TV Sudoeste (Pato Branco)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
TV Sudoeste
Fundação Cultural Celinauta
Pato Branco, Paraná
Brasil
Tipo Empresa privada
Canais
07 VHF analógico
27 UHF e 7.1 Virtual digital
Sede Bandeira pato 1.png Pato Branco, PR
Rua Araribóia, 1909 - Parzianello
MAPA
Slogan A TV da nossa casa
Rede RedeTV!
Rede(s) anterior(es) Rede Manchete (1987-1999)
TV Canção Nova (1999)
Fundador Frei Policarpo Berri
Pertence a Rede Celinauta de Comunicação
Proprietário Frei Policarpo Berri
Presidente Frei Nelson Rabelo
Fundação 18 de junho de 1987 (28 anos)
CNPJ 77.737.831/0001-75
Prefixo ZYB 404
Emissoras irmãs Rádio Celinauta
Movimento FM
Cobertura Sudoeste Paranaense
Potência 2 kW
Página oficial site.tvsudoestepr.com.br

TV Sudoeste é uma emissora de televisão brasileira sediada em Pato Branco, cidade do estado do Paraná. Opera nos canais 7 VHF e 27 UHF digital, e é afiliada à RedeTV!. Petence a Rede Celinauta de Comunicação, vinculada a Ordem dos Frades Menores de Pato Branco, e da qual também fazem parte a Rádio Celinauta e a Movimento FM.

História[editar | editar código-fonte]

Concessão[editar | editar código-fonte]

Em 1967, o frei Policarpo Berri, da O.F.M., idealista e pioneiro líder religioso em comunicações no Paraná, entra com pedido de concessão de emissora de TV, já tendo emissora de Rádio Celinauta AM, em nome da Fundação Cultural Celinauta.[1]

O pedido demora por 12 anos até que em 1979, já no Governo Militar de João Figueiredo, a concessão foi obtida em definitivo.[2]

Rede Manchete (1987 a 1999)[editar | editar código-fonte]

No dia 18 de junho de 1987, depois de oito anos da conquista da concessão e vinte anos do pedido, a TV Sudoeste entrou no ar, tornando-se a segunda emissora de TV ligada ao grupo religioso ter concessão dada na história do Brasil (a primeira foi Ordem dos Capuchinos de Porto Alegre, que controlou a TV Difusora, hoje TV Bandeirantes Porto Alegre), retransmitindo a programação da Rede Manchete.

Na época, a emissora era única afiliada da Manchete que não pertencia ao Sistema Sul de Comunicação (SSC), hoje Rede Independência de Comunicação (RIC).

Em 1º de setembro de 1995, todas as emissoras da SSC tornaram-se afiliadas à Rede Record, deixando praticamente quase toda Paraná sem sinal da Manchete.

No entanto, a maioria das retransmissoras da SSC que pertenciam às prefeituras paranaenses, se recusaram transmitir a nova rede, sob alegação que a nova rede era desconhecida pelo público paranaense. Outras que mantinham a mudança ou que só retransmitiam programas locais da SSC para voltar a Manchete ao invés da Record, voltaram semanas atrás depois que o público reagiu negativamente a nova programação. Com isso, as retransmissoras passaram a repetir a programação nacional da Manchete (que era vista em antenas parabólicas) em via satélite.

Enquanto isso, a TV Sudoeste que já instalava enlaces pro interior do Paraná e levando imagens e sons para todo sudoeste do Paraná, alcançando até noroeste de Santa Catarina, recebeu oferta das prefeituras paranaenses para retransmissão, que foi aceita e passou cobrir o vazio deixado pela antiga SCC.

Com isso, a TV Sudoeste foi única emissora do Estado a permanecer fielmente afiliada à Manchete até fim da rede em 1999, mesmo com as crises de 1992 a 1994 e 1998 a 1999.

Quatro Redes em 1999[editar | editar código-fonte]

Entre maio e junho de 1999, coincidindo o fim da Manchete e início da transição da TV! para RedeTV!, a emissora trocou TV! pela TV Canção Nova, sob alegação que a nova programação não condiz com diretrizes do grupo e que quase toda programação estava alugada às produções independentes de vendas.

Porém, os novos proprietários da RedeTV! conseguiram convencer os dirigentes da Sudoeste a repensar na decisão e fizeram a emissora voltar a transmitir a TV!, ficando curto tempo com a TV Canção Nova, que em troca, produzissem programas locais e religiosos.

RedeTV! (1999-presente)[editar | editar código-fonte]

Em 15 de novembro de 1999, com surgimento da RedeTV!, tornou-se primeiras afiliadas da "nova Rede Manchete" (expressão usada na época). Desde então, é umas das antigas afiliadas dessa rede.

No lugar dos programas independentes da rede que são exibidas, inclusive até igrejas evangélicas, são exibidas programas católicos locais produzidos pela Fundação Cultural Celinauta, embora tenha programação independente e telejornais.

Entre 2000 a 2008, teve como parceira, a RedeTV! Sul, que cobria Santa Catarina e partes do Paraná e Rio Grande do Sul.

Sinal digital[editar | editar código-fonte]

PSIP Canal Proporção de tela Programação
7.1 27 UHF 1080i Programação principal da TV Sudoeste / RedeTV!

A TV Sudoeste iniciou suas transmissões digitais em 14 de dezembro de 2015, através do canal 27 UHF.[3] Desde o início das transmissões digitais, a emissora passou a produzir sua programação em alta definição.

Programas[editar | editar código-fonte]

  • Bate-Bola
  • Benção do Almoço
  • Caminhos do Evangelho
  • Carro Fácil
  • Encontro com: Os Serranos
  • O Homem e a Terra
  • Raízes
  • Repórter Cidadão
  • Santa Missa Dominical
  • Sudoeste em Destaque
  • Sudoeste Notícias
  • TV Rural
  • TV Total

Retransmissoras[editar | editar código-fonte]

* - Em implantação

Referências

  1. «HISTÓRICO». Rede Celinauta. 2005?. Consultado em 04-10-2013. 
  2. Suzy dos Santos e Sérgio Capparelli (julho a dezembro de 2004). «CRESCEI E MULTIPLICAI-VOS: A Explosão Religiosa na Televisão Brasileira». UFRGS. Consultado em 04-10-2013. 
  3. «TV Sudoeste entra no ar em HD nesta quarta-feira». Diário do Sudoeste. 16-12-2015. Consultado em 22-02-2016. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Televisão no Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.