Luciano Huck

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Luciano Huck
Luciano Huck em abril de 2019
Nome completo Luciano Grostein Huck
Nascimento 3 de setembro de 1971 (50 anos)
São Paulo, SP
Residência Rio de Janeiro, RJ
Nacionalidade brasileiro
Progenitores Pai: Hermes Marcelo Huck
Parentesco Fernando Andrade (irmão)
Andrea Calabi (padrasto)
Cônjuge Angélica Ksyvickis (c. 2004)
Ocupação apresentador
Período de atividade 1995–presente
Prêmios
  • Melhor Apresentador - Prêmio Extra de Televisão 2006, 2007, 2008, 2010, 2011 e 2012[1] (Ver mais)
Religião judaísmo

Luciano Grostein Huck OMM (São Paulo, 3 de setembro de 1971)[2][3] é um apresentador de televisão brasileiro. Desde 2021 apresenta o programa de televisão Domingão com Huck, da TV Globo.

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Luciano Huck é filho do jurista Hermes Marcelo Huck e da urbanista Marta Dora Grostein, e irmão do diretor de cinema Fernando Andrade, filho do relacionamento de Marta Grostein com Márcio Escobar de Andrade,[4] ex-diretor de redação da Playboy.[5] Luciano é judeu,[6] sendo seu avô materno, Mauricio Grostein, proveniente da cidade de Ekaterinoslav, União Soviética (atualmente Dnipro, Ucrânia).[7] É enteado de Andrea Calabi,[8] economista ligado ao PSDB paulista.[9] Desde 2004, Huck é casado com a também apresentadora Angélica, com quem tem 3 filhos: Joaquim, Benício e Eva.[10]

Carreira profissional[editar | editar código-fonte]

Huck estudou na Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (USP),[11] porém não chegou a se graduar.[12] Ainda adolescente, começou a trabalhar como assistente do fotógrafo J.R. Duran. Aos 20 anos de idade, Luciano Huck fez um estágio na agência W/Brasil, do publicitário Washington Olivetto. Na mesma época, em sociedade com amigos e com um empréstimo do pai, abriu o bar Cabral, em São Paulo, voltado para a jovem elite paulistana.[10] Estagiou também nas agências de publicidade DM9, de Nizan Guanaes, e Talent. Também trabalhou na 89 FM A Rádio Rock e na Revista Playboy, na seção 20 perguntas.[13]

Aos 22 anos, Luciano Huck foi convidado por Fernão Lara Mesquita, diretor do Jornal da Tarde, para publicar a coluna social “Circulando”. Na mesma época, começou a fazer locução em programa da rádio Jovem Pan. Aos 23 anos, estreou na televisão, mais especificamente no comando de um quadro no programa Perfil, com Otávio Mesquita.[10] Aos 24 anos, sua coluna no JT virou programa de televisão, o Circulando,[14] na CNT Gazeta. Na mesma ocasião, Huck inaugurou o bar Sirena em Maresia, litoral norte paulista.

Em setembro de 1996, a convite da Rede Bandeirantes de Televisão, Luciano Huck estreou o programa H, diário e voltado para o público jovem,[10] acumulando a função de locutor do programa Torpedo na rádio Jovem Pan. No H, Huck lançou as personagens Tiazinha e Feiticeira, aumentando o sucesso do programa.[10] Aos 27 anos, deixou a coluna no JT para dedicar-se integralmente ao programa H.[15] Em 1998, ocupando o horário nobre das 21h, chegou a alcançar oito pontos de audiência.[10]

Em setembro de 1999, Luciano assina contrato com a Rede Globo, para apresentar o programa Caldeirão do Huck, exibido aos sábados às 16 horas, para todo território brasileiro e para 115 países pela Globo Internacional. O programa é líder de audiência consolidando o horário que no passado foi ocupado por Chacrinha. Huck recebeu o Prêmio Extra de Televisão de melhor apresentador de TV por seis anos consecutivos,[16] organizado pelo jornal do Rio de Janeiro, Extra, similar ao the "People’s Choice Awards" (2011, 2010, 2009, 2008, 2007 e 2006). Por sua vez, Caldeirão do Huck recebeu o mesmo prêmio, como melhor show de variedades, por nove anos (2011, 2010, 2009, 2008, 2007, 2006, 2005, 2004 e 2003), incluindo um prêmio pelo Soletrando em 2007.[17][18]

