ÓTV

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
ÓTV
Grupo Paranaense de Comunicação
Curitiba, Paraná
Brasil
Tipo Privada
Canais 11 (NET)
Sede Curitiba, PR
Rua Mamoré, 753 / Rua Solimões, 1020 - Mercês
Pertence a Grupo Paranaense de Comunicação
Proprietário Guilherme Cunha Pereira
Fundação 19 de abril de 2011
Extinção 14 de dezembro de 2014
Emissoras irmãs
Cobertura Grande Curitiba e áreas próximas

ÓTV foi um canal de televisão por assinatura brasileiro sediado em Curitiba, capital do estado do Paraná. Operava no canal 11 da NET e pertencia ao Grupo Paranaense de Comunicação. Foi inaugurado no dia 19 de abril de 2011, e teve como objetivo aprofundar a cobertura jornalística referente à cidade de Curitiba.[1] Após uma reestruturação no grupo, o canal foi extinto no dia 14 de dezembro de 2014. O canal da ÓTV na NET exibe apenas uma câmera ao vivo mostrando o centro da cidade de Curitiba, com um relógio eletrônico no canto da tela, e transmitindo o áudio da programação da Mundo Livre FM.

História[editar | editar código-fonte]

Após investimentos de R$ 5 milhões, a ÓTV foi inaugurada no dia 19 de abril de 2011, às 17h. O primeiro programa exibido pelo canal foi o Notícias da Hora, voltado aos acontecimentos mais importantes de Curitiba, com entradas ao vivo da redação do jornal Gazeta do Povo, que faz parte do mesmo grupo.[1] No primeiro programa, o editor do jornal, Luiz Cláudio Soares de Oliveira, desejou sucesso à nova emissora e destacou a participação da Gazeta do Povo em sua programação[1].

Na madrugada do dia 13 para o dia 14 de dezembro de 2014, no encerramento do ÓTV Jornal, foi anunciada a extinção do canal através das apresentadoras. Após isso, foram mostradas as imagens da cidades filmadas pelas câmeras de trânsito do grupo, com o horário no canto da tela, e transmitindo o áudio da programação da Mundo Livre FM ao fundo. Na semana, 80 profissionais ligados ao canal foram comunicados do encerramento de suas atividades e dispensados. A extinção faz parte de uma reestruturação interna do Grupo Paranaense de Comunicação que já tinha causado o fim das transmissões esportivas da rádio 98 FM e o corte de diversos cargos em suas várias empresas.[2]

Programação[editar | editar código-fonte]

O canal contava com variados programas voltados ao entretenimento e ao jornalismo, transmitidos diariamente das 13h30 às 6h. 23 destes programas eram produções próprias do canal; outros cinco eram reapresentações de programas locais da RPC, afiliada à Rede Globo, também pertencente ao GRPCom. De hora em hora, a emissora transmitia noticiários. Havia também um telejornal diário e programas de entrevista. A outra parte da programação (das 6h até 13h30) era preenchida por um jornal eletrônico com prestação de serviço, informações sobre o trânsito com imagens ao vivo, previsão do tempo e notícias da versão online do jornal Gazeta do Povo.

  • 98 no Ar
  • Aprenda Sorrindo com Giba Lavras e Anta
  • As Aventuras de Laus
  • Bom Gourmet
  • Cine Ó
  • Conversa com a Fonte
  • Conversa da Gente
  • Conversa Delas
  • Conversa Política
  • Conversa S/A
  • Em Cima do Lance
  • Estilo Curitiba
  • Gaz+
  • Jornal da Galera
  • Lady Rock
  • Menu Prático
  • Moda Básica
  • Noites Curitibanas
  • Notícias
  • Notícias da Hora
  • O Chefe da Cidade
  • Ó Divã
  • Ó Gourmet
  • O Rei Visita
  • Olha Só
  • Olhar Curitiba
  • ÓTV Esporte
  • ÓTV Jornal
  • Outra Conversa
  • Paiol Literário
  • Passado e Presente
  • Plano R
  • Pra Variar
  • Reportagens Especiais
  • Revista Curitiba
  • Skate Session
  • S#@!
  • Tubo de Som
  • Vida Verde
  • Videocaos

Referências

  1. a b c «Está no ar a ÓTV». Gazeta do Povo. 19 de abril de 2011 
  2. Renato Garcia (9 de dezembro de 2014). «ÓTV encerrará suas atividades em Curitiba». SulBRTV 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]