Copa América de 2019

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Gnome globe current event.svg
Este artigo ou seção é sobre um evento desportivo atualmente em curso. A informação apresentada pode mudar com frequência. Não adicione especulações, nem texto sem referência a fontes confiáveis. (editado pela última vez em 19 de junho de 2019) Sports current event.svg
XLVI Copa América
Brasil 2019
2019 Copa América logo.svg
Logotipo oficial da edição.
Dados
Participantes 12[1]
Organização CONMEBOL
Anfitrião Brasil
Período 14 de junho – 7 de julho
Gol(o)s 21
Partidas 8
Média 2,63 gol(o)s por partida
Melhor marcador 2 gols:
Maiores goleadas
(diferença)
Uruguai 4–0 Equador
Estádio Mineirão, Belo Horizonte
16 de junho, Grupo C, 1ª rodada
 
Japão 0–4 Chile
Estádio do Morumbi, São Paulo
17 de junho, Grupo C, 1ª rodada
Público 208 482
Média 26 060,3 pessoas por partida
◄◄ Estados Unidos 2016 Soccerball.svg 2020 ArgentinaColômbia ►►

A Copa América de 2019, oficialmente CONMEBOL Copa América Brasil 2019,[2] é a 46ª edição da Copa América, o principal torneio de futebol masculino entre seleções da América do Sul. Será organizado pela Confederação Sul-Americana de Futebol (CONMEBOL) e disputado no Brasil, que recebe a competição pela 5.ª vez em sua história.

O Brasil deveria sediar a Copa América de 2015, mas devido à organização de outros eventos esportivos no país durante a década, como a Copa das Confederações FIFA de 2013, a Copa do Mundo FIFA de 2014 e os Jogos Olímpicos de Verão de 2016, o país trocou de edição com o Chile, que sediou o evento em 2015.

A Copa América de 2019 será um dos dois grandes eventos de futebol internacional que o Brasil irá sediar em 2019, o outro será a Copa do Mundo Sub-17, que ocorrerá no país em outubro.[3]

Escolha do país-sede[editar | editar código-fonte]

Seguindo o sistema de rodízio de sedes, a Copa América de 2015 deveria ser realizada no Brasil, país que organizou a competição pela última vez em 1989. Devido à organização de outros eventos esportivos no país durante a década, como a Copa das Confederações FIFA de 2013, a Copa do Mundo FIFA de 2014 e os Jogos Olímpicos de Verão de 2016, surgiu a ideia de que o Chile sediasse aquela edição.[4] No entanto, em fevereiro de 2011 a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) confirmou a realização do torneio no país.[5]

Um ano depois, em março de 2012, a CBF optou por trocar a organização da Copa América de 2015 com o Chile, passando então a sediar a Copa América em 2019.[6] Em 7 de junho de 2016, o presidente da Confederação Sul-Americana de Futebol (CONMEBOL) Alejandro Domínguez confirmou a realização do torneio no Brasil.[7]

Em 26 de abril de 2017, foi decidido que haverá 7 cidades-sedes, sendo uma no Sul e no Centro-Oeste, duas no Nordeste e três no Sudeste e oito estádios, nos quais grande parte foram utilizados na Copa do Mundo de 2014. São Paulo foi confirmada como a sede em que haverá dois estádios, enquanto a escolha da última sede, que ficou entre Recife e Fortaleza, seria decidida após a formação do comitê organizador.[8] Em 23 de fevereiro de 2018, começou a ser formado o Comitê Organizador Local (COL) da Copa América 2019, que definiu a data da competição.[9]

Sedes[editar | editar código-fonte]

Em 14 de junho de 2018, o vice-presidente da CBF, Fernando Sarney, anunciou as cinco cidades-sedes que irão receber os jogos: Salvador, Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte e Porto Alegre. Todas as cidades foram sedes da Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de Verão de 2016, e possuem estádios em padrão internacional.[10] Na lista final, divulgada em 17 de setembro, definiu-se que São Paulo terá duas sedes, a Arena Corinthians e o Estádio do Morumbi (Morumbi não foi sede da Copa de 2014 e Allianz Parque desistiu de ser sede), e que a sede gaúcha será a Arena do Grêmio. Também foi definido que a partida de abertura será em São Paulo, no Morumbi.[11] As semifinais serão em Belo Horizonte e Porto Alegre, e a final será no Maracanã.[12] No dia 23 de novembro de 2018, a Conmebol decidiu trocar o Allianz Parque pela Arena Corinthians.[13]

