Rádio 9 de Julho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde julho de 2010). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Rádio 9 de Julho
Fundação Metropolitana Paulista
País  Brasil
Cidade de concessão São Paulo, SP
Frequência(s) AM 1600 kHz
OC 9820 kHz
Sede Rua Antônio Pires, 48
Freguesia do Ó, São Paulo
Slogan Tocando a sua vida melhor
Fundação 1953 a 1973
19 de março de 1999
(em caráter experimental)
23 de outubro de 1999 (19 anos)
(em caráter definitivo)
Pertence a Arquidiocese de São Paulo
Proprietário(s) Arquidiocese de São Paulo
Afiliações Rede Católica de Rádio
Idioma (em português)
Prefixo ZYK 779
Cobertura Região Metropolitana de São Paulo
Dados técnicos Potência: 100 kW
Página oficial http://www.radio9dejulho.com.br

A Rádio 9 de Julho é uma estação de rádio brasileira da cidade de São Paulo pertencente à Arquidiocese de São Paulo, opera nos 1600 kHz com potência de 100 kW.

História[editar | editar código-fonte]

Foi criada em 1953 na freqüência 540 kHz em caráter experimental, mas entrando ar em definitivo em 1956. A emissora, com suas ondas médias, e principalmente as ondas curtas atinge todo o Brasil e outros lugares da Europa através da frequência de 9820 kHz.[1]

Em 1973, os transmissores da 9 de Julho foram lacrados por decreto do presidente Emílio Garrastazu Médici.

Com o começo da redemocratização do Brasil, em 1985 começava a tentativa de restabelecer a Rádio 9 de Julho. O então Ministro das Comunicações só poderia oferecer um sinal de 880 kHz em Cotia, que não alcançava até a capital paulista, motivo pelo qual foi recusada pela Arquidiocese. Em 1990, houve a ampliação da faixa de ondas médias para 1600 e 1700 kHz. Em 1993 O bispo Mauro Morelli pediu ao presidente da época Itamar Franco a devolução da Rádio 9 de Julho.

No dia 31 de maio de 1995, o deputado Hélio Bicudo entrou com um processo no Ministério das Comunicações reabrindo a ação de 1985.

No dia em 9 de julho de 1995 em uma cerimônia que contou coma presença do então governador de São Paulo, Mário Covas; do então ministro das Comunicações, Sérgio Motta, o presidente Fernando Henrique Cardoso anulou o decreto de 1973 e dando a freqüência 1600 kHz à Fundação Metropolitana Paulista. No ano seguinte, começou o novo projeto da Rádio 9 de Julho.

A Nova Rádio 9 de Julho entrou no ar no dia 19 de março de 1999 em caráter experimental. A emissora foi reinaugurada em definitivo no dia 23 de outubro de 1999.

Referências

  1. «Sintonizando ondas curtas | Programa que fala de Portugal em ondas curtas». romais.jor.br. Consultado em 30 de julho de 2016. Arquivado do original em 18 de setembro de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]