Xuxa Requebra

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Xuxa Requebra
Xuxa Requebra (BR)
 Brasil
1999 •  cor •  90 min 
Direção Tizuka Yamasaki
Roteiro Evandro Mesquita
Cristiana Mesquita
Eliana Fonseca
Alexandre Roit
Elenco Xuxa Meneghel
Daniel
Elke Maravilha
Vitor Hugo
Márcia de Oliveira
Alice Borges
Yara Lins
Género Comédia romântica
Musical
Drama
Companhia(s) produtora(s) Xuxa Produções
Diler & Associados
Distribuição 20th Century Fox
Lançamento 17 de dezembro de 1999 (1999-12-17)
Idioma Português
Orçamento $4.17 milhões[1]
Cronologia
Gaúcho Negro
Xuxa Popstar
Página no IMDb (em inglês)

Xuxa Requebra é um filme brasileiro de comédia romântica de 1999, dirigido por Tizuka Yamasaki, contando com roteiro final de Evandro Mesquita. Seu elenco inclui a cantora brasileira, apresentadora de TV e atriz Xuxa Meneghel, o cantor Daniel e Elke Maravilha como protagonistas da história, além da participação de inúmeros artistas brasileiros como Carla Perez, Luciano Huck e Fat Family.

Xuxa Requebra foi a primeira coprodução brasileira da Fox e estreou nos cinemas no dia 17 de dezembro de 1999.[2] O programa foi assistido por aproximadamente 2.074.461 telespectadores e faturou mais de 8 milhões de reais a seus produtores, de acordo com a Ancine.

Enredo[editar | editar código-fonte]

A Academia de Dança Dois Corações, aonde Nena (Xuxa) estudou, corre perigo. A terrível Macedão (Elke Maravilha), fumante inveterada, bandida e traficante com fachada de empresária, pretende aproveitar-se da péssima situação financeira da Academia para se apoderar de suas instalações. Mas existe uma esperança: o "Requebra 2000", o torneio de dança do milênio, que acontece no Rio de Janeiro, e conta com um patrocinador disposto a dar um vultoso prêmio em dinheiro que resolveria o problema da Academia. Para vencer o torneio, a turma conta com a indispensável ajuda de Nena, ex-aluna da Academia e agora, jornalista do famoso diário Hora X. Mas Macedão incumbe seu enteado Felipe (Daniel), de contratar dançarinos profissionais para derrotá-los impiedosamente. Além disso, tem Guto (Vitor Hugo), como seu espião e utiliza seus desastrados capangas para sabotar o pessoal da Academia de Dança durante as eliminatórias.

Personagens[editar | editar código-fonte]

  • Nena é uma jovem órfã, que foi abandonada na escola Dois Corações ainda criança pela mãe que estava doente, portanto sem condições de criá-la e acaba sendo criada por D. Laura. Trabalha no Hora X como jornalista e tem um enorme senso de justiça e um grande coração. Se torna inimiga de Macedão e depois de muitas brigas e desencontros, acaba encontrando em Felipe o seu amor verdadeiro e se casa com ele.
  • Felipe Macedo é o típico playboy que acha que tudo se resolve com dinheiro e posição social. Ajuda sua madrasta, Macedão, em seus negócios, mas não sabe da quadrilha de tráfico de drogas que ela montou após a morte de seu pai. Ao se envolver com a causa da escola Dois Corações muda totalmente a sua forma de agir e pensar e acaba se tornando uma boa pessoa.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Antecedentes e produção[editar | editar código-fonte]

Durante um certo período, Xuxa tentou muito agir em um novo filme. Houve várias exibições, incluindo uma das quais veio a ser trabalhada como a comédia "Morrendo de Rir", que seria produzida em 1994. Apesar das várias tentativas, houve grandes dificuldades para a realização de um novo filme, especialmente na década de 90, onde a produção de filmes brasileiros foi fraca.

Requebra era um projeto antigo e trabalhava desde 1996. Naquele ano, Xuxa anunciou que faria seu retorno aos cinemas, inclusive em uma Xuxa Hits, a loira contou um pouco sobre a história que seria uma espécie de continuação de "Sonho de Verão".

Com o título de Very Crazy Holidays, o filme viria a figurar como Paquitas New Generation, Adriana Bombom e os garotos de You Can Dance que chegam a gravar uma música que serviria como tema principal. Na história, assistentes de palco louras viveriam estudantes do ensino médio à beira da falência. Macedon (na primeira versão um homem) aproveitaria a situação e tentaria dominar a área onde a instituição foi construída. Com a ajuda de um professor misterioso (que seria jogado por Xuxa), a classe seria elegível para uma competição esportiva, cujo prêmio em dinheiro salvaria a faculdade de dívidas. O filme estava agendado para 1997 e grande parte do elenco já havia sido definida como a participação dos ex-paquitos Marcelo Faustini e Cláudio Heinrich.

Depois de dificuldades devido ao custo, o filme curiosamente sofreu modificações em seu enredo, principalmente com a entrada do ator Evandro Mesquita no roteiro. A história foi contada em uma academia de dança, mas seu título foi mantido.[carece de fontes?]

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

A escolha de quem daria vida ao personagem Felipe veio de uma pesquisa encomendada pela produção do filme. Várias opções foram dadas para o papel, como por exemplo o cantor Alexandre Pires, porém o público preferiu o também cantor Daniel.

A troca do nome de Férias Muito Loucas por Requebra apareceu durante as gravações do filme após o cantor Vinny mostrar a música para a produção.