Rio de Janeiro São Paulo
Estádio do Maracanã Estádio do Morumbi Arena Corinthians
Capacidade: 78 838 Capacidade: 72 039 Capacidade: 45 000
Maracana internal view april 2013.jpg Estadio Morumbi 2014.jpg Cobertura com forro revestido de membrana.jpg
Belo Horizonte Porto Alegre Salvador
Estádio Mineirão Arena do Grêmio Arena Fonte Nova
Capacidade: 61 846 Capacidade: 55 662 Capacidade: 47 907
Mineirao Stadium.jpg Arena do Grêmio.jpg EstadioForteNova-cancha1.jpg

Equipes[editar | editar código-fonte]

No princípio, a ideia era do torneio contar com as dez seleções associadas a CONMEBOL e mais seis seleções convidadas, de outras confederações.[14] Entretanto, em 4 de maio de 2018, foi definido que serão doze os países participantes (dois destes como convidados).[15]

Confederação Equipe Participação Melhor desempenho Ranking da FIFA1
CONMEBOL Flag of Argentina.svg Argentina 42ª Campeão (1921, 1925, 1927, 1929, 1937, 1941, 1945, 1946, 1947, 1955, 1957, 1959, 1991 e 1993) 11º
Flag of Bolivia.svg Bolívia 27ª Campeão (1963) 62º
Brasil Brasil 36ª Campeão (1919, 1922, 1949, 1989, 1997, 1999, 2004 e 2007)
Flag of Chile.svg Chile 39ª Campeão (2015 e 2016) 16º
Flag of Colombia.svg Colômbia 22ª Campeão (2001) 13º
Flag of Ecuador.svg Equador 27ª 4º lugar (1959 e 1993) 60º
Flag of Paraguay.svg Paraguai 37ª Campeão (1953 e 1979) 36º
Flag of Peru.svg Peru 32ª Campeão (1939 e 1975) 21º
Flag of Uruguay.svg Uruguai 44ª Campeão (1916, 1917, 1920, 1923, 1924, 1926, 1935, 1942, 1956, 1959, 1967, 1983, 1987, 1995 e 2011)
Flag of Venezuela.svg Venezuela 18ª 4º lugar (2011) 33º
AFC Flag of Japan.svg Japão[16] Primeira fase (1999) 28º
Flag of Qatar.svg Qatar[16] Estreante 55º

1 Divulgado em 14 de junho de 2019.[17]

Convocações[editar | editar código-fonte]

Cada equipe tem que enviar uma lista de 23 jogadores (3 devem ser goleiros).[18]

Arbitragem[editar | editar código-fonte]

Os árbitros e assistentes para o torneio foram definidos em 21 de março de 2019.[19]

Marketing[editar | editar código-fonte]

Bola[editar | editar código-fonte]

A bola oficial se chama "Rabis"[20], produzida pela Nike, e o seu desenho é inspirado na arte urbana do Brasil.

Mascote[editar | editar código-fonte]

Em 5 de abril de 2019, foi anunciado que o mascote seria uma capivara e, no mesmo dia, foi aberta uma votação na Internet para escolher o nome do mascote.[21] Em 12 de abril de 2019, foi anunciado que o nome do mascote seria "Zizito", em homenagem ao ex-jogador Zizinho.[22]

Sorteio[editar | editar código-fonte]

O sorteio da fase de grupos foi realizado em 24 de janeiro de 2019, às 20 horas e 30 minutos (horário de Brasília), na Cidade das Artes, no Rio de Janeiro.[23] Após o último ranking da FIFA divulgado em dezembro de 2018, foram definidos os potes do sorteio.

