Sport Lisboa e Benfica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura o clube desportivo da freguesia de Benfica, veja Clube Futebol Benfica.
Benfica
500px-SL Benfica logo svg.png
Nome Sport Lisboa e Benfica
Alcunhas Águias
Encarnados
Glorioso
Torcedor/Adepto Benfiquista
Mascote Águia Vitória
Fundação 28 de fevereiro de 1904 (113 anos)[1]
como "Sport Lisboa"
Estádio Estádio da Luz
Capacidade 66.147[2]
Localização Lisboa, Portugal
Presidente Portugal Luís Filipe Vieira
Treinador Portugal Rui Vitória
Patrocinador =Emirados Árabes Unidos Fly Emirates
Portugal Sagres
Material (d)esportivo Alemanha Adidas
Competição Portugal Supertaça
Portugal Primeira Liga
Portugal Taça de Portugal
Portugal Taça da Liga
União Europeia Liga dos Campeões
ST2016
PL2016–17
TP2016-17
TC2016-17
LC2016-17
Vencedor
Vencedor
A decorrer
A decorrer
Eliminado
Website slbenfica.pt
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Temporada atual
editar

O Sport Lisboa e Benfica ComCMHIHOB é um clube multidesportivo sediado na freguesia de São Domingos de Benfica, em Lisboa, Portugal. O seu eclectismo, historial e forte base de adeptos fazem do Benfica um dos Grandes clubes de Portugal e um dos mais prestigiados a nível mundial. As cores do clube são vermelho e branco, a equipa tem a alcunha de Águias ou Encarnados e os seus apoiantes são chamados de Benfiquistas. A principal modalidade do clube é o futebol, mas distingue-se também noutras, como o andebol, o basquetebol, o futsal, o hóquei em patins, o voleibol, entre outras.[3]

História

Foi considerado pela IFFHS como o nono melhor clube europeu do século XX[4][5] e foi eleito pela FIFA o 12.º maior clube de futebol do século XX, sendo o primeiro entre os clubes portugueses.[6] O Benfica é o clube mais bem sucedido em Portugal (77 títulos), e um total de 79, incluindo as provas internacionais, sendo o único clube que ganhou todas as competições portuguesas. O Benfica ganhou 36 títulos da Primeira Liga,[7] 25 Taças de Portugal (4 das quais consecutivas) – com um recorde de 10 dobradinhas – 5 Taças da Liga (4 das quais consecutivas), 5 Supertaças Cândido de Oliveira e 3 Campeonatos de Portugal (com um recorde de 2 consecutivos).[8] Em 2014, o Benfica conquistou o inédito triplo (triplete) da Primeira Liga, Taça de Portugal e Taça da Liga.[9][10] Também ganhou a Supertaça, tornando-se o único clube a ganhar os quatro títulos domésticos num ano.[11][12] Além disso, é também o único clube que ganhou mais vezes a Primeira Liga e a Taça da Liga num único ano. O Benfica tornou-se a primeira equipa portuguesa na história dos campeonatos a completar 30 jogos sem perder, nomeadamente nas épocas 1972–73 e 1977–78. Também na época 72-73, o Benfica conseguiu a maior diferença de sempre de pontos do campeão para o segundo classificado (18), num sistema em que era atribuído 2 pontos por cada vitória.[13] O Benfica também tem o recorde europeu para o numero de vitórias consecutivas numa liga domestica (29), entre 1971–72 e 1972–73, assim como o recorde de maior numero de jogos sem derrotas (56), entre 1976–77 e 1978–79.[14][15] Segundo a BBDO, a marca Benfica ocupava, em 2007, a 17.ª posição das marcas de futebol mais valiosas da Europa.[16]

O Sport Lisboa e Benfica está atualmente na 6ª posição no ranking de clubes da UEFA[17] e na 12ª no ranking mundial da IFFHS.[18]

A águia à porta do Estádio da Luz.

O Benfica ganhou 36 Campeonatos de Futebol, 25 Taças de Portugal/Campeonatos de Portugal, 6 Supertaças e 7 Taças da Liga – sendo assim o clube com mais vitórias no total das competições a nível nacional – em comparação com o FC Porto, que ganhou 27, 16, 20 e 0 e o Sporting, que ganhou 18, 16, 8 e 0 respectivamente.

A nível internacional, conquistou duas Taças dos Campeões Europeus, ambas no início dos anos sessenta (1960/61 e 1961/62), a segunda delas com a ajuda do lendário Eusébio, um eterno símbolo benfiquista, que após o final da sua carreira se tornou um embaixador itinerante do Benfica e de Portugal.[25]

O Benfica é a equipa portuguesa que movimenta mais adeptos, dentro e fora de Portugal. O Benfica encontra-se entre as equipas mais populares do mundo com uma estimativa de 14 milhões de adeptos. Clubes como São Paulo, Corinthians, Flamengo e Santos que concentram bastantes adeptos no Brasil ou Real Madrid, Juventus, Barcelona e Manchester United, que possuem popularidade além fronteiras são dos poucos clubes que possuem como o Benfica uma massa adepta superior a dez milhões.[26]

Segundo um relatório da UEFA, o SL Benfica é o clube europeu que maior percentagem de adeptos concentra no seu país, reunindo 47 por cento das preferências à frente dos 45 por cento do Steaua de Bucareste, na Roménia.[27][28]

O que ajudou o crescimento do Benfica foi a própria história do clube que conta como factos de solidariedade a fundação do Estádio da Luz que levou a população benfiquista a ajudar o clube a pagar os custos da construção do seu antigo estádio,[29] através de doações e mesmo oferta de trabalho ou as grandes exibições "à Benfica", em particular contra equipas europeias ou em confrontos com rivais.

O seu antigo jogador, Eusébio, considerado por muitos como um dos melhores jogadores de sempre, recebeu vários prémios internacionais de entidades prestigiadas (FIFA,[30] UEFA, BBC, IFFHS, etc.) e de revistas da especialidade (France Football, Placar, etc.).

Sócios e adeptos

As estimativas em relação ao número de adeptos apontam para cerca de 14 milhões espalhados por todo o mundo.[26] Segundo o Guinness, o Benfica era o clube do mundo com mais sócios activos, cerca de 160.000 em 2006,[31][32][33] atingindo em 2014 os 235.000 sócios. Este número foi confirmado pela FIFA na revista The Weekly em Fevereiro 2014,[34] o que fez do SL Benfica o clube com maior número de sócios do mundo. No final do processo de renumeração levado a cabo pelo Benfica, algo a que está estatutariamente obrigado de dez em dez anos, o Benfica viu o número de associados cair abruptamente. Assim, dos 247.859 anunciados em Maio de 2015 os “encarnados” passaram para 156.916. Em 27 de novembro 2015, o FC Bayern Munique anunciou durante a assembleia geral que tem 270.329 sócios, que faz os bávaros o maior clube desportivo do mundo.[35][36] Além de ser o clube português com maior número de adeptos, é segunda a UEFA o clube europeu com a maior percentagem de adeptos no seu próprio pais, com um valor na ordem dos 47 por cento[27][37][38][39] e o maior clube do mundo no que a número de sócios diz respeito de acordo com a FIFA e o Guiness World Records.[40][41][42] É o vigésimo sexto clube de futebol mais rico do mundo, em termos de lucro, com um volume de negócios anual de cerca de €126 milhões,[43] e está avaliado como a trigésima oitava marca futebolística mais valiosa no mundo.[44] O lema do Benfica é "E pluribus unum" (De muitos, um) e o seu hino oficial é "Ser Benfiquista".[45]

"Barbas" é um conhecido adepto benfiquista.

