Alberto Zaccheroni

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Alberto Zaccheroni
Alberto Zaccheroni.jpg
Informações pessoais
Nome completo Alberto Zaccheroni
Data de nasc. 1 de abril de 1953 (66 anos)
Local de nasc. Meldola, Itália
Informações profissionais
Período em atividade 1983–presente (33 anos)
Equipa atual Sem clube
Função Treinador
Times/Equipas que treinou
1983–1985
1985–1987
1987–1988
1988–1990
1990–1993
1993–1994
1994–1995
1995–1998
1998–2001
2001–2002
2003–2004
2006–2007
2010
2010–2014
2016
2017–2019
Cesenatico
Riccione
San Lazzaro
Baracca Lugo
Venezia
Bologna
Cosenza
Udinese
Milan
Lazio
Internazionale
Torino
Juventus
Japão
Beijing Guoan
Emirados Árabes Unidos

Alberto Zaccheroni [Alˈbɛrto Dzakkeˈroːni] (Meldola, 1 de abril de 1953) é um treinador de futebol italiano. Atualmente, está sem clube.

Após quase três anos sem comandar uma equipe, acabou assumindo o comando da Juventus, em 29 de janeiro de 2010.[1] Após não renovar seu contrato com a Juve ao término da temporada, Zaccheroni ficou durante alguns meses parado, até receber em 30 de agosto uma proposta para treinar a Seleção Japonesa, firmando um contrato de dois anos, onde irá receber quase dois milhões e meio de dólares.[2] Na equipe japonesa, conquistou o título da Copa da Ásia de 2011, após vitória na prorrogação por 1 x 0 sobre à Austrália.[3] Em junho de 2014, após eliminação precoce da equipe japonesa ainda na primeira fase da Copa do Mundo de 2014 no Brasil, Zaccheroni pediu demissão do comando técnico da seleção oriental. No dia 19 de janeiro de 2016, é apresentado como treinador do Beijing Guoan.[4] Porém, sua passagem pela equipe chinesa durou apenas quatro meses, sendo demitido no dia 20 de maio do mesmo ano, após um aproveitamento ruim pelo clube asiático, com 2 vitórias, 3 empates e 4 derrotas, gerando insatisfações e descontentamentos por parte da torcida e dirigentes.[5] Em outubro de 2017, Zaccheroni foi selecionado para comandar a Seleção dos Emirados Árabes.[6] No entanto, depois da equipe emiradense ser derrotada por 4 x 0 pelo Qatar, nas semifinais da Copa da Ásia de 2019,[7] Zaccheroni deixou o cargo de treinador dos Emirados Árabes Unidos.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Milan
Japão

Individuais[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) treinador(a) de futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Alberto Zaccheroni