Em 2017, após fazer uma matéria especial sobre a atuação do Exército Brasileiro na Missão das Nações Unidas para a estabilização no Haiti para o programa Caldeirão do Huck, foi agraciado pelo mesmo com a Ordem do Mérito Militar, a mais elevada distinção honorífica militar brasileira, sob o grau de oficial.[19]

Em 15 de junho de 2021 Luciano Huck afirmou que assumiria a apresentação do Domingão do Faustão, com a saída de Fausto Silva para a Band no fim de 2021.[20][21]

Outras atividades[editar | editar código-fonte]

Luciano Huck é diretor-presidente do Instituto Criar de TV, Cinema e Novas Mídias, ONG idealizada por ele que tem como missão promover o desenvolvimento profissional, social e pessoal de jovens por meio do audiovisual. Desde sua fundação em 2004, 1.150 jovens foram atendidos no programa educacional. Graças ao Instituto Criar, Luciano foi um dos indicados para o prêmio Empreendedor Social em 2007 um prêmio de empreendedorismo social dado pelo jornal Folha de S.Paulo e pela fundação Schwab, cujo propósito é identificar líderes de cooperativas, empresas sociais (do setor privado que distribuem lucros para ajudar a sociedade), ONGs e indivíduos que desenvolvem ideias inovadoras e sustentáveis para benefício coletivo.[22][23]

É produtor de filmes nacionais, como Casa de Areia, lançado em 2005, de Andrucha Waddington, e Era Uma Vez, lançado em 2008, de Breno Silveira.[13] Em 2007, lançou o livro “Na Terra, no Céu, no Mar”, sobre as gravações feitas em seu programa em diferentes lugares do mundo.[13] Além do cinema, Huck mantém investimento em setores como o alimentício, turismo, vestuário e em hospitais veterinários, tendo sociedades com empresários como os irmãos Pedro Paulo e João Paulo Diniz, Gilberto Farah, Luiz Calainho, Alexandre Accioly, entre outros.[10]

Huck foi alvo de uma ação civil pública em outubro de 2007, movida pelo município de Angra dos Reis por supostos danos ambientais e construções irregulares em sua casa de veraneio. Representado pelo escritório de advocacia do qual é sócia a ex-primeira-dama do Rio de Janeiro, Adriana Ancelmo Cabral, o apresentador acabou beneficiado por um decreto do governador Sérgio Cabral Filho, em junho de 2009, que alterava a legislação da Área de Proteção Ambiental (APA) na região na qual ficavam as residências consideradas irregulares.[24] Em julho de 2011, a Justiça o condenou a pagar R$ 40 mil por cercar a faixa costeira ao longo dessa sua casa em Angra com boias.[25]

Em 2009, ele atingiu um milhão de seguidores no Twitter, marca atingida em quatro meses. Atualmente mais de onze milhões de pessoas seguem seus tweets (@LucianoHuck)[26] e mais de quinze milhões de pessoas curtiram sua página no Facebook.[27]

Em 2011, Huck dublou Flynn Rider no filme “Enrolados”, da Disney. Além disso, participa de diversos comerciais de televisão para grandes empresas como P&G, Coca-Cola e Itaú.[28]

No dia primeiro de dezembro de 2012, o apresentador se recusou a soprar o bafômetro em uma blitz no Rio de Janeiro. Teve a carteira apreendida e precisou apresentar um outro motorista para levar o carro.[29]

