Central Brasileira de Notícias

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Central Brasileira de Notícias
{{{alt}}}
Rádio Excelsior S/A
País  Brasil
Frequência(s) FM 90,5 MHz (São Paulo)
FM 92,5 MHz (Rio de Janeiro)
FM 106,1 MHz (Belo Horizonte)
FM 95,3 MHz (Brasília)
Canais
  • 311 (SP), 321 (BH), 322 (Brasília) e 323 (RJ) (Claro TV)
  • 776 (SP), 777 (RJ), 778 (Brasília) e 779 (BH) (Sky)
  • 950 (RJ), 951 (SP), 952 (Brasília) e 953 (BH) (Oi TV)
  • 300 (Claro Net)
Sede São Paulo São Paulo, SP
Slogan A rádio que toca notícia
Fundação 1 de outubro de 1991 (28 anos)
Fundador Roberto Marinho
Pertence a Sistema Globo de Rádio (Grupo Globo)
Proprietário(s) Roberto Irineu Marinho
Antigo(s) proprietário(s) Roberto Marinho (1991-2003)
Sócio(s) Roberto Irineu Marinho
João Roberto Marinho
José Roberto Marinho
Outras emissoras São Paulo CBN (São Paulo)
Rio de Janeiro CBN (Rio de Janeiro)
Distrito Federal (Brasil) CBN (Brasília)
Minas Gerais CBN (Belo Horizonte)
ver lista completa
Formato Rede de rádio comercial
Género Jornalismo e Esportes
Faixa etária Público de 30 a 75 anos
Idioma (em português brasileiro)
Emissoras irmãs Rádio Globo
BH FM
Sound!
Cobertura Nacional (via satélite)
Aplicativo móvel iTunes Store: [1]
Google Play: [2]
Windows Phone Store: [3]
Página oficial cbn.globoradio.globo.com

Central Brasileira de Notícias (conhecida pela sigla CBN) é uma rede de rádio brasileira, pertencente ao Sistema Globo de Rádio. Foi criada em 1.º de outubro de 1991 pelo jornalista Roberto Marinho, como projeto de rádio all news, ou seja, com programação jornalística 24 horas por dia, além de se dedicar às transmissões de futebol.

Desde sua criação, o slogan da CBN é A rádio que toca notícia. A sua cabeça de rede é a emissora paulistana, com parte da programação sendo gerada também pela emissora carioca. A rede emprega mais de 200 jornalistas e tem como público-alvo de sua programação os ouvintes brasileiros das classes A e B, acima de trinta anos de idade e economicamente ativos (trabalhadores). A CBN lidera no segmento all news na maioria das praças onde atua.

História[editar | editar código-fonte]

A rede foi fundada em 1 de outubro de 1991, através da Rádio Excelsior de São Paulo e da Rádio Eldorado do Rio de Janeiro, tendo como sua primeira afiliada a Rádio Cultura de Campinas, um mês depois.

Em São Paulo, a emissora operava somente em AM, ganhando a partir de novembro de 1995 um lugar no dial das FM, o que lhe rendeu a menção honrosa por ser a primeira emissora jornalística em FM da cidade pela Associação Paulista de Críticos de Arte. A Associação também escolheu a CBN como a de melhor cobertura jornalística de 1996.

O ano de 1997 marcou uma nova fase da CBN. Uma grande reformulação em sua grade de programação veio para reforçar o conceito de rede nacional da emissora, ampliar o número de afiliadas e posicionar o meio rádio no mercado publicitário. A CBN também passou a se destacar em sua cobertura esportiva, transmitindo torneios como: Copas do Mundo, Jogos Olímpicos, Campeonatos Estaduais, Campeonato Brasileiro, Taça Libertadores, Copa Sul-Americana e a Fórmula 1.

Em 28 de fevereiro de 2011, seu maior âncora saiu da emissora. Heródoto Barbeiro passou a integrar o quadro de apresentadores da Record News. Já em 2010 perdeu o âncora Juca Kfouri, num episódio nebuloso, mal explicado por ambas as partes. Seu programa, CBN Esporte Clube, era a terceira maior audiência no horário. Outro colaborador importante, Sidney Rezende, foi demitido pela diretora Mariza Tavares em outro episódio nebuloso, em que ela e a rádio foram acusadas por ele de ingratidão. O mais interessante é que apesar da demissão, o jornalista continuou no Grupo Globo até 2015, o que confirma o possível desentendimento.