Pote 1 Pote 2 Pote 3 Pote 4
Brasil Brasil (como A1)
Flag of Argentina.svg Argentina (como B1)
Flag of Uruguay.svg Uruguai (como C1)
Flag of Colombia.svg Colômbia
Flag of Chile.svg Chile
Flag of Peru.svg Peru
Flag of Venezuela.svg Venezuela
Flag of Paraguay.svg Paraguai
Flag of Japan.svg Japão
Flag of Ecuador.svg Equador
Flag of Bolivia.svg Bolívia
Flag of Qatar.svg Qatar

Primeira fase[editar | editar código-fonte]

Legenda
Equipes classificadas para a fase final
Equipes classificadas como melhores terceiros colocados
Equipes eliminadas

Todos as partidas seguem o fuso horário de Brasília (UTC−3).

Grupo A[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Copa América de 2019 – Grupo A
Pos. Seleção Pts J V E D GP GC SG
1 Brasil Brasil 4 2 1 1 0 3 0 +3
2 Flag of Peru.svg Peru 4 2 1 1 0 3 1 +2
3 Flag of Venezuela.svg Venezuela 2 2 0 2 0 0 0 0
4 Flag of Bolivia.svg Bolívia 0 2 0 0 2 1 6 –5
14 de junho Brasil Brasil 3 – 0 Flag of Bolivia.svg Bolívia Estádio do Morumbi, São Paulo
21:30
Philippe Coutinho Gol marcado aos 49 minutos de jogo 49' (pen), Gol marcado aos 52 minutos de jogo 52'
Everton Gol marcado aos 84 minutos de jogo 84'
Relatório Público: 46 342[24]
Árbitro: ArgentinaARG Néstor Pitana
15 de junho Venezuela Flag of Venezuela.svg 0 – 0 Flag of Peru.svg Peru Arena do Grêmio, Porto Alegre
16:00
Relatório Público: 13 370[25]
Árbitro: ColômbiaCOL Wilmar Roldán

18 de junho Bolívia Flag of Bolivia.svg 1 – 3 Flag of Peru.svg Peru Estádio do Maracanã, Rio de Janeiro
18:30
Martins Gol marcado aos 27 minutos de jogo 27' (pen) Relatório Guerrero Gol marcado aos 44 minutos de jogo 44'
Farfán Gol marcado aos 54 minutos de jogo 54'
Flores Gol marcado aos 90+5 minutos de jogo 90+5'
Público: 17 550[26]
Árbitro: EquadorECU Roddy Zambrano
18 de junho Brasil Brasil 0 – 0 Flag of Venezuela.svg Venezuela Arena Fonte Nova, Salvador
21:30
Relatório Público: 39 622[27]
Árbitro: ChileCHI Julio Bascuñán

22 de junho Peru Flag of Peru.svg Brasil Brasil Arena Corinthians, São Paulo
16:00
Relatório
22 de junho Bolívia Flag of Bolivia.svg Flag of Venezuela.svg Venezuela Estádio Mineirão, Belo Horizonte
16:00
Relatório

Grupo B[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Copa América de 2019 – Grupo B
Pos. Seleção Pts J V E D GP GC SG
1 Flag of Colombia.svg Colômbia 3 1 1 0 0 2 0 +2
2 Flag of Paraguay.svg Paraguai 1 1 0 1 0 2 2 0
3 Flag of Qatar.svg Qatar 1 1 0 1 0 2 2 0
4 Flag of Argentina.svg Argentina 0 1 0 0 1 0 2 –2
15 de junho Argentina Flag of Argentina.svg 0 – 2 Flag of Colombia.svg Colômbia Arena Fonte Nova, Salvador
19:00
Relatório Martínez Gol marcado aos 70 minutos de jogo 70'
D. Zapata Gol marcado aos 85 minutos de jogo 85'
Público: 35 572[28]
Árbitro: ChileCHI Roberto Tobar
16 de junho Paraguai Flag of Paraguay.svg 2 – 2 Flag of Qatar.svg Qatar Estádio do Maracanã, Rio de Janeiro
16:00
Cardozo Gol marcado aos 3 minutos de jogo 3' (pen)
González Gol marcado aos 55 minutos de jogo 55'
Relatório Ali Gol marcado aos 67 minutos de jogo 67'
R. Rojas Gol contra marcado aos 76 minutos de jogo 76' (g.c.)
Público: 19 162[29]
Árbitro: PeruPER Diego Haro