A partir de 2014, Huck tem se posicionado em relação à vida política do País, cogitando inclusive uma candidatura à Presidência da República, o que não se concretizou na disputa de 2018, com o apresentador variando entre 3% e 5% das intenções de votos nas pesquisas - ou 8% em cenários sem Lula.[10] Huck faz parte do movimento liberal de renovação política Agora!, tendo como guru político o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.[10] No entanto, o apresentador sinalizou que poderá concorrer em 2022, assim deixando a Rede Globo. Em nota a emissora carioca já frisou que não proíbe a candidatura de Luciano, mas que em caso de saída do apresentador ele não seria readmitido.[30]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Programas
Ano Título Cargo Emissora
1995–1996 Circulando Apresentador Band
1996–1999 Programa H Apresentador
2000–2021 Caldeirão do Huck Apresentador TV Globo
2004–2009 Criança Esperança Apresentador
2004 Video Game Apresentador Especial
2016 Vídeo Show Apresentador Especial
2020–presente Criança Esperança Apresentador
2021–presente Domingão com Huck Apresentador
Novelas e séries
Ano Título Papel Notas Ref.
2008 Beleza Pura Ele mesmo
2009 Geral.com
2010 As Cariocas Episódio: "A Traída da Barra"
A Grande Família
2011 Fina Estampa
2012 Cheias de Charme Episódio: "11 de agosto de 2012"
2013 Amor à Vida Episódio: "15 de julho de 2013"
2014 Geração Brasil
2016 Malhação Temporada 23
2019 Amor de Mãe Episódio: "23 de janeiro de 2020" [31]
2020 Sandy & Junior: A História Episódios: "O Fim e o Começo" / "Boatos e Polêmicas" / "Construindo Nossa História" / "A Turnê"

Cinema[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel Notas Ref.
1999 Xuxa Requebra Apresentador
2001 Xuxa e os Duendes Tomate
2003 Mistério na Colônia O médico Curta-metragem
2004 Um Show de Verão Marcelo
2005 Turma da Mônica em Cine Gibi Ele mesmo
2009 Xuxa em O Mistério de Feiurinha Príncipe da Rapunzel
2010 Enrolados Flynn Rider (voz) Dublagem
2011 Quebrando o Tabu Ele mesmo
2012 Breaking the Taboo
2012 Os Penetras Produtor Associado
2014 Na Quebrada Ele mesmo
A História do Homem Henry Sobel
2015 Até Que A Sorte Nos Separe 3: A Falência Final

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Prêmio Extra de Televisão

Ano Categoria Trabalho Resultado
2005 Melhor Apresentador
Caldeirão do Huck
Venceu
2006 Venceu
2007 Venceu
2008 Venceu
2009 Venceu
2010 Venceu
2012 Venceu
2013 Venceu
2014 Indicado

Prêmio Quem de Televisão

Ano Categoria Trabalho Resultado
2010 Melhor Apresentador
Caldeirão do Huck
Venceu
2011 Indicado
2012 Venceu
2013 Indicado
2014 Indicado

Troféu Imprensa

Ano Categoria Trabalho Resultado
2000 Melhor Apresentador ou Animador de TV
Caldeirão do Huck
Indicado
2001 Indicado
2005 Indicado
2007 Venceu
2008 Venceu
2009 Indicado
2010 Indicado
2011 Indicado
2012 Indicado
2013 Indicado
2015 Indicado

Troféu Internet

Ano Categoria Trabalho Resultado
2007 Melhor Apresentador ou Animador de TV
Caldeirão do Huck
Venceu
2008 Venceu
2010 Venceu
2014 Indicado
2015 Indicado

Meus Prêmios Nick

Ano Categoria Trabalho Resultado
2010 Prêmio Ajude Seu Mundo Luciano Huck Venceu
2012 Apresentador de TV Caldeirão do Huck Indicado

Outros prêmios e indicações

Ano Premiação Categoria Trabalho Resultado
2014 Retrospectiva UOL Melhores da TV Melhor Apresentador Caldeirão do Huck Indicado

