Rádio Capital (São Paulo)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade(desde setembro de 2017). Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Rádio Capital
Rádio Novo Mundo Ltda.
País  Brasil
Frequência(s) AM 1040 kHz
Sede
Slogan A gigante do rádio
Fundação 25 de janeiro de 1978 (39 anos)
Fundador Edevaldo Alves da Silva
Pertence a Companhia Brasileira de Bebidas Premium
Proprietário(s) Nelson Morizono
Antigo(s) proprietário(s) Edevaldo Alves da Silva (1978-1996)
Audiência RMSP: 1.° lugar[1]
Formato Estação de rádio comercial
Género
Faixa etária Público de 30 a 45 anos
Idioma Português
Prefixo ZYK 537
Cobertura Estado de São Paulo
Potência 200 kW
Aplicativo móvel
Página oficial capitalcomvoce.com.br

Rádio Capital é uma emissora de rádio brasileira sediada em São Paulo, capital do estado brasileiro homônimo. Opera no dial AM, na frequência 1040 kHz, e não mantém afiliações. A rádio foi fundada em 25 de janeiro de 1978 (aniversário da cidade de São Paulo). Atualmente a Rádio Capital ocupa a primeira colocação das emissoras AM no dial paulistano, principalmente por suas coberturas jornalísticas e transmissões esportivas. A sede e os estúdios da emissora estão localizados no bairro do Paraíso.

História[editar | editar código-fonte]

A Rádio Capital foi fundada em 25 de janeiro de 1978, data do aniversário da cidade de São Paulo, por Edevaldo Alves da Silva, no lugar da antiga Rádio Novo Mundo, na frequência 560 kHz. Logo em seus primeiros anos no ar, a Rádio Capital conquistou a simpatia dos ouvintes paulistanos, especialmente por causa de sua programação musical e seus grandes programas populares, como os de Hélio Ribeiro e Eli Corrêa, que até hoje pertence a equipe da emissora. Não demorou muito, e logo a Rádio Capital desbancou várias outras emissoras e firmou-se na vice-liderança de audiência no dial paulistano, posição que ostenta até hoje mesmo com a queda de audiência das rádios AM e o advento das rádios FM que aconteciam naquela época.

Uma das reportagens de destaque efetuadas pela Rádio Capital ocorreu no ano de 1979, quando deu-se a cobertura de um provável pouso de um disco voador no Morro da Mariquinha, situado em Sorocaba. Houve destacamento de vários repórteres para a cobertura do evento. Obviamente não houve nenhum contato imediato naquela noite embora um momento de iminente pânico ocorreu quando várias luzes surgiram no alto do morro, mas logo se verificou a fraude: eram motoqueiros que lá estavam no alto do morro ligando os faróis das motos, assustando aqueles que pretendiam ver algo inusitado. Em 1981, a emissora desocupou a faixa em 560 kHz e passou a transmitir em 1040 kHz, como ocorre até hoje.

Em 1996, Edevaldo Alves da Silva vendeu a Rádio Capital ao empresário Yoshimi Morizono, mais conhecido como Nelson Morizono, na época proprietário da DM Farmacêutica, responsável por grandes marcas como Doril, Biotônico Fontoura, Benegrip, entre outros, que hoje pertencem a Hypermarcas. Atualmente, Nelson é proprietário da Companhia Brasileira de Bebidas Premium (CBBP), responsável pela comercialização da Cerveja Proibida. [2]

Em junho de 2013, através de uma parceria feita com a Super Rádio Tupi do Rio de Janeiro, a Rádio Capital transmitiu a Copa das Confederações de 2013, vencida pela Seleção Brasileira. O acordo feito entre as duas rádios permitiu também que a Rádio Capital transmitisse os jogos da Copa do Mundo de 2014 vencida pela Seleção Alemã.[3]

Em julho de 2017, alcançou pela primeira vez a preferência no dial AM Paulistano, sendo a principal emissora em audiência, ultrapassando assim a Rádio Globo, onde antes de passar por uma reformulação em sua grade de programação em meados de 2017, chegando a ganhar uma faixa FM na capital paulista, ocupou durante muito anos a liderança no rádio AM.

