Marlene Mattos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde janeiro de 2012). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Marlene Mattos
Nome completo Marlene Mattos
Nascimento 27 de abril de 1950 (66 anos)
São José de Ribamar, MA
Nacionalidade  brasileira
Ocupação Diretora e empresária

Marlene Mattos (São José de Ribamar, 27 de abril de 1950[1]) é uma empresária e produtora de televisão brasileira. Além da "Rainha dos Baixinhos" Xuxa Meneghel, Marlene Mattos também agenciou a carreira de diversos ídolos do esporte, por exemplo, as jogadoras de vôlei Virna e Leila, os futebolistas Dida e Kaká, e o ex-nadador Xuxa.[2]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Foi durante quase duas décadas a empresária da apresentadora Xuxa. As duas se conheceram em 1983, quando Marlene trabalhava na TV Manchete, porém em 10/07/2002 o jornalista João Gabriel de Lima escreveu na Revista Veja, que as duas romperam relações pessoais e profissionais.[3]

Em 1985 Marlene começou a trabalhar na Rede Globo como datilógrafa e passou por várias áreas diferentes.[4]

Em 1993 Marlene foi a responsável pela vinda da Dangerous World Tour, de Michael Jackson, para o Brasil. De todas as turnês do Astro Pop, essa foi a única que aterrissou no Brasil.[5]

Mattos saiu do anonimato quando, em 1998, com o nascimento da filha de Xuxa, a cantora Rita Lee, durante um show no Metropolitan, declarou: "Aquele homem Marlene Mattos vai processar a Sasha. Porque ela está sugando a Xuxa."[6]

Em 2000, foi promovida a diretora de núcleo, um dos cargos mais altos da emissora. Foi também diretora do Programa Mais Você de Ana Maria Braga. Em 2002, Xuxa e Marlene Mattos romperam a parceria. Atualmente é diretora, produtora e tem uma agência de casting de atores.[7] Em abril do mesmo ano, ela assinou contrato com Kléber de Paula, o Bambam, ex-Big Brother Brasil, entre outros. Em 2004 após 19 anos na Rede Globo ela trocou a emissora pela TV Bandeirantes, lá exerceu o posto de diretora artística por 10 meses. A saída de Marlene da Bandeirantes ocorreu em 1º de novembro de 2004.[8]

Em 2009, o jornal Folha de S.Paulo e o colunista João Paulo Cabral, do site Revista Universo, anunciaram Marlene como nova diretora do SBT. Ela foi responsável pelo programa de Netinho de Paula, o Show da Gente que estreou no dia 9 de maio de 2009, mas teve sua transmissão interrompida em março de 2010 em função do Netinho de Paula disputar o cargo de Senador em São Paulo nas eleições daquele ano, mesmo não eleito, o programa não voltou ao ar. Devido a isso a diretora deixou a emissora para se dedicar a um projeto de documentário sobre a Amazônia.[9] Em 2014, chegou a ser diretora geral do "Histórias do Bem", quadro apresentado por Brueth Carvalho no "Programa Amaury Jr", na Rede TV!, mas a parceria acabou não durando muito tempo. Atualmente é Diretora do Canal Á Cabo e+Tv.[10][11]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Marlene Mattos