Douglas Costa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Douglas Costa
Douglas Costa
Douglas Costa atuando pelo Grêmio em 2021
Informações pessoais
Nome completo Douglas Costa de Souza
Data de nasc. 14 de setembro de 1990 (31 anos)
Local de nasc. Sapucaia do Sul (RS), Brasil
Nacionalidade brasileiro
português[1]
Altura 1,72 m
canhoto
Apelido DC
Raio[2]
Informações profissionais
Clube atual Los Angeles Galaxy
Número 10
Posição ponta-direita
Clubes de juventude
1999–2001
2001–2008
Sapucaiense
Grêmio
Clubes profissionais
Anos Clubes
2008–2010
2010–2015
2015–2018
2017–2018
2018–
2020–2021
2021
2022–
Grêmio
Shakhtar Donetsk
Bayern de Munique
Juventus (emp.)
Juventus
Bayern de Munique (emp.)
Grêmio (emp.)
Los Angeles Galaxy (emp.)
Seleção nacional
2009
2014–2018
Brasil Sub-20
Brasil

Douglas Costa de Souza, mais conhecido apenas como Douglas Costa (Sapucaia do Sul, 14 de setembro de 1990), é um futebolista brasileiro que atua como ponta-direita. Atualmente joga no Los Angeles Galaxy, emprestado pela Juventus.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Grêmio[editar | editar código-fonte]

No Grêmio desde 2001, Douglas Costa fez a sua estreia profissionalmente em 4 de outubro de 2008. Já na sua estreia, contra a equipe do Botafogo, Douglas acertou um bom chute no canto do goleiro Juan Castillo e marcou seu gol pelo clube na vitória por 2 a 1.[3] Em junho de 2009, o Manchester United tentou contratar Douglas Costa por um período de testes de vinte dias, antes de comprá-lo em definitivo; contudo, o Grêmio rejeitou a proposta.[4] Em 25 de junho de 2009, o atleta teve seu automóvel apreendido em uma barreira policial, porque estava dirigindo sem CNH.[5] Seis dias depois, Douglas pediu desculpas pelo que fez e falou que deve "aprender com os erros".[6]

Shakhtar Donetsk[editar | editar código-fonte]

Douglas Costa atuando pelo Shakhtar Donetsk em 2013

No dia 10 de janeiro de 2010, aos 20 anos, Douglas Costa foi negociado com o Shakhtar Donetsk, da Ucrânia. Este adquiriu 85% dos direitos do jogador mantendo o Grêmio os 15% restantes. Douglas foi apresentado em 11 de janeiro de 2010, assinando contrato por cinco temporadas.[7]

Sua estreia aconteceu contra o Fulham em 18 de fevereiro de 2010, pela Liga Europa da UEFA, numa derrota por 2–1. Ele entrou como reserva aos 75 minutos, substituindo o também brasileiro Jadson.[8]

Bayern de Munique[editar | editar código-fonte]

Em 1 de julho de 2015 foi contratado pelo Bayern de Munique por cinco temporadas e valores da transação não divulgados,[9] recebendo a camisa número 11.[10]

Douglas Costa pelo Bayern de Munique em 2016

Estreou na Bundesliga com um gol e uma assistência na goleada da equipe por 5 a 0 contra o Hamburgo.[11]

Se destacou no seu primeiro clássico contra o Borussia Dortmund, em partida válida pelo primeiro turno da Bundesliga, onde teve uma boa atuação e ajudou sua equipe a golear o rival por 5 a 1 na Allianz Arena, tendo feito um gol nos minutos finais, além de ter participado de outras duas jogadas que foram convertidas em gols da equipe bárvara.[12] Seu começo no clube foi bastante promissor, com ótimas atuações durante sua temporada de estreia, na qual foi bastante elogiado tanto pela imprensa alemã como também pelo técnico Josep Guardiola.[13][14]

Marcando sete gols em 43 partidas em todas as competições. Ele começou a temporada em grande forma e teve 12 assistências em seus primeiros 13 jogos. Então ele sofreu uma lesão muscular e perdeu os últimos quatro jogos antes das férias de inverno. Após as férias de inverno, Costa não conseguiu recuperar sua forma anterior. Em 27 jogos na Bundesliga, o brasileiro marcou quatro gols e teve 14 assistências.[15] Encerrou a temporada 2015–16 sendo campeão da Bundesliga e da Copa da Alemanha.[16]

