Jefferson de Oliveira Galvão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Jefferson
Jefferson
Jefferson atuando pelo Botafogo em 2014
Informações pessoais
Nome completo Jefferson de Oliveira Galvão
Data de nasc. 2 de janeiro de 1983 (32 anos)
Local de nasc. Assis (SP), Brasil
Altura 1,88 m[1]
Canhoto
Apelido Jeff, Monstro, Muralha Alvinegra, Muralha Canarinho,paredão brsileiro
Informações profissionais
Clube atual Brasil Botafogo
Número 1
Posição Goleiro
Clubes de juventude
1995–1997
1997–2000
Brasil Ferroviária
Brasil Cruzeiro
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2000–2005
2003
2003–2005
2005–2008
2008–2009
2009–
Brasil Cruzeiro
Brasil América-SP (emp.)
Brasil Botafogo (emp.)
Turquia Trabzonspor
Turquia Konyaspor
Brasil Botafogo
00070 0000(0)
00000 0000(0)
00092 0000(0)
00053 0000(0)
00019 0000(0)
00306 0000(0)
Seleção nacional3
2001–2003
2010–
Brasil Brasil sub-20
Brasil Brasil
00004 0000(0)
00021 0000(0)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 23 de agosto de 2015.
3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 27 de junho de 2015.

Medalhas
Jogos Pan-Americanos
Prata Jogos Pan-Americanos 2003

Jefferson de Oliveira Galvão, mais conhecido como Jefferson (São Vicente, 2 de janeiro de 1983), é um futebolista brasileiro que atua como goleiro. Atualmente defende o Botafogo.

Infância e juventude[editar | editar código-fonte]

Jefferson passou a infância no interior de São Paulo, nas cidades de São Vicente, onde nasceu, e Assis, onde a mãe Sônia Maria de Oliveira mora e trabalha.[2] Antes de se dedicar ao futebol, o goleiro chegou a ser artista circense, trabalhando como assistente de palhaço.[3] [4] Jefferson também foi velocista e praticava capoeira.[4] [5]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Categorias de base[editar | editar código-fonte]

Considerado um dos melhores goleiros do Brasil,[6] [7] [8] [9] Jefferson começou a sua trajetória no futebol como atacante, nas divisões de base da Ferroviária, clube do interior de São Paulo.[2] Ainda no time paulista, porém, foi convencido a mudar para a posição de goleiro pelo técnico Carlos Antunes, devido à sua estatura elevada.[2]

Em 1997, aos 14 anos, se transferiu para o Cruzeiro. Três anos depois, ganhou a oportunidade de treinar durante uma semana ao lado da equipe profissional. Seu desempenho agradou e o técnico Luiz Felipe Scolari decidiu promovê-lo definitivamente, mesmo contra a pressão de outros dirigentes.[10] Segundo Felipão, o goleiro estava sendo vítima de preconceito racial.[11]

"Uma pessoa lá do departamento amador (do Cruzeiro) tinha contratado um outro goleiro de Londrina, um alto e loiro. E o Jefferson é preto, grandão. Eles tinham mais predileção para colocar o outro goleiro, porque achavam mais interessante."[11]

Altos e baixos no Cruzeiro[editar | editar código-fonte]

Jefferson jogou pelo time mineiro de 2000 a 2002. Sua estreia como profissional aconteceu no dia 23 de agosto de 2000, contra o Bahia, na Fonte Nova, em duelo válido pela Copa João Havelange.[12] Aos 17 anos, o goleiro encarou o desafio após a lesões dos concorrentes André Döring e Rodrigo Posso.[10] Por ser muito novo, a diretoria do Cruzeiro contratou o goleiro Fabiano, emprestado pela Portuguesa.[13] No entanto, Jefferson permaneceu em alta com o técnico Felipão e fechou o ano com 17 partidas pela equipe mineira.

"Pode chegar o melhor goleiro do mundo que o Jefferson, se estiver jogando bem, vai continuar como titular."[13]

Porém, após a saída do treinador em 2002, quando assumiu pela primeira vez o comando da Seleção Brasileira, Jefferson perdeu espaço na equipe mineira. O novo comandante, Vanderlei Luxemburgo, preferia Gomes e Jefferson amargou a reserva.[10] Sua situação no Cruzeiro se complicou de vez principalmente após a atuação vexatória na final da Copa dos Campeões de 2002, contra o Paysandu.[14] Na derrota por 4 a 3, ele foi acusado de ter falhado em pelo menos três dos quatro gols sofridos. Sem clima no clube, foi emprestado inicialmente ao América-SP,[15] onde ficou cerca de dois meses sem nunca ter estreado.[16] [17]

Botafogo: primeira passagem[editar | editar código-fonte]

Em março de 2003, foi emprestado ao Botafogo para a disputa da Série B, como reserva de Max.[17] [18] Assumiu a titularidade no gol alvinegro em 2004 e, mesmo com a péssima campanha da equipe no retorno à Série A, conseguiu destaque com boas atuações.[19] [20]

No ano seguinte, o goleiro continuou sendo um dos principais nomes do Botafogo e já sonhava com a Seleção Brasileira.[21] Em junho, deixou o clube carioca rumo à Europa, onde acreditava que teria mais chances de ser convocado para a Seleção.[22]

