Iracema (Ceará)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados de Iracema, veja Iracema (desambiguação).
Iracema
  Município do Brasil  
Hino
Gentílico iracemense
Localização
Localização de Iracema no Ceará
Localização de Iracema no Ceará
Iracema está localizado em: Brasil
Iracema
Localização de Iracema no Brasil
Mapa de Iracema
Coordenadas 5° 48' 43" S 38° 18' 21" O
País Brasil
Unidade federativa Ceará
Municípios limítrofes Norte - Alto Santo; Sul: Pereiro e Ererê; Leste: Potiretama; Oeste - Jaguaribara.
Distância até a capital 285 km
História
Fundação 22 de novembro de 1951 (68 anos)
Administração
Prefeito(a) José Juarez Diógenes Tavares (PT, 2017 – 2020)
Características geográficas
Área total [1] 822,833 km²
População total (IBGE/2010[2]) 13 725 hab.
Densidade 16,68 hab./km²
Clima Tropical subúmido (As)
Altitude 140 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2000[3]) 0,660 médio
PIB (IBGE/2008[4]) R$ 55 512,004 mil
PIB per capita (IBGE/2008[4]) R$ 3 714,92

Iracema é um município da microrregião da Serra do Pereiro, na mesorregião do Jaguaribe, no estado do Ceará, no Brasil. É a terra natal do oculista brasileiro José Cardoso de Moura Brasil.[5]

Etimologia[editar | editar código-fonte]

O topônimo "Iracema" é uma alusão à personagem "Iracema", da obra literária homônima de José de Alencar. Sua denominação original era Quixoaçu, depois Quixoxó, Quixoçó, Caçocê, Caixapó, Caxocó e Vila de Iracema, e, desde 1990, é Iracema.[6]

História[editar | editar código-fonte]

A região entre as serras do Camara e do Apodi era habitada por diversas etnias tapuias como os paiacus e carati,[7][8] antes da chegada da bandeira de Morais de Navarro e de famílias procedentes de São Bernardo das Russas, fugitivas da seca dos Três Setes (1777).

Com a chegada destas famílias e da Missão dos Santos Cosme e São Damião, ao redor da capela de Nossa Senhora da Conceição, fundada por Manuel Pereira, surgiu o povoado que hoje chama-se Iracema.

Política[editar | editar código-fonte]

A administração municipal localiza-se na sede: Iracema.[6] / Iracema é administrado pelo Prefeito José Juarez Diógenes Tavares.

Câmara de vereadores: presidida por Antônio Wellington Diógenes Moura.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Subdivisão[editar | editar código-fonte]

O município é dividido em quatro distritos: Iracema (sede), Bastiões, Ema e São José.[6]

Clima[editar | editar código-fonte]

Tropical quente semiárido com pluviometria média de 850 mm[9] com chuvas concentradas de janeiro a abril.[10]

Hidrografia e recursos hídricos[editar | editar código-fonte]

As principais fontes de água fazem parte da bacia do Médio Jaguaribe, sendo estas o rio Figueiredo e os riachos: Jatobá, das Flores e dos Milagres. Existem ainda diversos açudes, como o Ema e o Mansinho,.[11][12]

Relevo e solos[editar | editar código-fonte]

Encontra-se algumas elevações ou acidentes geológicos, sendo as principais elevações as serras: dos Bastiões, Caiada e Micaela. Os solos da região são bruno não cálcicos, e solos podzólicos.[11]

Vegetação[editar | editar código-fonte]

Predomina a floresta caducifólia espinhosa ou caatinga arbórea.[11]

Economia[editar | editar código-fonte]

A base da economia de Iracema é agricultura: caju, arroz, milho e feijão; pecuária: bovino, suíno e avícola; pesca: tilápia, tucunaré, cará, traíra, sardinha.

Ainda encontram-se 12 indústrias: 5 de madeiras, 3 de produtos alimentícios, uma de química, uma de perfumaria, sabão e velas, uma de vestuário, calçados e artigos de tecidos, couro e peles.

Cultura[editar | editar código-fonte]

O principal evento cultural é festa da padroeira: Nossa Senhora da Conceição, cuja data é comemorada em em 08 de dezembro e a de Santa Margarida de alacoc no distrito Ema, no dia 16 de outubro, a de Nossa Senhora do Carmo na Vila dos Bastiões no dia 16 de julho. Chama atenção também o carnaval da cidade, que apesar de ser pequena, atrai pessoas de toda a região do Vale do Jaguaribe. Devido as chuvas, o carnaval torna-se ainda mais interessante pelo fato da tradicional "sangria" do açude Ema, situado no Distrito Ema. A "sangria" como é chamada na região, é o fenômeno que ocorre quando o açude enche e transborda, favorecendo os agricultores da região e aqueles que sobrevivem da pesca, bem como os foliões que vão se refrescar nos balneários que rodeiam a cidade de Iracema.

Referências

  1. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 dez. 2010 
  2. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  3. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  4. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 dez. 2010 
  5. Academia Nacional de Medicina. Disponível em http://www.anm.org.br/conteudo_view.asp?id=470. Acesso em 31 de janeiro de 2014.
  6. a b c http://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/dtbs/ceara/.pdf[ligação inativa]
  7. Sebok. Lou, Atlases published in the Netherlands in the rare atlas collection. Compiled and edited by Lou Seboek. National Map Collection (Canada), Ottawa. 1974
  8. Aragão, R. B, Índios do Ceará e Topônimios Índigenas, Fortaleza, Barraca do Escritor Cearense. 1994
  9. Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos - FUNCEME.
  10. Instituto nacional de Pesquisa espacial - INPE.
  11. a b c http://www.cprm.gov.br/
  12. http://atlas.srh.ce.gov.br/  Em falta ou vazio |título= (ajuda)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Ceará é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.