Rádio Capital (São Paulo)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde setembro de 2017). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Rádio Capital
{{{alt}}}
Rádio Novo Mundo Ltda.
País Brasil
Frequência(s) AM 1040 kHz
Antiga frequência:
AM 560 kHz (1975–1981)
Sede São Paulo, SP
Slogan A gigante do rádio
O mundo ouve a Capital
Fundação 25 de janeiro de 1978 (1978-01-25)
Fundador Edevaldo Alves da Silva
Pertence a Companhia Brasileira de Bebidas Premium
Proprietário(s) Nelson Morizono
Antigo(s) proprietário(s) Edevaldo Alves da Silva (1978–1996)
Audiência 1.º lugar na Grande São Paulo[1]
Formato Comercial
Gênero
Faixa etária Público de 30 a 45 anos
Idioma Português
Prefixo ZYK 537
Emissoras irmãs
Cobertura Estado de São Paulo
Coord. do transmissor 23° 44' 1.7" S 46° 37' 32.3" O
Dados técnicos Potência: 200 kW
Classe: A
Agência reguladora ANATEL
Webcast Ouça ao vivo
Aplicativo móvel Google Play: [1]
iTunes Store: [2]
Página oficial capitalcomvoce.com.br

Rádio Capital é uma emissora de rádio brasileira sediada em São Paulo, capital do estado brasileiro homônimo. Opera no dial AM, na frequência 1040 kHz. Inaugurada em 25 de janeiro de 1978, atualmente, com uma programação popular, ocupa a primeira colocação das rádios AM no dial paulistano. Seus estúdios se localizam no bairro Paraíso, e seus transmissores estão no bairro Eldorado, em Diadema.

História[editar | editar código-fonte]

A Rádio Capital foi inaugurada 25 de janeiro de 1978, data de aniversário da cidade de São Paulo, por Edevaldo Alves da Silva, no lugar da antiga Rádio Novo Mundo, na frequência AM 560 kHz. Em seus primeiros anos no ar, a emissora se consolidou graças a sua programação musical e a seus programas populares, como os de Hélio Ribeiro e Eli Corrêa — este último na rádio até os dias atuais —, conquistando, com o passar dos anos, a vice-liderança do dial paulistano.

Uma das reportagens de destaque efetuadas pela Rádio Capital ocorreu no ano de 1979, quando deu-se a cobertura de um provável pouso de um disco voador no Morro da Mariquinha, em Sorocaba, percebido após várias luzes surgirem no alto do morro, mas logo se soube que nada mais eram que motoqueiros ligando os faróis de suas motos. Houve destacamento de vários repórteres para a cobertura do evento. Em 1981, a emissora se desloca para a frequência 1040 kHz, onde está até hoje.

Em 1996, Edevaldo Alves da Silva vendeu a rádio ao empresário Yoshimi Morizono, mais conhecido como Nelson Morizono, na época proprietário da DM Farmacêutica, responsável por grandes marcas como Doril, Biotônico Fontoura, Benegrip, entre outros, que hoje pertencem a Hypermarcas. Atualmente, Nelson é proprietário da Companhia Brasileira de Bebidas Premium, responsável pela comercialização da cerveja Proibida.[2]

Em junho de 2013, através de uma parceria feita com a Super Rádio Tupi do Rio de Janeiro, a Rádio Capital transmitiu a Copa das Confederações de 2013 e a Copa do Mundo de 2014.[3] Em julho de 2017, a emissora alcança pela primeira vez a liderança do dial de São Paulo, ultrapassando assim a até então líder de audiência Rádio Globo, que há meses antes havia planejado estrear um novo estilo de programação.

