Talk to Me

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Talk to Me
Álbum de estúdio de Xuxa
Lançamento Cancelado
Gravação 1992—93
Gênero(s)
Duração 53:03
Idioma(s) inglês
Formato(s)
Gravadora(s) MTM Enterprises
Produção Eric Thorngren

Talk to Me seria o primeiro e único álbum de estúdio da cantora e apresentadora brasileira Xuxa em língua inglesa. Inicialmente, o álbum em inglês seria lançado no verão dos Estados Unidos, entre os meses de junho e setembro de 1992, depois acabou sendo adiado para o ano seguinte (1993) e adiado novamente para 1994,quando o programa foi cancelado.A alegação para o cancelamento do lançamento do álbum foi a que Xuxa estava com problemas na coluna.

As músicas foram gravadas pela gravadora MTM. A autoria da versão de todas as músicas do álbum são de Eric Thorngren.

A única música inédita do álbum é "Talk To Me" (na qual fazia um grande apelo para que o público a aceitasse e compreendesse todas suas limitações com a língua inglesa), que também dá nome ao álbum, cuja autoria é de Eric Thorngren e David Wolff. As músicas nas versões inglês sofreram cortes para ter seu tempo de duração reduzido (possivelmente uma tática da MTM na época, talvez para que não ficassem longas e cansativas).

Antecedentes[editar | editar código-fonte]

Xuxa gravou o seu primeiro álbum em língua portuguesa em 1985,quando ainda era contratada da Rede Manchete,chamado de Xuxa e Seus Amigos o disco foi de sucesso relativo chegando a vender 500 mil cópias,apesar da grande divulgação em outras emissoras.Com a transferência de Xuxa para a Rede Globo.Com o sucesso do programa, a Rede Globo, decidiu continuar investido na carreira musical de Xuxa, que já havia se iniciado um ano antes com o lançamento do seu primeiro álbum de estúdio Xuxa e Seus Amigos (1985).[1] Guto Graça Melo foi contratado para produzir o disco.[1] Quando Guto conheceu Xuxa, ele percebeu que ela não conseguia dar uma única nota. Sem saber o que fazer, Guto recorreu ao presidente da Som Livre João Araújo, que respondeu "Se vira. Inventa um disco para fazer com ela."[1]

Em apenas dois anos na Rede Globo,a popularidade de Xuxa ultrapassou o Brasil e ela passou a fazer sucesso no restante da América Latina.Suas músicas passaram a fazer parte de seu portfólio e o Xou da Xuxa passou a ser transmitido em espanhol e com o sucesso da música "Ilariê" percebeu-se a necessidade de se fazer uma adaptação de alguns de seus sucessos para a América Latina,que culminaram na criação do El Show de Xuxa em 1991 .[2]

Em 1992, quando Xuxa estava fazendo muito sucesso no Brasil e em países da America Latina,as produtoras MTM Enterprises e DiC Entertainment apresentaram algumas propostas baseadas no Xou da Xuxa,para que ela tivesse um apelo ao público norte americano, no entanto, ela recusou os convites, pois acreditava que deveria aprender a falar inglês primeiro, para depois poder pensar em ter um programa nos Estados Unidos.[3] No entanto, Xuxa considerou a ideia da MTM era mais interessante, e acabou assinando com a produtora.Neste contrato ainda eram inclusas a clausula do lançamento de um álbum em língua inglesa para o mercado americano foi planejado para chegar as lojas em 1994, para coincidir com o lançamento da segunda temporada de seu programa no país Xuxa. O álbum consistiria em 20 adaptações de seus maiores sucessos para a língua inglesa e uma nova música original, "Talk to Me" para a qual o álbum ganhou o nome.

Produção[editar | editar código-fonte]

Para o programa de televisão americano, Xuxa re-gravou vários de seus hits em inglês. As músicas tiveram seu comprimento encurtado - supostamente uma decisão da rede para que eles não soassem longas e cansativas. Além dos hits já conhecidos de seus fãs latinos, Xuxa também gravou uma nova música intitulada "Talk to Me", que explicitamente fez um apelo para que o público seja paciente no que diz respeito ao seu inglês fraco.[4] A música foi produzida ao ritmo de "Axé Music" que era muito popular no Brasil a época.

A maioria das músicas simplesmente adicionou nova voz sobre o material instrumental usado em suas versões em português. Na maioria, a maioria das letras eram traduções com palavras cuidadosamente escolhidas para não perder a rima, no entanto, músicas como "Do Say" acabaram completamente diferentes de sua versão original em português.Isso repercutiu negativamente, como é o caso de "Doce Mel (Bom Estar Com Você)", que na versão em inglês recebeu o nome de "Do Say" (em tradução literal, "fale"). A versão adaptada para língua inglesa passa uma mensagem politicamente correta, através de trechos como "Treat someone the same as you'd like to be" (trate alguém assim como você gostaria de ser tratado) e "Cause everything you do come back to you too" (tudo o que você faz volta pra você também),o que soa completamente diferente da versão original que tinha um apelo a imaginação .O tema de abertura e encerramento utilizado no show foi tema de Xuxa (em português "O Xou da Xuxa Começou").