Com a saída de Pep Guardiola e a chegada do italiano Carlo Ancelotti, Douglas Costa perdeu espaço. Além disso, o brasileiro sofreu uma lesão no tendão e nos joelhos durante a temporada e disputou 34 partidas em todas as competições. Ele marcou sete gols nessas partidas, igualou os números da última temporada e jogou quase 1.400 minutos a menos do que na temporada anterior. O meia teve uma briga com o conselho do Bayern quando se queixou publicamente de sua falta de tempo com Ancelotti. Douglas Costa disse: "Falo com o clube com frequência", ele disse. "Conversamos sobre a minha situação, se vou ficar aqui ou se preciso encontrar outro time para jogar. Nem sempre sou feliz aqui. Mas logo encontraremos uma situação".[17]

Juventus[editar | editar código-fonte]

Douglas Costa em 2019 pela Juventus

Em 11 de julho de 2017, acertou com a Juventus por empréstimo de uma temporada, ao custo de 6 milhões de euros, e com opção obrigatória de compra por 40 milhões, ao final do vínculo.[18]

Em 7 de junho de 2018, a Juventus exerceu a opção de compra de Douglas Costa, que assinou contrato até 2022 com o clube italiano.[19] Teve má atuação no dia 16 de setembro, sendo expulso na vitória por 2 a 1 sobre o Sassuolo, depois de se desentender e agredir o italiano Federico Di Francesco.[20]

Retorno ao Bayern de Munique[editar | editar código-fonte]

No dia 5 de outubro de 2020, foi anunciado o seu retorno ao Bayern de Munique, por empréstimo, até junho de 2021.[21] No dia 21 de maio de 2021, pouco antes do término do seu contrato de empréstimo, foi anunciada a saída de Douglas Costa.[22] Devido às suas constantes lesões, o brasileiro não teve um bom desempenho no seu retorno ao clube alemão, atuando somente em 20 partidas e marcando apenas um gol.[23]

Retorno ao Grêmio[editar | editar código-fonte]

No dia 21 de maio de 2021, onze anos após sua saída do Brasil, foi anunciado o retorno de Douglas Costa ao Grêmio. O ponta-direita revelado no Tricolor Gaúcho chegou por empréstimo de um ano, mas com renovação automática ao término do contrato até o final de 2023.[24] Principal contratação da temporada, Douglas recebeu a camisa 10 do Grêmio, antes usada por Jean Pyerre.[25]

Reestreou no dia 16 de junho, em jogo válido pelo Campeonato Brasileiro, entrando no segundo tempo na derrota por 1 a 0 contra o Sport, fora de casa.[26] Marcou um golaço no dia 3 de outubro, contra o mesmo Sport, mas não evitou a derrota em casa por 2 a 1.[27] Voltou a marcar no dia 17 de outubro, na vitória por 3 a 2 contra o Juventude.[28]

Acertou a rescisão do contrato no dia 21 de janeiro de 2022.[29]

Los Angeles Galaxy[editar | editar código-fonte]

Foi anunciado oficialmente pelo Los Angeles Galaxy, dos Estados Unidos, no dia 10 de fevereiro. Emprestado pela Juventus, o brasileiro chegou ao clube da Major League Soccer por empréstimo de seis meses.[30]

Seleção Nacional[editar | editar código-fonte]

Sub-20[editar | editar código-fonte]

No começo de 2009, Douglas Costa foi campeão do Campeonato Sul-Americano Sub-20 com o Brasil, sendo um dos goleadores da Seleção.[31] Foi convocado também para o Mundial Sub-20 de 2009, para o lugar de Sandro, que foi liberado a pedido do seu clube, Internacional.[32]

Douglas Costa em 2018

Principal[editar | editar código-fonte]

Em 28 de agosto de 2010, foi convocado pelo então treinador da Seleção Brasileira, Mano Menezes, para um período de treinamentos na Europa.[33]

Estreou pela Seleção principal no dia 12 de novembro de 2014, num amistoso contra a Turquia em Istambul, substituindo o meia Willian.[34]

Em 5 de maio de 2015 foi convocado por Dunga para a Copa América.[35]

Foi convocado para disputar a Copa América Centenário em maio de 2016,[36] porém, foi cortado dias depois por lesão, com Kaká sendo convocado em seu lugar.[37] Também foi convocado por Rogério Micale para a Seleção Brasileira Olímpica, dessa vez para a disputa dos Jogos Olímpicos de 2016.[38] No entanto, novamente foi cortado por lesão antes mesmo de se apresentar e acabou sendo substituído pelo meia Renato Augusto.[39]