Futebol turco[editar | editar código-fonte]

Em junho de 2005, acertou sua transferência para o Trabzonspor, como substituto do goleiro australiano Michael Petković.[22] [23] [24] Sua primeira partida foi contra o Kayserispor, em vitória por 2 a 1.[25] Após três temporadas, transferiu-se para outro time do país, o Konyaspor.[26] [27] Ao final do Campeonato Turco de 2008–09, porém, o clube foi rebaixado.[28]

Durante os quatro anos em que atuou no país, Jefferson foi titular em apenas dois. Segundo o goleiro, a experiência, apesar de difícil, foi importante para seu crescimento profissional.[29]

A volta ao Botafogo[editar | editar código-fonte]

Em meados de 2009, Jefferson se desligou do Konyaspor e voltou ao Brasil sem contrato com nenhum clube. Apesar da preferência pelo Botafogo, o goleiro não conseguiu fechar negócio na primeira tentativa com o time alvinegro.[30]

"Quando quis voltar, em 2009, o primeiro clube que procurei foi o Botafogo. Acertei tudo e vim. Quando cheguei, veio a informação: ‘Não vamos fechar o negócio’. A essa altura, não tinha mais clube para mim."[18]
Jefferson de Oliveira Galvão

Sem time, o goleiro passou dois meses treinando por conta própria em São José do Rio Preto, no interior paulista.[18] Em agosto, Jefferson acertou definitivamente seu retorno ao clube carioca.[31] O status do goleiro não era alto: Jefferson chegou ao Botafogo na condição de reserva e com contrato de apenas quatro meses. Após cinco partidas, porém, logo teve seu contrato renovado.[18]

Sua reestreia pela Glorioso foi em um clássico contra o Fluminense, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. O arqueiro foi o destaque da partida com grandes intervenções e belas defesas.[32] [33] Como Castillo vinha cometendo diversas falhas e Renan estava se recuperando de uma contusão, Jefferson conquistou seu espaço como titular na meta alvinegra.[34] Na reta final daquele ano, salvou a equipe em diversas partidas e ajudou o clube a evitar o rebaixamento.[35] [36]

Em 2010, na semifinal da Taça Guanabara contra o Flamengo, fez uma defesa milagrosa em chute de Vágner Love à queima roupa, ajudando o alvinegro a derrotar o maior rival por 2 a 1.[37] Na decisão da Taça Rio, novamente contra o Flamengo, defendeu um pênalti do atacante Adriano, garantindo o título do Campeonato Carioca por antecipação.[38] [39] Logo após a conquista, o goleiro acertou a renovação com o Botafogo até o final do ano de 2012.[40] No segundo semestre, graças às suas boas atuações pelo Glorioso, foi convocado para a Seleção Brasileira pelo técnico Mano Menezes, tornando-se o primeiro jogador do Botafogo a chegar à Seleção em 12 anos.[41] Desde a Copa do Mundo de 1998, quando o zagueiro Gonçalves e o atacante Bebeto foram convocados, o clube não tinha um representante na seleção.[42]

Em 2011, o Botafogo não conseguiu conquistar nenhum título. Mesmo assim, Jefferson continuou se destacando e recebeu propostas para deixar o alvinegro. O Milan, da Itália, chegou a fazer uma sondagem para que Jefferson se tornasse o substituto de Dida, mas ele permaneceu no clube carioca.[43] No mesmo ano, estreou como titular na Seleção Brasileira[44] e renovou com o Botafogo até 2014.[45] Valorizado, seu salário aumentou 150% desde seu retorno ao time carioca.[46]

No dia 15 de julho de 2012, completou 250 jogos pelo Botafogo contra o Fluminense, em partida válida pelo Campeonato Brasileiro.[47]

No dia 20 de janeiro de 2013, na vitória sobre o Duque de Caxias por 3 a 0, válida pela primeira rodada da Taça Guanabara, o goleiro se tornou o recordista de jogos pelo Botafogo no Engenhão, com 108 partidas pelo clube no estádio.[48] No dia 17 de julho, recebeu uma luva estilizada como homenagem pelos 300 jogos com a camisa do Botafogo, marca alcançada no dia 14 de julho, em duelo contra o Grêmio, pelo Campeonato Brasileiro.[49] Ao longo do ano, o goleiro teria recebido diversas sondagens de clubes europeus, como Napoli e Roma, da Itália, e Manchester United, da Inglaterra, mas nenhuma proposta concreta aconteceu.[50] [51]

Em meados de 2014, Jefferson despertou interesse do Benfica, mas o clube português desistiu de sua contratação devido ao alto salário.[52] [53] No dia 20 de agosto, completou 350 partidas pelo Botafogo, contra o Figueirense, em jogo do Campeonato Brasileiro.[54] Apesar de ter sido eleito o melhor goleiro do campeonato,[6] suas grandes atuações não foram suficientes para salvar o Botafogo do rebaixamento, após um ano de turbulências no elenco e problemas financeiros.[55]

Em 2015, mesmo na Série B, o goleiro renovou contrato com o alvinegro até o ano de 2017.[56] Na reapresentação ao clube, Jefferson revelou ter tido proposta do Santos e declarou amor ao Botafogo.[57]

