Maurizio Sarri

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Maurizio Sarri
Maurizio Sarri
Sarri comandando o Chelsea, em 2018.
Informações pessoais
Nome completo Maurizio Sarri
Data de nasc. 10 de janeiro de 1959 (59 anos)
Local de nasc. Nápoles, Itália
Informações profissionais
Equipa atual Chelsea
Posição Treinador
Times/Equipas que treinou
1990–1991
1991–1993
1993–1996
1996–1998
1998–1999
1999–2000
2000–2003
2003–2005
2005–2006
2006–2007
2007
2008
2008–2009
2010
2010–2011
2011
2012–2015
2015–2018
2018–
Stia
Faellese
Cavriglia
Antella
Valdema
Tegoleto
Sansovino
Sangiovannese
Pescara
Arezzo
Avellino
Verona
Perugia
Grosseto
Alessandria
Sorrento
Empoli
Napoli
Chelsea
















0132[1]
0147
0012
Última atualização: 7 de outubro de 2018

Maurizio Sarri (Nápoles, 10 de janeiro de 1959) é um treinador de futebol italiano. Atualmente comanda o Chelsea.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Sem nunca ter atuado profissionalmente como jogador (jogou em times amadores durante um curto período), Sarri (filho de um operador de guindastes) iniciou a carreira em 1990, no Stia. Por uma década, comandou apenas equipes da Toscana (Faellese, Cavriglia, Antella, Valdema, Tegoleto e Sansovino[2]), em paralelo ao trabalho como executivo do banco Monte dei Paschi, antes de ganhar visibilidade em 2004, quando comandou a Sangiovannese, levando a equipe a ser promovida à Série C2.

Foi o suficiente para chamar a atenção do Pescara, que o contratou em 2005. Nos últimos anos, trabalhou em clubes das divisões de acesso do futebol italiano - Arezzo (2006-07), Avellino (2007), Verona (2008), Perugia (2008-09), Grosseto (2010), Alessandria[3] (2010-11) Sorrento[4] (2011) e Empoli, onde permaneceu durante 3 anos e pelo qual ganhou maior destaque. Levou os Azzurri à Série A italiana em 2013 (a última participação havia sido em 2006-07), após disputar, com o Livorno, uma vaga nos play-offs de acesso.

Contratação pelo Napoli e críticas de Maradona[editar | editar código-fonte]

Em 11 de junho de 2015, Sarri foi contratado pelo Napoli, substituindo o espanhol Rafael Benítez.[5] A contratação gerou críticas de Diego Armando Maradona, que não aprovou sua contratação:

"Ele não é o homem de que o Napoli precisa. Não vamos ganhar nada com ele."

Maradona, criticando a contratação de Sarri para comandar o Napoli, clube onde é ídolo

Estreou com derrota para o Sassuolo, que venceu os Partenopei por 2 a 1. Ao atingir 19 partidas, esta foi a única derrota, com 14 vitórias e seis empates, obtendo 73,68% de aproveitamento e levando o Napoli à liderança da Série A, o que não ocorria desde a temporada 1989-90.

Em 23 de maio de 2018, o presidente do Napoli, Aurelio De Laurentiis, confirmou a saída de Sarri.[6]

Chelsea[editar | editar código-fonte]

Em 14 de julho de 2018, foi confirmado como novo técnico do Chelsea.[7]

Estreou com vitória sobre o Huddersfield por 3x0.

Estatísticas como treinador[editar | editar código-fonte]

Atualizado até 10 de outubro de 2018.

Equipe Jogos Vitórias Empates Derrotas Aproveitamento
Empoli 132 52 45 35 39,39%
Napoli 147 97 25 25 65,99%
Chelsea 12 9 2 1 75,00%

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • Durante os treinos, Sarri usa um drone para estudar a movimentação de seus atletas.
  • Ao contrário de grande parte dos técnicos da Série A, Sarri opta em usar um agasalho ao invés de terno e gravata nos jogos.
  • Sarri, assim como outros treinadores italianos, é um fumante compulsivo, fuma inclusive durante as partidas de sua equipe.

Prêmios individuais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Estatísticas de Maurizio Sarri.
  2. [1]
  3. [2]
  4. «UFFICIALE: Sorrento, mister Sarri firma un biennale» (em italiano). TuttoMercatoWeb. 6 de julho de 2011. Consultado em 6 de julho de 2011 
  5. Maurizio Sarri é anunciado como novo treinador do Napoli Fox Sports, 11 de junho de 2015.
  6. «Presidente do Napoli anuncia saída de Sarri e fecha com Ancelotti» (em portugues). Globoesporte. 23 de maio de 2018 
  7. «Após confirmar demissão de Conte, Chelsea anuncia Maurizio Sarri como novo técnico». Globoesporte. Consultado em 14 de julho de 2018