Em 14 de maio de 2018, foi um dos 23 convocados pelo treinador Tite para a Copa do Mundo FIFA de 2018 realizada na Rússia.[40]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Seleção Brasileira[editar | editar código-fonte]

Brasil
Ano Jogos Gols
2014 2 0
2015 13 2
2016 4 1
2017 3 0
2018 9 0
Total 31 3

Títulos[editar | editar código-fonte]

Shakhtar Donetsk
Bayern de Munique
Juventus
Grêmio
Selecão Brasileira

Prêmios individuais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Depois de Douglas Costa, zagueiro Marquinhos não descarta defender outra seleção». Goal.com. 3 de outubro de 2013. Consultado em 29 de novembro de 2021 
  2. «Douglas Costa manda recado para Ferreirinha: 'Vai ficar difícil; raio y raio'». TNT Sports. 23 de maio de 2021. Consultado em 29 de novembro de 2021 
  3. «Douglas Costa estréia com gol e conquista torcida do Grêmio». UOL. 4 de outubro de 2008. Consultado em 29 de novembro de 2021 
  4. «Grêmio não cede Douglas Costa para o Manchester para período de teste». Diário Gaúcho. 25 de junho de 2009. Consultado em 29 de novembro de 2021 
  5. «Douglas Costa, do Grêmio, cai em barreira policial e tem carro apreendido». UOL. 25 de julho de 2009. Consultado em 29 de novembro de 2021 
  6. «Douglas Costa pede desculpas por erros e se diz focado». ClicRBS. 31 de julho de 2009 
  7. «Na Ucrânia, ex-gremista Douglas Costa assina por cinco anos com Shakhtar». GloboEsporte.com. 11 de janeiro de 2010. Consultado em 29 de novembro de 2021 
  8. «Fulham vs. Shakhtar Donetsk - 18 fevereiro 2010 - Soccerway». Soccerway. Consultado em 21 de maio de 2021 
  9. «Bayern de Munique anuncia contratação do brasileiro Douglas Costa». UOL. 1 de julho de 2015. Consultado em 29 de novembro de 2021 
  10. «Por R$ 103,5 milhões, Shakhtar confirma venda de Douglas Costa ao Bayern». ESPN Brasil. 1 de julho de 2015. Consultado em 29 de novembro de 2021 
  11. «Gol, assistência e até 'elástico': a estreia mágica de Douglas Costa na Bundesliga». ESPN Brasil. 14 de agosto de 2015. Consultado em 29 de novembro de 2021 
  12. «Bayern passeia em campo e vence o Borussia por 5 a 1». Terra. 4 de outubro de 2015. Consultado em 29 de novembro de 2021 
  13. «Guardiola elogia Douglas Costa: 'Graças a ele, outros jogadores estão ainda melhores'». ESPN Brasil. 5 de agosto de 2015. Consultado em 29 de novembro de 2021 
  14. Claudia Garcia (16 de março de 2016). «Elogiado por Guardiola, Douglas Costa assume protagonismo no Bayern». GloboEsporte.com. Consultado em 29 de novembro de 2021 
  15. «Douglas Costa - It is Time to Assume Ribéry's Mantle» (em inglês). Fussballstadt. 21 de janeiro de 2017. Consultado em 21 de janeiro de 2022 
  16. Rogério Lagos (24 de dezembro de 2016). «Retrospectiva 2016: Bayern de Munique campeão da Copa da Alemanha!». Torcedores.com. Consultado em 21 de janeiro de 2022 
  17. Jack de Menezes (10 de março de 2017). «Douglas Costa throws Bayern Munich future into doubt to risk wrath of club» (em inglês). The Independent. Consultado em 29 de novembro de 2021 
  18. «Juventus anuncia Douglas Costa». GloboEsporte.com. 11 de julho de 2017. Consultado em 29 de novembro de 2021 
  19. «Juve exerce opção de compra, e Douglas Costa assina até 2022 com os italianos». GloboEsporte.com. 7 de junho de 2018. Consultado em 29 de novembro de 2021 
  20. «Sem mencionar rival, Douglas Costa se desculpa por cusparada: "Errei feio"». GloboEsporte.com. 16 de setembro de 2018. Consultado em 29 de novembro de 2021 