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

A trilha sonora do filme de mesmo nome, lançado em 1999 pela Som Livre e pela Globo / Universal. O álbum é composto por músicas interpretadas pelo protagonista, a apresentadora brasileira Xuxa Meneghel e outros artistas. A trilha sonora do filme "Xuxa Requebra" foi lançada no final de 1999, logo após o lançamento do filme. A trilha sonora traz diversos artistas como Fat Family, Claudinho e Buchecha, Daniel, Mú Carvalho e You Can Dance. O album é simples, sem letras, apenas com os créditos. A versão de Fat Family da música "Chegou a Festa" é diferente da versão do CD do grupo. E a música "Mãe é uma Só", também de Fat Family, é a versão reduzida do filme que não foi usada.[3][4]


Xuxa Requebra
Trilha sonora de Xuxa
Lançamento 2° semestre de 1999
Gravação 1999
Gênero(s) Pop
Duração Desconhecido
Idioma(s) Português
Formato(s) CD
Gravadora(s) Som Livre
  1. Efeito dominó - Xuxa Meneghel (tema de Nena)
  2. Só o nosso amor - Xuxa Meneghel (tema de Nena)
  3. Requebra (short version) - Vinny (tema geral)
  4. Uh! Tiazinha - Tiazinha e Vinny
  5. Chegou a festa - Fat Family (tema do casamento de Nena e Felipe)
  6. Cheiro de festa - Banda Cheiro de Amor
  7. Bota o bumbum pra dançar - You Can Dance (tema de Cláudio)
  8. Xereta - Claudinho & Buchecha (tema da turma)
  9. Banho de chuveiro - Terra Samba (tema dos lavadores de carro)
  10. No ponto pra mim - Daniel (tema de Nena e Felipe)
  11. Mãe é uma só - Fat Family (tema dos Fat Capangas e sua mãe)
  12. Pela beira do mar - Mú Carvalho
  13. Tango street Macedão (instrumental) - Mú Carvalho (tema de Macedão)
  14. Dois corações (Instrumental) - Mú Carvalho (tema da apresentação da escola Dois Corações no Requebra 2000)

Bilheteria[editar | editar código-fonte]

O filme Xuxa Requebra fez a maior bilheteria de um filme nacional, na primeira semana de exibição, na década de 1990 no país.[5] O filme foi assistido por aproximadamente 2.074.461 espectadores e faturou mais de 8 milhões de reais a seus produtores, segundo a Ancine.[6][7] Na época, venceu todos os filmes estadunidenses em cartaz, como Toy Story 2.[carece de fontes?]

Recepção crítica[editar | editar código-fonte]

Xuxa Requebra teve recepção geralmente negativa dos críticos. Clara A do site Adorocinema foi negativa em sua crítica de cinema, dando uma estrela de cinco, O consenso crítico do site diz: E assim é Xuxa no cinema: com uma história simples e previsível que ganha o gosto das crianças, ainda mais com os artistas que eram famosos na época. Eu me senti no verdadeiro show de calouros do Chacrinha. Ela também criticou o excesso de cantores que participaram do elenco do filme dizendo: A cada 20 minutos alguém chega a Xuxa dividindo com alguém para cantar e fazendo um ponto no filme, para aumentar ainda mais o sucesso. Ok, isso foi bom na época e é um grande alívio, mas acalme-se. Ela também criticou o casal formado por Xuxa e o cantor Daniel dizendo: Não antes, nem agora nem em nenhum momento, Daniel era um galante de alguma coisa. E ainda é o par romântico de Xuxa. Apelo, não é?[8]

O crítico do site da Folha de S.Paulo, também foi negativo em relação ao excesso de participação de artistas no elenco dizendo: "Xuxa Requebra" é menos um filme e outro comercial de duas horas de duração. Conceitos básicos de cinema, como história e narrativa, não parecem importar muito. O objetivo é espremer o máximo possível de merchandising na tela e divulgar os músicos de TV e as celebridades contratadas da empresa de Xuxa. Ele definiu o filme como "Inaugurado o cinema de contador" Para ele "Não há roteiro, mas uma sequência ruim de cenas, escrita com pressa para dar a cada amigo de Xuxa seus 15 segundos (é muita gente!) de fama." Ele também criticou o roteiro e o diálogo definindo-os como "sem graça" questionando "ninguém pode escrever algo melhor do que 'se ganharmos o concurso, eu prometo ficar um ano sem comer pipoca' ou 'Eu pensei que eram 15 horas à tarde'"?, O pouco humor do filme é totalmente involuntário e de mau gosto".[9]

Ruy Gardnier, do Portal Contracampo, escreveu que o filme "é um repugnante" maniqueísmo, um panfleto mais misterioso do que o que ele informa (e é preciso admitir que o que falta hoje à juventude é informação), um discurso enaltecedor que sempre atinge a felicidade máxima. O fim." para a crítica, a frase que mais ressoa no final é "Essa foi a coreografia do espancamento", é uma lisonja triste e inconsequente da geração muito poucos nervos, para quem, a propósito, parece que o filme foi feito. Ele encerrou a avaliação dizendo que Xuxa Requebra é "o retrato cavernoso da geração de saúde, e arrogando o direito de tomar decisões morais de outros com o pseudointuito de educar as crianças contra as drogas, contra o cigarro acaba fazendo os tempos de preconceito, do capitalismo puro (que tenta criticar), do "hematoma" e da vida magnífica do jovem curado dançando ao som de "Requebra" de Vinny e sendo levado ao som das ladainhas de Daniel ".[10]

Lançamento internacional[editar | editar código-fonte]

A Fox planejou lançar Requebra em julho de 2000 na Argentina, mas o projeto não saiu do papel.[11][12]

Referências