19 de junho Colômbia Flag of Colombia.svg Flag of Qatar.svg Qatar Estádio do Morumbi, São Paulo
18:30
Relatório Árbitro: VenezuelaVEN Alexis Herrera
19 de junho Argentina Flag of Argentina.svg Flag of Paraguay.svg Paraguai Estádio Mineirão, Belo Horizonte
21:30
Relatório Árbitro: BrasilBRA Wilton Sampaio

23 de junho Qatar Flag of Qatar.svg Flag of Argentina.svg Argentina Arena do Grêmio, Porto Alegre
16:00
Relatório
23 de junho Colômbia Flag of Colombia.svg Flag of Paraguay.svg Paraguai Arena Fonte Nova, Salvador
16:00
Relatório

Grupo C[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Copa América de 2019 – Grupo C
Pos. Seleção Pts J V E D GP GC SG
1 Flag of Chile.svg Chile 3 1 1 0 0 4 0 +4
2 Flag of Uruguay.svg Uruguai 3 1 1 0 0 4 0 +4
3 Flag of Japan.svg Japão 0 1 0 0 1 0 4 –4
4 Flag of Ecuador.svg Equador 0 1 0 0 1 0 4 –4
16 de junho Uruguai Flag of Uruguay.svg 4 – 0 Flag of Ecuador.svg Equador Estádio Mineirão, Belo Horizonte
19:00
Lodeiro Gol marcado aos 5 minutos de jogo 5'
Cavani Gol marcado aos 32 minutos de jogo 32'
Suárez Gol marcado aos 43 minutos de jogo 43'
Mina Gol contra marcado aos 79 minutos de jogo 79' (g.c.)
Relatório Público: 13 611[30]
Árbitro: BrasilBRA Anderson Daronco
17 de junho Japão Flag of Japan.svg 0 – 4 Flag of Chile.svg Chile Estádio do Morumbi, São Paulo
20:00
Relatório Pulgar Gol marcado aos 40 minutos de jogo 40'
Vargas Gol marcado aos 53 minutos de jogo 53', Gol marcado aos 82 minutos de jogo 82'
Sánchez Gol marcado aos 81 minutos de jogo 81'
Público: 23 253[31]
Árbitro: ParaguaiPAR Mario Díaz de Vivar

20 de junho Uruguai Flag of Uruguay.svg Flag of Japan.svg Japão Arena do Grêmio, Porto Alegre
20:00
Relatório Árbitro: ColômbiaCOL Andrés Rojas
21 de junho Equador Flag of Ecuador.svg Flag of Chile.svg Chile Arena Fonte Nova, Salvador
20:00
Relatório Árbitro: ArgentinaARG Patricio Loustau

24 de junho Chile Flag of Chile.svg Flag of Uruguay.svg Uruguai Estádio do Maracanã, Rio de Janeiro
20:00
Relatório
24 de junho Equador Flag of Ecuador.svg Flag of Japan.svg Japão Estádio Mineirão, Belo Horizonte
20:00
Relatório

Melhores terceiros colocados[editar | editar código-fonte]

Pos. Seleção Pts J V E D GP GC SG Gr.
1 Flag of None.svg 0 0 0 0 0 0 0 0
2 Flag of None.svg 0 0 0 0 0 0 0 0
3 Flag of None.svg 0 0 0 0 0 0 0 0

Fase final[editar | editar código-fonte]

