Cariré

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Cariré
Bandeira de Cariré
Brasão indisponível
Bandeira Brasão indisponível
Hino
Fundação 16 de setembro de 1929
Gentílico carireense
Prefeito(a) Elmo Aguiar (PDT)
(2017–2020)
Localização
Localização de Cariré
Localização de Cariré no Ceará
Cariré está localizado em: Brasil
Cariré
Localização de Cariré no Brasil
03° 57' 03" S 40° 28' 22" O03° 57' 03" S 40° 28' 22" O
Unidade federativa  Ceará
Mesorregião Noroeste Cearense IBGE/2008[1]
Microrregião Sobral IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Varjota, Groaíras, Mucambo, Reriutaba, Sobral, Santa Quitéria, Pacujá
Distância até a capital 268 km
Características geográficas
Área 756,893 km² [2]
População 18 348 hab. IBGE/2010[3]
Densidade 24,24 hab./km²
Clima Semiárido BSh
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,622 médio PNUD/2000[4]
PIB R$ 60 748,342 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 3 180,71 IBGE/2008[5]
Página oficial

Cariré é um município brasileiro do estado do Ceará. Sua população estimada em 2004 era de 19.063 habitantes.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

O topônimo Cariré, segundo Pompeu Sobrinho, vem do Tupi Guarani e pode ter dois significados, segundo Pompeu Sobrinho:

  • CARI(peixe) e (diferente) que significa: pseudo cari ou cari diferente;
  • CA ou CAI(queimada) e RIRÉ(depois), com a significação de depois da mata ou terra depois da zona da mata. Sua denominação original não sofreu nenhuma variação desde a sua criação.[6]

História[editar | editar código-fonte]

As terras as margens do rio Acaraú eram habitadas por diversas etnias indígenas tais como os Tupinambá,[7] Areriú.[8]

Com a expansão da Estrada de Ferro de Sobral-Camocim na direção de Ipu a partir de 1893, no então distrito de Sobral foi construído uma estação de trem, e consolida o núcleo urbano hoje chamado Cariré.[9] Cariré surgiu como um arraial no último quartel do século XIX no Sertão Centro Norte. Beneficiado com a Estrada de Ferro de Sobral, figurou na divisão territorial e administrativa do Brasil, como distrito do município de Sobral. A inauguração da estação de Cariré pela rede de Viação Cearense a 1º de novembro de 1893, naquele referido arraial, impulsionou o seu desenvolvimento, influenciando a formação do futuro município.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Clima[editar | editar código-fonte]

Tropical quente semi-árido com pluviometria média de 918 mm[10] com chuvas concentradas de janeiro a abril.[11]

Hidrografia e recursos hídricos[editar | editar código-fonte]

As principais fontes de água fazem parte da bacia do rio Acaraú, sendo elas os rios: Jaibaras e Jucurutu, ainda os riachos São José, Riachão e outros tantos. Existem ainda diversos açudes, dentre eles: Chuí , Taquara e Jaibaras.[12]

Relevo e solos[editar | editar código-fonte]

As principais elevações são: o serrote dos Brito e o morro do Mané Carlo

Vegetação[editar | editar código-fonte]

A vegetação predominante é a caatinga.

Subdivisões[editar | editar código-fonte]

O município tem 6 distritos: Cariré (sede), Alto dos Honórios, Arariús, Cacimbas, Jucá, Tapuio.

A administração municipal localiza-se na sede, Cariré.

Economia[editar | editar código-fonte]

A economia de Cariré é baseada no setor primário, tendo como principais produtos agropecuários o milho, o feijão, gado bovino, gado suíno e aves. Existem também algumas pequenas indústrias tradicionais nas áreas da e alimentos, vestuário e cerâmica. Em seu território foi registrada a ocorrência de Coridon e Ouro.

Cultura[editar | editar código-fonte]

Os principais eventos culturais são:

  • Festa de Reis - janeiro
  • Encenação da Paixão de Cristo
  • Festival de Quadrilhas Arroz Doce - Junho
  • Festa do padroeiro, Santo Antônio de Pádua, 13 de junho
  • Marcha para Jesus, no dia do evangélico - segundo sábado de Agosto
  • Semana do Município: Aniversário de Cariré
  • Vaquejada e Expo-Cariré - setembro

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 dez. 2010 
  3. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 dez. 2010 
  6. [1]
  7. Sebok. Lou, Atlases published in the Netherlands in the rare atlas collection. Compiled and edited by Lou Seboek. National Map Collection (Canada), Ottawa. 1974
  8. Aragão, R. B, Indios do Ceará e Topônimios Indígenas, Fortaleza, Barraca do Escritor Cearense. 1994
  9. [2]
  10. Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos - FUNCEME.
  11. Instituto nacional de Pesquisa espacial - INPE.
  12. [3]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Ceará é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.