TV Shoptime

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
TV Shoptime
Tipo Canal de televisão comercial
País  Brasil
Fundação 6 de novembro de 1995
por Grupo Globo
Pertence a Shoptime
Proprietário B2W Digital (Lojas Americanas)
Antigo proprietário Globosat (Grupo Globo)
Cidade de origem Bandeira do Município do Rio de Janeiro.png Rio de Janeiro, RJ
Sede Bandeira do Município do Rio de Janeiro.png Rio de Janeiro ,RJ
Estúdios Bandeira do Município do Rio de Janeiro.png Rio de Janeiro, RJ
Formato de vídeo 480i (SDTV)
1080i (HDTV)
Cobertura Nacional
Página oficial shoptime.com
Sky
Canal 31
Oi TV
Canal 78 (Satélite SES-6)
StarOne C1
3950 MHz @ 3200 ksps, Vertical (SDTV)
StarOne C2
4110 MHz (1040 MHz Banda L), Vertical (Analógico)
Disponibilidade por cabo
NET
Canal 29[1]
TVN
Canal 17
Cabo Telecom
Canal 134
TCM
Canal 167

TV Shoptime é um canal de TV brasileiro sediado na cidade do Rio de Janeiro que anuncia produtos da empresa de varejo Shoptime, a serem vendidos pelo telefone.

História[editar | editar código-fonte]

O canal foi criado em 1995 pela Globosat e posteriormente vendido para as Lojas Americanas (empresa brasileira no segmento de varejo) que logo o integrou ao grupo B2W Digital – onde as Americanas também fazem parte – e o qual pertence até hoje.[2]

Sintonizado pelo sinal aberto parabólico analógico, anuncia produtos da distribuidora paulista empresa de varejo Shoptime.

Transmissão[editar | editar código-fonte]

A programação do canal é transmitida para todo o Brasil em sinal analógico através do satélite StarOne C2 no canal 1040 MHz, vertical 18 MHz,[3] e em sinal digital por meio do satélite StarOne C1 na frequência 3950 MHz, com symbol rate de 3200, na polarização horizontal, com transmissão digital,[4] sua programação também é reproduzida através do site da Shoptime na internet.[5]

Apresentadores[editar | editar código-fonte]

Atuais[editar | editar código-fonte]

Anteriores[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Grade de canais "Juntinho"
  2. «Shoptime renova com operadoras e garante permanência na TV paga brasileira». Consultado em 11 de outubro de 2015 
  3. «StarOne C2 - Shoptime». portal BSD. Consultado em 11 de outubro de 2015 
  4. «StarOne C1 - Shoptime». portal BSD. Consultado em 11 de outubro de 2015 
  5. «TV Shoptime está de volta à internet no site da loja». Consultado em 11 de outubro de 2015 
  6. «Ligue já!». IstoÉ Dinheiro. 18 de maio de 2005. Consultado em 18 de fevereiro de 2015 
  7. Sallum, Erika (3 de setembro de 2000). «Apresentadores vendem a própria imagem». Folha de S. Paulo. Consultado em 19 de fevereiro de 2015 
  8. «Cozinha da Ofélia muda». Folha de S. Paulo. 6 de março de 1998. Consultado em 19 de fevereiro de 2015 
  9. a b Campos, Vanessa (8 de março de 1998). «Shoptime troca de cozinheiro». Folha de S. Paulo. Consultado em 19 de fevereiro de 2015 
  10. Scalzo, Mariana (30 de março de 1997). «Shoptime lança televendas com produtos eróticos». Folha de S. Paulo. Consultado em 19 de fevereiro de 2015 
  11. Padiglione, Cristina (27 de fevereiro de 1998). «Novela da Band já tem o elenco fechado». Folha de S. Paulo. Consultado em 19 de fevereiro de 2015 
  12. «Close substitui Monique». Folha de S. Paulo. 3 de setembro de 2000. Consultado em 19 de fevereiro de 2015 
  13. Scalzo, Mariana (31 de agosto de 1997). «Para chef, programas evoluíram». Folha de S. Paulo. Consultado em 19 de fevereiro de 2015 
  14. Padiglione, Cristina (28 de março de 1998). «Ratinho supera a Globo com menino deformado». Folha de S. Paulo. Consultado em 18 de fevereiro de 2015 
  15. Valladares, Ricardo (15 de outubro de 2003). «Vai um boi aí?» (Flash). São Paulo: Abril. Veja (1824). 118 páginas. ISSN 0100-7122. Consultado em 18 de fevereiro de 2015 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]