"Tanto o Botafogo precisa de mim quanto preciso do Botafogo. Acho que foi um casamento que deu certo. Falo para a minha esposa que sou torcedor do Botafogo hoje, amo o Botafogo. Eu me sinto em casa."[57]
Jefferson de Oliveira Galvão

No dia 3 de julho de 2015, em partida contra o Sampaio Corrêa, Jefferson completou 387 jogos pelo Botafogo e entrou na lista dos dez atletas que mais atuaram pelo clube carioca.[58] [59]

Seleção Brasileira[editar | editar código-fonte]

Seleção sub-20[editar | editar código-fonte]

Em 2003, integrou o elenco da Seleção sub-20 que foi medalha de prata nos Jogos Pan-Americanos de Santo Domingo[60] e fez parte da equipe que ganhou o Campeonato Mundial sub-20 da FIFA, disputado nos Emirados Árabes Unidos.[61]

Seleção principal[editar | editar código-fonte]

No dia 26 de julho de 2010, Jefferson recebeu sua primeira convocação do técnico Mano Menezes à seleção principal de futebol. Ele foi chamado para um amistoso contra os Estados Unidos.[41] Voltou a ser convocado para amistosos contra Irã, Ucrânia e Argentina.[62] Em 2011, foi chamado para os amistosos contra Escócia, Holanda e Romênia, jogo que marcou a despedida oficial de Ronaldo da Seleção Brasileira, no dia 7 de junho, no Pacaembu.[63] [64] No dia 14 de junho, com a liberação da Conmebol para a convocação de um 23° jogador, o técnico Mano Menezes confirmou a presença de Jefferson na Copa América de 2011, primeira competição oficial do jogador com a Seleção, para ser o terceiro goleiro.[65] Em agosto, foi chamado para o Superclássico das Américas, disputado em dois jogos contra a Argentina, nos quais apenas jogadores que atuam nos dois países podem participar. A convocação para o jogo de volta ocorreu no dia 22 de setembro, junto com a lista para os amistosos contra a Costa Rica e o México. Sem sofrer nenhum gol, foi campeão do Superclássico das Américas.[66] No amistoso contra a Costa Rica, o goleiro Julio César começou como titular, mas se machucou durante a partida e Jefferson o substituiu.[67] No dia 11 de outubro, contra o México, se destacou defendendo um pênalti que contribuiu decisivamente para a vitória dos brasileiros.[68] [69]

Em 2012, foi convocado diversas vezes, mas só atuou em duas partidas: contra a Dinamarca e diante da Argentina, na primeira partida do Superclássico das Américas, quando foi capitão da equipe.[70] [71] Em 2013, foi o goleiro reserva na Copa das Confederações, no Brasil. No dia 7 de maio de 2014, foi chamado para a Copa do Mundo de 2014.[72] No dia 11 de outubro de 2014, Jefferson conquistou pela terceira vez o Superclássico das Américas, em jogo que defendeu pênalti cobrado por Lionel Messi.[73] [74] [75]

Após o retorno do técnico Dunga à Seleção, em julho de 2014, Jefferson ganhou a vaga de titular.[76] [77] Em 2015, disputou sua primeira competição oficial como titular, a Copa América.[78]

Defesas de pênalti[editar | editar código-fonte]

Em 396 partidas pelo Botafogo, Jefferson defendeu 18 pênaltis: 14 no tempo normal e 4 em disputas por pênaltis.[79] [80] Pela Seleção Brasileira, o arqueiro defendeu duas cobranças em 19 jogos, ambas no tempo normal, uma cobrança de Andrés Guardado, no jogo contra a seleção mexicana em 2011 e uma de Lionel Messi contra a seleção argentina em 2014.[69] [74]

Patrocínio[editar | editar código-fonte]

Em 2012, o goleiro assinou contrato de três anos com a marca de artigos esportivos brasileira Penalty para usar chuteiras e luvasAtualmente Jefferson é patrocinado prla marca de artigos esportivos Nike.[81]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Jefferson é declaradamente cristão. O atleta é casado com Michelle Buosi e tem três filhas, Nicole, Débora e Jéssica.[82] [83]

Polêmicas[editar | editar código-fonte]

Durante a semifinal da Taça Guanabara de 2013, contra o Flamengo, Jefferson desenhou um peixe no cabelo, em alusão à confraria Atletas de Cristo. O Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) prometeu analisar o caso, uma vez que o símbolo religioso configuraria desrespeito às regras da FIFA e ao Código Brasileiro de Justiça Desportiva, que proíbem qualquer manifestação do gênero dentro de campo.[82] [84] [85] Internautas e o ex-atacante Baltazar, também membro dos Atletas de Cristo, saíram em defesa do jogador.[86] [84] Poucos dias depois, o goleiro se pronunciou alegando "não estar prejudicando ninguém" e afirmando que manteria o corte.[87] Nos tribunais, o caso não foi adiante.

