Rádio Mauá

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde dezembro de 2017). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Rádio Mauá AM
País  Brasil
Frequência(s) 1130 kHz (de 1927 até 1975), 980 kHz (de 1975 até 1986), 1060 kHz (desde 1986)
Idioma (em português)
Prefixo ZYJ 495

A Rádio Mauá é uma emissora de rádio do Rio de Janeiro cujo primeiro nome foi Rádio Transmissora, pertencente a Radio Corporation of America RCA (também proprietária da NBC americana) instalada na cidade do Rio de Janeiro a partir de 1924, sob o regime de assinaturas. Em 1927, passou a operar, como todas as outras existentes na época, em sinal aberto, na freqüência de 1130 kHz. Em 1935, conforme determinação do Estado Novo de Getúlio Vargas em não permitir emissoras de rádio operadas por empresas estrangeiras, foi vendida e passou a chamar-se Rádio Rio. Mudou de nome para Rádio Mauá quando sua concessão foi devolvida ao Governo Federal, no inicio da década de 1950, que a entregou ao Ministério do Trabalho, passando a ser conhecida como "A Emissora do Trabalhador", fornecendo informações e prestando serviços aos trabalhadores no Brasil.

Grandes nomes da música começaram sua carreira na emissora, entre eles, Agnaldo Rayol, Ivon Curi, Lana Bittencourt, mantendo também um grande elenco de cantores na emissora durante a década de 1950. Haroldo de Andrade trabalhou na rádio entre 1954 e 1961, onde era apresentador do programa Musifone, tido como o primeiro programa radiofônico a ter participação dos ouvintes por telefone[1]. Em 1975 a emissora trocou de frequência com a Rádio Nacional e passou a operar em 990 kHz com o nome de Rádio Ipanema Rio com uma programação dedicada exclusivamente às mulheres. Essa nova Rádio Ipanema em 990 kHz foi fundada pelo Governo Militar nos anos 70 com 100.000 watts, nada tendo a ver com a antiga Rádio Ipanema Rio. Hoje a Rádio Ipanema foi comprada pela IURD e trocou seu nome para Rádio Record. Na década de 1980, a emissora (Rádio Mauá) foi concedida para a família Poubel, proprietários da Rádio Tropical Solimões, que trouxeram de volta o nome de Rádio Mauá-Solimões e a freqüência foi alterada para 1480 kHz.

Nos anos 2000 foi alterada novamente a frequência para 830 Khz e seu nome trocado para Rádio Tropical-Solimões e atualmente para Rádio Tropical. A frequência de 1060 kHz nada tem a ver com a Rádio Mauá. A confusão é feita porque numa época bem distante a Rádio Ipanema funcionou em 1080 kHz. Outros radialistas que passaram pela rádio foram: o narrador Orlando Batista (pai do apresentador Luiz Orlando) e o comentarista esportivo Jorge Nunes. Entre seus programas mais famosos estavam A Turma da Maré Mansa e a Grande Resenha Esportiva Antartica na década de 1970.

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre Rádio é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.