Em Portugal, existe uma forte base de portugueses que dizem ser adeptos ou simpatizantes do Benfica (cerca de cinco milhões).[46]

Quase todos os municípios de Portugal têm a sua própria Casa do Benfica.[46] As Casas do Benfica também podem ser encontradas em muitas cidades de países de todo o mundo como Andorra, Angola, Austrália, Bélgica, Brasil, Canadá, Cabo Verde, Inglaterra, França, Alemanha, Guiné-Bissau, Luxemburgo, Macau, África do Sul, Suíça e Estados Unidos.[46]

O Benfica tem uma base de fãs em todas as regiões de Portugal[46] e um total de 14 milhões de adeptos pelo mundo.[46][47][48]

Os adeptos do Benfica frequentemente denominam-se de benfiquistas, a fim de mostrar a sua dedicação ao clube.

Associados

Desde 2004/05, quando conquistou o campeonato, o clube tem visto um aumento significativo dos sócios. Em Abril de 2006, o número de sócios do clube ultrapassou os 160 mil, tendo em Julho de 2006, ultrapassado o número do Manchester United.

O número, a 30 de Dezembro de 2006, oficial de sócios pagantes era de 160 398,[32][33] o que faz atualmente do clube o maior do mundo nesta área.

Nesse dia, o clube entrou para o Livro dos Recordes do Guinness pelo feito alcançado e desde 2006 que o Benfica é o clube com mais associados (sócios activos) no mundo.[32]

As receitas provenientes do pagamento das quotas representaram 12% do proveitos totais do clube em 2005.[49] Cerca de 17% do número total de sócios são do sexo feminino. 56% dos sócios tem menos de 34 anos, sendo que 23% são menores.

Em 2009, segundo a Football Finance, tinha cerca de 171 000 sócios,[50] tendo o clube, a 30 de Setembro de 2009, anunciado que havia alcançado os 200 mil sócios pagantes.

O crescimento do número de sócios deve-se ao facto de em Maio de 2004, o Benfica ter lançado uma "agressiva" campanha de marketing, conhecida como Kit Sócio, que aumentou o número de sócios de 94 714 para cerca de 245 000. Como resultado disso, apenas cinco anos depois, o Benfica foi capaz de adicionar mais de 105 mil novos sócios aos 94 714 até então existentes, o que duplicou a receita vinda dos seus associados.

Segundo a FIFA o clube tinha, em 2014, cerca de 235 000 sócios com quotas em dia o que mas uma vez lhe valeu a revalidação do título de "Maior Clube do Mundo".[40][51]

Uma recontagem de Sócios, em 2015, revelou que que o número de sócios pagantes tinha decrescido para cerca de 157 000, sendo que, com estes números, deixou de ser o clube com mais sócios em todo o mundo. [52][53]

Sócios por distrito

  1. Lisboa – 48,4% (68.639)
  2. Setúbal – 11,4% (16.167)
  3. Outros – 11,2% (15.883)
  4. Porto – 5,8% (8.225)
  5. Santarém – 4,8% (6.807)
  6. Leiria – 4,1% (5.815)
  7. Exterior – 3,6% (5.106)
  8. Faro – 3,3% (4.680)
  9. Braga – 3,1% (4.396)
  10. Aveiro – 2,5% (23.546)
  11. Coimbra – 1,8% (2.552)
  • Total – 235 000 (aproximadamente)

Casas do Benfica

1914 marcou o início da expansão dos núcleos benfiquistas. Atualmente existem Casas do Benfica em todo o território português. Podem também ser encontradas em diversas cidades pelos cinco continentes[46] e até em empresas.[54] Nas Casas do Benfica pode-se regularizar as quotas de sócio de forma rápida e eficaz, comprar bilhetes para os jogos do Benfica e até votar nas eleições para a presidência do clube (nas Casas do Benfica de Vila Nova de Famalicão, Coimbra, Évora e Faro os sócios podem votar por voto electrónico).[55]

Claques organizadas

Como todos os grandes portugueses, o Benfica possui várias claques de adeptos. As principais são os No Name Boys e os Diabos Vermelhos, embora também haja outras pequenas claques, como o Grupo Manks.[56] A primeira a ser criada foi a claque Diabos Vermelhos,[57] que se formou em 1982. Todavia, a maior é a claque No Name Boys,[58] que se formou a 4 de Março de 1992, fruto de uma cisão no seio da claque Diabos Vermelhos. Nenhum destes grupos organizados está legalizado,[59][60] nem nunca manifestou intenção de se registar no Conselho Nacional do Desporto (CND), pelo que não são legalmente apoiados pelo clube.[61]

Economia

Várias personalidades portuguesas já comentaram sobre a relação entre a conquista do campeonato nacional pelo SL Benfica e a subida do PIB. Algumas das personalidades são inclusive pessoas com bons conhecimentos de economia. António Mexia, CEO da EDP, em 2013, chegou a comentar que achava bem o SL Benfica ser campeão, pois ele era da opinião que isso teria um efeito positivo no PIB. Estas declarações foram proferidas em entrevista à Antena 1 e Diário Económico.

Analisando os últimos 20 anos, sempre que o SL Benfica foi campeão o PIB cresceu. Aliás, em três dos quatro títulos nacionais conquistados nesse período (1994, 2010 e 2014), o crescimento da economia foi sempre superior ao registado no ano anterior. Neste período a única excepção é 2005, pois em 2004 disputou-se o Euro 2004 em Portugal. Apesar do clube ter quebrado um jejum de 11 anos sem campeonatos, a economia cresceu apenas 0,8%, quando em 2004 havia expandido 1,6%.

Em relação à última década, o ano em que a economia mais cresceu foi em 2010, expandindo 1,9%, precisamente um ano em que o SL Benfica foi campeão. Em 2014 o campeonato conquistado tem também um significado simbólico, já que depois de três anos de troika, em que o FC Porto foi tricampeão e em que a economia esteve sempre em recessão (-1,3% em 2011, -3,2% em 2012 e -1,4% em 2013), 2014 marca o regresso do crescimento em 1.2%.[62]

É inevitável fazer o paralelo com o que se passou há exactamente 20 anos. Em 1994, o último campeonato que o Benfica ganhou no século XX coincidiu com uma recuperação que pôs fim à maior recessão desde 1984. Nesse ano, a economia cresceu 1,5%, o que contrasta com uma queda de 0,7% do PIB em 1993.

Olhando para o consumo privado, a tendência é muito semelhante, pois sempre que o Benfica foi campeão, o consumo teve um comportamento positivo. E, mais uma vez, só em 2005 é que cresceu menos do que no ano anterior – que foi, recorde-se, o ano do Euro 2004. Em 1994 o consumo expandiu 0,8%, em 2005 2,1%, em 2010 1,9% e em 2014 cerca de 1,3%..[63]

Símbolos e cores

Na fundação do Sport Lisboa e Benfica ficou definido que o clube teria como símbolos fundamentais as cores vermelho e branco, uma águia e que adoptaria a divisa "E Pluribus Unum", de maneira a definir a união entre todos os associados.[3]

O emblema é composto por uma águia, que simboliza independência, autoridade e nobreza, um escudo com as cores do clube (vermelho e branco), e a sigla SLB de "Sport Lisboa e Benfica" sobre uma bola de futebol, tudo sobreposto sobre uma roda de bicicleta que foi retirada do emblema do Grupo Sport Benfica e representa o ciclismo como uma das modalidades do clube.