  21. «Bayern de Munique anuncia retorno de Douglas Costa por empréstimo». UOL. 5 de outubro de 2020. Consultado em 29 de novembro de 2021 
  22. «Bayern confirma saída antecipada de Douglas Costa, prestes a ser anunciado pelo Grêmio». GloboEsporte.com. 21 de maio de 2021. Consultado em 29 de novembro de 2021 
  23. Rafael Reis (10 de fevereiro de 2021). «Como Douglas Costa virou "última opção" e caiu no esquecimento no Bayern». UOL. Consultado em 29 de novembro de 2021 
  24. «Grêmio anuncia contratação de Douglas Costa, que volta ao clube após 11 anos». GloboEsporte.com. 21 de maio de 2021. Consultado em 29 de novembro de 2021 
  25. Raphael Gomes (21 de maio de 2021). «Douglas Costa liga para Jean Pyerre e pede para usar a camisa dez do Grêmio». GZH. Consultado em 29 de novembro de 2021 
  26. «Sport bate Grêmio em estreia de Douglas Costa e vence primeira na Série A». GloboEsporte.com. 17 de junho de 2021. Consultado em 29 de novembro de 2021 
  27. «Sport encerra jejum de gols, leva a melhor na Arena, e Grêmio segue no Z-4». GloboEsporte.com. 3 de outubro de 2021. Consultado em 29 de novembro de 2021 
  28. Jeremias Wernek (17 de outubro de 2021). «Grêmio vence Juventude na estreia de Mancini e ganha novo fôlego no Z4». UOL 
  29. «Grêmio e Douglas Costa chegam a acordo para rescisão de contrato». GloboEsporte.com. 21 de janeiro de 2022 
  30. «Los Angeles Galaxy anuncia contratação de Douglas Costa». GloboEsporte.com. 10 de fevereiro de 2022 
  31. «Destaque do Brasil sub-20, Douglas Costa sonha com o futebol europeu». ESPN Brasil. 12 de fevereiro de 2009. Consultado em 29 de novembro de 2021 
  32. «Douglas Costa é o substituto de Sandro na seleção Sub-20». ESPN Brasil. 12 de setembro de 2009. Consultado em 29 de novembro de 2021 
  33. Thiago Dias (20 de agosto de 2010). «Mano convoca Seleção para treinos: Philippe Coutinho é a novidade». GloboEsporte.com. Consultado em 29 de novembro de 2021 
  34. «Neymar 'endiabrado' e defesa intacta: Brasil vence fácil a Turquia e mantém Dunga perfeito». ESPN Brasil. 12 de novembro de 2014. Consultado em 29 de novembro de 2021 
  35. «Dunga chama Robinho, e lesão tira Oscar da Copa América». GloboEsporte.com. 5 de maio de 2015. Consultado em 29 de novembro de 2021 
  36. Alexandre Lozetti e Felipe Schmidt (5 de maio de 2016). «Dunga convoca Seleção para a Copa América com 7 jogadores olímpicos». GloboEsporte.com. Consultado em 29 de novembro de 2021 
  37. «Douglas Costa é cortado da seleção brasileira; Kaká convocado». ESPN Brasil. 26 de maio de 2016. Consultado em 29 de novembro de 2021 
  38. Edgard Matsuki (29 de junho de 2016). «Confira a lista de 18 convocados da seleção brasileira para as Olimpíadas». Portal EBC. Consultado em 29 de novembro de 2021 
  39. «Renato Augusto entra no lugar de Douglas Costa na lista olímpica». LANCE!. 14 de julho de 2016. Consultado em 29 de novembro de 2021 
  40. «Lista fechada: Tite anuncia os 23 convocados para a Copa do Mundo». GloboEsporte.com. 14 de maio de 2018. Consultado em 29 de novembro de 2021 
  41. Bianchin, Luca (27 de julho de 2020). «Ronaldo firma la vittoria scudetto: storica Juve, è il nono titolo di fila» [Ronaldo assina a vitória do Scudetto: histórica Juventus, é o nono título consecutivo] (em italiano). La Gazzetta dello Sport. Consultado em 27 de julho de 2020 
  42. «The 100 best footballers in the world 2016 – interactive» (em inglês). The Guardian 
  43. «Douglas Costa» (em espanhol). Marca 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Douglas Costa