Equipe[editar | editar código-fonte]

Comunicadores[editar | editar código-fonte]

Colunista[editar | editar código-fonte]

  • Maria Faiock (Direito Previdenciário - Programa da Cinthia)

Repórteres[editar | editar código-fonte]

  • Ana Paula Novaes
  • Carla Mota
  • Carolina Mattos
  • Cid Barboza
  • Luiz Carlos Ramos (coordenador de jornalismo)

Locução[editar | editar código-fonte]

  • Vinícius França

Equipe esportiva[editar | editar código-fonte]

No dia 28 de junho de 2013, a direção da Rádio Capital dispensou a Equipe 1040, formada por Fausto Favara, Gomão Ribeiro, Lombardi Júnior, Dalmo Pessoa, Anderson Cheni, Rafael Esgrilis, Sérgio Orindi, Bruno Ribeiro e Tony José e toda a parte esportiva da emissora ficou a cargo da equipe da ESPN Brasil, que havia recentemente saído da Rádio Estadão.[4] O acordo entre a Rádio Capital e a ESPN valeu apenas para a transmissão dos campeonatos nacionais e sul-americanos de futebol, sendo que a transmissão dos campeonatos europeus ocorriam apenas quando nenhum time paulista entrasse em campo no final de semana e quando os jogos da seleção brasileira não coincidiam com a programação normal da emissora. Além das jornadas esportivas, a equipe da ESPN produziu programas esportivos para a Rádio Capital, como as versões radiofônicas do SportsCenter, às 6 da tarde e o Bate-Bola, às 8 da noite. Em 31 de dezembro de 2014, é oficializada a saída da ESPN Brasil da equipe de esportes e em seu lugar, entra a Equipe Líder, vinda do Grupo CBS, produzindo programas apenas para o horário das 6 da tarde[5]. Já o horário das 8 da noite foi ocupado por programas próprios da emissora. Além da equipe que veio do Grupo CBS, foram contratados os narradores Moacir Mainardi e Rogério Assis (que a conciliava com a Band Campinas)[6], os comentaristas Marco Antonio Godoy e Luiz Ademar (que a concilia com o SporTV), os repórteres Eduardo Luiz, Camila Ribeiro e Eury Benevento, os âncoras Octávio Muniz, Eduardo Moreno e Guto Loureiro, os produtores Gabriel Carvalho e João Henrique e o técnico de áudio Eduardo Simões. Menos de um mês depois de ser contratado, Rogério deixa a Equipe Líder e transfere-se à rádio 105 FM[7]. Em agosto são contratados o repórter Alexandre Praetzel (ex-Rádio Bandeirantes) e o plantão Saulo Oliveira, porém uma semana depois, Praetzel se muda para a 105 FM[8][9]. Em 2016, o repórter Luiz Teixeira deixa a equipe, transferindo-se à BandNews FM, vindo em seu lugar Guto Monte Ablas, que estava na web rádio Premium Esportes[10][11]. No mesmo ano, a Equipe Líder passou a transmitir jogos também na Tropical FM, transmitindo por ela algumas das partidas em simultâneo com a Capital e jogos alternativos quando houver duas ou mais partidas no mesmo horário.[12] Meses após a parceria com a Tropical FM, a Equipe Líder deixa a Capital, permanecendo apenas na FM, em razão de insatisfações da direção da emissora com Alexandre Barros, chefe da Equipe Líder.[13]