Expansões recentes[editar | editar código-fonte]

Em 3 de outubro de 2011, a rede CBN ganhou mais uma afiliada: a CBN Lages (antiga Rádio Globo Lages), pertencente ao Sistema Catarinense de Comunicações, que controla a afiliada do SBT Santa Catarina na cidade de Lages. Em 1.º de fevereiro de 2012, houve uma mudança de afiliação da CBN em João Pessoa, na Paraíba. A antiga Rádio Maná 920 AM, gerida pela Rede Paraíba de Comunicação, passa a transmitir a rede no lugar da CBN Correio, que tornou-se afiliada da Rede Jovem Pan Sat. Em novembro do mesmo ano, a afiliada da CBN em Fortaleza saiu do AM 1010 (substituída no mês seguinte pela Rádio Globo O Povo) para o FM 95,5 no lugar da Mix FM.

Em 2013, a emissora ganha duas afiliadas no estado de São Paulo: em Ribeirão Preto no FM 90,5 (a mesma frequência da matriz da emissora na capital) no lugar da Band FM (sendo operada pelo mesmo grupo que controla a EPTV, afiliada da Rede Globo na cidade) e em Santos, no FM 99,7 substituindo a repetidora do sinal da Rede Jovem Pan - sendo que a marca teve outras duas passagens pela cidade (a primeira foi entre 1995 e 2001 no AM 660 - na época operada pelo Sistema A Tribuna de Comunicação, atualmente opera como Rádio DaCidade - e uma segunda e curta passagem em 2007 no FM 102,1 que atualmente opera como Litoral FM). No dia 1.º de fevereiro, a CBN Salvador pertencente a Rede Bahia (grupo afiliado a Rede Globo no estado) realizou a troca de frequência no dial da capital baiana, passando dos 100,7 para os 91,3, visando ampliar a presença da emissora na cidade e eliminando varias áreas de sombra em Salvador e na região metropolitana e fazer frente às concorrentes BandNews e Metrópole.

Um dia depois, em 2 de fevereiro, a CBN João Pessoa inaugurou a sua transmissão no dial FM da capital paraibana. A emissora passou a transmitir também no canal 101,7, no lugar da Paraíba FM. A emissora realizou a migração da afiliada da CBN em Blumenau do AM 820 (agora ocupado pela coirmã Rádio Globo) para o FM 95,9 tornando-se a primeira afiliada catarinense da rede a transmitir sua programação em FM. Em 1.º de setembro, a afiliada da CBN no Recife mudou de frequência (e consequente de grupo) do FM 90,3 (operado desde 2004 pelo Sistema Jornal do Commercio de Comunicação que implantou a jornalística local JC News FM no mesmo canal) para o FM 97,1 (ocupado até então pela Globo FM) passando a ser controlada localmente pelo Grupo Nordeste de Comunicação, ligado a afiliada da Rede Globo em Caruaru/PE a TV Asa Branca. Em dezembro, a afiliada da CBN em Fortaleza voltou a ser transmitida em AM e FM pois o canal 1010 AM deixou de transmitir a Rádio Globo por decisão do Grupo de Comunicação O Povo, responsável pela emissora local.

Em 2017 e 2018, a rede ganha novas afiliadas - a maioria fruto da migração AM/FM - em importantes cidades, como Aracaju, Campo Grande e Porto Velho.[1]

Em janeiro de 2018, mais três afiliadas da CBN são inauguradas na Região Norte, substituindo as rádios de estilo popular da Rede Amazônica. Em 1.º de agosto, a CBN entra na faixa FM de Belém, assumindo a frequência 102,3 que antes pertencia à afiliada local da Jovem Pan. Um mês depois, foram desligadas as frequências AM da CBN nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte, com ambas passando a transmitir somente no FM. No dia 17 do mesmo mês, a CBN substituiu a Globo FM em Caruaru, PE, nos 89,9 a Rede Fronteira de Comunicação anunciou que a Rádio Princesa AM 1030 kHz migraria sua programação para 103,1 FM e, com isso, se tornará afiliada da CBN[2]. Em 2019, expandiu seu sinal no interior do Paraná, agora a rede estreou em Cascavel, pertencendo às mesmas empresas que controlam as afiliadas da CBN em Maringá e União da Vitória.

Programas[editar | editar código-fonte]

Equipe[editar | editar código-fonte]

Âncoras[editar | editar código-fonte]