Em maio de 2015, em visita ao Departamento Geral de Ações Sócio Educativas (Degase), Jefferson revelou ao canal ESPN ter cometido furtos na adolescência.[88] Em um contexto nacional de discussão acerca da redução ou não da maioridade penal,[89] o goleiro não se pronunciou diretamente sobre o tema, mas afirmou que "todos merecem uma segunda chance".[90]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Atualizado até 23 de agosto de 2015

Clubes[editar | editar código-fonte]

Clube Temporada Campeonato
nacional[a]
Copa
nacional[b]
Competições
continentais[c]
Outros
torneios[d]
Total Ref.
Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols
Brasil Cruzeiro 2000 17 0 17 0 [91]
2001 1 0 0 0 0 0 4 0 9 0 [92]
0 0 0 0 4 0
2002 9 0 5 0 19 0 44 0 [93]
7 0 4 0
Total 27 0 12 0 0 0 31 0 70 0
Brasil Botafogo 2003 2 0 0 0 2 0 [94]
2004 42 0 3 0 10 0 55 0 [95]
2005 7 0 3 0 12 0 22 0 [96]
Total 51 0 6 0 0 0 22 0 79 0
Turquia Trabzonspor 2005–06 26 0 1 0 2 0 29 0 [97]
2006–07 15 0 2 0 3 0 20 0 [98]
2007–08 3 0 1 0 4 0 [99]
Total 44 0 4 0 5 0 0 0 53 0
Turquia Konyaspor 2008–09 19 0 0 0 19 0 [100]
Total 19 0 0 0 0 0 0 0 19 0
Brasil Botafogo 2009 15 0 4 0 19 0 [101]
2010 36 0 4 0 15 0 55 0
2011 30 0 6 0 3 0 15 0 54 0
2012 30 0 5 0 2 0 20 0 57 0
2013 26 0 9 0 17 0 52 0
2014 27 0 2 0 8 0 3 0 40 0
2015 15 0 4 0 10 0 29 0
Total 179 0 30 0 17 0 80 0 306 0
Total na carreira 320 0 52 0 22 0 133 0 527 0

Seleção[editar | editar código-fonte]

Legenda:      Vitórias —      Empates —      Derrotas — Capitão Capitão da equipe
a. ^ Após o empate no tempo normal e na prorrogação, o Brasil foi eliminado nas quartas de final da Copa América na disputa por pênaltis por 2 a 0 (após perder as quatro cobranças de pênaltis).
b. ^ Após ser derrotado no tempo normal, o Brasil foi campeão do Superclássico das Américas na disputa por pênaltis, vencendo por 4 a 3.
c. ^ Após o empate no tempo normal e na prorrogação, o Brasil avançou às quartas de final da Copa do Mundo na disputa por pênaltis, vencendo por 3 a 2.
d. ^ Após o empate no tempo normal, o Brasil foi eliminado nas quartas de final da Copa América na disputa por pênaltis por 4 a 3.
Ano
J GS
2011 4 1
2012 2 2
2013 3 1
2014 4 0
2015 8 5
Total 21 9

Títulos[editar | editar código-fonte]

Cruzeiro
Botafogo
Seleção Brasileira
Seleção Brasileira Sub-20

Prêmios individuais[editar | editar código-fonte]

Ano Premiação Prêmio Time Resultado Ref.
2009 Brasil Troféu Armando Nogueira Melhor goleiro Botafogo Venceu [124]
2010 Rio de Janeiro Melhores do Campeonato Carioca Melhor jogador Venceu [125]
Rio de Janeiro Melhores do Campeonato Carioca Melhor goleiro Venceu
Brasil Prêmio Craque do Brasileirão Melhor goleiro 3º lugar [126] [127]
2011 Rio de Janeiro Melhores do Campeonato Carioca Melhor goleiro 2º lugar [128]
Brasil Prêmio Craque do Brasileirão Melhor goleiro Venceu [129]
2012 Rio de Janeiro Melhores do Campeonato Carioca Melhor goleiro 2º lugar [130]
Brasil Troféu Armando Nogueira Melhor goleiro 3º lugar [131]
2013 Rio de Janeiro Melhores do Campeonato Carioca Melhor goleiro Venceu [132]
Brasil Bola de Prata Melhor goleiro 2º lugar [133]
Brasil Troféu Armando Nogueira Melhor goleiro 2º lugar [134]
Brasil Troféu Mesa Redonda Melhor goleiro Venceu [135]
2014 Brasil Prêmio Craque do Brasileirão Melhor goleiro Venceu [6]
Brasil Bola de Prata Melhor goleiro 3º lugar [136]
Brasil Troféu Armando Nogueira Melhor goleiro 2º lugar [137]