O lema do clube, "E Pluribus Unum", que em latim significa "De muitos, um", também está presente.[64]

Antes de cada partida em casa, uma águia-de-cabeça-branca, chamada Vitória, voa em torno do Estádio da Luz várias vezes, acabando por aterrar em cima do escudo benfiquista, completando o emblema e criando uma versão real do emblema do clube.[65]

Evolução do emblema

Abaixo nota-se a evolução do emblema entre 1904 e 2011.[64] O atual emblema teve origem em 1908, com a fusão do Sport Lisboa com o Grupo Sport Benfica.[66] Este teve ainda, reformulações em 1930 e 1999, esta última, essencialmente um reposicionamento da águia.[67] No futebol, o clube tem vindo a adoptar emblemas comemorativos das conquistas "encarnadas" no futebol, com a inclusão de estrelas no topo do emblema atual.[68]

Evolução do emblema do Sport Lisboa e Benfica
{{{caption}}}
Emblema do Sport Lisboa.
(28 de Fevereiro 1904 - 1908)
 
{{{caption}}}
Emblema do Grupo Sport Benfica.
(26 de Julho 1906 - 1908)
 
{{{caption}}}
Emblema do Sport Lisboa e Benfica em 1908.
(1908 - 1930)
 
{{{caption}}}
Emblema do Sport Lisboa e Benfica em 1930.
(1930 - 1999)
 
{{{caption}}}
Emblema atual do Sport Lisboa e Benfica.
(1999 - )
 
{{{caption}}}
Emblema do Benfica para o Futebol.
(2008 - )
 
{{{caption}}}
Emblema do Benfica para o Futebol na época 2010/11.
(2010 - 2011)
 
{{{caption}}}
Emblema do Benfica para o Futebol na época 2011/12.
(2011 - 2012)
 

Material desportivo e patrocinadores

Período Material Desportivo Patrocinador
1974–1985 Alemanha Adidas Nenhum
1985–1986 Países Baixos/Reino Unido Shell
1986–1989 Portugal Fnac
1989–1992 Alemanha Hummel
1992–1994 Portugal Casino Estoril
1994–1996 Olympic Portugal Parmalat
1996–1997 Portugal Telecel
1997–2000 Alemanha Adidas
2000–2001 Netc
2001–2005 Reino Unido Vodafone
2005–2008 Portugal PT
2006–2012 Portugal TMN
2008–2015 Portugal MEO
2013–2015 Portugal MOCHE
2015–Presente =Emirados Árabes Unidos Fly Emirates

Equipamento

Equipamento actual

  • 1º - Camisola vermelha, calção branco e meias vermelhas;
  • 2º - Camisola preta, calção preto e meias pretas.
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Equipamento casa
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Equipamento fora
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Equipamento combinado

Uniformes dos guarda-redes

  • 2015-16
  • Camisa branca, calção e meias brancas;
  • Camisa amarela, calção e meias amarelas;
  • Camisa cinza, calção e meias cinzas.
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
'
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
'
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
'
  • 2014-15
  • Camisa branca, calção e meias brancas;
  • Camisa amarela, calção e meias amarelas;
  • Camisa cinza, calção e meias cinzas.
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
'
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
'
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
'

Uniformes de treino

  • 2015-16
  • Camisa branca, calção e meias brancas.
  • Camisa vermelha, calção e meias vermelhas.
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
'
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
'
  • 2014-15
  • Camisa branca, calção e meias brancas.
  • Camisa vermelha, calção e meias vermelhas.
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
'
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
'

Equipamentos

  • 2016-17
  • 1º - Camisola vermelha, calção branco e meias vermelhas;
  • 2º - Camisola preta, calção preto e meias pretas.
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Equipamento casa
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Equipamento fora


  • 2015-16
  • 1º - Camisola vermelha, calção branco e meias vermelhas;
  • 2º - Camisola branca, calção vermelho e meias brancas.
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Equipamento casa
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Equipamento fora
  • 2014-15
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo
  • 2013-14
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo
  • 2012-13
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo
  • 2011-12
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo
  • 2010-11
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Terceiro
  • 2009-10
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo
  • 2008-09
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo
  • 2007-08
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo
  • 2006-07
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo


  • 2005-06
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo


  • 2000-01
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo
  • 1995-96
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo


  • 1991-92
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo


  • Outros Equipamentos
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
1932
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
1962
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
1972
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
1983
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
1988
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
1990
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
1994

Estruturas

Terras do Desembargador (1904–1906)

Ver artigo principal: Terras do Desembargador
Terras do Desembargador (1906).

As Terras do Desembargador foram um espaço desportivo fundamental para a evolução do futebol em Lisboa e em Portugal.

Estádio da Luz (1954–2003)

Ver artigo principal: Estádio da Luz (1954)


Estádio da Luz

Ver artigo principal: Estádio da Luz
Vista exterior do Estádio da Luz.

O Estádio da Luz, oficialmente chamado como Estádio do Sport Lisboa e Benfica, é um estádio de futebol situado em Lisboa, com capacidade de 65 400.[69] Foi inaugurado a 25 de Outubro de 2003, num jogo entre o Benfica e o Nacional de Montevideo do Uruguai, sendo a partida vencida pelo Benfica por 2–1, com dois golos de Nuno Gomes.[70][71] É também conhecido como "A Catedral" pelos adeptos benfiquistas.[69] O termo Luz refere-se, à paróquia da Igreja de Nossa Senhora da Luz.

A sua construção deve-se ao facto de, no âmbito da realização do Euro 2004, o antigo Estádio da Luz (um dos maiores estádios do mundo, com 120 000 lugares) ser demolido, tendo sido construído em local adjacente, o novo estádio, com uma capacidade oficial de 65 400.[29] O Estádio da Luz foi palco de várias partidas do Euro 2004, incluindo a final.

A autoria do projecto do novo estádio é da empresa australiana Populous, a mesma que projectou o Estádio Olímpico de Sydney e o Estádio do Algarve, entre outros e projectou este estádio para usar iluminação natural tanto quanto possível.[72]

Panorama do Estádio da Luz.

Caixa Futebol Campus

Ver artigo principal: Caixa Futebol Campus

O Benfica possui um centro de formação e estágio no Seixal. O complexo é chamado de Caixa Futebol Campus, devido ao patrocínio da Caixa Geral de Depósitos.[73] Foi inaugurado em 22 de Setembro de 2006.[73] É neste complexo que a equipa profissional treina diariamente, bem como as equipas juvenis do clube.[74] É literalmente, a casa de todo o futebol "encarnado", já que vivem no complexo inúmeros elementos integrantes das equipas juvenis do Benfica.[73][75]

Rivalidades

Ver artigo principal: Os Três Grandes

O Benfica tem como principais rivais o Sporting e o FC Porto, que, juntamente com o clube da Luz, formam os Três Grandes. Os três clubes são, geralmente, os três primeiros classificados do campeonato português e são os clubes com mais adeptos em Portugal. A rivalidade entre os três clubes alastra-se pelas várias modalidades praticadas por Benfica, Sporting e FC Porto.

O Dérbi de Lisboa

Ver artigo principal: Sporting CP versus SL Benfica

Devido à história do clube, o principal rival é o clube do bairro vizinho Sporting Clube de Portugal. O Benfica vs Sporting é o principal dérbi da cidade de Lisboa, sendo o mais importante dérbi de futebol de Portugal. A rivalidade teve origem em 1907, quando oito jogadores do Benfica mudaram para o mais abastado Sporting em busca de melhores condições de trabalho.

O Clássico

Ver artigo principal: FC Porto versus SL Benfica

O outro grande rival do Benfica é o FC Porto, no chamado "Clássico". O Benfica vs FC Porto é o jogo mais importante do futebol português.[76][77] Esta rivalidade tem crescido nos últimos 20 anos e tornou-se num dos maiores clássicos do mundo.[76] A animosidade ou rivalidade desenvolvida a partir da primeira metade do século XIX entre as duas maiores cidades de Portugal, nascida com o desenvolvimento industrial e a nova influência política da cidade do Porto (sobretudo a partir do liberalismo) – ou da "animosidade" na mesma cidade face à capital ou face ao poder central e mais tarde entre os seus clubes de futebol mais bem-sucedidos, está enraizada na história política, cultural e desportiva, sobretudo do século XX.

Plantel atual

Legenda
  • Capitão: Capitão
  • Lesionado: Jogador lesionado/contundido
  • +: Jogador em fase final de recuperação
  • +: Jogador que volta de lesão/contusão
  • Suspenso.: Jogador suspenso
Out of date clock icon.svg
Este artigo ou seção pode conter informações desatualizadas.

Se sabe algo sobre o tema abordado, edite a página e inclua informações mais recentes, citando fontes válidas. Utilize o campo de resumo para uma breve explicação das alterações e, se achar necessário, apresente mais detalhes na página de discussão.

Atualizado em 2 de fevereiro de 2017.

