Cariré

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Município de Cariré
Bandeira de Cariré
Brasão indisponível
Bandeira Brasão indisponível
Hino
Fundação 16 de setembro de 1929
Gentílico carireense
Prefeito(a) Elmo Aguiar (PDT)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Cariré
Localização de Cariré no Ceará
Cariré está localizado em: Brasil
Cariré
Localização de Cariré no Brasil
03° 57' 03" S 40° 28' 22" O03° 57' 03" S 40° 28' 22" O
Unidade federativa  Ceará
Mesorregião Noroeste Cearense IBGE/2008[1]
Microrregião Sobral IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Varjota, Groaíras, Mucambo, Reriutaba, Sobral, Santa Quitéria, Pacujá
Distância até a capital 268 km
Características geográficas
Área 756,893 km² [2]
População 18 348 hab. IBGE/2010[3]
Densidade 24,24 hab./km²
Clima Semiárido BSh
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,622 médio PNUD/2000[4]
PIB R$ 60 748,342 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 3 180,71 IBGE/2008[5]

Cariré é um município brasileiro do estado do Ceará. Sua população estimada em 2004 era de 19.063 habitantes.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

O topônimo Cariré, segundo Pompeu Sobrinho, vem do Tupi Guarani e pode ter dois significados, segundo Pompeu Sobrinho:

  • CARI(peixe) e (diferente) que significa: pseudo cari ou cari diferente;
  • CA ou CAI(queimada) e RIRÉ(depois), com a significação de depois da mata ou terra depois da zona da mata. Sua denominação original não sofreu nenhuma variação desde a sua criação.[6]

História[editar | editar código-fonte]

As terras as margens do rio Acaraú eram habitadas por diversas etnias indígenas tais como os Tupinambá,[7] Areriú.[8]

Com a expansão da Estrada de Ferro de Sobral-Camocim na direção de Ipu a partir de 1893, no então distrito de Sobral foi construído uma estação de trem, e consolida o núcleo urbano hoje chamado Cariré.[9] Cariré surgiu como um arraial no último quartel do século XIX no Sertão Centro Norte. Beneficiado com a Estrada de Ferro de Sobral, figurou na divisão territorial e administrativa do Brasil, como distrito do município de Sobral. A inauguração da estação de Cariré pela rede de Viação Cearense a 1º de novembro de 1893, naquele referido arraial, impulsionou o seu desenvolvimento, influenciando a formação do futuro município.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Clima[editar | editar código-fonte]

Tropical quente semi-árido com pluviometria média de 918 mm[10] com chuvas concentradas de janeiro a abril.[11]

Hidrografia e recursos hídricos[editar | editar código-fonte]

As principais fontes de água fazem parte da bacia do rio Acaraú, sendo elas os rios: Jaibaras e Jucurutu, ainda os riachos São José, Riachão e outros tantos. Existem ainda diversos açudes, dentre eles: Chuí , Taquara e Jaibaras.[12]

Relevo e solos[editar | editar código-fonte]

As principais elevações são: o serrote dos Brito e o morro do Mané Carlo

Vegetação[editar | editar código-fonte]

A vegetação predominante é a caatinga.

Subdivisões[editar | editar código-fonte]

O município tem 6 distritos: Cariré (sede), Alto dos Honórios, Arariús, Cacimbas, Jucá, Tapuio.

A administração municipal localiza-se na sede, Cariré.

Economia[editar | editar código-fonte]

A economia de Cariré é baseada no setor primário, tendo como principais produtos agropecuários o milho, o feijão, gado bovino, gado suíno e aves. Existem também algumas pequenas indústrias tradicionais nas áreas da e alimentos, vestuário e cerâmica. Em seu território foi registrada a ocorrência de Coridon e Ouro.

Cultura[editar | editar código-fonte]

Os principais eventos culturais são:

  • Festa de Reis - janeiro
  • Encenação da Paixão de Cristo
  • Festival de Quadrilhas Arroz Doce - Junho
  • Festa do padroeiro, Santo Antônio de Pádua, 13 de junho
  • Marcha para Jesus, no dia do evangélico - segundo sábado de Agosto
  • Semana do Município: Aniversário de Cariré
  • Vaquejada e Expo-Cariré - setembro

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008. 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 dez. 2010. 
  3. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010. 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008. 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 dez. 2010. 
  6. [1]
  7. Sebok. Lou, Atlases published in the Netherlands in the rare atlas collection. Compiled and edited by Lou Seboek. National Map Collection (Canada), Ottawa. 1974
  8. Aragão, R. B, Indios do Ceará e Topônimios Indígenas, Fortaleza, Barraca do Escritor Cearense. 1994
  9. [2]
  10. Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos - FUNCEME.
  11. Instituto nacional de Pesquisa espacial - INPE.
  12. [3]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Ceará é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.