Rádio Manchete

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Rádio Manchete (desambiguação).
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde dezembro de 2015).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Rádio Manchete
{{{alt}}}
Rádio Federal Ltda. EPP
País  Brasil
Cidade de concessão Niterói, Rio de Janeiro
Frequência(s) AM 760 kHz
Fundação 1973 (1973)
Fundador Adolpho Bloch
Pertence a Grupo Bloch
Proprietário(s) Pedro Jack Kapeller
Formato Emissora de rádio comercial
Género Eclética
Idioma Português
Prefixo ZYJ 478
Cobertura Região Metropolitana do Rio de Janeiro
Página oficial radiomanchete.com.br
Rádio Federal

A Rádio Manchete é uma emissora de rádio brasileira, com sede na cidade do Rio de Janeiro e outorga em Niterói, inaugurada na década de 1970 pelo empresário Adolpho Bloch, então presidente do Grupo Bloch.[1][2] A rádio transmitiu a sua programação pelo rádio AM até o o mês de novembro de 2015, quando a frequência passou a transmitir uma programação musical, sem se identificar como "Rádio Manchete".[1] A emissora, até então, estava sendo arrendada para o Grupo Nasseh de Comunicação, que continuou transmitindo a mesma programação pela internet.[1]

História[editar | editar código-fonte]

A rádio foi criada em 1973 no lugar da Federal AM (Uma antiga rádio sobre Rock).

A rádio teve nomes como Roberto Canázio, Alexandre Ferreira, Evil Mendonça, Marcelo Figueiredo, Jair Lemos, Cidinha Campos, Wagner Montes, etc.

Com a falência do Grupo Bloch (Que administrava a emissora), o empresário e comunicador Jair Marchesini arrendou a emissora carioca, porém não conseguiu pagar ao grupo Bloch.

Em 2002 o grupo Dial Brasil arrendou a rádio levando nomes como Cidinha Campos, Wagner Montes e Mário Esteves. O grupo não conseguiu anunciantes, e devolveu a rádio para o Grupo Bloch. Em 2003 a rádio foi arrendada novamente para a Igreja Deus é Amor. Em 2006 a igreja deixou a rádio e a Manchete passou a tocar músicas sem intervalos. A partir de junho de 2006 o Grupo Nasseh de Comunicação passou a administrar a emissora.

A partir de 2007 a rádio cresceu, e trouxe grandes nomes da comunicação, como Luiz de França, Mário Esteves e o ex-governador do estado do Rio, Anthony Garotinho.

Em 2009 a Manchete continuou se reforçando, e trouxe para sua equipe, nomes como David Rangel e Claudio Ferreira. Em 2013, David deixa a emissora e retorna para a Rádio Globo.

Em 1 de novembro de 2015 a emissora deixou o dial do rádio carioca e passou a transmitir apenas pelo Portal Manchete Online.

Futebol e Carnaval[editar | editar código-fonte]

Em 2006, após o arrendamento da rádio, os locutores esportivos João Guilherme e Daniel Pereira, decidiram montar uma equipe de esportes pra rádio, e a partir dali criava-se a Equipe Apaixonada por Futebol. Desde a primeira formação, foram muitas as mudanças, e ultimamente tendo um crescimento, pelo jeito jovem das transmissões de futebol, atualmente comandado por Rodrigo Campos. Nesta fase atual, a emissora cobre o Campeonato Carioca Copa do Brasil, Campeonato Brasileiro, Libertadores e Copa Sul-Americana (se houver times cariocas) e os jogos da Seleção Brasileira. A emissora também já cobriu grandes eventos do futebol mundial como a Copa do Mundo FIFA de 2010 na África do Sul em parceria com a antiga Rádio Eldorado de São Paulo (na época parceira da ESPN Brasil que hoje opera como Rádio Estadão) e a Copa das Confederações de 2013 que foi realizada no Brasil (junto com a Rede Nossa Copa liderada pela Rádio Cultura de Miracema no Tocantins que utilizou profissionais de várias rádios dentre elas os da própria Manchete). A Manchete foi uma das 25 emissoras de rádio brasileiras que transmitiram a Copa do Mundo FIFA de 2014 no Brasil que teve entre as retransmissoras a Rádio Central de Campinas.

No carnaval [3], um dos carros-chefe da emissora. onde contam com programas como Vai Dar Samba, apresentado por Miro Ribeiro, de segunda a sexta, tendo inclusive um quadro sobre samba-enredos e Carnaval Paulista. O Cidade do Samba, que apresentado aos sábados por João Estevam, que conta com o quadro Microfone de Ouro, em que recebe grandes intérpretes do carnaval e o Manchete na Folia, aos sábados, além de estar na internet, durante a Voz do Brasil, sendo que o programa Cidade do Samba foi exibido pela última vez, no mês de Dezembro, fazendo com que o Manchete na Folia passasse a ser exibido além da edição da tarde, passasse a ter a edição da noite.

Já passaram pela rádio[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c Carlos Massaro (13 de novembro de 2015). «Rádio Manchete deixa o AM do Rio de Janeiro». Tudo Rádio. Consultado em 19 de dezembro de 2015 
  2. Renan Milanez Vieira. «Rede Manchete: um estudo de caso» (PDF). Consultado em 19 de dezembro de 2015 
  3. Manchete na Folia

Ligações externas[editar | editar código-fonte]