Massimiliano Allegri

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Massimiliano Allegri
Massimiliano Allegri
Allegri em 2012
Informações pessoais
Nome completo Massimiliano Allegri
Data de nasc. 11 de agosto de 1967 (54 anos)
Local de nasc. Livorno, Itália
Nacionalidade italiano
Altura 1,83 m
destro
Apelido Max
Informações profissionais
Equipa atual Juventus
Posição ex-meia
Função treinador
Clubes profissionais
Anos Clubes
1984–1985
1985–1988
1988–1989
1989–1990
1990–1991
1991–1993
1993–1995
1995–1997
1997–1998
1998
1998–2000
2000–2001
2001–2003
Cuoiopelli
Livorno
Pisa
Livorno
Pavia
Pescara
Cagliari
Perugia
Padova
Napoli
Pescara
Pistoiese
Aglianese
Times/Equipas que treinou
2003–2004
2004–2005
2005–2007
2007–2008
2008–2010
2010–2014
2014–2019
2021–
Aglianese
SPAL
Grosseto
Sassuolo
Cagliari
Milan
Juventus
Juventus
Última atualização: 28 de maio de 2021

Massimiliano Allegri (Livorno, 11 de agosto de 1967) é um treinador e ex-futebolista italiano que atuava como meio-campista. Atualmente comanda a Juventus.

Carreira como jogador[editar | editar código-fonte]

Dentro das quatro linhas, Allegri teve uma carreira modesta. Ele começou a jogar no pequeno Cuoiopelli, com apenas 17 anos. Atuou também por Livorno, Pisa, Pavia, Pescara, Cagliari, Perugia, Padova, Napoli e Pistoiese.

Anunciou sua aposentadoria dos gramados em 2003, pelo modesto Aglianese.

Carreira como treinador[editar | editar código-fonte]

Início[editar | editar código-fonte]

Allegri passou a treinar clubes de futebol em 2004: começou pelo Aglianese, mesma equipe onde havia se aposentado. Comandou também S.P.A.L., Grosseto e Sassuolo.

Cagliari[editar | editar código-fonte]

Em 2008 foi anunciado pelo Cagliari, equipe onde havia jogado entre 1993 e 1995.

Seu bom desempenho à frente dos Rossoblù fez com que seu nome fosse cogitado para treinar o Milan após a saída de Carlo Ancelotti, mas Allegri recusou a proposta e permaneceu na maior equipe da Sardenha.

Depois de uma campanha irregular na temporada Serie A de 2009–10, o treinador deixou o comando do Cagliari.

Milan[editar | editar código-fonte]

Foi anunciado oficialmente pelo Milan no dia 25 de junho de 2010.[1][2] Allegri sucedeu o brasileiro Leonardo, demitido após maus resultados.[3]

Em sua primeira temporada no rubro negro de Milão, a de 2010–11, Allegri levou o time ao título italiano, que não vinha desde a temporada 2003–04.[4] O Milan somou 82 pontos, com 24 vitórias, 10 empates e somente quatro derrotas. Ganhou inclusive os dois clássicos contra sua grande rival, a Internazionale.[5]

Em agosto de 2011 conquistou seu segundo título pela equipe: a Supercopa da Itália, ao derrotar a Internazionale por 2 a 1, no Estádio Nacional de Pequim, na China.[6]

Foi demitido no dia 13 de janeiro de 2014, após uma vergonhosa derrota por 4 a 3 para o Sassuolo, clube então recém promovido à Serie A.[7]

Juventus[editar | editar código-fonte]

Allegri foi anunciado pela Juventus no dia 16 de julho de 2014, substituindo Antonio Conte, que havia pedido demissão no dia anterior.[8]

Em 17 de maio de 2019, a Juventus anunciou que o treinador deixaria o clube ao final da temporada. No comando da Velha Senhora, Allegri conquistou cinco títulos da Serie A, quatro Copas da Itália e duas Supercopas, além de dois vices na Liga dos Campeões da UEFA.[9]

Retorno à Juventus[editar | editar código-fonte]

Acertou seu retorno à Juventus em maio de 2021, após a demissão de Andrea Pirlo.[10]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Atualizadas até 9 de novembro de 2021

Clube Jogos Vitórias Empates Derrotas Aproveitamento
Aglianese 38 10 13 15 37.72%
SPAL 40 13 15 12 45%
Grosseto 30 7 15 8 40%
Sassuolo 42 23 6 13 72.22%
Cagliari 74 27 15 32 43.24%
Milan 178 91 49 38 60.3%
Juventus 287 200 46 41 75.03%

Títulos[editar | editar código-fonte]

Como jogador[editar | editar código-fonte]

Livorno
Aglianese

Como treinador[editar | editar código-fonte]

Sassuolo
Milan
Juventus

Prêmios individuais[editar | editar código-fonte]

  • Oscar del Calcio: Melhor treinador: 2011, 2015, 2016, 2017 e 2018
  • Panchina d'Oro: 2008–09, 2014–15, 2016–17 e 2017–18
  • Premio Enzo Bearzot: 2015

Referências

  1. «Milan anuncia contratação do técnico Masimiliano Allegri». Portal A TARDE. 25 de junho de 2010. Consultado em 9 de novembro de 2021 
  2. «Milan anuncia contratação de Masimiliano Allegri». VEJA. 25 de junho de 2010. Consultado em 9 de novembro de 2021 
  3. «Berlusconi confirma: Leonardo deixará o Milan». O Globo. 29 de abril de 2010. Consultado em 9 de novembro de 2021 
  4. «Milan empata com Roma e conquista o seu 18º scudetto por antecipação». GloboEsporte.com. 7 de maio de 2011. Consultado em 9 de novembro de 2021 
  5. «Milan, campeão italiano: redenção de Robinho, e consagração de Pato e 'E.T'». ESPN.com.br. 7 de maio de 2011. Consultado em 9 de novembro de 2021 
  6. «De virada, Milan vence Inter na China e conquista a Supercopa da Itália». GloboEsporte.com. 6 de agosto de 2011. Consultado em 9 de novembro de 2021 
  7. «Após humilhação, Milan demite técnico Massimiliano Allegri». ESPN.com.br. 13 de janeiro de 2014. Consultado em 28 de maio de 2021 
  8. «Tricampeão italiano, técnico deixa a Juventus». Folha de S.Paulo. 15 de julho de 2014. Consultado em 9 de novembro de 2021 
  9. «Juventus anuncia saída do técnico Massimiliano Allegri ao fim da temporada». GloboEsporte.com. 17 de maio de 2019. Consultado em 9 de novembro de 2021 
  10. «Juventus anuncia o retorno do técnico Massimiliano Allegri para o lugar de Pirlo». GloboEsporte.com. 28 de maio de 2021. Consultado em 9 de novembro de 2021 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Leonardo
Treinador do Milan
2010–2014
Sucedido por
Clarence Seedorf
Precedido por
Antonio Conte
Andrea Pirlo
Treinador da Juventus
2014–2019
2021–
Sucedido por
Maurizio Sarri