Mesorregião do Noroeste Cearense

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Noroeste Cearense
Unidade federativa  Ceará
Mesorregiões limítrofes Norte Cearense; Sertões Cearenses; Centro-Norte Piauiense (PI); Norte Piauiense (PI)
Área 34.560,533 km²
População 1.247.252 hab. est. 2012
Densidade 37,3 hab/km²
Cidade mais populosa Não disponível
PIB R$ 4.902.092.462,00 IBGE/2010
PIB per capita R$ 2.486,69 IBGE/2003

A mesorregião do Noroeste Cearense é uma das sete mesorregiões do estado brasileiro do Ceará. É formada pela união de 47 municípios agrupados em sete microrregiões. Os 6 municípios mais importantes são: Sobral, (maior município em população e PIB), Tianguá, São Benedito, Santa Quitéria, Camocim e Acaraú.

O município de Sobral é a sede da mesorregião e também é o município mais populoso (203.103 habitantes, sendo o 5º município mais populoso do estado do Ceará e o 2º mais populoso do interior)[1],o mais rico (PIB de R$ 2.348.207.000,00[2] que equivale sozinho a 77% do PIB da Mesorregião) e também é o município onde as pessoas mais ganham dinheiro da mesorregião (PIB per capita de R$ 12.472,49).[2]

Tianguá é o segundo município mais populoso da mesorregião com uma população de 74.719 habitantes, sendo o 16º mais populoso do estado do Ceará.

Já os município de Pacujá e Senador Sá são os menos populosos da mesorregião. Pacujá com uma população de 6.202 habitantes é o município menos populoso da mesorregião e o 3º menos populoso do estado. Senador Sá com uma população de 7.513 habitantes é o segundo menos populoso da mesorregião e o 8º menos populoso do estado do Ceará.

Os 10 municípios mais populosos da mesorregião

# Município População[1] Posição do municipio em relação aos 184 municípios do estado do Ceará Microrregião pertencente
Sobral 203.103

habitantes

5º município mais populoso do estado Sobral
Santa Quitéria 75.601 habitantes 18º município mais populoso do estado Santa Quitéria
Tianguá 68.892 habitantes 23º município mais populoso do estado Ibiapaba
Camocim 60.158 habitantes 24º município mais populoso do estado Litoral de Camocim e Acaraú
Acaraú 57.186 habitantes 29º município mais populoso do estado Litoral de Camocim e Acaraú
Viçosa do Ceará 54.955 habitantes 30º município mais populoso do estado Ibiapaba
São Benedito 54.178 habitantes 31º município mais populoso do estado Ibiapaba
Granja 52.670 habitantes 41º município mais populoso do estado Litoral de Camocim e Acaraú
Ipú 40.300 habitantes 44º município mais populoso do estado Ipu
10º Guaraciaba do Norte 38.995 habitantes 45º município mais populoso do estado Ibiapaba
Sobral - O município mais populoso, rico e desenvolvido da mesorregião
Tianguá - O segundo município mais populoso, rico e desenvolvido da mesorregião

Economia[editar | editar código-fonte]

A economia da mesorregião é bastante diversificada, que vão desde a pesca nas regiões costeiras e nos grandes açudes, até as grandes indústrias, concentradas em sua grande maioria em Sobral, e que ajudam no Produto Interno Bruto (PIB) dos municípios.

Sobral com PIB de R$ 2.348.207.000[2] é o municipio mais rico da mesorregião, o mais rico do interior do estado e o 4º mais rico do estado do Ceará, perdendo apenas para Fortaleza, Maracanaú e Caucaia, todos na região metropolitana de Fortaleza. O PIB municipal de Sobral equivale sozinho a 77% do PIB da Mesorregião e também é o município, onde as pessoas mais ganham dinheiro com um PIB per capita de R$ 12.472, sendo um dos maiores PIB per capita do estado do Ceará[2]. As principais indústrias são a Grendene que tem sua sede nacional em Sobral, a unidade do Grupo Votorantim, produtora de cimento, A Fábrica Coelho, terceira maior produtora de massas e biscoitos do Ceará, Refrigerantes Delrio, Alumínio Sobral, fabrica de utensílios domésticos, entre outras. No polo industrial de sobral situam-se 153 indústrias, destacando-se a fabricação de calçados, cosméticos, mineração, embalagens, refrigerantes e cimento, além de serviços diversos de fundição.