Quartas de final Semifinais Final
                   
27 de junho – Porto Alegre        
 Flag of None.svg 1º de A  
2 de julho – Belo Horizonte
 Flag of None.svg 3º de B ou C    
 Flag of None.svg  
28 de junho – Rio de Janeiro
   Flag of None.svg    
 Flag of None.svg 2º de A  
7 de julho – Rio de Janeiro
 Flag of None.svg 2º de B    
 Flag of None.svg  
28 de junho – São Paulo
   Flag of None.svg  
 Flag of None.svg 1º de B  
3 de julho – Porto Alegre
 Flag of None.svg 2º de C    
 Flag of None.svg   3º lugar
29 de junho – Salvador
   Flag of None.svg    
 Flag of None.svg 1º de C    Flag of None.svg  
 Flag of None.svg 3º de A ou B      Flag of None.svg  
6 de julho – São Paulo

Quartas de final[editar | editar código-fonte]

27 de junho 1º colocado do Grupo A 3º colocado do Grupo B ou C Arena do Grêmio, Porto Alegre
21:30
Relatório

28 de junho 2º colocado do Grupo A 2º colocado do Grupo B Estádio do Maracanã, Rio de Janeiro
16:00
Relatório

28 de junho 1º colocado do Grupo B 2º colocado do Grupo C Arena Corinthians, São Paulo
20:00
Relatório

29 de junho 1º colocado do Grupo C 3º colocado do Grupo A ou B Arena Fonte Nova, Salvador
16:00
Relatório

Semifinal[editar | editar código-fonte]

2 de julho Vencedor do jogo 19 Vencedor do jogo 21 Estádio Mineirão, Belo Horizonte
21:30
Relatório

3 de julho Vencedor do jogo 20 Vencedor do jogo 22 Arena do Grêmio, Porto Alegre
21:30
Relatório

Disputa pelo terceiro lugar[editar | editar código-fonte]

6 de julho Perdedor do jogo 23 Perdedor do jogo 24 Arena Corinthians, São Paulo
16:00
Relatório

Final[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Final da Copa América de 2019
7 de julho Vencedor do jogo 23 Vencedor do jogo 24 Estádio do Maracanã, Rio de Janeiro
17:00
Relatório

Premiação[editar | editar código-fonte]

Copa América de 2019
Flag of None.svg
A definir
Campeão
(?º título)

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Artilharia[editar | editar código-fonte]

2 gols (2)
1 gol (15)
Gols contra (2)


Classificação final[editar | editar código-fonte]

A classificação final é determinada através da fase em que a seleção alcançou e a sua pontuação, levando em conta os critérios de desempate.

Pos. Seleção Gr Pts J V E D GP GC SG
Final
1 Flag of None.svg
2 Flag of None.svg
Decisão do 3º e 4º lugares
3 Flag of None.svg
4 Flag of None.svg
Eliminados nas quartas de final
5 Flag of None.svg
6 Flag of None.svg
7 Flag of None.svg
8 Flag of None.svg
Eliminados na fase de grupos
9 Flag of None.svg
10 Flag of None.svg
11 Flag of None.svg
12 Flag of None.svg

Dados disciplinares[editar | editar código-fonte]

Direitos de transmissão[editar | editar código-fonte]

Question book-4.svg
Esta seção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde junho de 2019). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

CONMEBOL[editar | editar código-fonte]

País Transmissão Notas Ref.
 Brasil (anfitrião) Rede Globo Partidas de Brasil e Uruguai na fase de grupos,e todas no mata-mata [32]
SporTV Todas as 26 partidas ao vivo [33][34]
 Argentina TyC Sports, TV Pública TBA [35]
 Bolívia TBA, Tigo Sports, Tigo Sports +, DirecTV Sports TBA
 Chile Canal 13, TVN, CDF, DirecTV Sports TBA [36]
 Colômbia Caracol Televisión, RCN Televisión, Win Sports, DirecTV Sports TBA
 Equador Gama TV, TC Televisión, DirecTV Sports TBA
 Paraguai Telefuturo, Tigo Sports, Tigo Max, DirecTV Sports TBA
 Peru América Televisión, DirecTV Sports TBA [37]
 Uruguai Teledoce, Tenfield, Sports Field, DirecTV Sports TBA
 Venezuela Venevisión, DirecTV Sports TBA

CONCACAF[editar | editar código-fonte]