  • André Sanches (Quatro em Campo e CBN Esportes, eventual)
  • Bianca Santos (CBN Rio)
  • Brunno Melo (CBN Brasília)
  • Carlos Alberto Sardenberg (CBN Brasil)
  • Carlos Eduardo Eboli (Quatro em Campo e CBN Esportes)
  • Cássia Godoy (Jornal da CBN e CBN Gerações)
  • Dan Stulbach (Fim de Expediente)
  • Fabíola Cidral (CBN São Paulo)
  • Fernando Andrade (Estúdio CBN)
  • Francisco Aiello (Quatro em Campo, eventual)
  • Frederico Goulart (CBN Primeiras Notícias e CBN Rio)
  • Gabriel Dudziak (Lado B da Bola)
  • Gustavo Zupak (Lado B da Bola)
  • José Godoy (Fim de Expediente)
  • Laerte Vieira (voz padrão, além de ser eventual do Jornal da CBN)
  • Luiz Gustavo Medina (Fim de Expediente)
  • Milton Jung (Jornal da CBN e Mundo Corporativo)
  • Paulo Galvão (CBN Madrugada)
  • Pétria Chaves (Revista CBN)
  • Renata Lo Prete (Painel, exibido em rede com a GloboNews)
  • Rosana Jatobá (Jornal da CBN 2° Edição)
  • Shirley Souza (CBN Belo Horizonte)
  • Tânia Morales (CBN Noite Total)
  • Tatiana Vasconcellos (Estúdio CBN)

Comentaristas e Colunistas[editar | editar código-fonte]

  • Adriana Carranca (CBN Pelo Mundo)
  • Adriana Moysés (Um Pulo em Paris)
  • Alexandre Schwartsman (Call de Abertura)
  • Alexandre Zaghi Lemos (Minuto Meio & Mensagem)
  • Ana Paula Pontes (Revista Crescer na CBN)
  • Andréa Pachá (A Vida na Justiça)
  • Andréa Ramal (Escola da Vida)
  • André Trigueiro (Rio + Limpo)
  • Andréia Sadi (Conversa de Política)
  • Arnaldo Jabor
  • Artur Xexéo (Carioquices e Conversa de Primeira-Crônica de Sexta)
  • Aydano André Motta (Carnaval e Samba na CBN)
  • Berenice Seara (Extra, Extra - Os Bastidores da Política)
  • Bernardo Mello Franco (Conversa de Política)
  • Bertha Maakaroun (Bastidores da Política - BH)
  • Bia Kunze (Rodada das 6 - Tecnologia)
  • Camila Carelli (Convocadas)
  • Carlos Alberto Sardenberg (Linha Aberta)
  • Carlos Julio (Gestão Descomplicada)
  • Carlos Melo (A Semana Política)
  • Carlos Renato Santos (Renatinho) (De Bandeja na CBN)
  • Carolina Braga (Culturadoria na CBN)
  • Cassiano Ribeiro (CBN Agronegócios)
  • Cecília Russo (Sua Marca Vai Ser Um Sucesso)
  • Cláudia Pires (Discuta BH)
  • Daniela Tófoli (CBN Estilo de Vida)
  • Daniel Buarque (A Cara do Brasil)
  • David Duarte (Assim é Brasília)
  • Edson Mauro (Momento do Esporte - RJ)
  • Fernando Abrucio (Discuta SP)
  • Flávia Oliveira (Por Dentro da Economia e Rio + Rua)
  • Gilberto Braga (CBN Valorizando o Seu Bolso)
  • Glória Tupinambás (A Casa Nômade na CBN e Histórias de Viagem)
  • Guga Chacra (Rodada das 6 - Internacional)
  • Guilherme Amado (Conversa de Política)
  • Gustavo Santos Ferreira (Valor Investe.com)
  • Ilona Becskeházy (Missão Aluno)
  • Jaime Troiano (Sua Marca Vai Ser Um Sucesso)
  • Janaína Goston (Alimentação Saudável)
  • João Carlos Amador (Assim é Brasília)
  • João Marcello Bôscoli (Sala de Música)
  • Jorge Lucki (Momento do Brinde)
  • Juca Kfouri (Momento do Esporte - Rede)
  • Kennedy Alencar (Pastoral Americana)
  • Leny Kyrillos (CBN Comunicação e Liderança)
  • Liliana Bäckert (CBN Longe de Casa)
  • Luciana Barbo (CBN Sabores - Brasília)
  • Luís Giffoni (Clube do Livro - BH)
  • Luiz Fernando Correia (Saúde em Foco)
  • Luiz Gustavo Medina (O Assunto é Dinheiro)
  • Marcelo Lins (Conversa de Primeira - Pelo Mundo)
  • Marco Antônio Teixeira (Discuta SP)
  • Marcio Atalla (Bem-Estar e Movimento)
  • Marcio Rachkorsky (Condomínio Legal)
  • Marcus Vinicius Gasques (AutoEsporte na CBN)
  • Maria Cristina Fernandes (Tudo é Política)
  • Mario Marra (Momento do Esporte - SP)
  • Mario Sergio Cortella (Academia CBN, Conversa de Primeira - No Meio do Caminho e Escola da Vida)
  • Mary Del Priore (Um Rio de Histórias)
  • Mauro Halfeld (CBN Dinheiro)
  • Max Gehringer (Mundo Corporativo)
  • Merval Pereira (Momento da Política)
  • Millena Lopes (Assim é Brasília)
  • Miriam Leitão (Dia-a-dia da Economia)
  • Monica de Bolle (Economia de Quarta)
  • Natuza Nery (Conversa de Politica)
  • Pasquale Cipro Neto (A Nossa Língua de Todo Dia)
  • Patrícia Julianelli (Saúde em Movimento)
  • Paulo Pacheco (Econominas)
  • Paulo Vinicius Coelho (Prancheta do PVC)
  • Pedro Doria (Conversa de Primeira - Vida Digital na CBN)
  • Petria Chaves (Revista responde: como criar seus filhos)
  • Ricardo Teixeira (Cuca Legal)
  • Roberto Agresti (CBN Moto)
  • Rodrigo Chia (Assim é Brasília)
  • Romina Caparelli (Assim é Brasília)
  • Ronald Villardo (Circulando)
  • Rusty Marcellini (CBN Sabores - Rede e CBN Sabores - BH)
  • Sandra Boccia (Bolsa de Valores - Liderança Feminina no Mundo dos Negócios)
  • Saulo Laranjeira (Arrumação na CBN)
  • Sérgio Abranches (Conversa de Política)
  • Sérgio Myssior (A BH que queremos)
  • Silvia Grebler (Entre Laços e Nós)
  • Silvia Sibalde (Cozinha Cordial)
  • Teodoro Zanardi (Escola da Vida)
  • Thássius Veloso (CBN Tecnologia da Informação)
  • Tiago Belotti (Sessão de Cinema)
  • Victor Birner (Rodada das 6 - Esportes)
  • Wálter Maierovitch (Conversa de Primeira - Justiça e Cidadania)