Guarda-redes
N.º Jogador
1 Brasil Ederson
12 Brasil Júlio César
13 Portugal Paulo Lopes
Defesas
N.º Jogador Pos.
2 Argentina Lisandro López C
4 Brasil Luisão Capitão C
14 Suécia Victor Lindelöf C
16 Croácia Branimir Kalaica C
33 Brasil Jardel C
23 Portugal Pedro Pereira LD
34 Portugal André Almeida LD
50 Portugal Nélson Semedo LD
3 Espanha Alex Grimaldo Lesionado LE
19 Portugal Eliseu LE
38 Brasil Marcelo Hermes LE
Médios
N.º Jogador Pos.
5 Sérvia Ljubomir Fejsa T
6 Brasil Filipe Augusto T
7 Grécia Andreas Samaris T
8 Portugal André Horta M
18 Argentina Eduardo Salvio M
21 Portugal Pizzi M
22 Argentina Franco Cervi M
Avançados
N.º Jogador
9 México Raúl Jiménez
10 Brasil Jonas
11 Grécia Konstantinos Mitroglou
15 Peru André Carrillo
17 Sérvia Andrija Živković
27 Portugal Rafa Silva
70 Portugal José Gomes
Equipa técnica
Nome Pos.
Portugal Rui Vitória TR
Portugal Arnaldo Teixeira TA
Portugal Marco Pedroso TA
Portugal Minervino Pietra TA
Portugal Sérgio Botelho TA
Portugal Paulo Mourão PF
Portugal Hugo Oliveira TGR
Portugal Bruno Mendes CO

Notáveis jogadores

Melhores marcadores

Melhores goleadores do Benfica
Rank Jogador Golos Épocas
1. Portugal Eusébio &0000000000000467.000000467 1960-1975
2. Portugal José Águas &0000000000000378.000000378 1949-1963
3. Portugal Nené &0000000000000369.000000369 1967-1986
4. Portugal Torres &0000000000000240.000000240 1959-1971
5. Portugal Arsénio &0000000000000233.000000233 1943-1955
6. Portugal Rogério Carvalho &0000000000000182.000000182 1942-1947; 1948-1952
7. Portugal Julinho &0000000000000203.000000203 1942-1953
8. Paraguai Óscar Cardozo &0000000000000172.000000172 2007-2014
9. Portugal José Augusto &0000000000000172.000000172 1959-1969
10. Portugal Nuno Gomes &0000000000000166.000000166 1997-2000; 2002-2011

Jogadores com mais jogos no Benfica

Rank Jogador Jogos Épocas
1. Portugal Nené &0000000000000578.000000578 1968–1986
2. Portugal António Veloso &0000000000000535.000000535 1980–1995
3. Portugal Mário Coluna &0000000000000518.000000518 1954–1970
4. Brasil Luisão &0000000000000500.000000500 2003–

Jogos oficiais

Estatísticas de jogos oficiais do Sport Lisboa e Benfica

Títulos

Continentais
Competição Títulos Temporadas
Coppacampioni.png Liga dos Campeões da UEFA 2 1960-61 e 1961-62
Nacionais
Competição Títulos Temporadas
Portuguese shield.svg Campeonato Português

Recordista

36 1935-36, 1936-37, 1937-38, 1941-42, 1942-43, 1944-45, 1949-50, 1954-55, 1956-57, 1959-60, 1960-61, 1962-63, 1963-64, 1964-65, 1966-67, 1967-68, 1968-69, 1970-71, 1971-72, 1972-73Cscr-featured.png, 1974-75, 1975-76, 1976-77, 1980-81, 1982-83, 1983-84, 1986-87, 1988-89, 1990-91, 1993-94, 2004-05, 2009-10, 2013-14, 2014-15, 2015-16, 2016-17
Taça de Portugal.svg Taça de Portugal

Recordista

25 1939-40Cscr-featured.png, 1942-43Cscr-featured.png, 1943-44Cscr-featured.png, 1948-49Cscr-featured.png, 1950-51Cscr-featured.png, 1951-52, 1952-53, 1954-55Cscr-featured.png, 1956-57Cscr-featured.png 1958-59, 1961-62, 1963-64Cscr-featured.png, 1968-69Cscr-featured.png, 1969-70, 1971-72Cscr-featured.png, 1979-80Cscr-featured.png, 1980-81Cscr-featured.png, 1982-83Cscr-featured.png, 1984-85Cscr-featured.png, 1985-86Cscr-featured.png, 1986-87Cscr-featured.png, 1992-93Cscr-featured.png, 1995-96Cscr-featured.png, 2003-04Cscr-featured.png, 2013-14
Taça CTT 2015-today Taça da Liga

Recordista

7 2008-09Cscr-featured.png, 2009-10Cscr-featured.png, 2010-11Cscr-featured.png, 2011-12Cscr-featured.png, 2013-14Cscr-featured.png, 2014-15Cscr-featured.png, 2015-16Cscr-featured.png
Supertaça Cândido de Oliveira (Cândido de Oliveira Super Cup).svg Supertaça Cândido de Oliveira 6 1980Cscr-featured.png, 1985Cscr-featured.png, 1989Cscr-featured.png, 2005Cscr-featured.png, 2014Cscr-featured.png, 2016Cscr-featured.png
Taça de Portugal.svg Campeonato de Portugal (*)

(Prova predecessora da Taça de Portugal)

3 1929–30, 1930–31, 1934–35
Regionais
Competição Títulos Temporadas
LSB.png Campeonato de Lisboa 10 1909-10, 1911-12Cscr-featured.png, 1912/13Cscr-featured.png, 1913-14Cscr-featured.png, 1915-16Cscr-featured.png, 1916-17Cscr-featured.png, 1917-18, 1919-20Cscr-featured.png, 1932-33, 1939-40Cscr-featured.png
LSB.png Taça de Honra de Lisboa

Recordista

18 1919-20, 1921-22, 1962-63, 1964-65, 1966-67, 1967-68, 1968-69, 1971-72, 1972-73, 1973-74, 1974-75, 1977-78, 1978-79, 1979-80, 1981-82, 1983-84, 1985-86, 1987-88
Outras Conquistas
Competição Títulos Temporadas
União Europeia Taça Latina 1 1950Cscr-featured.png
União Europeia Taça Ibérica 1 1983

(*) Antes da temporada de 1938-39, a Taça de Portugal era conhecida como Campeonato de Portugal, apesar da entidade oficial organizadora (FPF) as reconhecer como provas separadas.

Cscr-featured.png Campeão Invicto

Provas Nacionais

Actualizado em 24 de Maio de 2017.

Presenças Títulos Jogos Vitórias Empates Derrotas Golos Marcados Golos Sofridos Melhor Classificação
I Liga / 1ª Divisão 83 36 2.330 1.601 418 311 5.455 2.034 Campeão (36)
Taça de Portugal 77 25 431 329 24 78 1.419 405 Vencedor (25)
Taça da Liga 10 7 46 37 7 2 99 30 Vencedor (7)
Supertaça 18 6 35 10 9 16 28 41 Vencedor (6)
Qualificação à divisão superior
Desqualificação à divisão inferior

Últimas temporadas

  • Para visualizar todas as temporadas
Sport Lisboa e Benfica
Temporadas Liga Portuguesa Taça de Portugal Taça da Liga Supertaça Liga dos Campeões Liga Europa
Div. Pos. Pts. J V E D GM GS Fase Máxima Fase Máxima Fase Máxima Fase Máxima Fase Máxima
2015–2016 Liga NOS 88 34 29 1 4 88 22 4ª Eliminatória Vencedor Final 1/4 Final Não disputou
2016–2017 Liga NOS



Legenda:
     Campeão.
     Vice-campeão.
     Classificado à Liga dos Campeões da UEFA.
     Classificado à Liga Europa da UEFA.

Histórico das Provas Europeias

Actualizado a 17 de Maio de 2017.

