Xuxa Abracadabra

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Xuxa Abracadabra
Xuxa Abracadabra (BR)
 Brasil
2003 •  cor •  87 min 
Direção Moacyr Góes
Roteiro Flávio de Souza
Narração Tom Cavalcante
Elenco Xuxa
Márcio Garcia
Cláudia Raia
Bruno Abrahão
Maria Mariana Azevedo
Heloísa Perissé
Leandro Hassum
Lúcio Mauro Filho
Sérgio Mamberti
Género fantasia, infantil, comédia
Companhia(s) produtora(s) Xuxa Produções
Diler & Associados
Globo Filmes
Warner Bros. Entertainment
Lançamento 19 de dezembro de 2003[1]
Idioma português
Receita R$ 11 771 296
Cronologia
Xuxa e os Duendes 2 - No Caminho das Fadas
Xuxa e o Tesouro da Cidade Perdida
Página no IMDb (em inglês)

Xuxa Abracadabra é um filme brasileiro, de 2003, dos gêneros fantasia, infantil e comédia dirigido por Moacyr Góes e estrelado por Xuxa.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Sofia (Xuxa) é uma bibliotecária que trabalha apenas com livros infantis. Prestes a sair com sua melhor amiga (Heloísa Perissé) para uma festa, ela recebe um pedido de Matheus (Márcio Garcia) para que tome conta de seus filhos, Lucas (Brunno Abrahão) e Júlia (Maria Mariana Azevedo). Sofia atende ao pedido, pois além de gostar muito das crianças nutre uma paixão secreta por Matheus, que é viúvo há três anos. Ela parte então para a casa do tio-avô das crianças, que é um astrônomo-feiticeiro e possui um livro mágico, que acaba teletransportando Sofia e as crianças para terra dos contos de fadas. Os três conhecem então, vários personagens encantados, como a Chapeuzinho Vermelho, o Pinóquio, o Gato de Botas, Branca de Neve, João e Maria e etc...e assim acabam atrapalhando o rumo de todas as histórias.

O malvado Barba Azul e a Rainha Má se aproveitarão de toda essa bagunça na história, para dominar todo a floresta encantada, contando com a ajuda dos habitantes do sombrio Bosque das Trevas.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Recepção[editar | editar código-fonte]

Marcelo Forlani em sua crítica para o Omelete destacou: "Todo ano nós ficamos ansiosamente aguardando dezembro. Sim, nós adoramos receber e dar presentes e tal, mas o mais legal mesmo é poder ir ao cinema para ver o novo filme da Xuxa. Já é uma tradição Omelética comparecer à sessão de imprensa e, depois de passar muito mal, contar para os nossos leitores como foi. Nós encaramos isso como um processo de absolvição de todos os pecados que cometemos nos meses anteriores."[2]

Referências

  1. «Com "Xuxa em Abracadabra", que estréia amanhã, Moacyr Góes lança seu terceiro longa no ano». Folha de S.Paulo. 18 de dezembro de 2003. Consultado em 28 de abril de 2015 
  2. Marcelo Forlani (18 de dezembro de 2003). «Xuxa em Abracadabra». omelete.uol.com.br. Consultado em 15 de outubro de 2016 
Applications-multimedia.svg A Wikipédia possui o


Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um filme brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.