Outras Colunas[editar | editar código-fonte]

  • CBN Audiobook
  • CBN Fora do Sério
  • CBN Gastronomia
  • Cidade Segura
  • Consultório CBN
  • Debate da Bola
  • Dicas do Rio Show
  • Hora de Expediente (com a equipe do Fim de Expediente)
  • Liberdade de Expressão
  • Mais São Paulo
  • Quadra Coberta
  • Quatro em Campo - Preleção
  • Rádio Sucupira
  • Rio + Seguro (com participação do Instituto Igarapé)
  • Velocidade CBN

Gerência de jornalismo[editar | editar código-fonte]

  • Douglas Ritter (São Paulo)
  • Thiago Barbosa (Rio de Janeiro)
  • Edleusa Macedo (Brasília)

Direção de jornalismo[editar | editar código-fonte]

  • Ricardo Gandour (nacional)

Emissoras[editar | editar código-fonte]

Atualmente, a CBN possui quatro emissoras próprias, sendo em São Paulo, na frequência 90,5 FM, no Rio de Janeiro, na frequência 92,5 FM, em Belo Horizonte na frequência 106,1 FM e em Brasília, na frequência 95,3 FM. Possui também cerca de 37 afiliadas no Brasil, transmitidas em AM ou FM.

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Prêmio Vladimir Herzog
Prêmio Vladimir Herzog de Áudio
Ano Obra Veículo de comunicação Autor Resultado
2018 “Série de Reportagens Trans: o difícil caminho para a educação.”

Equipe: Jonathan Dias Lima e Maria Eduarda Madu

João Pessoa PB Marcelo Henrique Andrade e equipe

Rádio CBN

Venceu[3]
2019 "LGBTfobia: Medo de quê?" Rádio CBN – São Paulo/SP Gabriela Viana dos Santos Dayube, Lucas Soares, Claudio Antonio, Caroline Tamassia, Luiz Nascimento Venceu[4]
Prêmio Vladimir Herzog de Rádio
Ano Obra Veículo de mídia Autor Resultado
2014 "História de Flor" Rádio CBN – João Pessoa Hebert Araújo Venceu[5]

Referências

  1. «CBN - Cultura - CBN chega a três novas cidades e se consolida como a maior rede de all news do rádio brasileiro». cbn.globoradio.globo.com. Consultado em 24 de setembro de 2018 
  2. «CBN deve retornar a Lages em FM no 1º semestre de 2019». www.serrasconline.com.br. Consultado em 1 de fevereiro de 2019 
  3. «Vencedores do 40º Prêmio Vladimir Herzog». Prêmio Vladimir Herzog. Consultado em 28 de março de 2020. Cópia arquivada em 28 de março de 2020 
  4. Carolina Vilaverde (11 de outubro de 2019). «Comissão Organizadora do Prêmio Vladimir Herzog divulga vencedores da 41ª edição». Vladimir Herzog. Consultado em 28 de março de 2020. Cópia arquivada em 28 de março de 2020 
  5. IVH Julio (29 de outubro de 2014). «36º Prêmio Jornalístico Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos». Vladimir Herzog. Consultado em 1 de abril de 2020. Cópia arquivada em 1 de abril de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]