Referências

  1. Site do Botafogo: Ficha Jefferson Site Oficial do Botafogo. Visitado em 12 de março de 2015.
  2. a b c Provável camisa 1 do Brasil, Jefferson começou como atacante em Assis GloboEsporte.com (9 de maio de 2014). Visitado em 16 de março de 2015.
  3. Jefferson, goleiro do Botafogo, foi artista de circo na infância Extra (23 de abril de 2010). Visitado em 16 de março de 2015.
  4. a b Jefferson foi velocista e ajudante de palhaço antes de chegar à Seleção G1 (24 de maio de 2014). Visitado em 16 de março de 2015.
  5. Jefferson conta com ajuda da capoeira para vencer jogo na Bahia Lance!Net (30 de setembro de 2012). Visitado em 16 de março de 2015.
  6. a b c Jefferson: o melhor goleiro da Série A 2014 CBF (8 de dezembro de 2014). Visitado em 19 de março de 2015.
  7. Botafogo parabeniza Jefferson por convocação: 'Melhor goleiro do Brasil' O Dia (19 de agosto de 2014). Visitado em 19 de março de 2015.
  8. Herói, Felipe considera Jéfferson o melhor goleiro do Brasil O Dia (21 de fevereiro de 2011). Visitado em 19 de março de 2015.
  9. Hélton Leite chega ao Botafogo e vê Jefferson como exemplo Fox Sports (7 de janeiro de 2014). Visitado em 19 de março de 2015.
  10. a b c Convocação? Felipão já havia escolhido Jefferson 14 anos atrás ESPN (17 de maio de 2014). Visitado em 19 de março de 2015.
  11. a b Felipão revela preconceito quando promoveu Jefferson ao profissional GloboEsporte.com (13 de outubro de 2013). Visitado em 19 de março de 2015.
  12. Futpédia - Bahia 1 x 3 Cruzeiro (23/08/2000) Futpédia. Visitado em 19 de março de 2015.
  13. a b Cruzeiro contrata o goleiro Fabiano Diário do Grande ABC (24 de agosto de 2000). Visitado em 19 de março de 2015.
  14. Paysandu vence o Cruzeiro e vai à Libertadores pela primeira vez Folha de S. Paulo (4 de agosto de 2002). Visitado em 3 de março de 2015.
  15. América contrata goleiro do Cruzeiro Diário da Região (22 de novembro de 2002). Visitado em 3 de março de 2015.
  16. Três convocados por Felipão já passaram pelo América-SP GloboEsporte.com (15 de maio de 2013). Visitado em 3 de março de 2015.
  17. a b América inicia o desmanche do elenco Diário da Região (18 de março de 2003). Visitado em 3 de março de 2015.
  18. a b c d Jefferson, a Estrela Solitária do Botafogo Placar (14 de março de 2015). Visitado em 19 de março de 2015.
  19. Flamengo e Botafogo empatam e seguem ameaçados UOL Esporte (21 de novembro de 2004). Visitado em 3 de março de 2015.
  20. Empate heróico com Atlético-PR garante Bota na Série A UOL Esporte (19 de dezembro de 2004). Visitado em 3 de março de 2015.
  21. Jefferson, do Botafogo, já pensa em Seleção Terra Esportes (19 de março de 2005). Visitado em 3 de março de 2015.
  22. a b Jefferson contratado pelo turco Trabzonspor UOL (27 de junho de 2005). Visitado em 3 de março de 2015.
  23. Um brasileiro em Trabzon UEFA (31 de julho de 2005). Visitado em 3 de março de 2015.
  24. Jefferson resmen Trabzonspor’da (em turco) NTV (7 de julho de 2005). Visitado em 22 de julho de 2015.
  25. Trabzonspor 2–1 Kayserispor (em turco) TFF (6 de agosto de 2005). Visitado em 22 de julho de 2015.
  26. Konyaspor, kaleci Jefferson'u renklerine bağladı (em turco) Milliyet (9 de julho de 2008). Visitado em 3 de março de 2015.
  27. Jefferson Konyaspor'da (em turco) Milliyet (10 de julho de 2008). Visitado em 22 de julho de 2015.
  28. Spor Toto Süper Lig Arşiv » 2008-2009 Sezonu (em turco) TFF. Visitado em 22 de julho de 2015.
  29. Entrevista Exclusiva com Jefferson – “Quero fazer 500 partidas pelo Botafogo” GloboEsporte.com (29 de setembro de 2014). Visitado em 19 de março de 2015.
  30. Há quatro anos na Turquia, goleiro Jefferson ensaia retorno ao Botafogo UOL Esporte (26 de junho de 2009). Visitado em 19 de março de 2015.
  31. Como "sombra" de Renan e Castillo, Jefferson é apresentado pelo Botafogo UOL Esporte (29 de agosto de 2009). Visitado em 19 de março de 2015.
  32. Jefferson revela ansiedade pela reestreia no Botafogo Lance!Net (11 de setembro de 2009). Visitado em 3 de março de 2015.
  33. Botafogo e Fluminense empatam e seguem "desesperados" no Brasileiro UOL Esporte (13 de setembro de 2009). Visitado em 3 de março de 2015.
  34. Banco no Botafogo, Castillo segue como goleiro titular no Uruguai ESPN (7 de outubro de 2009). Visitado em 8 de junho de 2015.
  35. Botafogo vence no Beira-Rio, respira, e Inter termina a rodada fora do G-4 GloboEsporte.com (1 de novembro de 2009). Visitado em 3 de março de 2015.
  36. Botafogo vence por 2 a 1, foge da degola e tira o Palmeiras da Libertadores GloboEsporte.com (6 de dezembro de 2009). Visitado em 27 de novembro de 2014.
