Leila Barros

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Leila Barros
Leila Barros
Senadora pelo Distrito Federal
Período 1º de fevereiro de 2019
até atualidade
Secretária de Esportes e Lazer do Distrito Federal
Período 1º de janeiro de 2015
até 6 de abril de 2018
Governador Rodrigo Rollemberg
Dados pessoais
Nascimento 30 de setembro de 1971 (47 anos)
Brasília, DF
Partido PSB
Profissão Atleta
Leila BarrosVolleyball (indoor) pictogram.svg
Informações pessoais
Nome completo Leila Gomes de Barros
Modalidade Voleibol
Nascimento 30 de setembro de 1971 (47 anos)
Brasília, DF
Brasil
Nacionalidade brasileira
Compleição Altura: 1,79 m[1]

Leila Gomes de Barros, (Brasília, 30 de setembro de 1971)[1] também conhecida como Leila do Vôlei, é uma política e ex-jogadora de voleibol brasileira.

Filiada ao Partido Socialista Brasileiro (PSB), foi eleita senadora pelo Distrito Federal nas eleições gerais no Brasil em 2018. Foi a primeira mulher eleita senadora pelo distrito.[2] É casada com o também desportista Emanuel Rego.[3]

Esporte[editar | editar código-fonte]

Leila disputando vôlei de praia em 2007.
  • Títulos Internacionais:

Tricampeã do Grand Prix, 94/96/98; Campeã do BCV Cup, 95; Campeã dos Jogos Pan-americanos de Winnipeg 1999; Campeã do Sul-americano de 1999 Adulto; Medalha de Bronze nas Olimpíadas de Atlanta 96 e Sydney 2000.

  • Títulos Nacionais:

Campeã brasileira (L'Ácqua di Fiori, 1993, Flamengo - 2000, Rexona - 2004); Campeã Paulista (Leites Nestlé - 1998); Campeã Estadual do Rio (Flamengo - 2000, Rexona - 2004 e 2005).

  • Prêmios Individuais:

Melhor jogadora do Grand Prix 1996 e 1998; Melhor atacante da Copa do Mundo do Japão, 1996; Melhor jogadora do BCV Cup, 1995; Atleta do ano eleita pelo COB, 2000.

  • Olímpiadas:

Leila participou das Olimpíadas de Barcelona 1992, Atlanta 1996 e Sydney 2000.

Política[editar | editar código-fonte]

Em 2014, concorreu a uma vaga de deputada distrital nas eleições no Distrito Federal em 2014 pelo Partido Republicano Brasileiro (PRB).[4] De 2015 a abril de 2018, exerceu o cargo de secretária de Esportes e Lazer do Distrito Federal.[5] Em 2018, foi eleita senadora pelo Distrito Federal, tornando-se a primeira mulher a representar o DF no Senado Federal.[6]

Senado Federal[editar | editar código-fonte]

Tomou posse e tornou-se a primeira mulher senadora pelo Distrito Federal. No início do mandato, foi eleita para ocupar a 4ª suplência da Mesa Diretora do Senado, a única mulher do colegiado.[7]

Na disputa pelo comando da casa, em 2019, defendeu o voto aberto na escolha do presidente do Senado e confirmou voto no senador Reguffe (DF), candidato que acabou derrotado com 6 votos. [8]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]