Rede SomZoom Sat

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox grammar.svg
Esta página ou secção precisa de correção ortográfico-gramatical.
Pode conter incorreções textuais, podendo ainda necessitar de melhoria em termos de vocabulário ou coesão, para atingir um nível de qualidade superior conforme o livro de estilo da Wikipédia. Se tem conhecimentos linguísticos, sinta-se à vontade para ajudar.
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade (desde setembro de 2016).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto. Material sem fontes poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde setembro de 2016).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Rede SomZoom Sat
{{{alt}}}
Somzoom Gravações e Edições Musicais Ltda.
País  Brasil
Frequência(s)
Sede Bandeira de Fortaleza.svg Fortaleza, CE
Rua das Oiticicas, 300 - Passaré
Slogan A rádio mais popular do Brasil.
Fundação 1 de junho de 1997 (20 anos)
Fundador Emanuel Gurgel
Pertence a Grupo SomZoom Sat
Proprietário(s) Emanuel Gurgel
Outras emissoras ver lista
Formato Rede de rádio comercial
Gênero Forró eletrônico
Idioma (português brasileiro)
Nome(s) anterior(es) Rádio SomZoom Sat (1997)
Emissoras irmãs TV SomZoom
Cobertura Estado do Ceará e proximidades
Webcast Ouça ao vivo
Página oficial www.somzoom.com.br

Rede SomZoom Sat é uma rede de rádios brasileira com sede em Fortaleza, capital do Estado do Ceará. A rede faz parte do Grupo SomZoom Sat e foi fundada em 1 de junho de 1997, com o arrendamento da Capital FM, pelo empresário Emanuel Gurgel. É considerada a primeira emissora de rádio com programação via satélite a partir da Região Nordeste.

A SomZoom Sat alcançou grande popularidade dos ouvintes brasileiros no final da década de 1990 e início dos anos 2000, principalmente no período de 1998 a 2003, quando a rede era praticamente captada em quase todo o Brasil, através das afiliadas nas cidades e zonas rurais, onde esteve no auge da expansão e abrangência máxima em parte do território brasileiro. A programação abrangia todos os ritmos musicais brasileiros e estrangeiros, tendo predominância o chamado forró eletrônico. Entre 2000 e 2001, quando a Rede SomZoom Sat já tendo mais de 100 afiliadas, era considerada a maior rede de rádio brasileira, pois se estimava que a rede fosse escutada por 50 milhões de brasileiros por minuto em mais de 1500 municípios em AMs e FMs. Na época, a rede já estava presente nas capitais dos estados brasileiros e em muitas outras grandes cidades do interior.

Depois de 2002, a SomZoom Sat começou perder as afiliadas e locutores de destaque, como Wanda Maia e Mução. A rádio começou a declinar em audiência e a perda de afiliadas atingiu o auge entre 2005 a 2007, quando perdeu quase todas as afiliadas, inclusive em Fortaleza, ficando restrita ao interior do Ceará. Em março de 2007, através de parceria com o Grupo Cearasat de Comunicação, conseguiu nove afiliadas e retomou as operações na capital cearense. Sua última passagem durou entre 2013 e 2016, após fusão com a Expresso FM.

História[editar | editar código-fonte]

Antecedentes[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Grupo SomZoom Sat

A SomZoom Sat foi registrada na Junta Comercial do Estado do Ceará como a SomZoom Gravações e Edições Musicais Ltda, tendo como data de início das atividades no dia 1º de dezembro de 1991 em Fortaleza (CE). Possui como donos os empresários Emanoel Gurgel de Queiroz (sócio majoritário) e Antonio Trigueiro Neto (sócio).[1]

Antes de lançar a rádio, em 1996, Emanuel Gurgel arrendou a Casablanca FM, uma estação voltada para o público de classe alta que curtia o estilo adulto-contemporâneo, e ocupou toda a sua grade com canções de suas bandas de forró eletrônico, bem como a transmissão de shows e divulgação de agenda das mesmas.[2] A grade de programação não tinha espaço para intervalos comerciais, o que acabou não trazendo retorno comercial e encerrando a parceria em 1997.[2] Todos os locutores que trabalhavam na emissora (Roger Martins, Claudio Lima e Henrique Durans) seguiram com Gurgel para iniciar um novo projeto em outra estação.