  37. Botafogo derruba tabu, bate Flamengo e vai à final Gazeta Esportiva (17 de fevereiro de 2010). Visitado em 3 de março de 2015.
  38. Botafogo vence, espanta "freguesia" e leva título antecipado Terra Networks (18 de abril de 2010). Visitado em 27 de novembro de 2014.
  39. Jefferson faz jus a apelido, mas deixa frieza de lado para comemorar título GloboEsporte.com (18 de abril de 2010). Visitado em 3 de março de 2015.
  40. Jefferson renova por mais dois anos com o Botafogo GloboEsporte.com (22 de abril de 2010). Visitado em 3 de março de 2015.
  41. a b c Com Neymar e Ganso, Mano convoca a seleção pela primeira vez GloboEsporte.com (26 de julho de 2010). Visitado em 11 de outubro de 2014.
  42. Jefferson recoloca o Botafogo na Seleção depois de 12 anos GloboEsporte.com (26 de julho de 2010). Visitado em 27 de novembro de 2014.
  43. Milan quer Jefferson como substituto de Dida Terra Esportes (14 de outubro de 2011). Visitado em 11 de outubro de 2014.
  44. De reserva do reserva, Jefferson estreia como titular no Brasil A iG Esportes (9 de outubro de 2011). Visitado em 3 de março de 2015.
  45. Jefferson prorroga contrato com o Botafogo até 2014 Lance!Net (28 de junho de 2011). Visitado em 3 de março de 2015.
  46. Botafogo vê salário de Jefferson crescer 150% em 4 anos e admite venda UOL Esporte (27 de junho de 2010). Visitado em 19 de março de 2015.
  47. Obcecado por títulos, Jefferson chega a 250 jogos pelo Botafogo GloboEsporte.com (16 de julho de 2012). Visitado em 11 de outubro de 2014.
  48. Jefferson se torna recordista de jogos no Engenhão neste domingo Lance!Net (19 de janeiro de 2013). Visitado em 11 de outubro de 2014.
  49. Jefferson recebe luva estilizada como homenagem pelos 300 jogos no Bota GloboEsporte.com (17 de julho de 2013). Visitado em 11 de outubro de 2014.
  50. Napoli e Roma teriam interesse em Jefferson, diz site italiano O Dia (20 de junho de 2013). Visitado em 8 de junho de 2015.
  51. Representante de Jefferson fala sobre interesse do Manchester United Super Rádio Tupi (29 de maio de 2013). Visitado em 8 de junho de 2015.
  52. Após problemas com Romero, Benfica quer Jefferson, diz rádio portuguesa GloboEsporte.com (31 de julho de 2014). Visitado em 11 de outubro de 2014.
  53. Benfica desiste de Jefferson para atacar guarda-redes alemão SAPO (1 de agosto de 2014). Visitado em 11 de outubro de 2014.
  54. Jefferson chega a 350 jogos após recusar "trairagem" para deixar o Bota GloboEsporte.com (20 de agosto de 2014). Visitado em 11 de outubro de 2014.
  55. Apagou: Santos vence e rebaixa o Botafogo com dois gols de Damião GloboEsporte.com (30 de novembro de 2014). Visitado em 30 de novembro de 2014.
  56. Goleiro Jefferson renova com o Botafogo até 2017 ESPN (9 de janeiro de 2015). Visitado em 1 de março de 2015.
  57. a b Jefferson volta, admite proposta do Santos, mas derrama elogios ao Botafogo: 'Amo o clube' ESPN (12 de janeiro de 2015). Visitado em 1 de março de 2015.
  58. Jefferson chega ao Top 10 dos jogadores que mais atuaram pelo Botafogo Site Oficial do Botafogo (3 de julho de 2015). Visitado em 4 de julho de 2015.
  59. Marca: Jefferson entra no top 10 dos jogadores que mais atuaram pelo Bota GloboEsporte.com (3 de julho de 2015). Visitado em 4 de julho de 2015.
  60. Pan-Americano de 2003: Perfil - Futebol masculino Folha de S. Paulo. Visitado em 3 de março de 2015.
  61. Dos 22 convocados de Dunga, 16 já passaram pela base da Seleção Brasileira CBF (20 de agosto de 2014). Visitado em 3 de março de 2015.
  62. a b Jefferson comemora convocação e espera continuar invicto na seleção UOL Esporte (27 de outubro de 2010). Visitado em 11 de outubro de 2014.
  63. a b Jefferson é convocado para a Seleção Brasileira Lance!Net (3 de março de 2011). Visitado em 11 de outubro de 2014.
  64. a b Sai convocação para amistosos contra Holanda e Romênia Veja (19 de maio de 2011). Visitado em 11 de outubro de 2014.
  65. a b Jefferson, do Botafogo, é o terceiro goleiro da Seleção na Copa América GloboEsporte.com (14 de junho de 2011). Visitado em 11 de outubro de 2014.
  66. Brasil vence Superclássico contra a Argentina com brilho de estreantes Lucas e Cortês UOL Esporte (28 de setembro de 2011). Visitado em 19 de março de 2015.
  67. Neymar marca, e Brasil vence a Costa Rica em jogo sonolento iG (8 de outubro de 2011). Visitado em 19 de março de 2015.
  68. Brasil vira sobre o México com fim de jejum de R10 e golaço de Marcelo GloboEsporte.com (12 de outubro de 2011). Visitado em 3 de março de 2015.