2018 marcou uma série de mudanças na programação matinal da emissora. Em setembro, o comunicador Eli Corrêa passou a comandar seu programa das 06h na Top FM. Para seu lugar, foi contratado Rony Magrini, que teve passagens pela Cidade FM e Globo. [4] Em dezembro foi a vez de Paulo Lopes se despedir. A partir de 2019, ele estará em uma das emissoras do Grupo Massa de Comunicação. [5] No dia 24 de dezembro, a Capital colocou, como substituto, o Debate das Onze, sob o comando de Amália Rocha, Paulo Eugênio e Roberto Muller. [6]

Em 2019, além das alterações na grade esportiva, a emissora viveu grandes movimentações. Em fevereiro, aconteceu o retorno de Eli Corrêa ao horário da 06h. Na sua reestreia, ele agradeceu aos ouvintes que mandaram mensagens reclamando de sua ausência e não falou nada sobre sua passagem pela Top FM. Rony Magrini passou a ocupar o horário das 08h. [7] Ainda em fevereiro, mais alterações na programação matutina. O comunicador Paulo Eugênio deixou a emissora. E João Ferreira foi o apresentador escolhido pela direção para ser o mediador do Debate das onze. João Ferreira teve passagens por rádios do Rio de Janeiro e de São Paulo. Nos últimos anos, ele trabalhava como relações públicas da Ultrafarma. [8]

No dia 17 de Junho de 2019, Padre Marcelo Rossi, estreou seu novo programa No Colo de Jesus e de Maria na Rádio Capital. Em 23 de Julho, Juarez Soares falece aos 78 anos. Em 31 de Julho, Pedro Trucão e Paula Toco deixam a equipe e apresentam pela última vez o Fazendo Rastros Pelo Brasil e Brasil Caminhoneiro com Fernando Richeti o substitui no dia seguinte.E em 5 de Agosto, Rony Magrini deixa a equipe do Tamo Junto para integrar a equipe da Massa FM em São Paulo, sendo substituído no dia seguinte por João Ferreira. Em setembro, Mariana Kotscho sai do Capital Mulher e Andrea Matarazzo volta a ter seu programa somente aos sabados, a progamação é unificada, para não ficar tendo musicas entre os progamas de fim de semana e Seraphim passa para o horário da manhã, assim, Ângela Mattos fica apenas no Tamo Junto e termina aos domingos o De Papo.

Programação da Radio Capital[9][10][editar | editar código-fonte]

Desde o dia 08/09/2019

Segunda á Sexta

  • 00h - 01h: Musicas
  • 01h - 03h: Caju e Castanha
  • 03h - 04h: Musicas Sertanejas
  • 04h - 06h: Brasil Caminhoneiro com Fernando Richeti
  • 06h - 08h: Programa Eli Corrêa
  • 08h - 09h: No colo de Jesus e de Maria com Padre Marcelo Rossi
  • 09h - 11h: Tamo Junto com João Ferreira, Ângela Mattos, Denise Oliveira e Juarez de Castro
  • 11h - 12h: Debate das 11h com João Ferreira
  • 12h - 15h: Programa Eli Corrêa (14h - Carta da Saudade)
  • 15h - 16h: Cinthia Corrêa
  • 16h - 18h: Brasil Caminhoneiro com Fernando Richeti
  • 18h - 20h: Capital da Bola
  • 20h - 21h: Noite Capital com Julio César
  • 21h - 22h: A Voz do Brasil
  • 22h - 23h: Musicas sertanejas
  • 23h - 00h: Padre Jader Pereira

Sábado

  • 00h - 01h: Musicas
  • 01h - 03h: Caju e Castanha
  • 03h - 04h: Musicas Sertanejas
  • 04h - 06h: Brasil Caminhoneiro com Fernando Richeti
  • 06h - 08h: Programa Eli Corrêa
  • 08h - 09h: No colo de Jesus e de Maria com Padre Marcelo Rossi
  • 09h - 11h: Tamo Junto com João Ferreira, Ângela Mattos, Denise Oliveira e Juarez de Castro
  • 11h - 12h: Ligado no Matarazzo com Andrea Matarazzo
  • 12h - 13h: Basílio e Amigos com João Roberto Basílio
  • 13h - 16h: O Repórter do Povo com Eli Corrêa Filho
  • 16h - 18h: Germanno Junior e Convidados
  • 18h - 23h: Musicas
  • 23h - 00h: Padre Jader Pereira