Até a entrada da rede no ar, o Grupo SomZoom tentou obter uma concessão própria, mas devido a questões políticas, nunca conseguiu e posteriormente não demonstrou mais interesse em novos pedidos.[1]

Década de 1990[editar | editar código-fonte]

A Rádio SomZoom Sat entrou no ar em 1 de junho de 1997, com o arrendamento da concessão da Capital FM, pertencente ao Grupo Cidade de Comunicação em Fortaleza, para divulgação da programação dos shows e bandas de forró. A rede é apenas uma cabeça de rede, produtora de conteúdos que transmite sua programação feita em estúdio na própria sede e não tem concessão de rádio. Exatamente 1 mês após o arrendamento, a rádio passa a se tornar uma emissora de rede, através da transmissão por sinal de via satélite com sinal codificado no Brasil Sat 1, transmitido para todo o Brasil e a América Latina. Em seguida, ganhou a primeira afiliada, a Tropical FM, gerenciada por outro empresário de forró, Assis Monteiro. Posteriormente adquire afiliação com a Rádio 100, ambas cobrindo toda a Grande Fortaleza e norte do Ceará. As duas emissoras não transmitiam toda a programação da rede, pois tinham seus programas próprios e comerciais.

No decorrer do ano, a rede ganhou as primeiras afiliadas no Ceará, nas cidades de Quixadá, Aracati, Juazeiro do Norte, Baturité, Iguatu, Sobral, Barro, Limoeiro do Norte, Morada Nova e Santa Quitéria. As 10 rádios cearenses cobriram todo o Ceará e as transmissões (principalmente de AMs) eram captadas nos Estados vizinhos do Piauí, Rio Grande do Norte, Paraíba e Pernambuco.

Entre agosto a dezembro, com a popularização da SomZoom Sat, outras emissoras de Estados vizinhos do Ceará se interessaram para transmitir nova rede, até então eram afiliadas de outras redes de rádios e outras simplesmente eram emissoras locais. A rede ganhou as primeiras afiliadas fora do Ceará, nos Estados de Pernambuco (Recife, Caruaru, Pesqueira, Palmares, Timbaúba, e Belém de São Francisco), Rio Grande do Norte (Natal, Mossoró, Caicó, Ceará-Mirim, Currais Novos, Macau, Nova Cruz, Pau dos Ferros, São Miguel e Santo Antônio), Alagoas (Maceió, São Miguel, Arapiraca, Santana do Ipanema, Palmeira dos Índios, União dos Palmares e Penedo), Paraíba (João Pessoa, Patos, Piancó, Serra Branca, Pombal, Souza, Cajazeiras e Sumé), Bahia (Ipirá, Alagoinhas, e Mata de São João), o município de João Lisboa, no Maranhão, e as capitais de São Paulo e Rio de Janeiro.

O ano de 1998 começa com 51 afiliadas. No decorrer do ano, a rede chegava a novas cidades da Região Nordeste, através dos contratos de afiliações feitas meses antes, nas cidades de Carmópolis, em Sergipe; São Luís e Pinheiro, no Maranhão; e Teresina, no Piauí.[3]

O ano de 1999 começa com 55 afiliadas. Nesse ano, a rede então restrita apenas Região Nordeste e as cidades do Rio de Janeiro e São Paulo, começou a expandir para as regiões Sudeste, Norte, conquistando novas emissoras da Região Nordeste.

Década de 2000[editar | editar código-fonte]

Auge[editar | editar código-fonte]

O ano de 2000 começa com 98 afiliadas.[4] A rede passa a ser disponibilizada através do canal 102 da TV por assinatura Tecsat para um público estimado em 100 mil assinantes.[4]

Nesse ano, entre 12 às 13 horas, estreou o programa Recorda Sat, no horário até então ocupado pelo programa musical Boa Tarde Alegria (12 às 16 horas). Também estreou o locutor Guilherme Sun, mais conhecido como "Rasga Baleia" (das 10 às 12 horas). O programa Sintonia Brasil, apresentado pela locutora Wanda Maia, única presente desde a inauguração, passa a se chamar apenas Sintonia. A rede começa os 2 anos de auge, liderando a audiência nas cidades e regiões captadas pelas afiliadas, chegando a ter mais de 100 afiliadas no final de 2000. Em Fortaleza, a rede perdeu a Rádio 100 e com isso, sobram duas rádios transmitindo a rede na mesma cidade, região metropolitana e adjacente: Capital FM e Tropical FM.