Prova Presenças Títulos Jogos Realizados Vitórias Empates Derrotas Melhor
Coppacampioni.png Liga dos Campeões da UEFA 35 2 235 107 55 73 Vencedor (2) (1960-61 e 1961-62)
Coppacoppe.png Taça dos Clubes Vencedores de Taças 7 - 42 21 12 9 Meias-Finais (2) (1980-81 e 1993-94)
UEFA Cup (adjusted).png Liga Europa 18 - 111 55 24 32 Finalista (3) (1982-83, 2012-13 e 2013-14)

Percurso nas Finais Europeias

Época Prova Fase Equipa 1 1ª Mão Equipa 2 2ª Mão
1960/61 Coppacampioni.png Taça dos Campeões Europeus 1ª Pré.Elim. Escócia Hearts 1–2 Emblema Benfica 1930 (Sem fundo).png SL Benfica 0–3
Coppacampioni.png Oitavos-de-final Emblema Benfica 1930 (Sem fundo).png SL Benfica 6–2 Hungria Újpest 1–2
Coppacampioni.png Quartos-de-final Emblema Benfica 1930 (Sem fundo).png SL Benfica 3–1 Dinamarca Aarhus 4–1
Coppacampioni.png Meias-finais Emblema Benfica 1930 (Sem fundo).png SL Benfica 3–0 Áustria Rapid Wien 1–1
Coppacampioni.png Final Emblema Benfica 1930 (Sem fundo).png SL Benfica 3–2 Espanha FC Barcelona
1961/62 Coppacampioni.png Taça dos Campeões Europeus Oitavos-de-final Áustria Austria Wien 1–1 Emblema Benfica 1930 (Sem fundo).png SL Benfica 1–5
Coppacampioni.png Quartos-de-final Alemanha FC Nürnberg 3–1 Emblema Benfica 1930 (Sem fundo).png SL Benfica 0–6
Coppacampioni.png Meias-finais Emblema Benfica 1930 (Sem fundo).png SL Benfica 3–1 Inglaterra Tottenham 1–2
Coppacampioni.png Final Emblema Benfica 1930 (Sem fundo).png SL Benfica 5–3 Espanha Real Madrid
1962/63 Coppacampioni.png Taça dos Campeões Europeus Oitavos-de-final Suécia Norrköping 1–1 Emblema Benfica 1930 (Sem fundo).png SL Benfica 1–5
Coppacampioni.png Quartos-de-final Emblema Benfica 1930 (Sem fundo).png SL Benfica 2–1 República Checa FK Dukla Dejvice 0–0
Coppacampioni.png Meias-finais Países Baixos Feyenoord 0–0 Emblema Benfica 1930 (Sem fundo).png SL Benfica 1–3
Coppacampioni.png Final Itália AC Milan 2–1 Emblema Benfica 1930 (Sem fundo).png SL Benfica
1964/65 Coppacampioni.png Taça dos Campeões Europeus 1ªPré-Eliminatória Luxemburgo Aris Bonnevoie 1–5 Emblema Benfica 1930 (Sem fundo).png SL Benfica 1–5
Coppacampioni.png Oitavos-de-final Suíça Chaux-de-Fonds 1–1 Emblema Benfica 1930 (Sem fundo).png SL Benfica 0–5
Coppacampioni.png Quartos-de-final Emblema Benfica 1930 (Sem fundo).png SL Benfica 5–1 Espanha Real Madrid 1–2
Coppacampioni.png Meias-Finais Hungria Gyori ETO 0–1 Emblema Benfica 1930 (Sem fundo).png SL Benfica 4-0
Coppacampioni.png Final Itália Inter 1-0 Emblema Benfica 1930 (Sem fundo).png SL Benfica
1967/68 Coppacampioni.png Taça dos Campeões Europeus 1ªPré-Eliminatória Reino Unido Glentoran 1–1 Emblema Benfica 1930 (Sem fundo).png SL Benfica 0–0
Coppacampioni.png Oitavos-de-final Emblema Benfica 1930 (Sem fundo).png SL Benfica 2–0 França Saint-Étienne 0–1
Coppacampioni.png Quartos-de-final Hungria Vasas SC 0-0 Emblema Benfica 1930 (Sem fundo).png SL Benfica 0–3
Coppacampioni.png Meias-finais Itália Juventus 2–0 Emblema Benfica 1930 (Sem fundo).png SL Benfica 1–0
Coppacampioni.png Final Inglaterra Manchester United 4–1 (a.p.) Emblema Benfica 1930 (Sem fundo).png SL Benfica
1982/83 UEFA Cup (adjusted).png Taça UEFA 1ªElim. Emblema Benfica 1930 (Sem fundo).png SL Benfica 2–1 Espanha Bétis 2–1
UEFA Cup (adjusted).png 2ª Elim. Emblema Benfica 1930 (Sem fundo).png SL Benfica 2–0 Bélgica Lokeren 2–1
UEFA Cup (adjusted).png Oitavos-de-final Suíça FC Zurich 1-1 Emblema Benfica 1930 (Sem fundo).png SL Benfica 0–4
UEFA Cup (adjusted).png Quartos-de-final Itália AS Roma 1-2 Emblema Benfica 1930 (Sem fundo).png SL Benfica 1–1
UEFA Cup (adjusted).png Meias-finais Emblema Benfica 1930 (Sem fundo).png SL Benfica 0-0 Roménia Universitatea Craiova 1–1
UEFA Cup (adjusted).png Final Bélgica Anderlecht 1-0 Emblema Benfica 1930 (Sem fundo).png SL Benfica 1–1
1987/88 Coppacampioni.png Taça dos Campeões Europeus Oitavos-de-final Dinamarca Aarhus 0–0 Emblema Benfica 1930 (Sem fundo).png SL Benfica 0–1
Coppacampioni.png Quartos-de-final Emblema Benfica 1930 (Sem fundo).png SL Benfica 2–0 Bélgica Anderlecht 0-1
Coppacampioni.png Meias-finais Roménia Steaua Bucareste 0–0 Emblema Benfica 1930 (Sem fundo).png SL Benfica 0-2
Coppacampioni.png Final Países Baixos PSV 0–0 (6-5 g.p.) Emblema Benfica 1930 (Sem fundo).png SL Benfica
1989/90 Coppacampioni.png Taça dos Campeões Europeus 1ªElim. Reino Unido Derry City 1–2 Emblema Benfica 1930 (Sem fundo).png SL Benfica 0–4
Coppacampioni.png Oitavos-de-final Hungria Honvéd 0–2 Emblema Benfica 1930 (Sem fundo).png SL Benfica 0–7
Coppacampioni.png Quartos-de-final Emblema Benfica 1930 (Sem fundo).png SL Benfica 1–0 Ucrânia Dnipro 3-0
Coppacampioni.png Meias-finais França Olympique Marseille 2–1 Emblema Benfica 1930 (Sem fundo).png SL Benfica 0-1
Coppacampioni.png Final Itália AC Milan 1–0 Emblema Benfica 1930 (Sem fundo).png SL Benfica
2012/13 Coppacampioni.png Liga dos Campeões Fase de Grupos Escócia Celtic 0–0 SLBenfica3estrelas.png SL Benfica 1–2
Coppacampioni.png Fase de Grupos SLBenfica3estrelas.png SL Benfica 0–2 Espanha FC Barcelona 0–0
Coppacampioni.png Fase de Grupos Rússia Spartak Moskva 2–1 SLBenfica3estrelas.png SL Benfica 0-2
UEFA Cup (adjusted).png Liga Europa Dezasseis-avos-de-final Alemanha Bayer Leverkusen 0–1 SLBenfica3estrelas.png SL Benfica 1–2
UEFA Cup (adjusted).png Oitavos-de-final SLBenfica3estrelas.png SL Benfica 1–0 França Bordéus 3–2
UEFA Cup (adjusted).png Quartos-de-final SLBenfica3estrelas.png SL Benfica 3–1 França Newcastle 1–1
UEFA Cup (adjusted).png Meias-finais Turquia Fenerbahçe 1–0 SLBenfica3estrelas.png SL Benfica 1–3
UEFA Cup (adjusted).png Final Inglaterra Chelsea 2–1 SLBenfica3estrelas.png SL Benfica
2013/14 Coppacampioni.png Liga dos Campeões Fase de Grupos SLBenfica3estrelas.png SL Benfica 2–0 Bélgica Anderlecht 3–2
Coppacampioni.png Fase de Grupos França PSG 3–0 SLBenfica3estrelas.png SL Benfica 1–2
Coppacampioni.png Fase de Grupos SLBenfica3estrelas.png SL Benfica 1–1 Grécia Olympiacos 0-1
UEFA Cup (adjusted).png Liga Europa Dezasseis-avos-de-final Grécia PAOK 0–1 SLBenfica3estrelas.png SL Benfica 0–3
UEFA Cup (adjusted).png Oitavos-de-final Inglaterra Tottenham 1–3 SLBenfica3estrelas.png SL Benfica 2–2
UEFA Cup (adjusted).png Quartos-de-final Países Baixos AZ Alkmaar 0–1 SLBenfica3estrelas.png SL Benfica 0–2
UEFA Cup (adjusted).png Meias-finais SLBenfica3estrelas.png SL Benfica 2–1 Itália Juventus 0–0
UEFA Cup (adjusted).png Final Espanha Sevilla 0–0 (4-2 g.p.) SLBenfica3estrelas.png SL Benfica