Domingo

  • 00h - 01h: Musicas
  • 01h - 04h: Musicas Sertanejas
  • 04h - 07h: Musicas
  • 07h - 08h: Missa na Paroquia São Judas Tadeu
  • 08h - 09h: Portugal, a Saudade e Você com Isabel Botelho e Fátima Macedo
  • 09h - 11h: Banda de Todas as Bandas e A Musica é um Sucesso com Seraphim Costa Almeida
  • 11h - 12h: A Sanfona e a Viola com Evanildo Pereira e Bruno Solino
  • 12h - 13h: Jovens Tardes de Domingo com Antonio Aguillar
  • 13h - 15h30: O Samba Pede Passagem com Moisés da Rocha
  • 15h30 - 16h: Momento Sertanejo com Roberto Muller
  • 16h - 18h: Silvio Brito Show com Sílvio Brito
  • 18h - 23h: Musicas
  • 23h - 00h: Padre Jader Pereira

Equipe[editar | editar código-fonte]

Comunicadores[11][editar | editar código-fonte]

Desde o dia 06/08/2019

Colunista[editar | editar código-fonte]

  • Maria Faiock (Direito Previdenciário - Programa da Cinthia)

Repórteres[editar | editar código-fonte]

  • Carla Mota
  • Cid Barboza
  • Raquel Rieckmann
  • Luiz Carlos Ramos (coordenador de jornalismo)
  • Rafael Esgrilis (Freelancer)

Locução[editar | editar código-fonte]

  • Vinícius França

Equipe esportiva[editar | editar código-fonte]

Searchtool.svg
Esta página ou seção foi marcada para revisão, devido a incoerências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a coerência e o rigor deste artigo.

No dia 28 de junho de 2013, a direção da Rádio Capital dispensou a Equipe 1040, formada por Fausto Favara, Gomão Ribeiro, Lombardi Júnior, Dalmo Pessoa, Anderson Cheni, Rafael Esgrilis, Sérgio Orindi, Bruno Ribeiro e Tony José e toda a parte esportiva da emissora ficou a cargo da equipe da ESPN Brasil, que havia recentemente saído da Rádio Estadão.[12] O acordo entre a Rádio Capital e a ESPN valeu apenas para a transmissão dos campeonatos nacionais e sul-americanos de futebol, sendo que a transmissão dos campeonatos europeus ocorriam apenas quando nenhum time paulista entrasse em campo no final de semana e quando os jogos da seleção brasileira não coincidiam com a programação normal da emissora. Além das jornadas esportivas, a equipe da ESPN produziu programas esportivos para a Rádio Capital, como as versões radiofônicas do SportsCenter, às 6 da tarde e o Bate-Bola, às 8 da noite. Em 31 de dezembro de 2014, é oficializada a saída da ESPN Brasil da equipe de esportes e em seu lugar, entra a Equipe Líder, vinda do Grupo CBS, produzindo programas apenas para o horário das 6 da tarde[13]. Já o horário das 8 da noite foi ocupado por programas próprios da emissora. Além da equipe que veio do Grupo CBS, foram contratados os narradores Moacir Mainardi e Rogério Assis (que a conciliava com a Band Campinas)[14], os comentaristas Marco Antonio Godoy e Luiz Ademar (que a concilia com o SporTV), os repórteres Eduardo Luiz, Camila Ribeiro e Eury Benevento, os âncoras Octávio Muniz, Eduardo Moreno e Guto Loureiro, os produtores Gabriel Carvalho e João Henrique e o técnico de áudio Eduardo Simões. Menos de um mês depois de ser contratado, Rogério deixa a Equipe Líder e transfere-se à rádio 105 FM[15]. Em agosto são contratados o repórter Alexandre Praetzel (ex-Rádio Bandeirantes) e o plantão Saulo Oliveira, porém uma semana depois, Praetzel se muda para a 105 FM[16][17]. Em 2016, o repórter Luiz Teixeira deixa a equipe, transferindo-se à BandNews FM, vindo em seu lugar Guto Monte Ablas, que estava na web rádio Premium Esportes[18][19]. No mesmo ano, a Equipe Líder passou a transmitir jogos também na Tropical FM, transmitindo por ela algumas das partidas em simultâneo com a Capital e jogos alternativos quando houver duas ou mais partidas no mesmo horário.[20] Meses após a parceria com a Tropical FM, a Equipe Líder deixa a Capital, permanecendo apenas na FM, em razão de insatisfações da direção da emissora com Alexandre Barros, chefe da Equipe Líder.[21]