Em 1º de junho de 2000, a rede perdeu a São Luís FM de São Luís, trocando a SomZoom Sat pela Jovem Pan FM. Apesar dos avisos antecipados pela mudança de rede em intervalos um mês antes, a decisão de trocar de rede gera inúmeras reclamações dos ouvintes (em telefonemas para ex-afiliada) e até anunciantes. Em protesto, os ouvintes e anunciantes não aceitam a mudança de rede, migram para outras rádios rivais e deixam a São Luís FM sem os principais anunciantes e com umas das baixas audiências da história (a emissora chegou ser a última colocada). Outros ouvintes de São Luís e região onde a rádio era captada passaram procurar e achar os sinais das rádios maranhenses que transmitiam a rede (entre elas, a Pericumã FM 105.1 de Pinheiro e a Cidade Vitória AM 850 de Vitória do Mearim), apesar das recepções precárias. Essa situação permaneceu até agosto do mesmo ano, quando a rede volta com afiliação da Mais FM de São José de Ribamar, cidade vizinha do município de São Luís, que logo lidera a audiência.

A Rádio Anhanguera de Araguaína, até então sintonizada apenas em AM 870 kHz, passa a ser sintonizada na frequência paralela (equivalente à repetidora de rádio) de 4930 MHz em Onda Tropical. Com isso, a rádio passa a ser transmitida na manhã e tarde, todo o Tocantins, partes do Maranhão, Pará, Mato Grosso e Goiás; na noite, a transmissão atinge maior parte do Brasil (todas as regiões Norte e Nordeste, partes do Centro-Oeste e Sudeste), inclusive chegando a países vizinhos (Bolívia, Peru, Equador, Colômbia, Venezuela, Guiana, Suriname e a possessão francesa de Guiana Francesa). Em setembro, a rádio extingue programas locais, permitindo que a programação da rede seja exibida das 16 da tarde até 6 da manhã.

O ano de 2001 começa com 103 afiliadas,[4] incluindo a frequência paralela da Rádio Anhanguera de Araguaína. Nesse ano, o número de afiliadas recuou pela primeira vez desde 1997, passando de 95 (em setembro de 2000) para 73 emissoras (em abril de 2002).[5] Em Fortaleza, a rede perdeu a Tropical FM, continuando com o arrendamento da Capital FM.

A Rádio Anhanguera de Araguaína, que tinha a sintonia na freqüência paralela na 4930 MHz em Onda Tropical, muda para 4905. O motivo da mudança é que a antiga freqüência paralela é ocupada pela Rádio Brasil Central, desde meados da década de 90, com sinal mais forte que da Anhanguera.

Declínio[editar | editar código-fonte]

O ano de 2002 começa com 75 afiliadas.[5][6] Com o surgimento da Rede Estação Sat, antiga afiliada localizada em Recife, a Rede SomZoom Sat ganha novo concorrente e ainda se torna a principal rede concorrente no Nordeste, fazendo diversos investimentos. A Rede Estação Sat passou a contratar novos locutores e inclusive a fornecer melhor condição da rede rival, que não conseguiu manter o elenco desde 1997 e perdeu comunicadores importantes.[7]

No final de maio, sem aviso prévio aos ouvintes, o apresentador Mução deixou o comando do programa Só Forró, sendo substituído por Bodão. Informações da época mostravam que a saída de Mução foi devido a oferta vantajosa da Estação Sat. No entanto, o novo apresentador do Só Forró foi duramente criticado por muitos ouvintes conta do nome e da fala praticamente igual ao antigo locutor. Wanda Maia, única locutora da rede e apresentadora do programa “Sintonia”, também foi para a Estação Sat. Após a saída de Wanda Maia, o "Sintonia" passa ser apresentado por Márcia Santos.[8]

A saída de locutores conhecidos resultaram na queda na audiência e o início do declínio da Rede SomZoom Sat. A Estação Sat além de investir junto à programação, também passou a retransmitir seus conteúdos para mais afiliadas em diversos estados do país, inclusive as que antes mantinham contratos com a Somzoom Sat. No mesmo ano, o número de afiliadas recuou pelo segundo ano seguido, passando de 73 para 61 emissoras:[5][6]

O ano de 2003 começa com 68 afiliadas.[6][9] Houve pouca alteração nas afiliações, mas a rede perdeu a Mais FM de São José de Ribamar, que decidiu virar emissora independente depois de fazer contratações de locutores locais conhecidos em emissoras rivais, que inicialmente chega a perder audiência sem a rede para depois passou a disputar audiência.

