Aiuaba

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Aiuaba
"Bebedouro"
Bandeira indisponível
Brasão indisponível
Bandeira indisponível Brasão indisponível
Hino
Fundação 1956
Gentílico aiuabense
Prefeito(a) Ramilson Araújo Moraes (PSD)
(2017–2020)
Localização
Localização de Aiuaba
Localização de Aiuaba no Ceará
Aiuaba está localizado em: Brasil
Aiuaba
Localização de Aiuaba no Brasil
06° 34' 26" S 40° 07' 26" O06° 34' 26" S 40° 07' 26" O
Unidade federativa  Ceará
Mesorregião Sertões Cearenses IBGE/2008 [1]
Microrregião Sertão de Inhamuns IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Norte: Catarina, Arneiroz e Parambu, Leste: Saboeiro, Sul: Antonina do Norte, Campos Sales e Pio IX (no estado do Piaui), Oeste: Pio IX (no estado do Piaui)
Distância até a capital 435 km
Características geográficas
Área 2 434,423 km² [2]
População 16 203 hab. IBGE/2010[3]
Densidade 6,66 hab./km²
Altitude 466 m
Clima Tropical quente semiárido
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,566 baixo PNUD/2000 [4]
PIB R$ 48 247,408 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 2 968,52 IBGE/2008[5]
Página oficial

Aiuaba é um município brasileiro do estado do Ceará, criado em 1956. Localiza-se na microrregião do Sertão de Inhamuns e está distante 435km da capital através da BR-020 e CE-187. Sua população estimada em 2010 era de 16.203 habitantes. A sua área territorial é de 2434 km².

Etimologia[editar | editar código-fonte]

O topônimo Aiuaba vem do tupi-guarani e significa lugar da bebida ou bebedouro. Sua denominação original era Bebedouro e, desde 1943, Aiuaba.[6]

História de Aiuaba[editar | editar código-fonte]

Município localizados no território dos índios Jucá[7],[8], tem como referência geográfica e marco do ínicial o Riacho dos Bois, exatamente no lugar antes conhecido por Campo Alegre.

Os índios Jucá que viviam às margens do rio Umbuzeiro, afluente do rio Jaguaribe, foram aldeados e catequizados e por iniciativa do padre José Bezerra do Vale, que vinha da cidade de Recife para prestar serviços de acompanhamento as comunidades, rezar missas, realizar casamentos, batizados e, posteriormente, catequizar.

No Século XVIII, com a doação de sesmarias, os fazendeiros de gado chegaram a região e intensificaram a criação de do rebanho bovino. O centro de referência desta sesmaria foi uma lagoa onde habitualmente os criadores de gado davam de beber aos seus rebanhos e desta forma surgiu o centro urbano.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Clima[editar | editar código-fonte]

Tropical quente semiárido em todo o território[9] com pluviometria média de 503,1 mm [10] com chuvas concentradas de fevereiro a abril.[11]

Hidrografia e recursos hídricos[editar | editar código-fonte]

As principais fontes de água são os riachos Catingueira e Gameleira.

Relevo e solos[editar | editar código-fonte]

As principais elevações são as Serras das Melancias, do Umbuzeiro e Serra dos Bois e Serra do Meio.

Vegetação[editar | editar código-fonte]

Caatinga arbustiva aberta e floresta caducifólia espinhosa.

Subdivisão[editar | editar código-fonte]

O município tem dois distritos: Aiuaba (sede) e Barra.

Economia[editar | editar código-fonte]

Cultura[editar | editar código-fonte]

O principal evento cultural do município é festa da padroeira, Nossa Senhora do Patrocínio (15 de agosto). E o dia do Evangélico (dia 30 de novembro).

Política[editar | editar código-fonte]

A administração municipal localiza-se na sede, Aiuaba.

Na mídia[editar | editar código-fonte]

Curta-metragem Amor e Renúncia, que conta a história do padre José Bezerra do Vale, que catequizou os silvícolas da região e promoveu a fundação do arraial de Bebedouro.[12]

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  6. http://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/dtbs/ceara/aiuaba.pdf
  7. Sebok. Lou, Atlases published in the Netherlands in the rare atlas collection. Compiled and edited by Lou Seboek. National Map Collection (Canada), Ott
  8. Aragão, R. B, Indios do Ceará e Topônimios indiígens, Fortaleza, Barraca do Escritor Cearense. 1994
  9. «Ceará em Mapas - 1.2.6 Tipos Climáticos». Consultado em 29 de Dezembro de 2010 
  10. Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos - FUNCEME.
  11. Instituto nacional de Pesquisa espacial - INPE.
  12. «Amor e Renúncia» ]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Ceará é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.