Em maio de 2016, a Capital voltou a ter equipe esportiva, agora terceirizada para o apresentador Paulo Eugênio Barboza. A equipe teve um narrador para cada time paulista. Além disso, a equipe teve um programa chamado Deixa que Eu Chuto, que era no final da tarde. Em dezembro de 2016, a equipe foi extinta. No dia 13 de março de 2017, o jornalista Weber Lima estreou uma nova equipe esportiva na Capital. Além dele, estarão os narradores Hugo Botelho e Maurício Camargo, os repórteres Marcelo Lima e Douglas Araújo e os comentaristas Zetti, Basílio e Velloso. O programa Show de Bola Capital vai ao ar de segunda a sexta das 18h as 19h e as jornadas esportivas vão ao ar as quartas, quintas, sábados e domingos acompanhando os 4 grandes paulistas nos principais campeonatos de futebol do país. Em 16 de novembro, foram anunciadas as saídas da emissora do narrador Maurício Camargo e dos repórteres Marcelo Lima e Douglas Araújo. Ainda em novembro, são anunciados novos reforços para a equipe esportiva da emissora: o narrador Cadu Cortez (ex-Fox Sports e atualmente na TV Cultura, e que no rádio, passou por Bandeirantes e Estadão), o experiente repórter Luis Carlos Quartarollo (ex-Jovem Pan) e o ex-jogador César Sampaio, que subsitituirá Velloso, que também deixa a Capital. Em 29 de novembro, é anunciado o retorno do repórter Alexandre Praetzel a emissora, na qual trabalhou em 2015 (atualmente ele está no Esporte Interativo), e em janeiro é anunciado a contratação do repórter Lucas Basílio (que atualmente também trabalha no BandSports). Em 12 de julho de 2018, a emissora anunciou que deixará de fazer transmissões esportivas, mas manterá o programa Show de Bola Capital no ar. Em 21 de dezembro de 2018, a equipe do Show de Bola deixou a Capital para comandar uma nova atração na Top FM, o Tops de Bola, que estreia em janeiro de 2019. No dia 28, é anunciado um novo programa esportivo da Capital que estreará também em 07 de janeiro, o Capital da Bola, que contará com o retorno de nomes ligados ao rádio esportivo: Anderson Cheni (ex-Rádio Globo/Rádio CBN e que volta a Rádio Capital depois de 6 anos, seguindo ainda na RIT TV), Osmar Garraffa (outro ex-Globo e que segue na TV Gazeta), Juarez Soares (atualmente na RedeTV! e que passou, no rádio, por Globo e Rádio Transamérica) e Marcelinho Carioca (ex-jogador e que foi comentarista da Transamérica e da Rede Bandeirantes, este estreando na função como jornalista diplomado) e Alexandre Porpetone (humorista do A Praça é Nossa do SBT e também trabalhou no rádio, pela Transamérica). No dia 31 de dezembro, foi veiculada a última edição do Show de Bola Capital, com a apresentação de Weber Lima e as participações de Zetti, Cesar Sampaio, Luciano Faccioli e Rogério Andrade, diretor artístico da emissora. No final do programa, houve espaço para a despedida da equipe, mas sem citar a transferência para outro prefixo. [22] Em 23 de julho de 2019, morreu Juarez Soares, vítima de um câncer, que o obrigou a se afastar do programa.