O município de Tianguá se destaca por ser o segundo município mais rico da mesorregião, o 21º mais rico do Ceará com um PIB de R$ 451.211.000. Também é o segundo município da mesorregião onde as pessoas mais ganham dinheiro com um PIB per capita de R$ 6.549. A principal fonte de renda do município de Santa Quitéria, assim como na maior parte da região, é a industria e é muito comum o os calçados fabricados aqui, o café sertões, muita mamona, algodão, tomate e pimentão, além de outras frutas e hortaliças. Além destes, o turismo ajuda na economia do município.

O município de Pacujá é o mais pobre da mesorregião e o 4º mais pobre do estado com um PIB de R$ 27.753.000 mas, ironicamente, tem um PIB per capita na média da mesorregião que é de R$ 4.369 maior que o do município de Viçosa do Ceará(R$ 3.907), por exemplo.

O município de Senador Sá é o segundo mais pobre da mesorregião e o 5º mais pobre do estado com um PIB de R$ 28.319.000 mas, como aconteceu com Pacujá, também tem um PIB per capita na média da mesorregião que é de R$ 4.050, maior que o de Viçosa do Ceará(R$ 3.907), por exemplo. O que significa dizer que os habitantes de Senador Sá ganham mais e tem uma renda maior que os habitantes de Viçosa do Ceará, por exemplo.

Os 10 municípios mais ricos da mesorregião

# Município PIB (em reais)[2] PIB per capita (em reais)[2] Posição do municipio em relação aos 184 municípios do estado do Ceará
Sobral R$ 2.348.207.000 R$ 12.465 4º município mais rico do estado
Santa Quitéria R$ 451.211.000 R$ 6.549 21º município mais rico do estado
Tianguá R$ 318.396.000 R$ 6.210 29º município mais rico do estado
Camocim R$ 309.490.000 R$ 5.379 30º município mais rico do estado
Acaraú R$ 237.198.000 R$ 5.368 37º município mais rico do estado
São Benedito R$ 236.212.000 R$ 6.057 39º município mais rico do estado
Guaraciaba do Norte R$ 214.732.000 R$ 3.907 41º município mais rico do estado
Viçosa do Ceará R$ 211.422.000 R$ 3.201 42º município mais rico do estado
Itarema R$ 206.614.000 R$ 5.515 43º município mais rico do estado
10º Ubajara R$ 195.429.000 R$ 6.147 46º município mais rico do estado

Índice de Desenvolvimento Humano[editar | editar código-fonte]

Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) é uma medida comparativa usada para classificar os municípios pelo seu grau de "desenvolvimento humano" e para ajudar a classificar os municípios como desenvolvidos (desenvolvimento humano alto), em desenvolvimento (desenvolvimento humano médio) e não desenvolvidos (desenvolvimento humano baixo). A estatística é composta a partir de dados de expectativa de vida ao nascer, educação, saúde, qualidade de vida (longevidade) e PIB per capita (como um indicador do padrão de vida) recolhidos a nível municipal.

Sobral é o município mais desenvolvido da mesorregião, e o 2º mais desenvolvido do estado, perdendo apenas para a capital Fortaleza. O município possui um IDH de 0,714, sendo considerado assim um município de alto desenvolvimento humano. No Ceará apenas os municípios de Fortaleza, Sobral, Eusébio e Crato, tem o IDH de Alto Desenvolvimento Humano, todos os outros municípios são de médio e baixo desenvolvimento humano. O município dispõe de um bom abastecimento de água, fornecimento de energia elétrica e saneamento básico (sistemas de esgoto) em quase 100% dos seus domicílios. Além desses, serviço telefônico, várias agência de correios e telégrafos, serviço bancário, hospitais, hotéis e ensino de 1°, 2° graus e nível universitário são oferecidos à população. Na área da saúde, o município conta com dez grandes hospitais, dentre eles se destacam a Santa Casa de Misericórdia(o maior hospital da região norte), o Hospital Regional Norte(maior hospital do interior da região Nordeste do Brasil) e o Hospital do Coração de Sobral(o segundo maior hospital para tratamentos cardiovasculares do estado, perdendo apenas para o Hospital do Coração de Fortaleza) que atendem a população sobralense e de toda a região norte do Ceará e de estados como Piauí e Maranhão. Na área da educação se destaca como o único município do estado a atingir nota 8 no IDEB, e ter padrão educacional de Primeiro Mundo. Na área do lazer e qualidade de vida conta com diversos museus, teatro, o Parque da Cidade, pista de bicicross e de skate, margem esquerda e direita e shopping center.

