz de São João Batista no centro de Horizonte

Horizonte é um município do estado do Ceará, Brasil. Localiza-se na microrregião de Pacajus, Região Metropolitana de Fortaleza à 40,1 km da capital cearense. Segundo o IBGE, Horizonte foi a cidade no Estado do Ceará que mais cresceu em população entre 2000 e 2010 - 65%.[6]

A BR-116 é a principal via de acesso ao município, que conta também com um anel viário que liga a rodovia às BR-020 e 222. Horizonte encontra-se próximo ao um ponto estratégico para travessias pelo Oceano Atlântico e dispõe de um excelente acesso à América do Norte e Central, estando a 43,9 km do Aeroporto Internacional Pinto Martins, 47,8 km do Complexo Portuário do Mucuripe e 89,9 km do Porto de Pecém.[7]

Horizonte possui vários pontos turísticos. No período de carnaval, tem o famoso mela-mela no canal. Há a festa do município que acontece do dia 3 ao dia 6 em comemoração à emancipação de Horizonte, com missas com Padre Antônio Furtado e shows com banda católicas e evangélicas, além da noite do brega e a noite das festas. O município, antes distrito de Pacajus, era conhecido como Olho d'água. A cidade possui um clube de futebol: o Horizonte Futebol Clube, que manda seus jogos nos estádios Clenilsão e Domingão, sendo os dois localizados em Horizonte e de propriedade da prefeitura.

Um dos atrativos migratórios é o grande polo industrial presente no município, o que faz com que Horizonte tenha uma população mista, com pessoas vindas de várias partes do Ceará em busca de melhores condições de emprego e renda. Por se localizar na região metropolitana, Horizonte acaba sendo um ponto de referência para quem busca a capital mas não possui condições diretas de habitar a capital, então muitas dessas pessoas acabam se instalando em Horizonte.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

A nomeação do município para Horizonte foi sugerida pela professora Raimunda Duarte Teixeira que ocorreu através do Decreto-Lei nº 1114, de 30 de dezembro de 1943 e tem significado referente a “lugar que a vista não alcança”, dando uma dimensão figurada à cidade[8]. Sua denominação original era Olho d’Água, fazendo referência às inúmeras fontes hídricas existentes na região, depois Olho D'água do Venâncio, pois ficava numa das propriedade de Venâncio Raimundo de Sousa e desde 1988, Horizonte.[9]

História[editar | editar código-fonte]

A região às margens dos rios: rio Acarape e Mal Cozinhado era habitada por índios como os Jenipapo e Kanyndé.[10]

Com a missão dos jesuítas e expansão da pecuária surge o povoado. Os primeiros habitantes da região foram os índios Paiacus, grupo que vivia da caça, da pesca e do plantio nas terras daquela região. No começo do século XVII, os índios foram aldeados por jesuítas e o território recebeu a denominação de Monte-mor-o-Velho e, posteriormente, Monte-mor-o-Novo, atual cidade de Pacajus.

A localidade, que depois se tornou vila e, posteriormente, o município denominado Guarani, foi extinta em 1920, vindo a representar um distrito de Aquiraz. Em 1938, Guarani, que logo depois recebeu o nome de Pacajus, voltou à categoria de município, tendo seu território dividido em 4 distritos: Guarani, Currais Velho, Lagoa das Pedras e Olho d’Água do Venâncio. O último viria a se tornar Horizonte, tendo recebido essa denominação pelo fato da região ser rica em fontes hídricas, sendo o olho d’água na fazenda do Venâncio a mais conhecida.

Demografia[editar | editar código-fonte]

Estátua de São João Batista, padroeiro de Horizonte

A população de Horizonte é composta por mais de 55.154 pessoas.[11]

Etnias
Cor/Raça População[11]
Parda 36.280
Branca 15.843
Preta 2.385
Indígena 38
Amarelo 368

Os brancos são maioritariamente compostos de descendestes de portugueses, espanhóis e holandeses. Os pardos são resultado da miscigenação entre brancos e indígenas ou africanos.

Política[editar | editar código-fonte]

A administração municipal localiza-se na sede: Horizonte.

Subdivisão[editar | editar código-fonte]

O município é dividido em 4 distritos: Horizonte(sede), Aningas, Dourado, Queimados.[9] A câmara municipal é composta por 15 vereadores.

Economia[editar | editar código-fonte]

Horizonte exporta até 50.000 US$ por ano.[12]

O município conta hoje com mais de 40 indústrias, no qual predominam os setores têxteis, de calçados, de granito e de automotivos, e mais de mil estabelecimentos comerciais, gerando juntos cerca de 20 mil empregos diretos.[13] O PIB de Horizonte ultrapassa 1 bilhão de reais.[5]

A Agricultura é uma das principais fontes de renda, tendo como principais atividades a cajucultura e produtos agrícolas, além da pecuária.