País Transmissão Notas Ref.
 Canadá TSN (Inglês) TBA
 Costa Rica Teletica TBA [38][39]
 El Salvador Canal 4 TBA
 Estados Unidos ESPN+ (Inglês) TBA [40]
Telemundo (Espanhol) TBA [41][42]
 México Televisa, TDN, TV Azteca TBA

Mundo[editar | editar código-fonte]

País Transmissão Notas Ref.
Países Albaneses DigitAlb TBA
 Egito Arena Sports Masr Special Coverage+Live Matches+Highlights
 França beINSPORTS TBA
 Índia Sony ESPN, Sony ESPN HD TBA
 Iraque IMN Sports TBA
 Malásia RTM (Radio Televisyen Malaysia) TBA
MENA (incluindo o Qatar como uma equipe convidada) beIN SPORTS MENA٫ RTC TBA
 Polónia TVP TBA
 Portugal Sport TV TBA
 Suécia Viasat Sport TBA
 Uzbequistão NTRCU Sport TBA

Referências

  1. «Com Catar e Japão, Copa América de 2019 terá 12 seleções». Globoesporte 
  2. Mattos, Rodrigo (31 de março de 2018). «Conmebol tenta montar quebra-cabeça da Copa América no Brasil». UOL. Consultado em 5 de abril de 2018 
  3. Rodolfo Costa (10 de abril de 2019). «Copa América entra na agenda do Planalto». Consultado em 11 de abril de 2019 
  4. «Chile aguarda confirmação sobre a Copa América-2015». O Globo. 2 de novembro de 2009. Consultado em 10 de novembro de 2010 
  5. Márcio Iannacca (22 de fevereiro de 2011). «Copa América será no Brasil em 2015, confirma CBF em seminário». Globo Esporte.com. Consultado em 11 de julho de 2016 
  6. «Copa América de 2015: Chile anuncia que será sede, e CBF confirma acordo». GloboEsporte.com. 24 de março de 2012. Consultado em 14 de março de 2012 
  7. «Conmebol garante Brasil como sede da Copa América de 2019». Gazeta Esportiva. 7 de junho de 2016. Consultado em 11 de julho de 2016 
  8. «Copa América de 2019, no Brasil, será disputada em sete cidades e oito estádios». Globoesporte 
  9. «CONMEBOL oficializa COL da Copa América 2019». Conmebol.com. 28 de fevereiro de 2018. Consultado em 18 de setembro de 2018 
  10. «CBF anuncia as cinco cidades sede da Copa América de 2019, no Brasil» [CBF announces the five host cities of 2019 Copa América, in Brazil]. Moscow: ESPN Brasil. 14 de junho de 2018. Consultado em 19 de junho de 2018 
  11. «Morumbi fará abertura da Copa América. Allianz recebe os outros jogos em SP». Consultado em 18 de setembro de 2018 
  12. «Comebol define sedes da Copa América». Consultado em 18 de setembro de 2018 
  13. «Copa América de 2019 troca Allianz Parque por Arena Corinthians - Futebol - UOL Esporte». UOL Esporte 
  14. Fernandez, Martín (26 de abril de 2017). «Com seis convidados, Copa América do Brasil terá 16 participantes». Globoesporte.com. Consultado em 26 de abril de 2017 
  15. «Com Catar e Japão, Copa América de 2019 terá 12 seleções». Globoesporte 
  16. a b «Qatar é confirmado para a disputa da Copa América de 2019, no Brasil». Lance. 5 de abril de 2018. Consultado em 5 de abril de 2018 
  17. «Ranking da FIFA - Conmebol». Federação Internacional de Futebol. 14 de junho de 2019. Consultado em 14 de junho de 2019 
  18. «CONMEBOL Copa América Brasil 2019: Regulamento» (PDF) (em espanhol). CONMEBOL. 26 de Abril de 2019. Consultado em 29 de Abril de 2019 
  19. «ÁRBITROS COPA AMERICA BRASIL 2019» (PDF). CONMEBOL. Consultado em 23 de março de 2019 
  20. «Ronaldinho Gaúcho apresenta Rabisco, a bola da Copa América do Brasil». Globoesporte. 24 de janeiro de 2019. Consultado em 14 de abril de 2019 