O ano de 2004 começa com 70 afiliadas.[9] Em Fortaleza, depois de 7 anos de arrendamento, o Grupo Cidade desfaz o arrendamento da Capital FM e lança a Liderança FM, deixando região metropolitana da cidade e região sem sinal da rede. O ano de 2005 começa com 68 afiliadas, dois a menos do ano anterior, das quais 32 AMs,[10] 35 FMs[11] e 1 OT.[10] No mesmo ano, o número de afiliadas voltou a recuar pelo segundo ano seguido.

O ano de 2006 começa com 46 afiliadas, 22 a menos do ano anterior, com 19 AMs e 27 FMs, em 12 Estados.[11] A SomZoom Sat que em 2005 chegou a ter 68 afiliadas em 14 Estados e ter caído para 46 em 2006, perdeu quase todas as afiliadas em 11 estados.[11] Em março de 2007, assume as emissoras que eram afiliadas à Transamérica Hits, administradas pelo Grupo Cearasat de Comunicação.[12] A rede havia iniciado o ano com 18 afiliadas, 28 a menos do ano anterior, com 3 AMs e 15 FMs, com 4 Estados. A SomZoom Sat que entrou em 2006 com as 46 afiliadas em 11 Estados, perde quase todas as afiliadas no decorrer de 2 anos (2006 a 2007) em 10 Estados.[13]

O ano de 2008 começa com 13 afiliadas, 5 a menos do ano anterior, com 1 AM e 11 FMs no Ceará. Em 26 de março de 2008, problemas na transmissão do satélite tiraram a rede do ar na tarde. Técnicos da rede fizeram reparos na noite e somente na manhã do dia seguinte voltou ao normal. Durante o tempo que a rede estava fora do ar, as afiliadas geraram programação própria, o que levou a rede receber os inúmeros telefonemas e e-mails dos ouvintes questionando sobre saída da rede do ar.[14]

No mesmo ano, na tentativa de reverter as perdas de afiliadas, a SomZoom Sat passou a anunciar pelo site em busca novas afiliadas em vários lugares do Brasil e acabou com os arrendamentos às emissoras como forma de manutenção da transmissão da rede.

Década de 2010[editar | editar código-fonte]

No início de 2010, a repetidora da SomZoom Sat em Fortaleza sai do ar na frequência FM 90.7 MHz. Com isso, apenas Fortaleza e municípios vizinhos da cidade passam a receber apenas na freqüência FM 93.5 MHz, concessionada para o município de Pindoretama. No lugar da antiga repetidor-afiliada, entra no ar a Expresso FM, ligada ao Sindicato das Empresas de Ônibus do Estado do Ceará (Sindiônibus).[15] Posteriormente, perdeu a concessão em Pindoretama para a Fortaleza FM, da Câmara Municipal de Fortaleza.[16] A rede começa o ano de 2011, com novas afiliadas fora do Ceará, com mais duas afiliadas e a volta da rede nas cidades e regiões no Pernambuco. A rede não tinha presença nas regiões desde 2006, quando todas as afiliadas no Estado deixaram a SomZoom e as novas rádios já transmitiam a rede quando tinham os antigos nomes. A nova expansão reforça a promessa da rede de buscar novas afiliadas desde 2008.

Em janeiro de 2011, logo após a saída do famoso locutor e compositor Lobão, a emissora faz uma grande jogada de marketing e contrata o apresentador televisivo de programa de forró, Bezerrão, que apresenta o programa Só Forró, nos fins de tarde da emissora. Em março de 2011, o locutor e empresário Carlos Nassa, conhecido como "Lourão", volta a fazer parte da programação da emissora, após ter se afastado por dois anos, o mesmo é bastante conhecido no meio forrozeiro, devido ser locutor e apresentador de shows.