Competições Europeias

Época Prova Fase Adversário Casa Fora Ag.
2016–17 Coppacampioni.png Liga dos Campeões Fase de Grupos Turquia Besiktas 1–1 3–3
Itália Nápoles 1–2 4–2
Ucrânia Dínamo de Kiev 1–0 0–2
Oitavos-de-Final Alemanha Borussia Dortmund 1–0 4–0 1–4

Treinadores

  • Em actualização*
Treinadores do Sport Lisboa e Benfica
(Nascimento–Morte)
Retrato Tempo em funções Títulos
Flag Portugal (1830).svg Manuel Gourlade 1906 - 1908
Portugal Cosme Damião Cosme Damião Benfica.jpg 1908 - 1926 8 Campeonatos de Lisboa
Portugal António Ribeiro dos Reis 1926 - 1929 ; 1932 - 1934 ; 1953 1 Campeonato de Lisboa
1 Taça de Portugal
Inglaterra Arthur John 1929 - 1931 2 Campeonatos de Portugal
Portugal Vítor Cândido Gonçalves 1934 - 1936 1 Campeonato Nacional
1 Campeonato de Portugal
Hungria Lippo Hertzka 1936 - 1939; 1947 - 1948 2 Campeonatos Nacionais
Hungria János Biri 1939 - 1947 3 Campeonatos Nacionais
3 Taças de Portugal
1 Campeonato de Lisboa
Inglaterra Ted Smith 1948 - 1952 1 Taça Latina
1 Campeonato Nacional
2 Taças de Portugal
Portugal Cândido Tavares 1952 1 Taça de Portugal
10º Argentina Alberto Zozaya 1952 - 1953
11º Argentina José Valdivieso 1953 - 1954; 1959 (interino) 1 Taça de Portugal
12º Brasil Otto Glória 1954 - 1959; 1968 - 1970 4 Campeonatos Nacionais
3 Taças de Portugal
13º Hungria Béla Guttmann 1959 - 1962; 1965 - 1966 2 Taça dos Clubes Campeões Europeus
2 Campeonatos Nacionais
14º Portugal Fernando Caiado 1962 (interino) 1 Taça de Portugal
15º Chile Fernando Riera Fernando Riera 1963.jpg 1962 - 1963; 1966 - 1967 3 Campeonatos Nacionais
16º Hungria Lajos Czeizler 1963 - 1964 1 Campeonato Nacional
1 Taça de Portugal
17º Roménia Elek Schwartz 1964 - 1965 1 Campeonato Nacional
18º Portugal Fernando Cabrita 1967 - 1968; 1973 - 1974 1 Campeonato Nacional
2 Taças de Honra
19º Portugal José Augusto 1970 (interino) 1 Taça de Portugal
20º Inglaterra Jimmy Hagan 1970 - 1973; 3 Campeonatos Nacionais
1 Taça de Portugal
21º Sérvia Milorad Pavic 1974 - 1975; 1 Campeonato Nacional
22º Portugal Mário Wilson 1975 - 1976; 1979 - 1980; 1995 - 1996; 1997 (interino) 1 Campeonato Nacional
2 Taças de Portugal
23º Inglaterra John Mortimore 1976 - 1979; 1985 - 1987 2 Campeonatos Nacionais
2 Taças de Portugal
24º Hungria Lajos Baróti 1980 - 1982; 1 Campeonato Nacional
1 Taça de Portugal
25º Suécia Sven-Göran Eriksson 1982 - 1984; 1989 - 1992 Campeonatos Nacionais
1 Taça de Portugal
1 Supertaça de Portugal
26º Hungria Pál Csernai 1984 - 1985 1 Taça de Portugal
27º Dinamarca Ebbe Skovdahl 1987
28º Portugal Toni 1987 - 1989; 1992 - 1994; 2000 - 2002 2 Campeonatos Nacionais
1 Taça de Portugal
29º Croácia Tomislav Ivić 1992
30º Portugal Artur Jorge 1994 - 1995
31º Brasil Paulo Autuori 1996 - 1997
32º Portugal Manuel José 1997
33º Escócia Graeme Souness 1997 - 1999
34º Portugal Shéu Han 1999 (interino)
35º Alemanha Jupp Heynckes 1999 - 2000
36º Portugal José Mourinho 2000
37º Portugal Jesualdo Ferreira 2002
38º Portugal Fernando Chalana 2002 (interino); 2008 (interino)
39º Espanha José Antonio Camacho 2002 - 2004 ; 2007 - 2008 1 Taça de Portugal
40º Itália Giovanni Trapattoni 2004 - 2005 1 Campeonato Nacional
41º Países Baixos Ronald Koeman 2005 - 2006 1 Supertaça de Portugal
42º Portugal Fernando Santos 2006 - 2007
43º Espanha Quique Flores 2008 - 2009 1 Taça da Liga
44º Portugal Jorge Jesus Jorge Jesus SLB.jpg 2009 - 2015 3 Campeonatos Nacionais
1 Taça de Portugal
5 Taças da Ligas
1 Supertaça
45º Portugal Rui Vitória Benf-Zen 2016 (7).jpg 2015 - Actualidade 1 Campeonato Nacional
1 Taça da Liga

Modalidades

Basquetebol

O Benfica é um clube de topo do basquetebol em Portugal. A primeira partida de basquetebol do clube foi a 20 de Março de 1927, num jogo particular contra a Escola Académica. A 27 de Novembro do mesmo ano, realizou o seu primeiro jogo oficial, contra o Sporting. O clube teve um papel primordial na introdução do basquetebol feminino em Portugal, em 1933. Assim como no futebol, o Benfica tem uma grande rivalidade com a equipa de basquetebol do FC Porto o que, geralmente, leva a discussões entre os fãs e jogadores. Na sua história, o Benfica ganhou no basquetebol, 25 Campeonatos Portugueses, 19 Taças de Portugal, 9 Taças da Liga/Hugo dos Santos e 12 Supertaças, sendo atualmente campeão nacional.[78]

Títulos
Atualizado em 17 de maio de 2016.

