Luciano Huck

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Luciano Huck
Luciano Huck em 2010
Nome completo Luciano Grostein
Nascimento 3 de setembro de 1971 (45 anos)
São Paulo, SP
Nacionalidade  brasileiro
Ocupação Apresentador
Atividade 1995-atualmente
Cônjuge Angélica (2004-presente)
Outros prêmios
  • Melhor Apresentador - Prêmio Extra de Televisão 2006, 2007, 2008, 2010, 2011 e 2012[1]
IMDb: (inglês)

Luciano Grostein Huck (São Paulo, 3 de setembro de 1971) é um apresentador de televisão. Desde 2000 que apresenta o programa de televisão "Caldeirão do Huck", no ar todos os sábados na TV Globo. O programa é transmitido para todo o território nacional e para 115 países via Globo Internacional. Em 2009,[2] Luciano Huck foi o primeiro brasileiro a atingir a marca de 1 milhão de seguidores no Twitter, em apenas 4 meses.[3]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Luciano é filho do jurista Hermes Marcelo Huck e da urbanista Marta Dora Grostein, e irmão do diretor Fernando Andrade.[4] Luciano é judeu.[5] Luciano é Bacharel em Direito, formado pela Universidade de São Paulo (USP).[6]

Aos 20 anos de idade, Luciano Huck fez um estágio na agência W/Brasil, do publicitário Washington Olivetto. Na mesma época, em sociedade com amigos, abriu o bar Cabral, em São Paulo. Estagiou também nas agências de publicidade DM9, de Nizan Guanaes, e Talent. Também trabalhou na 89 FM a Rádio Rock e na Revista Playboy, na seção 20 perguntas.[6] Aos 22 anos, Luciano Huck foi convidado por Fernão Lara Mesquita, diretor do Jornal da Tarde (JT), para publicar uma coluna social no jornal. A coluna foi batizada de “Circulando”. Na mesma época, começou a fazer locução em programa da rádio Jovem Pan. Aos 23 anos, estreou na televisão, mais especificamente no comando de um quadro no programa Perfil, com Otávio Mesquita. Aos 24 anos, sua coluna no JT virou programa de televisão, o Circulando. [7], na CNT Gazeta. Na mesma ocasião, Huck inaugurou o bar Sirena em Maresia, litoral norte paulista.

Em setembro de 1996, a convite da Rede Bandeirantes de Televisão, Luciano Huck estreou o programa H, acumulando a função de locutor do programa Torpedo na rádio Jovem. Aos 27 anos, deixou a coluna no JT para dedicar-se integralmente ao programa H.[8]

Em setembro de 1999, Luciano assina contrato com a Rede Globo, para apresentar o programa Caldeirão do Huck, exibido aos sábados às 16 horas, para todo território brasileiro e para 115 países pela Globo Internacional. O programa é líder de audiência consolidando o horário que no passado foi ocupado por Chacrinha. Huck recebeu o Prêmio Extra de Televisão de melhor apresentador de TV por seis anos consecutivos[9], organizado pelo jornal do Rio de Janeiro, Extra, similar ao the "People’s Choice Awards" (2011, 2010, 2009, 2008, 2007 e 2006). Por sua vez, Caldeirão do Huck recebeu o mesmo prêmio, como melhor show de variedades, por nove anos (2011, 2010, 2009, 2008, 2007, 2006, 2005, 2004 e 2003), incluindo um prêmio pelo Soletrando em 2007.[10][11].

Outras atividades[editar | editar código-fonte]

Luciano Huck é diretor-presidente do Instituto Criar de TV, Cinema e Novas Mídias, ONG idealizada por ele que tem como missão promover o desenvolvimento profissional, social e pessoal de jovens por meio do audiovisual. Desde sua fundação em 2004, 1.150 jovens foram atendidos no programa educacional. Graças ao Instituto Criar, Luciano foi um dos indicados para o prêmio Empreendedor Social em 2007 um prêmio de empreendedorismo social dado pelo jornal Folha de S.Paulo e pela fundação Schwab, cujo propósito é identificar líderes de cooperativas, empresas sociais (do setor privado que distribuem lucros para ajudar a sociedade), ONGs e indivíduos que desenvolvem ideias inovadoras e sustentáveis para benefício coletivo.[12][13]