Santa Quitéria é o segundo município mais desenvolvido da mesorregião, e o 18º mais desenvolvido do estado, com o IDH de 0,659 considerado de médio desenvolvimento humano. Também se destaca por ser o município com o maior IDH da região de Santa Quitéria.É o município da região com maior território e com a melhor qualidade de vida.

Os municípios de Granja e Uruoca são os dois municípios menos desenvolvidos da mesorregião. O município de Granja com um IDH de 0,559, considerado de baixo desenvolvimento humano, é o o município menos desenvolvido da mesorregião e o 2º menos desenvolvido do estado do Ceará, apenas o município de Salitre na região do Cariri é menos desenvolvido. Já o município de Uruoca com o IDH de 0,566, considerado de baixo desenvolvimento humano é o segundo município menos desenvolvido da mesorregião e o 6º menos desenvolvido do estado do Ceará, apenas os município de Salitre, Granja, Potengi, Itatira e Araripe são menos desenvolvidos. Problemas na área da saúde, educação, saneamento, renda dentre outros podem ser fatores que estão atrapalhando a elevação do IDH e o desenvolvimento desses municípios.

Os 10 municípios mais desenvolvidos da mesorregião

# Município IDH Situação do IDH Posição do municipio em relação aos 184 municípios do estado do Ceará
Sobral 0,757 Desenvolvimento humano alto 2º município mais desenvolvido do estado
Santa Quitéria 0,723 Desenvolvimento humano médio 18º município mais desenvolvido do estado
Tianguá 0,657 Desenvolvimento humano médio 23º município mais desenvolvido do estado
Jijoca de Jericoacoara 0,652 Desenvolvimento humano médio 25º município mais desenvolvido do estado
Ubajara 0,648 Desenvolvimento humano médio 31º município mais desenvolvido do estado
Forquilha 0,642 Desenvolvimento humano médio 45º município mais desenvolvido do estado
Groaíras 0,633 Desenvolvimento humano médio 47º município mais desenvolvido do estado
Cruz 0,632 Desenvolvimento humano médio 63º município mais desenvolvido do estado
Bela Cruz 0,623 Desenvolvimento humano médio 71º município mais desenvolvido do estado
10º Pacujá 0,621 Desenvolvimento humano médio 72º município mais desenvolvido do estado

Microrregiões[editar | editar código-fonte]

A Mesorregião está dividida nas seguintes microrregiões:

Dados das Microrregiões (em ordem populacional)

Posição Microrregião Municípios inseridos População PIB PIB per capita média
Sobral Cariré, Forquilha, Graça, Groaíras,Irauçuba, Massapê, Miraíma, Mucambo, Pacujá, Santana do Acaraú, Senador Sá, Sobral 385.813 habitantes R$ 3.119.735.000 R$ 5.959
Ibiapaba Carnaubal, Croatá, Guaraciaba do Norte, Ibiapina, São Benedito, Tianguá, Ubajara, Viçosa do Ceará 299.447 habitantes R$ 551.946.315 R$ 2.025
Litoral de Camocim e Acaraú Acaraú, Barroquinha, Bela Cruz,Camocim, Chaval, Cruz, Granja, Itarema, Jijoca de Jericoacoara, Marco, Martinópole, Morrinhos 247.331 habitantes R$ 623.735.049 R$ 1.867
Ipu Ipu, Ipueiras, Pires Ferreira, Poranga, Reriutaba, Varjota 145.404 habitantes R$ 252.636.122 R$ 1.795
Santa Quitéria Catunda, Hidrolândia, Santa Quitéria 96.904 habitantes R$ 146.285.222 R$ 2.085
Coreaú Coreaú, Frecheirinha, Moraújo, Uruoca 58.110 habitantes R$ 171.022.248 R$ 2.943
Meruoca Alcântaras, Meruoca 22.243 habitantes R$ 36.732.506 R$ 1.698

Referências

  1. a b «Estimativa Populacional 2013». Censo Populacional 2013. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 31 de agosto de 2011. Consultado em 15 de setembro de 2013  Erro de citação: Código <ref> inválido; o nome "IBGE_Pop_2013" é definido mais de uma vez com conteúdos diferentes
  2. a b c d e f «Produto Interno Bruto dos Municípios 2005-2010». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 04 jan. 2012  Verifique data em: |acessodata= (ajuda) Erro de citação: Código <ref> inválido; o nome "IBGE_PIB" é definido mais de uma vez com conteúdos diferentes Erro de citação: Código <ref> inválido; o nome "IBGE_PIB" é definido mais de uma vez com conteúdos diferentes