As músicas só foram lançadas em cassette.[5]

Disponibilidade[editar | editar código-fonte]

Em 1994, a Sony Wonder adquiriu os direitos de vídeo domésticos da série de televisão Xuxa e lançou duas caixas de VHS chamados de: Xuxa Celebration! with Cheech Marin.[6]

Uma versão falsa do CD inédito,com áudios tirados de velhas fitas VHS e com má qualidade chegou a ser vendido em lojas online. Esses CD tiveram tanta repercussão que a Xuxa Produções conseguiu proibir a venda deste CD judicialmente.[7]

Performances[editar | editar código-fonte]

Muitas das faixas deste álbum foram cantadas em seu show, várias delas também foram lançadas em fitas de cassetes que foram incluídas na linha de bonecas Xuxa produzidas pela RoseArt em 1993. As versões não oficiais de baixa qualidade deste álbum circularam no mercado, mas nenhuma versão oficial do estúdio foi lançada, exceto a Faixa ''Do Say'', liberada pela própria Xuxa Produções.[8]

Lista de faixas[editar | editar código-fonte]

Edição padrão
N.º TítuloCompositor(es)Produtor(es) Duração
1. "Xuxa's Theme" (O Xou da Xuxa Começou)Dido de OliveiraEric Thorngren 2:52
2. "Chindolele" (Tindolelê)Cid Guerreiro e DitoEric Thorngren 4:00
3. "Ilarie" (Ilariê)Cid Guerreiro, Dito e CeinhaEric Thorngren 5:33
4. "Our Song of Peace" (Nosso Canto de Paz)Dido de OliveiraEric Thorngren 4:05
5. "Crazy About You" (Pinel Por Você)Baê, Cid Guerreiro e DitoEric Thorngren 3:27
6. "Xuxa's Dance" (Dança da Xuxa)Prêntice e Ronaldo Monteiro de SouzaEric Thorngren 3:09
7. "An X On Your Heart" (Marquei um X)Sarah P. Benchimol e Fafy SiqueiraEric Thorngren 3:30
8. "Talk to Me"  Eric Thorngren e David WolffEric Thorngren 2:28
9. "Do Say" (Doce Mel (Bom Estar Com Você))Cláudio e Renato CorreaEric Thorngren 3:14
10. "Rainbow" (Arco-Íris)Michael Sullivan, Paulo Massadas, Anna PenidoEric Thorngren 4:37
11. "The Alfabet Song" (Abecedário da Xuxa)César Costa Filho e Ronaldo Monteiro de SouzaEric Thorngren 3:37
12. "Xuxa's Recipe" (Rexeita da Xuxa)Arnaldo e Mônica FreitasEric Thorngren 3:16
13. "The Flea" (A Pulga)Afo Verde e Pablo DurandEric Thorngren 2:56
14. "Froogy Froogy" (Croc Croc)Rubens AlexandreEric Thorngren 2:45
15. "Today's a Happpy Day" (Hoje é Dia de Folia)Nando CordelEric Thorngren 4:16
16. "Life is a Party" (A Vida é Uma Festa)Michael Sullivan e Paulo MassadasEric Thorngren 3:50
17. "The Tribe of Love" (A Tribo do Amor)Augusto César e Carlos CollaEric Thorngren 3:41
18. "Alert" (Alerta)César Costa Filho, Sérgio Fonseca e Reinaldo WaismanEric Thorngren 3:54
19. "All America" (América Geral)Marco Valle, Claudio Rabello e Max PierreEric Thorngren 5:36
20. "Miracle of Life" (Milagre da Vida)Michael Sullivan e Paulo MassadasEric Thorngren 4:36
21. "Crystal Moon" (Lua de Cristal)Michael Sullivan e Paulo MassadasEric Thorngren 4:23
Duração total:
53:03

Xuxa's Dance (Fita K7)[editar | editar código-fonte]

Fita K7
N.º TítuloCompositor(es)Produtor(es) Duração
1. "Xuxa's Dance"  Prêntice e Ronaldo Monteiro de SouzaEric Thorngren 3:08
2. "Xuxa's Dance" (versão Karaokê)Prêntice e Ronaldo Monteiro de SouzaEric Thorngren 3:02
Duração total:
6:10

Referências

  1. a b c «Sem saber cantar, Xuxa vendeu 2,5 milhões de cópias de "Xou da Xuxa"». UOL. Consultado em 2 de julho de 2016 
  2. «Xuxa.com - Discos». Consultado em 27 de maio de 2015 
  3. Cerone, Daniel (19 de abril de 1992). «COVER STORY : A Hit in L.A. Latino Homes, Xuxa Is Working on Her English» (em inglês). Los Angeles Times. Consultado em 1 de maio de 2013 
  4. Kinder, Marsha. Kids' Media Culture - p.212
  5. «Tudo Sobre A Carreira Da Xuxa Nos USA!». forums.britney.com.br/. Consultado em 15 de outubro de 2017. Arquivado do original em 29 de dezembro de 2017 
  6. «Viva Brazil!». Billboard. 15 de outubro de 2017. Consultado em 15 de outubro de 2017 
  7. «Xuxa obliga a retirar de internet un filme erótico que protagonizó en 1982». Emol. Consultado em 15 de outubro de 2017 
  8. «Kids' Media Culture». Marsha Kinder. Consultado em 15 de outubro de 2017 
Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.