Em maio de 2016, a Capital voltou a ter equipe esportiva, agora terceirizada para o apresentador Paulo Eugênio Barboza. A equipe teve um narrador para cada time paulista. Além disso, a equipe teve um programa chamado Deixa que Eu Chuto, que era no final da tarde. Em dezembro de 2016, a equipe foi extinta. No dia 13 de março de 2017, o jornalista Weber Lima estreou uma nova equipe esportiva na Capital. Além dele, estarão os narradores Hugo Botelho e Maurício Camargo, os repórteres Marcelo Lima e Douglas Araújo e os comentaristas Zetti, Basílio e Velloso. O programa Show de Bola Capital vai ao ar de segunda a sexta das 18h as 19h e as jornadas esportivas vão ao ar as quartas, quintas, sábados e domingos acompanhando os 4 grandes paulistas nos principais campeonatos de futebol do país. Em 16 de novembro, foram anunciadas as saídas da emissora do narrador Maurício Camargo e dos repórteres Marcelo Lima e Douglas Araújo. Ainda em novembro, são anunciados novos reforços para a equipe esportiva da emissora: o narrador Cadu Cortez (ex-FOX Sports e atualmente na TV Cultura, e que no rádio, passou por Bandeirantes e Estadão), o experiente repórter Luis Carlos Quartarollo (ex-Jovem Pan) e o ex-jogador César Sampaio, que subsitituirá Velloso, que também deixa a Capital. Em 29 de novembro, é anunciado o retorno do repórter Alexandre Praetzel a emissora, na qual trabalhou em 2015 (atualmente ele está no Esporte Interativo).

Narradores

  • Hugo Botelho
  • Cadu Cortez

Comentaristas

Repórteres

Coordenação

  • Weber Lima

Referências

  1. «Audiência do Rádio AM na Grande São Paulo». Bastidores do Rádio. 11 de Julho de 2017. Consultado em 23 de Julho de 2017 
  2. Daniela Barbosa (28 de março de 2013). «CBBP, dona da cerveja Proibida, tem novo dono». Exame. Consultado em 5 de dezembro de 2013 
  3. Daniel Starck (26 de junho de 2013). «Super Rádio Tupi do Rio de Janeiro firma parceria com a Rádio Capital de São Paulo». tudorádio.com. Consultado em 5 de dezembro de 2013 
  4. Anderson Cheni (2 de julho de 2013). «Direção da Rádio Capital dispensa equipe esportiva, ESPN Brasil assume o esporte da emissora». Blog do Terceiro Tempo. Consultado em 5 de dezembro de 2013 
  5. Ribamar Xavier (31 de dezembro de 2014). «Rádio Capital firma parceria com a Equipe Líder; ESPN volta à web». Esporte e Mídia. Consultado em 22 de dezembro de 2015 
  6. Vevé Prado (22 de fevereiro de 2015). «Rogério Assis é o novo narrador da Equipe Líder». Mídia Esportiva. Consultado em 22 de dezembro de 2015 
  7. Vevé Prado (24 de março de 2015). «Rogério Assis é anunciado como novo narrador da 105 FM». Mídia Esportiva. Consultado em 22 de dezembro de 2015 
  8. Vevé Prado (21 de agosto de 2015). «Alexandre Praetzel é o mais novo repórter da Rádio Capital». Mídia Esportiva. Consultado em 22 de dezembro de 2015 
  9. Vevé Prado (29 de agosto de 2015). «Com pouco tempo na Rádio Capital,Alexandre Praetzel deixa emissora e vai para a 105 FM». Mídia Esportiva. Consultado em 22 de dezembro de 2015 
  10. Edu Cesar (9 de janeiro de 2016). «Os jogos do Carioca (só) na Globo (pois a Band tá mesmo fora)». Papo de Bola - O Site. Consultado em 9 de janeiro de 2016 
  11. Ribamar Xavier (5 de janeiro de 2016). «Guto Monte Ablas é o novo repórter da Equipe Líder da Capital AM». Esporte e Mídia. Consultado em 13 de janeiro de 2016 
  12. Edu Cesar (26 de janeiro de 2016). «Alex Muller é do Esporte Interativo». Papo de Bola - O Site. Consultado em 26 de janeiro de 2016 
  13. Ribamar Xavier (29 de março de 2016). «Equipe Líder deixa a Capital AM e fica exclusiva da Tropical FM». Esporte e Mídia. Consultado em 29 de março de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikidata Base de dados no Wikidata