Esporte[editar | editar código-fonte]

A cidade possui um clube de futebol: o Horizonte Futebol Clube, que manda seus jogos nos estádios Clenilsão e Domingão, sendo os dois localizados em Horizonte e de propriedade da prefeitura. Atualmente,o time do Horizonte está na 1ª divisão do futebol cearense.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Desertificação[editar | editar código-fonte]

O Município de Horizonte tem baixas chances de sofrer com a desertificação e a seca.[14]

Hidrografia e recursos hídricos[editar | editar código-fonte]

As principais fontes de água são: Rio Pacoti, Riachos: Ereré e Mal Cozinhado. Açudes: Pacoti/Riachão e do Malcozinhado.[15][16]

Relevo e solos[editar | editar código-fonte]

O relevo é plano e de baixas altitudes, nunca ultrapassando 100 m de altitude. Acidentes Geográficos: Serrote João Conceição com 127 metros acima do nível do mar.[17]

Vegetação[editar | editar código-fonte]

Cerrado e Complexo vegetacional da zona litorânea

Clima[editar | editar código-fonte]

Tropical quente sub-úmido[18] com pluviometria média de 1500 mm[19] com chuvas concentradas de janeiro a junho.[20]

As temperaturas máximas podem chegar a 32°C e as mínimas a 18°C A umidade relativa do ar é elevada. Pequenos nevoeiros são registrados no interior de Horizonte. A temperatura mais alta já registra em Horizonte foi de 39 °C em 1987 e a mais baixa foi de 5 °C em 1975[21]

Indicadores Sociais[editar | editar código-fonte]

Ind. Sociais 1991 2000 2010
Critérios de avaliação Índice Índice índice
Educação 0,546 0,751 0,610
Longevidade 0,597 0,707 0,788
Renda 0,493 0,590 0,594

Índice FIRJAN de Desenvolvimento Municipal[22][23][editar | editar código-fonte]

Ind. Sociais Ano base 2010 Ano base 2011
Critérios de avaliação Índice Índice
IFDM 0.6940 0.7125
Educação 0.7068 0.7453
Saúde 0.6458 0.6678
Emprego e Renda 0.7293 0.7244

Infraestrutura[editar | editar código-fonte]

Energia elétrica[editar | editar código-fonte]

Horizonte está entre os melhores municípios com taxa de domicílios com distribuição adequada de energia elétrica, são mais de noventa e nove porcento dos domicílios.[24] Horizonte está entre os maiores consumidores de energia elétrica no Ceará.[25]

Saneamento[editar | editar código-fonte]

O município está com qualidade adequada de coleta de lixo, segundo pesquisas.[26] Mesmo com um sistema de Saneamento básico deficiente atendendo apenas partes das empresas e da população, existe também no município a inoperância do Plano Municipal de Saneamento Básico - PMSB.

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2017. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2017. Consultado em 11 de dezembro de 2017  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  5. a b c «IBGE» 
  6. «População». IBGE. 2012. Consultado em 18 de março de 2012 
  7. «Prefeitura Municipal de Horizonte». Consultado em 6 de dezembro de 2014 
  8. «Prefeitura Municipal de Horizonte - História». Consultado em 6 de dezembro de 2014 
  9. a b «Histórico». IBGE. 2012. Consultado em 18 de março de 2012 
  10. Sebok. Lou, Atlases published in the Netherlands in the rare atlas collection. Compiled and edited by Lou Seboek. National Map Collection (Canada), Ottawa. 1974
  11. a b «IBGE Cidade@». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 25 de junho de 2012 
  12. «Exportações». IPECE. 2009. Consultado em 26 de Abril de 2012 
  13. «Número de Empresas Industrias 2009». IPECE. 2009. Consultado em 18 de março de 2012 
  14. «Municípios Susceptíveis à desertificação». IPECE. 2007. Consultado em 18 de março de 2012 
  15. «Página do CPRM». Consultado em 19 de fevereiro de 2010 
  16. «Atlas do Ceará». Consultado em 19 de fevereiro de 2010 
  17. «Hipsometria». IPECE. 2007. Consultado em 18 de março de 2012 
  18. «Tipos Climáticos». IPECE. 2007. Consultado em 18 de março de 2012 
  19. Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos - FUNCEME.
  20. Instituto nacional de Pesquisa espacial - INPE.
  21. «Temperatura». AccuWeather Global. 2011. Consultado em 28 de dezembro de 2011 
  22. «FIRJAM». Sistema FIRJAN. 2012. Consultado em 30 de Maio de 2013 
  23. «Índice FIRJAN». Sistema FIRJAN. 2014. Consultado em 8 de julho de 2014 
  24. «Energia Elétrica no Ceará». IPECE. 2011. Consultado em 26 de abril de 2012 
  25. «Consumo de Energia Elétrica Total». IPECE. 2009. Consultado em 4 de maio de 2012 
  26. «Saneamento». IPECE. 2011. Consultado em 26 de abril de 2012 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]