Capital da Bola[editar | editar código-fonte]

Apresentação

  • Anderson Cheni

Comentários

Humor

Reportagens

  • Osmar Garraffa

Referências

  1. «Audiência do Rádio AM na Grande São Paulo». Bastidores do Rádio (em português brasileiro). 11 de julho de 2017. Consultado em 21 de julho de 2017. Cópia arquivada em 15 de julho de 2017 
  2. Daniela Barbosa (28 de março de 2013). «CBBP, dona da cerveja Proibida, tem novo dono». Exame. Consultado em 5 de dezembro de 2013 
  3. Daniel Starck (26 de junho de 2013). «Super Rádio Tupi do Rio de Janeiro firma parceria com a Rádio Capital de São Paulo». tudorádio.com. Consultado em 5 de dezembro de 2013 
  4. Brocanelli, Rodney (4 de setembro de 2018). «Rony Magrini substitui Eli Corrêa nas manhãs da Rádio Capital». Radioamantes. Consultado em 31 de dezembro de 2018 
  5. Brocanelli, Rodney (21 de dezembro de 2018). «Paulo Lopes faz seu último programa na Rádio Capital». Radioamantes. Consultado em 31 de dezembro de 2018 
  6. Brocanelli, Rodney (30 de dezembro de 2018). «Rádio Capital coloca Debate das Onze no lugar de Paulo Lopes». Radioamantes. Consultado em 31 de dezembro de 2018 
  7. «Na volta à Capital, Eli Corrêa agradece a ouvintes e não cita a Top FM». Radioamantes. 1 de fevereiro de 2019. Consultado em 17 de fevereiro de 2019 
  8. «Mais mudanças na Capital: João Ferreira ocupa horário nas manhãs; Paulo Eugênio sai». Radioamantes. 1 de fevereiro de 2019. Consultado em 17 de fevereiro de 2019 
  9. programação radio capital. Col: Oxford Music Online. [S.l.: s.n.] 
  10. www.inweb.com.br, InWeb Internet-. «Rádio Capital - Programas». www.capitalcomvoce.com.br. Consultado em 18 de setembro de 2019 
  11. www.inweb.com.br, InWeb Internet-. «Rádio Capital - Programas». www.capitalcomvoce.com.br. Consultado em 16 de setembro de 2019 
  12. Anderson Cheni (2 de julho de 2013). «Direção da Rádio Capital dispensa equipe esportiva, ESPN Brasil assume o esporte da emissora». Blog do Terceiro Tempo. Consultado em 5 de dezembro de 2013 
  13. Ribamar Xavier (31 de dezembro de 2014). «Rádio Capital firma parceria com a Equipe Líder; ESPN volta à web». Esporte e Mídia. Consultado em 22 de dezembro de 2015 
  14. Vevé Prado (22 de fevereiro de 2015). «Rogério Assis é o novo narrador da Equipe Líder». Mídia Esportiva. Consultado em 22 de dezembro de 2015 
  15. Vevé Prado (24 de março de 2015). «Rogério Assis é anunciado como novo narrador da 105 FM». Mídia Esportiva. Consultado em 22 de dezembro de 2015 
  16. Vevé Prado (21 de agosto de 2015). «Alexandre Praetzel é o mais novo repórter da Rádio Capital». Mídia Esportiva. Consultado em 22 de dezembro de 2015 
  17. Vevé Prado (29 de agosto de 2015). «Com pouco tempo na Rádio Capital,Alexandre Praetzel deixa emissora e vai para a 105 FM». Mídia Esportiva. Consultado em 22 de dezembro de 2015 
  18. Edu Cesar (9 de janeiro de 2016). «Os jogos do Carioca (só) na Globo (pois a Band tá mesmo fora)». Papo de Bola - O Site. Consultado em 9 de janeiro de 2016 
  19. Ribamar Xavier (5 de janeiro de 2016). «Guto Monte Ablas é o novo repórter da Equipe Líder da Capital AM». Esporte e Mídia. Consultado em 13 de janeiro de 2016 
  20. Edu Cesar (26 de janeiro de 2016). «Alex Muller é do Esporte Interativo». Papo de Bola - O Site. Consultado em 26 de janeiro de 2016 
  21. Ribamar Xavier (29 de março de 2016). «Equipe Líder deixa a Capital AM e fica exclusiva da Tropical FM». Esporte e Mídia. Consultado em 29 de março de 2016 
  22. Brocanelli, Rodney (31 de dezembro de 2018). «Show de Bola Capital se despede de seus ouvintes». Radioamantes. Consultado em 31 de dezembro de 2018 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikidata Base de dados no Wikidata