No final de abril de 2011, a rede fecha parceria com o padre Reginaldo Manzotti e passa a transmitir de segunda a sexta, o programa Experiência de Deus. A cantora Mirela Vieira (ex-Forró Doce Aventura e Desejo de Menina) se afasta dos palcos e se torna radialista na Somzoom Sat, apresentando o programa A Tarde é Nossa. Em 2012, Mirela deixa de apresentar o programa, que passa a ser comandado por Thalita Santos, que também acumula o Recorda Sat.

No dia 1 de abril de 2012, a SomZoom Sat Sobral deixa de ser transmitida na frequência FM 105.1 MHz e passa para freqüência FM 91.3 MHz no lugar da Jovem Pan FM Sobral, que era afiliada à Jovem Pan FM. Em 20 de abril de 2013, a SomZoom Sat, voltou a ser transmitida em Fortaleza na freqüência FM 104.3 MHz, substituindo a FM Ministério Canaã. No mesmo ano, inaugura a SomZoom Sat Santa Quitéria, sintonizada pela frequência 97.3 FM.

Em abril de 2013, a SomZoom volta a promover festas e transmiti-las ao vivo pela rádio, juntamente com a FM 92 de Fortaleza diretamente da Casa de Forró, casa de shows que pertence a Somzoom. Essa parceria marcou a retomada da SomZoom com a antiga Tropical FM. Isso durou até o fim da emissora, que foi extinta e substituída pela Beach Park FM. Em março de 2014, a locutora Thalita Santos (única voz feminina da rádio) deixa a emissora.

Fusão[editar | editar código-fonte]

Por conta da estreia da Feliz FM em Fortaleza, a Expresso FM precisou migrar de frequência e fechou parceria com a SomZoom Sat, onde ambas realizaram uma fusão de marcas, passando a operar em conjunto como Expresso SomZoom Sat em 1 de abril de 2014.[17] Posteriormente, a emissora divulgou que sua audiência média, já com a nova parceria, tinha uma média de 270 mil ouvintes por minuto somente nos coletivos da capital.[18] Com a parceria, estreiam novos programas na rádio e locutores como Karine Mitre, Fran Silveira e Lobão.

A parceria dura até 31 de dezembro de 2016. No dia seguinte, a Expresso FM é retomada na frequência FM 104.3 MHz e a SomZoom Sat volta a operar com sua marca original. Programas que eram exibidos na parceria ficam na Expresso e outros que foram extintos retornam ao ar. Carlos Nassa volta a ocupar o horário que era dele e apresenta o Só Forró. O programa A Tarde É Nossa passa a ser apresentado por Roger Martins, o locutor mais antigo da emissora, além de ser programador.

Programas[editar | editar código-fonte]

Atuais
  • Só Forró
  • Alerta Geral (com o Sistema Ceará Agora de Comunicação)
  • A Tarde É Nossa
  • Ponto de Encontro
  • As Melhores da Semana
  • Brega Puro
  • Acorda Brasil
  • Domingando
  • Pediu, Ouviu
  • Trilha do Ouvinte
  • Especial de Sábado
  • Recorda Sat
Extintos
  • Sintonia
  • Boa Tarde Alegria
  • Rasga Baleia
  • Forrozão da Madrugada
  • A Hora do Batente
  • Vaquejada e Forró
  • 20 Sucessos
  • Marcas do Que Se Foi
  • Embalos de Sábado
  • Cantando no Chuveiro
  • Tri Sucesso
  • Conexão Brasil
  • Sintonia Brasil
  • Informa Sat
  • Conexão Forró
  • Alto Astral (hoje na Expresso FM)
  • Expresso em Pauta (hoje na Expresso FM)
  • Café Expresso (hoje na Expresso FM)
  • Passando o Som

Locutores[editar | editar código-fonte]

Atuais[editar | editar código-fonte]

  • Beto Vilarica (2000-2001; 2013-presente)
  • Carlos Nassa (2004-2009; 2011-presente)
  • Claudio Lima (1997-presente)
  • Jair Fretas (2011-presente)
  • Mano Costa (2011-presente)
  • Renilson Sousa (2010-presente)
  • Roger Martins (1997-presente)

Antigos[editar | editar código-fonte]

