Globo Rural (revista)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde Dezembro de 2008). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Globo Rural
Frequência Mensal
Editora Editora Globo
País  Brasil
Idioma português
Fundação 1985
Fundador(a) Roberto Marinho, Grupo Globo
Primeira edição 1985

Globo Rural é uma publicação mensal da Editora Globo que começou a circular a partir de 1985. Criada tendo como base o programa Globo Rural, da Rede Globo, é uma publicação que aborda assuntos ligados ao mundo agropecuário e ao Brasil do interior. Entre os temas abordados estão produção agrícola, o mundo da pecuária, tecnologias, cultura popular, lazer, entretenimento, receitas culinárias, além de uma série de reportagens feitas com ênfase na prestação de serviços para o produtor rural. A revista é objeto de estudos acadêmicos a respeito do marketing voltado para o homem do campo.[1]

História[editar | editar código-fonte]

A primeira edição da revista Globo Rural saiu em outubro de 1985. Na capa, um imponente touro nelore e um peão, que apresentavam a principal reportagem, sobre a principal raça bovina criada no Brasil. A matéria contava a história de Davi, o peão que foi um dos melhores selecionadores de touros de raças zebuínas na região de Uberaba, MG. Foi o início da publicação, cujo idealizador e criador foi o jornalista mineiro Humberto Pereira, seu primeiro diretor de redação. Pereira é também diretor-geral do programa de TV Globo Rural, exibido pela Rede Globo desde janeiro de 1980. Outro grande nome por trás da revista é o de José Hamilton Ribeiro, o primeiro editor-chefe. O primeiro número da publicação trazia um editorial assinado por Roberto Marinho, à época o presidente das Organizações Globo.

Globo Rural ganhou muitos prêmios, de renome nacional e internacional. Entre os destaques, dois prêmios Esso, um prêmio Fiat Allys e uma premiação internacional, da FNPI – Fundação Nuevo Periodismo Iberoamericano, cujo troféu foi entregue pelo escritor Gabriel Garcia Marquez aos jornalistas Claudio Cerri e Ernesto de Souza.[carece de fontes?]

Tiragem[editar | editar código-fonte]

A tiragem da Globo Rural oscila em torno de 150 mil exemplares[carece de fontes?] e a circulação é nacional. O papel empregado na capa é o couché 130 e, no miolo, o LWC 60 gr.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]