Rádio 9 de Julho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde julho de 2010). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Rádio 9 de Julho
País  Brasil
Frequência(s) 1600 kHz

9820 kHz

Sede Rua Antônio Pires, 48
Freguesia do Ó, São Paulo
Slogan Tocando a sua vida melhor
Fundação 1953 a 1973
19 de março de 1999
(em caráter experimental)
23 de outubro de 1999 (19 anos)
(em caráter definitivo)
Pertence a Arquidiocese de São Paulo
Proprietário(s) Arquidiocese de São Paulo
Afiliações Rede Católica de Rádio
Idioma (em português)
Prefixo ZYK 779
Cobertura Região Metropolitana de São Paulo
Dados técnicos Potência: 100 kW
Página oficial http://www.radio9dejulho.com.br

A Rádio 9 de Julho é uma estação de rádio brasileira da cidade de São Paulo pertencente à Arquidiocese de São Paulo, opera nos 1600 kHz com potência de 100 kW.

História[editar | editar código-fonte]

Foi criada em 1953 na freqüência 540 kHz em caráter experimental, mas entrando ar em definitivo em 1956. A emissora, com suas ondas médias, e principalmente as ondas curtas atinge todo o Brasil e outros lugares da Europa atravéz da frequência de 9820 kHz.[1]

Em 1973, os transmissores da 9 de Julho foram lacrados por decreto do presidente Emílio Garrastazu Médici.

Com o começo da redemocratização do Brasil, em 1985 começava a tentativa de restabelecer a Rádio 9 de Julho. O então Ministro das Comunicações só poderia oferecer um sinal de 880 kHz em Cotia, que não alcançava até a capital paulista, motivo pelo qual foi recusada pela Arquidiocese. Em 1990, houve a ampliação da faixa de ondas médias para 1600 e 1700 kHz. Em 1993 O bispo Mauro Morelli pediu ao presidente da época Itamar Franco a devolução da Rádio 9 de Julho.

No dia 31 de maio de 1995, o deputado Hélio Bicudo entrou com um processo no Ministério das Comunicações reabrindo a ação de 1985.

No dia em 9 de julho de 1995 em uma cerimônia que contou coma presença do então governador de São Paulo, Mário Covas; do então ministro das Comunicações, Sérgio Motta, o presidente Fernando Henrique Cardoso anulou o decreto de 1973 e dando a freqüência 1600 kHz à Fundação Metropolitana Paulista. No ano seguinte, começou o novo projeto da Rádio 9 de Julho.

A Nova Rádio 9 de Julho entrou no ar no dia 19 de março de 1999 em caráter experimental. A emissora foi reinaugurada em definitivo no dia 23 de outubro de 1999.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

  1. «Sintonizando ondas curtas | Programa que fala de Portugal em ondas curtas». romais.jor.br. Consultado em 30 de julho de 2016