  • Allan Ribeiro (1997-2003)
  • Alice Maia
  • Bodão (2001)
  • Carneiro Portela
  • Diney Rodrigues (1998-2005)
  • Fred Dias (2009-2010)
  • Henrique Durans (1997-1998)
  • Hiran Delmar (2009-2010)
  • Karine Mitre (hoje na Expresso FM)
  • Lobão (hoje na Expresso FM)
  • Luis Eduardo (1997-2004)
  • Márcia Santos (2002-?)
  • Márcio Frota (2002-????)
  • Marcos Rogério
  • Michael Charles (1998-2004)
  • Mirella Vieira (2011-2012)
  • Moreno (2012-2014)
  • Mução (1997-2001)
  • Netinho Bola
  • Rasga Baleia (hoje na Expresso FM)
  • Roberto Santana
  • Roger
  • Silvino
  • Thalita Santos (2012-2014)
  • Fran Silveira (2015-2016)
  • Thalita Santos (2012-2014)
  • Theresa D'Avila (2004-2010)
  • Wanda Maia[19] (1997-2002)
  • Zé das Tapiocas (2004-2010)

Emissoras[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b LIMA, M. É. O. (2007). «Regionalização da mídia: estratégias do grupo cearense Somzoom Sat» (PDF). Santos. Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (em português brasileiro): 1-14. Consultado em 14 de janeiro de 2017 
  2. a b Canalito & Leme 2007, p. 102.
  3. «Relação de Emissoras afiliadas no Brasil até a presente data.». SomZoom. 9 de fevereiro de 1998  Apesar de listar 49 emissoras, tem 53 afiliadas, incluindo as futuras afiliadas.
  4. a b c «Relação Completa de afiliadas». SomZoom. 8 de março de 2001 
  5. a b c «Confira aqui a relação de afiliadas em todo o Brasil». SomZoom. 26 de maio de 2002 
  6. a b c «Confira aqui a relação de afiliadas em todo o Brasil ATUALIZADA EM 31/10/2002». SomZoom. 15 de abril de 2003 
  7. LIMA, M. É. O. (2005). «O sertão vira mar no "contra-fluxo" regional». Santos. Universidade Metodista de São Paulo (em português brasileiro). Consultado em 27 de fevereiro de 2017 
  8. «Márcia Santos passa a apresentar o programa Sintonia no lugar de Wanda Maia». SomZoom 
  9. a b «Confira aqui a relação de afiliadas em todo o Brasil ATUALIZADA EM 04/06/2003». SomZoom. 27 de novembro de 2003 
  10. a b «LISTA DE EMISSORAS BRASILEIRAS DE ONDAS MÉDIAS» (PDF). Dxing. 2005 
  11. a b c «Afiliadas». SomZoom. 2005 ; «Afiliadas». SomZoom. 2006 
  12. Daniel Starck (25 de março de 2007). «Exclusivo: Transamérica Hits abre espaço para a SomZoom Sat no Ceará». Tudo Rádio. Consultado em 22 de fevereiro de 2017 
  13. «Afiliadas». SomZoom. 2007 
  14. Luciano Augusto (27 de março de 2008, 8hs25min.). «Problemas no satélite deixou SomZoom fora do ar». Ceará Agora  Verifique data em: |data= (ajuda)
  15. Daniel Starck (26 de março de 2010). «Mais mudanças no Ceará: SomZoom Sat troca de frequência em Fortaleza». Tudo Rádio. Consultado em 1 de janeiro de 2017 
  16. «Câmara Municipal 24h no ar pela Fortaleza FM». Câmara Municipal de Fortaleza. 7 de fevereiro de 2011. Consultado em 25 de fevereiro de 2017 
  17. Carlos Massaro (7 de abril de 2014). «Feliz FM já está no ar em Fortaleza após mudanças técnicas». Tudo Rádio. Consultado em 1 de janeiro de 2017 
  18. LIMA, M. E. O.; LOPES, J. W. (2015). «Rede Somzoom Sat: Uma Atualização da Mídia Regional (2005-2015)» (PDF). Rio de Janeiro. Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (em português brasileiro): 1-15. Consultado em 1 de janeiro de 2017 
  19. Natan (23 de fevereiro de 2015). «Karine Mitre». Natan 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Canalito, Jorge; Leme, Paulinho (2007). Rádio FM: Em Fortaleza é outra história. Fortaleza: Premius Editora. ISBN 9788590732907 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]