  21. «Capibi ou Zizito? Conmebol abre votação para escolher nome do mascote da Copa América 2019». Globoesporte. 5 de abril de 2019. Consultado em 14 de abril de 2019 
  22. «Zizito é escolhido como nome do mascote da Copa América de 2019». Lance!. 12 de abril de 2019. Consultado em 14 de abril de 2019 
  23. «Copa América 2019: sorteio dos grupos será no dia 24 de janeiro». Confederação Brasileira de Futebol (CBF). 19 de outubro de 2018. Consultado em 9 de novembro de 2018 
  24. «Brasil supera vaias no primeiro tempo e vence Bolívia com dois de Coutinho». GloboEsporte.com. 14 de junho de 2019. Consultado em 15 de junho de 2019 
  25. «Peru perde chances, tem dois gols anulados com ajuda do VAR e empata com a Venezuela em estreia». GloboEsporte.com. 15 de junho de 2019. Consultado em 15 de junho de 2019 
  26. «Com gol e assistência de Guerrero, Peru derrota a Bolívia no Maracanã». GloboEsporte.com. 18 de junho de 2019. Consultado em 18 de junho de 2019 
  27. «Brasil tem dois gols anulados pelo VAR, ouve vaias e só empata com Venezuela». GloboEsporte.com. 18 de junho de 2019. Consultado em 18 de junho de 2019 
  28. «Messi passa em branco, e Colômbia vence a Argentina com direito a olé em Salvador». GloboEsporte.com. 15 de junho de 2019. Consultado em 15 de junho de 2019 
  29. «Paraguai abre 2 a 0, mas Catar busca empate em jogo animado no Maracanã». GloboEsporte.com. 16 de junho de 2019. Consultado em 16 de junho de 2019 
  30. «Com um a mais, Uruguai goleia Equador em estreia na Copa América». GloboEsporte.com. 16 de junho de 2019. Consultado em 16 de junho de 2019 
  31. «Chile inicia busca pelo tri da Copa América com goleada sobre o Japão». GloboEsporte.com. 17 de junho de 2019. Consultado em 17 de junho de 2019 
  32. «Globo paga por Copa América no Brasil um terço do Paulista: R$ 51 mi - Esporte - UOL Esporte». UOL Esporte. Consultado em 3 de dezembro de 2018 
  33. Lucas, Naian (23 de novembro de 2018). «Band não vai exibir jogos da Copa América do Brasil 2019». O CANAL. Consultado em 25 de dezembro de 2018 
  34. admin. «Copa America 2019 Broadcasting Rights In Brazil» (em inglês). Consultado em 2 de abril de 2019 
  35. «La TV Pública transmitirá la Copa América de Brasil 2019» (em espanhol). Clarín. Consultado em 16 de maio de 2019 
  36. «Canal 13 y TVN transmitirán la Copa América 2019 en conjunto» (em espanhol). ADN Radio Chile. Consultado em 23 de abril de 2019 
  37. «Copa América 'Brasil 2019': América TV será el canal oficial en Perú» (em espanhol). americadeportes. Consultado em 25 de outubro de 2018 
  38. «Teletica to Broadcast Copa America 2019 Live in Costa Rica» (em inglês). Consultado em 16 de fevereiro de 2019 
  39. «Copa America 2019 Schedule, Teams, Live, News and Updates» (em inglês). Consultado em 16 de fevereiro de 2019 
  40. Harris, Christopher (20 de março de 2019). «ESPN+ acquires Copa América rights in English and Portuguese for US market». World Soccer Talk (em inglês). Consultado em 30 de março de 2019 
  41. «Telemundo Scores 2019 Copa America TV Rights» (em inglês). Multichannel. Consultado em 25 de outubro de 2018 
  42. «Telemundo Deportes broadcast Copa America 2019 live in Spanish» (em inglês). Consultado em 31 de dezembro de 2018 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Copa América de 2019