Paulo Dybala

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Paulo Dybala
Paulo Dybala
Paulo Dybala em 2015
Informações pessoais
Nome completo Paulo Bruno Exequiel Dybala[1]
Data de nasc. 15 de novembro de 1993 (23 anos)
Local de nasc. Laguna Larga, Argentina
Nacionalidade Argentina argentino
Itália italiano[2]
Altura 1,77 m
Canhoto
Apelido A Joia[3][4][5][6]
Informações profissionais
Clube atual Itália Juventus
Número 21
Posição Atacante
Clubes de juventude
2003–2011 Argentina Instituto
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2011–2012
2012–2015
2015–
Argentina Instituto
Itália Palermo
Itália Juventus
0040 000(17)
0093 000(21)
0057 000(27)
Seleção nacional3
2015– Flag of Argentina.svg Argentina 0006 0000(0)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 22 de outubro de 2016.
3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 11 de outubro de 2016.

Paulo Bruno Exequiel Dybala[1] (Laguna Larga, 15 de novembro de 1993) é um futebolista argentino que atua como atacante. Atualmente, joga pela Juventus.

Clubes[editar | editar código-fonte]

Formado nas categorias de base do Instituto, subiu para o time profissional em 2011, onde se destacou muito devido a sua habilidade e talento precoce recebendo o apelido de La Joya.[7][8][9][10]

Foi contratado pela Juventus em 4 de junho de 2015 a um custo de trinta e dois milhões de euros. Durante os cinco anos de vínculo, este valor poderá aumentar em oito milhões, se certas condições contratuais forem cumpridas.[11] Pois, no dia 8 de agosto de 2015 marcou pela primeira vez na Juventus e ajudou-a a ganhar a Supercopa.[12][13]

Seleção Nacional[editar | editar código-fonte]

Dybala foi convocado pela Seleção Argentina Sub-20 comandada pelo treinador Wálter Perazzo para o Campeonato Mundial Sub-20 de 2011 e para os Jogos Pan-Americanos de 2011, mas acabou sendo cortado.[14][15]

Possuidor da cidadania italiana desde 2012,[2] foi cogitado em 2014 pelo treinador Antonio Conte da Seleção Italiana para defende-la. No entanto, Dybala agradeceu mas recusou a possibilidade e preferiu continuar a defender a Argentina.[16]Estreou pela seleção principal em 13 de outubro de 2015 em partida contra o Paraguai, válida pelas eliminatórias da Copa do Mundo de 2018.[17]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Palermo
Juventus

Referências

  1. a b «Dybala sets sights on silverware». Site Juventus.com. Consultado em 28 de Janeiro de 2016. 
  2. a b «ESCLUSIVA TMW - Palermo, Dybala è cittadino italiano» (em italiano). Tuttomercatoweb. 14 de agosto de 2012. 
  3. «¡Joya en la mira! El Benfica sigue al joven Dybala» (em espanhol). foxsportsla.com. 24 de outubro de 2011. Consultado em 13 de junho de 2012. 
  4. «La joya que tienta» (em espanhol). lmcordoba.com.ar. 25 de agosto de 2011. Consultado em 13 de junho de 2012. 
  5. «Los maestros de la “joya”» (em espanhol). lmcordoba.com.ar. 10 de outubro de 2011. Consultado em 13 de junho de 2012. 
  6. «"La Joya está bien"» (em espanhol). ole.com.ar. 3 de março de 2012. Consultado em 13 de junho de 2012. 
  7. «¡Joya en la mira! El Benfica sigue al joven Dybala» (em espanhol). foxsportsla.com. 24 de outubro de 2011. Consultado em 13 de junho de 2012. 
  8. «La joya que tienta» (em espanhol). lmcordoba.com.ar. 25 de agosto de 2011. Consultado em 13 de junho de 2012. 
  9. «Los maestros de la “joya”» (em espanhol). lmcordoba.com.ar. 10 de outubro de 2011. Consultado em 13 de junho de 2012. 
  10. «"La Joya está bien"» (em espanhol). ole.com.ar. 3 de março de 2012. Consultado em 13 de junho de 2012. 
  11. «Dybala è bianconero» (em italiano). Sítio oficial Juventus FC. 4 de junho de 2015. 
  12. «Dybala è bianconero» (em italiano). Sítio oficial Juventus FC. 4 de junho de 2015. 
  13. «Juventus paga R$ 113 mi para ter argentino que foi sensação do último Italiano». espn.uol.com.br. 4 de junho de 2015. Consultado em 4 de junho de 2015. 
  14. «El tren Dybala» (em espanhol). ole.com.ar. 23 de outubro de 2011. Consultado em 13 de junho de 2012. 
  15. «Dybala se ilusiona con ir a los Panamericanos de Guadalajara» (em espanhol). cadena3.com. 2 de setembro de 2011. Consultado em 13 de junho de 2012. 
  16. «Nazionale, Dybala rifiuta la proposta di Conte: "Sogno di giocare con Messi"» (em italiano). Gazzetta. 5 de dezembro de 2014. 
  17. «“Cuando el Tata me llamó fue una emoción fuerte”» (em espanhol). La Mañana. 13 de outubro de 2015. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]