Granja (Ceará)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Granja
  Município do Brasil  
Matriz de Granja
Matriz de Granja
Símbolos
Bandeira de Granja
Bandeira
Brasão de armas de Granja
Brasão de armas
Hino
Apelido(s) "Cidade das Carnaúbas"
Gentílico granjense
Localização
Localização de Granja no Ceará
Localização de Granja no Ceará
Mapa de Granja
Coordenadas 3° 07' 12" S 40° 49' 33" O
País Brasil
Unidade federativa Ceará
Municípios limítrofes Chaval, Barroquinha, Camocim, Viçosa do Ceará, Tianguá, Moraújo, Martinópole, Marco, Cocal (PI) e Luís Correia (PI)
Distância até a capital 300 km
História
Fundação 1776 (246 anos)
Emancipação 3 de novembro de 1854 (167 anos)
Aniversário 3 de novembro
Administração
Distritos
Prefeito(a) Juliana Frota Lopes de Aldigueri Arruda (PDT, 2021 – 2024)
Características geográficas
Área total [1] 2 697,202 km²
População total (IBGE/2010[2]) 52 670 hab.
 • Posição CE: 31°
Densidade 19,5 hab./km²
Clima Tropical
Altitude 100 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
CEP 62430-000
Indicadores
IDH (PNUD/2000[3]) 0,554 baixo
 • Posição CE: 183º
PIB (IBGE/2008[4]) R$ 144 979,394 mil
PIB per capita (IBGE/2008[4]) R$ 2 710,60
Outras informações
Padroeiro(a) São José
Sítio www.granja.ce.gov.br (Prefeitura)
www.camaragranja.ce.gov.br (Câmara)

Granja é um município brasileiro do estado do Ceará. Localiza-se na margem esquerda do Rio Coreaú, microrregião do Litoral de Camocim e Acaraú, mesorregião do Noroeste Cearense. A cidade faz divisa com as cidades de Bela Cruz, Barroquinha, Camocim, Chaval, Marco, Martinópole, Moraújo, Senador Sá, Tianguá, Uruoca, Viçosa do Ceará (e estado do Piauí).

Localiza-se a uma latitude 03º07'13" sul e a uma longitude 40º49'34" oeste, estando a uma altitude de 10 metros. Sua população estimada em 2020 era de 52.962 habitantes[2]. Possui uma área de 2.698 km²[1]. Possui em seu território o açude Gangorra, que possui um volume de 62.500.000 m³. É o município com o segundo menor índice de desenvolvimento humano do Ceará.

Granja, anteriormente chamada de Santa Cruz do Coreaú ou Macaboqueira, segundo os historiadores, recebeu esta última denominação por ser habitada por índios e os primeiros colonizadores terem encontrado forte resistência da parte dos indígenas, que foram chamados caboclos maus ou maus caboclos.

A origem do atual nome do município, consoante versão corrente, inclusive do historiador Eusébio de Sousa, é genuinamente portuguesa, tendo afinidade com a freguesia de São Brás da Granja, do Conselho de Mourão, distrito de Évora adjacência da margem esquerda do Rio Fuadelim em Portugal, vez que o colonizador tinha como critério, além mar, adotar nominação pátria nas regiões onde se localizava.

Clima[editar | editar código-fonte]

Tropical com Precipitação média de 1257 mm [5] com chuvas concentradas de janeiro a maio[6].

Filhos ilustres[editar | editar código-fonte]


Referências

  1. a b IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  2. a b «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  3. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  4. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  5. Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos - FUNCEME.
  6. Instituto nacional de Pesquisa espacial - INPE.