Em 2007, lançou o livro “Na Terra, no Céu, no Mar”, sobre as gravações feitas em seu programa em diferentes lugares do mundo.[6]

Também é produtor de filmes nacionais, como Casa de Areia, lançado em 2005, de Andrucha Waddington, e Era Uma Vez (filme), lançado em 2008, de Breno Silveira.[6]

Em 2009, ele atingiu um milhão de seguidores no Twitter, marca atingida em quatro meses. Atualmente mais de onze milhões de pessoas seguem seus tweets (@LucianoHuck)[14] e mais de quinze milhões de pessoas curtiram sua página no Facebook.[15]

Em 2011, Huck dublou Flynn Rider no fime “Enrolados”, da Disney. Além disso, participa de diversos comerciais de televisão para grandes empresas como P&G, Coca-Cola e Itaú. No dia primeiro de dezembro de 2012, o apresentador se recusou a soprar o bafômetro em uma blitz no Rio de Janeiro. Teve a carteira apreendida e precisou apresentar um outro motorista para levar o carro.[16].[17]

Polêmicas[editar | editar código-fonte]

Em outubro de 2007, Huck foi alvo de ação civil pública movida pelo município de Angra dos Reis por supostos danos ambientais e construções irregulares em sua casa de veraneio. Representado pelo escritório de advocacia do qual é sócia a primeira-dama do Rio de Janeiro, Adriana Ancelmo Cabral, o apresentador acabou beneficiado por um decreto do governador Sérgio Cabral Filho, em junho de 2009, que alterava a legislação da Área de Proteção Ambiental (APA) na região na qual ficavam as residências consideradas irregulares.[18] Em julho de 2011, a Justiça o condenou a pagar R$ 40 mil por cercar de boias a faixa costeira ao longo dessa sua casa em Angra.[19]

Acidente Aéreo[editar | editar código-fonte]

Um avião que transportava Luciano Huck, Angélica e os três filhos fez um pouso de emergência em Campo Grande (MS) na manhã de domingo, dia 24 de maio de 2015. O avião, modelo Embraer 820 C, decolou da Estância Caiman, na cidade de Miranda, e seguia para Campo Grande, em um trajeto de 230 quilômetros, quando sofreu uma falha e fez um pouso de emergência.

A família foi encaminhada para o hospital Santa Casa de Campo Grande, onde recebeu atendimento no setor de ortopedia. Estavam no avião piloto, copiloto, duas babás, além da família Huck.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Programas
Ano Título Personagem Notas Emissora
1995 Circulando Colunista / Apresentador CNT Gazeta
1996 - 2000 Programa H Apresentador Rede Bandeirantes
2000 - Presente Caldeirão do Huck Apresentador Rede Globo
2004 Cabocla Xexeú Participação especial Rede Globo
2004 Quebrando a Rotina Apresentador Rede Globo
2008 Beleza Pura Ele mesmo Participação especial Rede Globo
2009 Geral.com Ele mesmo Temporada 2 Rede Globo
2010 As Cariocas Augusto César Episódio: "A Traída da Barra" (Temporada 1, Episódio 10) Rede Globo
2011 Fina Estampa Ele mesmo Participação especial Rede Globo
2012 Cheias de Charme Ele mesmo Participação especial Rede Globo
2013 Amor à Vida Ele mesmo Participação especial[20] Rede Globo
2014 Geração Brasil Ele mesmo Participação Especial Rede Globo

Cinema[editar | editar código-fonte]

Ano Obra Papel
1999 Xuxa Requebra Apresentador
2001 Xuxa e os Duendes Tomate
2004 Um Show de Verão Marcelo
2005 Turma da Mônica em Cine Gibi Ele mesmo
2009 Xuxa em O Mistério de Feiurinha Príncipe da Rapunzel
2010 Enrolados Flynn Rider (voz)
2014 Na Quebrada Ele mesmo
2015 Até Que A Sorte Nos Separe 3: A Falência Final Ele mesmo

Prêmio Extra de Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Categoria Trabalho Resultado
2005 Melhor Apresentador
Caldeirão do Huck
Venceu
2006 Venceu
2007 Venceu
2008 Venceu
2009 Venceu
2010 Venceu
2012 Venceu
2013 Venceu
2014 Indicado