Referências

  1. Extra (11 de novembro de 2011). «Prêmio Extra de TV: Luciano Huck é o melhor apresentador pela sexta vez consecutiva». Consultado em 15 de junho de 2013 
  2. Luciano Huck Biografia no portal Memória Globo
  3. Luciano Huck Revista Trip ed. abril 1999
  4. Rodrigues, Macedo. «Luciano Huck, Toque de Midas - Preferido dos publicitários, dos críticos e do seu público, o apresentador fecha o ano como unanimidade na TV». ISTOÉ Gente. Terra. Consultado em 17 de fevereiro de 2018 
  5. «EMEF MÁRIO JOAQUIM ESCOBAR DE ANDRADE». Portal Barueri. Consultado em 17 de fevereiro de 2018 
  6. «Visão Judaica». 2004. Arquivado do original em 15 de março de 2007 
  7. «Conterrânea do avô de Luciano Huck embarca no 'Vou de Táxi' - Caldeirão do Huck». Caldeirão do Huck 
  8. «Andrea Calabi celebra 70 anos reunindo poderosos no Terraço Itália». Glamurama. 19 de setembro de 2015. Consultado em 17 de fevereiro de 2018 
  9. Dualibi, Julia (9 de maio de 2017). «Namorando Huck». revista piauí. Consultado em 17 de fevereiro de 2018 
  10. a b c d e f g h i Kaz, Roberto; Lobato, Elvira (Abril de 2018). «O neófito». revista piauí: 14-23 
  11. Antunes, Luíza. «19 artistas que têm um currículo acadêmico de fazer inveja | EXAME». Exame. Consultado em 12 de fevereiro de 2018 
  12. www.blendix.com.br. «ARCADAS Associação Antigos Alunos Faculdade de Direito da USP». www.arcadas.org.br. Consultado em 8 de agosto de 2018 
  13. a b c «"Luciano Huck"». IG. Consultado em 6 de maio de 2014 
  14. «Luciano Huck empreendimentos». Consultado em 14 de junho de 2013 
  15. Quem Online (11 de setembro de 2009). «Luciano Huck». Revista Quem. Consultado em 14 de junho de 2013 
  16. Extra Globo (30 de novembro de 2011). «Prêmio Extra de TV: Luciano Huck é o melhor apresentar pela sexta vez consecutiva». Extra. Consultado em 15 de junho de 2013 
  17. Alessandro Lo-Biaco; Wal Ribeiro (22 de março de 2010). «Luciano Huck: "Por causa do Soletrando, a molecada presta mais atenção na língua portuguesa». Consultado em 15 de junho de 2013. Arquivado do original em 23 de outubro de 2012 
  18. TV Globo. «Caldeirão do Huck - Sife Oficial». tvg.globo.com. Consultado em 15 de junho de 2013 
  19. «Luciano Huck recebe homenagem do Exército Brasileiro». CARAS Digital. 19 de abril de 2017. Consultado em 30 de maio de 2020 
  20. «Luciano Huck anuncia que substituirá Faustão nos domingos da Globo». Gshow. Consultado em 16 de junho de 2021 
  21. «Entenda por que Tiago Leifert apresentará o 'Domingão do Faustão'». Revista Exame. 13 de Junho de 2021. Consultado em 17 de Junho de 2021 
  22. «Instituto Criar de TV, Cinema e Novas Mídias». Instituto Criar. Consultado em 15 de junho de 2013 
  23. Edson Valente. «Prêmio Empreendedor Social». Folha UOL. Consultado em 15 de junho de 2013 
  24. 28 de janeiro de 2010. «Decreto de Cabral favoreceu cliente de sua mulher em Angra». O Estado de S.Paulo. Consultado em 2 de julho de 2013 
  25. 5 de julho de 2011. «Luciano Huck é condenado a pagar R$40 mil por cercar de boias sua casa em Angra dos Reis». UOL Celebridades. Consultado em 2 de julho de 2013 
  26. Luciano Huck Oficial no Twitter
  27. Fan Page oficial no Facebook
  28. Enrolados - Página oficial da Disney Brasil (11 de dezembro de 2011). «Veja Luciano Huck dublado em Enrolados». Consultado em 15 de junho de 2013 
  29. Seara, Berenice (2 de dezembro de 2012). «Luciano Huck cai na Lei Seca». Extra. Consultado em 11 de fevereiro de 2018 
  30. «Globo não aceitará Huck de volta caso ele queira ser candidato, diz colunista». ISTOÉ Independente. 26 de setembro de 2019. Consultado em 5 de setembro de 2021 
  31. «Luciano Huck faz participação em Amor de Mãe e divide a web». Universo Online. 23 de janeiro de 2020. Consultado em 13 de janeiro de 2021 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikiquote Citações no Wikiquote
Commons Categoria no Commons
Wikinotícias Notícias no Wikinotícias