  69. a b Jefferson relembra pênalti defendido contra o México CBF (16 de junho de 2014). Visitado em 3 de março de 2015.
  70. Hulk brilha e Brasil vence bem a Dinamarca Lance!Net (16 de maio de 2012). Visitado em 19 de março de 2015.
  71. a b Jefferson, capitão no Superclássico CBF (2 de outubro de 2012). Visitado em 14 de março de 2015.
  72. Botafogo homenageia Jefferson por convocação: 'Nossa estrela na Copa' Lance!Net (7 de maio de 2014). Visitado em 11 de outubro de 2014.
  73. Ninho do Tardelli: atacante ofusca astros, e Brasil derrota a Argentina GloboEsporte.com (11 de outubro de 2014). Visitado em 11 de outubro de 2014.
  74. a b Pegou! Messi cobra pênalti, Jefferson pula no canto certo e defende, aos 40 do 1º tempo GloboEsporte.com (11 de outubro de 2014). Visitado em 11 de outubro de 2014.
  75. Jefferson pega pênalti de Messi, e Taffarel diz: 'Mérito foi ficar parado' ESPN (11 de outubro de 2014). Visitado em 11 de outubro de 2014.
  76. Titular com Dunga, Jefferson se diz preocupado com o Botafogo Lance!Net (3 de setembro de 2014). Visitado em 22 de julho de 2015.
  77. Jefferson: "Estou na minha melhor fase" Goal.com (6 de março de 2015). Visitado em 22 de julho de 2015.
  78. Titular da seleção, Jefferson diz que Brasil entra na Copa América para vencer globo.tv (12 de junho de 2015). Visitado em 22 de julho de 2015.
  79. Em 302 jogos, Jefferson chega a 17 pênaltis defendidos pelo Botafogo GloboEsporte.com (25 de julho de 2013). Visitado em 11 de outubro de 2014.
  80. Jefferson defende pênalti do Ceará UOL (28 de agosto de 2014). Visitado em 16 de março de 2015.
  81. Jefferson fecha patrocínio de chuteiras e luvas Lance!Net (15 de fevereiro de 2012). Visitado em 3 de março de 2015.
  82. a b Jefferson, goleiro do Botafogo, lê Salmo 91 antes de todos os jogos The Christian Post (5 de março de 2013). Visitado em 9 de junho de 2015.
  83. Após nascimento da filha, Jefferson volta atenções para a Seleção Lance!Net (31 de maio de 2013). Visitado em 9 de junho de 2015.
  84. a b Atletas de Cristo: Jéfferson e mais 7 mil em todo o Brasil SporTV (8 de março de 2013). Visitado em 9 de junho de 2015.
  85. Corte de cabelo de Jefferson fere regra, e TJD promete analisar o caso UOL Esporte (5 de março de 2013). Visitado em 9 de junho de 2015.
  86. Internautas do UOL pedem liberdade e aprovam peixe na cabeça de Jefferson BOL Notícias (6 de março de 2013). Visitado em 9 de junho de 2015.
  87. Jefferson vai manter o peixe na cabeça: 'Não prejudiquei ninguém' GloboEsporte.com (6 de março de 2013). Visitado em 9 de junho de 2015.
  88. Em visita a menores infratores, Jefferson admite furtos na adolescência: 'Todos merecem segunda chance' ESPN (8 de junho de 2015). Visitado em 9 de junho de 2015.
  89. Entenda a proposta que reduz a maioridade penal para 16 anos G1 (31 de março de 2015). Visitado em 9 de junho de 2015.
  90. Em conversa com menores infratores, Jefferson revela furto na adolescência GloboEsporte.com (9 de junho de 2015). Visitado em 9 de junho de 2015.
  91. Futpédia - Campeonato Brasileiro 2000 Futpédia. Visitado em 15 de março de 2015.
  92. Jogos de Jefferson pelo Cruzeiro em 2001:
  93. Jogos de Jefferson pelo Cruzeiro em 2002:
  94. Jogos de Jefferson pelo Botafogo em 2003:
  95. Jogos de Jefferson pelo Botafogo em 2004:
  96. Jogos de Jefferson pelo Botafogo em 2005:
  97. Jefferson de Oliviera Galvao: 2005-2006 Sezonu İstatistikleri (em turco) Onbirim.com. Visitado em 12 de março de 2015.
  98. Jefferson de Oliviera Galvao: 2006-2007 Sezonu İstatistikleri (em turco) Onbirim.com. Visitado em 12 de março de 2015.
  99. Jefferson de Oliviera Galvao: 2007-2008 Sezonu İstatistikleri (em turco) Onbirim.com. Visitado em 12 de março de 2015.
  100. Jefferson - Detailed line data (em inglês) Transfermarkt. Visitado em 12 de março de 2015.
  101. Raio-X de Jogador - Jefferson no Botafogo O Gol. Visitado em 12 de março de 2015.
  102. Ronaldinho Gaúcho é convocado e volta à Seleção após nove meses GloboEsporte.com (18 de agosto de 2011). Visitado em 14 de março de 2015.
  103. Mano Menezes anuncia lista para primeiro amistoso contra a Argentina Lance!Net (5 de setembro de 2011). Visitado em 14 de março de 2015.
  104. Mano apresenta novidades nas duas listas da Seleção para três amistosos GloboEsporte.com (22 de setembro de 2011). Visitado em 14 de março de 2015.
  105. Mano Menezes convoca a seleção brasileira sem Ronaldinho Estadão (11 de maio de 2012). Visitado em 14 de março de 2015.