1939/40, 1945/46, 1946/47, 1960/61, 1961/62, 1962/63, 1963/64, 1964/65, 1969/70, 1974/75, 1984/85, 1985/86, 1986/87, 1988/89, 1989/90, 1990/91, 1991/92, 1992/93, 1993/94, 1994/95, 2008/09, 2009/10, 2011/12, 2012/13, 2013/14, 2014/15[78]

1945/46, 1946/47, 1960/61, 1963/64, 1964/65, 1965/66, 1967/68, 1968/69, 1969/70, 1971/72, 1972/73, 1973/74, 1980/81, 1991/92, 1992/93, 1993/94, 1994/95, 1995/96, 2013/14, 2014/15, 2015/16, 2016/17[78]

1989/90, 1990/91, 1992/93, 1993/94, 1994/95, 1995/96, 2010/11, 2012/13, 2013/14, 2014/15, 2016/17[78]

1985/86, 1989/90, 1991/92, 1994/95, 1995/96, 1996/97, 1998/99, 2009/10, 2010/11, 2012/13, 2013/14, 2014/15, 2015/16[78]

  • Torneio dos Campeões: 1

2006/07[78]

2009/10[78]

2007/08, 2008/09, 2011/12, 2012/13, 2014/15, 2015/16[78]

Ciclismo

O ciclismo foi a segunda modalidade adoptada pelo clube, e juntamente com o futebol, é um dos dois únicos desportos referenciados no emblema do clube. Esta modalidade esteve em actividade entre 1906 e 1941, entre 1947 até 1978, entre 1999 e 2000 e entre 2007 e 2008. O Benfica venceu a sua última Volta a Portugal em 1999, com o ciclista espanhol David Plaza a ficar com a camisola amarela. Historicamente, o Benfica é um clube que teve grandes sucessos nacionais no ciclismo.

Hóquei em Patins

O Benfica é o clube que pratica a modalidade há mais anos a nível mundial. O clube conquistou vinte e dois Campeonatos Portugueses embora tivesse ganho vinte e três, catorze Taças de Portugal, sete Supertaças de Portugal, uma Liga Europeia, duas Taças CERS, duas Taças Continentais e uma Taça Intercontinental.[79]

Títulos
Atualizado em 17 de Maio de 2016.

2012/13, 2015/16[79]

1990/91, 2010/11[79]

2011/12, 2013/14, 2016/17[79]

2013/14[79]

1950/51, 1951/52, 1955/56, 1956/57, 1959/60, 1960/61, 1965/66, 1966/67, 1967/68, 1969/70, 1971/72, 1973/74, 1978/79, 1979/80, 1980/81, 1991/92, 1993/94, 1994/95, 1996/97, 1997/98, 2011/12, 2014/15, 2015/16[79]

1962/63, 1977/78, 1978/79, 1979/80, 1980/81, 1981/82, 1990/91, 1993/94, 1994/95, 1999/00, 2000/01, 2001/02, 2009/10, 2013/14, 2014/15[79]

1992/93, 1994/95, 1997/98, 2001/02, 2002/03, 2010/11, 2012/13[79]

Futsal

Ver artigo principal: Futsal do Sport Lisboa e Benfica

O Benfica tem uma equipa profissional de futsal desde 2001. Em doze anos, o clube ganhou seis Campeonatos Portugueses, cinco Taças de Portugal, seis Supertaças e uma UEFA Futsal Cup (também chegou à final na temporada 2003/04). Desde a sua criação, em 2001, a equipa nunca se posicionou abaixo do segundo lugar no Campeonato Nacional e conseguiu a tripleta por duas vezes, em 2006/07 e 2011/12. O Benfica também possui uma equipa de futsal feminina, onde também já foi campeão nacional.[80]

Títulos
Atualizado em 17 de Maio de 2016.

2009/10[80]

2002/03, 2004/05, 2006/07, 2007/08, 2008/09, 2011/12, 2014/15[80]

2002/03, 2004/05, 2006/07, 2008/09, 2011/12, 2014/15, 2016/17[80]

2003/04, 2006/07, 2007/08, 2009/10, 2011/12, 2012/13, 2015/16[80]

Andebol

Ver artigo principal: Andebol do Sport Lisboa e Benfica

No andebol masculino, o Benfica venceu sete Campeonatos Nacionais, quatro Taças de Portugal, quatro Supertaças e duas Taças da Liga. O clube suspendeu a modalidade, entre 1997 e 2004, retomando à competição no mandato do presidente Luís Filipe Vieira. Na temporada 2006/07, o Benfica acabou com um período de 16 temporadas sem títulos nacionais, vencendo a Taça da Liga, a 28 de Janeiro de 2007. Após 18 anos sem alcançar o título, o Benfica vence o campeonato nacional na temporada de 2007/08.[81]

Títulos
Atualizado em 17 de Maio de 2016.

1961/62, 1974/75, 1981/82, 1982/83, 1988/89, 1989/90, 2007/08[81]

1984/85, 1985/86, 1986/87, 2010/11, 2015/16[81]

1988/89, 1993/94, 2010/11, 2012/13[81]

2006/07, 2008/09[81]

Râguebi

O Benfica ganhou nove Campeonatos Nacionais, 10 Taças de Portugal e quatro Taças Ibéricas nesta modalidade, tendo poderosos concorrentes como Académica de Coimbra, CDUP, Direito e Belenenses, e é o clube português com a secção de râguebi mais antiga. Na equipa feminina, o Benfica já venceu três Campeonatos (2006/07, 2007/08, 2008/09), três Taças de Portugal (2007/08, 2008/09, 2009/10) e quatro Supertaças (2006/07, 2007/08, 2008/09, 2009/10).

Títulos
Atualizado em 5 de Outubro de 2011.

1959/60, 1960/61, 1961/62, 1969/70, 1975/76, 1985/86, 1987/88, 1990/91, 2000/01

1961, 1965, 1966, 1970, 1972, 1975, 1983, 1984, 1985

  • Taça de Portugal – Taça Plate: 1

2010

  • Taça Ibérica: 4

1971, 1987, 1989, 2002

Voleibol

O Benfica é o clube português mais títulos no total. O clube venceu cinco campeonatos portugueses (o último em 2013/14), catorze Taças de Portugal e cinco Supertaças.[82] Em termos internacionais o SL Benfica atingiu uma final europeia na Challenge Cup em 2014/15, onde saiu derrotado frente ao Vojvodina NS Seme depois duma derrota na Sérvia por 3-1 e duma vitória na 2 mão por 3-2.

Títulos
Atualizado em 17 de Maio de 2016.

1980/81, 1990/91, 2004/05, 2012/13, 2013/14, 2014/15, 2016/17[82]

1965/66, 1973/74, 1974/75, 1975/76, 1977/78, 1978/79, 1979/80, 1989/90, 1991/92, 2004/05, 2005/06, 2006/07, 2010/11, 2011/12, 2014/15, 2015/16[82]

1989/90, 2010/11, 2011/12, 2012/13, 2014/15, 2015/16[82]

1966/67, 1967/68, 1968/69, 1969/70, 1970/71, 1971/72, 1972/73, 1973/74, 1974/75[82]

Modalidades do
Sport Lisboa e Benfica
Football pictogram.svg Futsal pictogram.svg Basketball pictogram.svg
Futebol Futsal Basquetebol
Roller hockey pictogram.svg Handball pictogram.svg Volleyball (indoor) pictogram.svg
Hóquei em Patins Andebol Voleibol
Rugby union pictogram.svg Cycling (road) pictogram.svg Athletics pictogram.svg
Râguebi Ciclismo Atletismo
Beach soccer pictogram.svg Judo pictogram.svg Triathlon pictogram.svg
Futebol de Praia Judo Triatlo
Swimming pictogram.svg Boxing pictogram.svg Gymnastics (artistic) pictogram.svg
Natação Boxe Ginástica
Table tennis pictogram.svg Archery pictogram.svg Golf pictogram.svg
Ténis de Mesa Tiro com Arco Golfe
  • Taça de Portugal Feminina: 2

1972/73, 1973/74[82]

Modalidades praticadas

Presidentes do Sport Lisboa e Benfica

Presidentes do Sport Lisboa e Benfica
(Nascimento–Morte)
Retrato Tempo em funções Títulos
(–)
1 José Rosa Rodrigues
(?–?)
28 de fevereiro de 1904 22 de novembro de 1906
24 António Catarino Duarte
(?–1978)
8 de maio de 1965 17 de junho de 1966
25 José Ferreira Queimado
(?–2007)
17 de junho de 1966 3 de julho de 1967
26 de maio de 1977 29 de maio de 1981
26 Duarte António Borges Coutinho
(1921–1981)
12 de abril de 1969 26 de maio de 1977
27 Fernando Martins
(1917–2013)
29 de maio de 1981 27 de março de 1987
28 João Maria dos Santos Júnior
(1914–2005)
27 de março de 1987 24 de abril de 1992
29 Jorge de Brito
(1927–2006)
24 de abril de 1992 7 de janeiro de 1994
30 Manuel Damásio
(1940–)
7 de janeiro de 1994 31 de outubro de 1997
31 João Vale e Azevedo
(1957–)
31 de outubro de 1997 27 de outubro de 2000
32 Manuel Vilarinho
(1948–)
27 de outubro de 2000 31 de outubro de 2003
33 Luís Filipe Vieira
(1949–)
Luis Filipe Vieira.jpg 31 de outubro de 2003 Atualidade