Prêmio Quem de Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Categoria Trabalho Resultado
2010 Melhor Apresentador
Caldeirão do Huck
Venceu
2011 Indicado
2012 Venceu
2013 Indicado
2014 Indicado

Troféu Imprensa[editar | editar código-fonte]

Ano Categoria Trabalho Resultado
2000 Melhor Apresentador ou Animador de TV
Caldeirão do Huck
Indicado
2001 Indicado
2005 Indicado
2007 Venceu
2008 Venceu
2009 Indicado
2010 Indicado
2011 Indicado
2012 Indicado
2013 Indicado
2015 Indicado

Troféu Internet[editar | editar código-fonte]

Ano Categoria Trabalho Resultado
2007 Melhor Apresentador ou Animador de TV
Caldeirão do Huck
Venceu
2008 Venceu
2010 Venceu
2014 Indicado
2015 Indicado

Meus Prêmios Nick[editar | editar código-fonte]

Ano Categoria Trabalho Resultado
2010 Prêmio Ajude Seu Mundo Luciano Huck Venceu
2012 Apresentador de TV Caldeirão do Huck Indicado

Outros prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Premiação Categoria Trabalho Resultado
2014 Retrospectiva UOL Melhores da TV Melhor Apresentador Caldeirão do Huck Indicado

Referências

  1. Extra (11 de novembro de 2011). «Prêmio Extra de TV: Luciano Huck é o melhor apresentador pela sexta vez consecutiva». Consultado em 15 de junho de 2013. 
  2. Redação do Memória Globo= (17 de outubro de 2015). [hhttp://memoriaglobo.globo.com/perfis/talentos/luciano-huck/trajetoria.htm «Trajetória de Luciano Huck»]. globo.com. Consultado em 29 de junho de 2006. 
  3. Redação do IDG Now! (15 de março de 2009). «Luciano Huck é primiro brasileiro a atingir um mihão de seguidores no Twitter». Consultado em 14 de junho de 2013. 
  4. Luciano Huck - Palestrante
  5. Visão Judaica
  6. a b c d «"Luciano Huck"». IG. Consultado em 6 de maio de 2014. 
  7. «Luciano Huck empreendimentos». Consultado em 14 de junho de 2013. 
  8. 11 de setembro de 2009; Quem Online. «Luciano Huck». Consultado em 14 de junho de 2013. 
  9. Extra Globo (30 de novembro de 2011). «Prêmio Extra de TV: Luciano Huck é o melhor apresentar pela sexta vez consecutiva». Consultado em 15 de junho de 2013. 
  10. Alessandro Lo-Biaco; Wal Ribeiro (22 de março de 2010). «Luciano Huck: "Por causa do Soletrando, a molecada presta mais atenção na língua portuguesa». Consultado em 15 de junho de 2013. 
  11. TV Globo. «Caldeirão do Huck - Sife Oficial». Consultado em 15 de junho de 2013. 
  12. «Instituto Criar de TV, Cinema e Novas Mídias». Consultado em 15 de junho de 2013. 
  13. Edson Valente. «Prêmio Empreendedor Social». Consultado em 15 de junho de 2013. 
  14. Luciano Huck Oficial no Twitter
  15. Fan Page oficial no Facebook
  16. Enrolados - Página oficial da Disney Brasil (11 de dezembro de 2011). «Veja Luciano Huck dublado em Enrolados». Consultado em 15 de junho de 2013. 
  17. «Luciano Huck cai na Lei Seca». 02 de dezembro de 2012. Consultado em 15 de junho de 2013. 
  18. 28 de janeiro de 2010; O Estado de S.Paulo. «Decreto de Cabral favoreceu cliente de sua mulher em Angra». Consultado em 2 de julho de 2013. 
  19. 5 de julho de 2011; UOL Celebridades. «Luciano Huck é condenado a pagar R$40 mil por cercar de boias sua casa em Angra dos Reis». Consultado em 2 de julho de 2013. 
  20. Redação TV Globo. «Luciano Huck elogia Tata Werneck como uma das melhores aquisições da Globo». Consultado em 15 de julho de 2013. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Luciano Huck
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Luciano Huck