  106. Mano chama goleiro Cássio e volante Arouca para amistosos no Brasil GloboEsporte.com (23 de agosto de 2012). Visitado em 14 de março de 2015.
  107. Kaká retorna à Seleção Brasileira para amistosos contra Iraque e Japão Lance!Net (27 de setembro de 2012). Visitado em 14 de março de 2015.
  108. Fred e Cavalieri são convocados por Mano para decisão do Superclássico GloboEsporte.com (13 de novembro de 2012). Visitado em 14 de março de 2015.
  109. Veja a convocação da Seleção Brasileira para enfrentar a Colômbia Terra Esportes (30 de outubro de 2012). Visitado em 14 de março de 2015.
  110. Felipão convoca Neymar, Alexandre Pato e R10 para jogo contra a Bolívia GloboEsporte.com (2 de abril de 2013). Visitado em 14 de março de 2015.
  111. Felipão anuncia convocados para amistoso contra o Chile Placar (16 de abril de 2013). Visitado em 14 de março de 2015.
  112. Felipão anuncia a lista sem Kaká e Ronaldinho; Bernard é a surpresa GloboEsporte.com (14 de maio de 2013). Visitado em 14 de março de 2015.
  113. Sem jogar, Júlio César dá lugar para Jefferson contra a Suíça Placar (14 de agosto de 2013). Visitado em 14 de março de 2015.
  114. Felipão anuncia os convocados para os amistosos contra Austrália e Portugal Placar (21 de agosto de 2013). Visitado em 14 de março de 2015.
  115. Brasil supera pancadas e vence amistoso contra a Coreia por 2 a 0 UOL Copa (12 de outubro de 2013). Visitado em 14 de março de 2015.
  116. Dedé, Lucas Leiva e Victor são as novidades de Felipão para amistosos GloboEsporte.com (26 de setembro de 2013). Visitado em 14 de março de 2015.
  117. Veja os convocados para o amistoso África do Sul x Brasil Terra Esportes (11 de fevereiro de 2014). Visitado em 14 de março de 2015.
  118. Felipão anuncia convocados da Seleção para a Copa do Mundo GloboEsporte.com (7 de maio de 2014). Visitado em 14 de março de 2015.
  119. Dunga convoca a Seleção para jogos contra Colômbia e Equador CBF (19 de agosto de 2014). Visitado em 14 de março de 2015.
  120. Com duas novidades, Dunga convoca para jogos contra Argentina e Japão GloboEsporte.com (17 de setembro de 2014). Visitado em 14 de março de 2015.
  121. Dunga chama para pegar França e Chile, e Tardelli é 1º "chinês" da história GloboEsporte.com (5 de março de 2015). Visitado em 14 de março de 2015.
  122. Dunga chama Robinho e deixa Oscar fora da disputa da Copa América GloboEsporte.com (5 de maio de 2015). Visitado em 5 de maio de 2015.
  123. Confira a lista completa de convocados por Dunga CBF (13 de agosto de 2015). Visitado em 13 de agosto de 2015.
  124. Regularidade define o vencedor do Troféu Armando Nogueira: Marcelinho Paraíba GloboEsporte.com (7 de dezembro de 2009). Visitado em 25 de março de 2015.
  125. Com craque Jefferson, Botafogo domina seleção do Carioca Terra Esportes (3 de maio de 2010). Visitado em 25 de março de 2015.
  126. CBF divulga os indicados ao Prêmio Craque do Brasileirão Lance!Net (26 de novembro de 2010). Visitado em 25 de março de 2015.
  127. Depois de ganhar a Bola de Ouro, Conca é eleito "Craque do Brasileirão" pela CBF Placar (6 de dezembro de 2010). Visitado em 25 de março de 2015.
  128. Com seis jogadores, Flamengo domina a seleção do Cariocão 2011 GloboEsporte.com (16 de maio de 2011). Visitado em 27 de março de 2015.
  129. Craque do Brasileirão 2011: Jefferson é o melhor goleiro GloboEsporte.com (5 de dezembro de 2011). Visitado em 25 de março de 2015.
  130. Na festa do Flu, Vasco é o time com mais representantes na seleção GloboEsporte.com (14 de maio de 2012). Visitado em 25 de março de 2015.
  131. Neymar leva o bi do Troféu Armando Nogueira com nota média superior a 7 GloboEsporte.com (4 de dezembro de 2012). Visitado em 25 de março de 2015.
  132. Botafogo recebe a taça e domina seleção do Campeonato Carioca GloboEsporte.com (20 de maio de 2013). Visitado em 25 de março de 2015.
  133. Na melhor fase da carreira, Fábio leva a sua segundo Bola de Prata Placar (9 de dezembro de 2013). Visitado em 25 de março de 2015.
  134. Critério de desempate dá a Walter o Troféu Armando Nogueira de 2013 SporTV (10 de dezembro de 2013). Visitado em 25 de março de 2015.
  135. Em festa com homenagens e samba, Cruzeiro lidera Troféu Mesa Redonda Gazeta Esportiva (15 de dezembro de 2013). Visitado em 28 de março de 2015.
  136. Quase ‘invencível’, Marcelo Grohe faz de 2014 seu melhor ano Placar (8 de dezembro de 2014). Visitado em 25 de março de 2015.
  137. Diego Tardelli supera rivais e leva o Troféu Armando Nogueira de 2014 SporTV (9 de dezembro de 2014). Visitado em 27 de março de 2015.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]