Em construção

Ver também

Notas

Referências

  1. «Fundação». SL Benfica. Consultado em 17 de Janeiro de 2015 
  2. «Luz». zerozero.pt. Consultado em 2 de Setembro de 2011 
  3. a b Sport Lisboa e Benfica. «Estatutos do Sport Lisboa e Benfica» (PDF). pt.scribd.com. Consultado em 31 de Agosto de 2011 
  4. IFFHS. «Europe's Club of the Century» (em inglês). iffhs.de. Consultado em 28 de Agosto de 2011 
  5. «Benfica é o nono melhor clube do século». slbenfica.pt. 10 de Setembro de 2009. Consultado em 30 de Novembro de 2011. Cópia arquivada em 7 de maio de 2010 
  6. «The FIFA Club of the Century» (PDF) (em inglês). FIFA. Consultado em 2 de Setembro de 2011. Cópia arquivada (PDF) em 23 de abril de 2007 
  7. «Benfica seal 33rd Portuguese title». UEFA. 20 April 2014. Consultado em 20 May 2014  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  8. «Liga Portugal». Liga Portugal. Consultado em 2 de janeiro de 2014 
  9. «Benfica lift cup to seal historic treble». UEFA. 18 de maio de 2014. Consultado em 20 de maio de 2014 
  10. «Benfica conquista Taça e consegue o triplete em Portugal». FIFA. 18 de maio de 2014. Consultado em 18 de maio de 2014 [ligação inativa]
  11. «Benfica seal Super Cup win on penalties». UEFA. 11 de agosto de 2014. Consultado em 11 de agosto de 2014 
  12. «Benfica 0-0 Rio Ave (3-2 on penalties): Portuguese champions win another trophy». Goal. 11 de agosto de 2014. Consultado em 11 de agosto de 2014 
  13. Stokkermans, Karel (23 de dezembro de 2013). «Unbeaten during a League Season». RSSSF. Consultado em 1 de janeiro de 2014 
  14. Martins, Paulo (27 de julho de 2004). «SL Benfica's series of 56 matches unbeaten in the I Divisão». RSSSF. Consultado em 1 de janeiro de 2014 
  15. Viegas, João (1 de setembro de 2013). «Dragões voltam a falhar o recorde do Benfica». Record. Consultado em 1 de janeiro de 2014 [ligação inativa]
  16. Diário Económico (20 de Setembro de 2007). «Benfica e Porto estão entre as 25 marcas de futebol mais valiosas na Europa». diarioeconomico.sapo.pt. Consultado em 17 de Setembro de 2011 [ligação inativa]
  17. «UEFA rankings for club competitions» (em inglês). UEFA. Consultado em 20 de agosto de 2015 
  18. «Ranking IFFHS». Zero a Zero 
  19. «Benfica SAD» (PDF). slbenfica.pt. 19 de Março de 2010. Consultado em 30 de Novembro de 2011 [ligação inativa]
  20. «Benfica: Número de Sócios cai para perto dos 156 mil». maisfutebol.iol.pt. 13 de agosto de 2015. Consultado em 26 de maio de 2016 
  21. Sapo (1 de Abril de 2011). «Inaugurada primeira Casa do clube numa empresa». desporto.sapo.pt. Consultado em 3 de Setembro de 2011 
  22. «Assembleia Eleitoral 2009» (PDF). slbenfica.pt. Consultado em 30 de Novembro de 2011 
  23. claqueslb.no.sapo.pt. «Grupo Manks». claqueslb.no.sapo.pt. Consultado em 22 de Agosto de 2011 
  24. claqueslb.no.sapo.pt. «DIABOS VERMELHOS». claqueslb.no.sapo.pt. Consultado em 22 de Agosto de 2011 
  25. claqueslb.no.sapo.pt. «NO NAME BOYS». claqueslb.no.sapo.pt. Consultado em 22 de Agosto de 2011 
  26. Record (31 de Março de 2011). «Águias dizem que adotam medidas idênticas». record.xl.pt. Consultado em 22 de Agosto de 2011 [ligação inativa]
  27. Jornal Record (22 de Junho de 2015). «Claques à margem da lei». sol.pt. Consultado em 19 de Outubro de 2015 
  28. «Vieira protege cabecilhas dos No Name Boys, diz PSP». Diário de Notícias. 18 de Maio de 2009. Consultado em 19 de outubro de 2015 
  29. bportugal. «Projeções para a economia portuguesa: 2014-2016» (PDF). Consultado em 25 de Maio de 2014 [ligação inativa]
  30. bportugal. «Massa Monetária». Consultado em 25 de Maio de 2014 
  31. a b «A evolução de um emblema histórico!». slbenfica.pt. Consultado em 30 de Novembro de 2011 [ligação inativa]
  32. Relvado (4 de Fevereiro de 2011). «Águia Vitória vai voltar ao Estádio da Luz». relvado.aeiou.pt. Consultado em 1 de Setembro de 2011 
  33. «Benfica: Nomes antigos». zerozero.pt. Consultado em 2 de Setembro de 2011 
  34. «Benfica não vai alterar emblema». slbenfica.pt. 17 de Dezembro de 2007. Consultado em 30 de Novembro de 2011. Cópia arquivada em 27 de abril de 2010 
  35. «Discurso Gala 104.º Aniversário – Casino Estoril» (PDF). slbenfica.pt. 28 de Fevereiro de 2008. Consultado em 7 de Setembro de 2011 
  36. a b «Estádio da Luz». slbenfica.pt. Consultado em 30 de Novembro de 2011 [ligação inativa]
  37. «Parabéns Estádio da Luz!». slbenfica. 25 de Outubro de 2010. Consultado em 30 de Novembro de 2011. Cópia arquivada em 6 de janeiro de 2011 
  38. «BENFICA–NACIONAL DE MONTEVIDEU, 2–1 (Nuno Gomes 7 e 47; Mello 11. Record. 25 de Outubro de 2003. Consultado em 14 de Setembro de 2011 [ligação inativa]
  39. «Estadio da Luz» (em [en). portfolio.populous.com. Consultado em 14 de Setembro de 2011 
  40. a b c «Caixa Futebol Campus». slbenfica.pt. Consultado em 30 de Novembro de 2011 [ligação inativa]
  41. «Caixa Futebol Campus». zerozero.pt. Consultado em 22 de Setembro de 2011 
  42. «Vieira e Jesus destacam importância do Caixa Futebol Campus». abola.pt. 22 de Setembro de 2011. Consultado em 22 de Setembro de 2011 
  43. a b «Benfica x FC Porto». pt.fifa.com. Consultado em 17 de Setembro de 2011 [ligação inativa]
  44. Rui Tovar (7 de Agosto de 2010). «SLB & FCP. O jogo mais importante de Portugal». i. Consultado em 23 de Setembro de 2011 
  45. a b c d e f g h «Palmarés do Basquetebol». slbenfica.pt. Consultado em 25 de Maio de 2014 
  46. a b c d e f g h «Palmarés do Hóquei em Patins». slbenfica.pt. Consultado em 30 de Novembro de 2011 [ligação inativa]
  47. a b c d e «Palmarés do Futsal». slbenfica.pt. Consultado em 30 de Novembro de 2011 
  48. a b c d e «Palmarés do Andebol». slbenfica.pt. Consultado em 30 de Novembro de 2011 
  49. a b c d e f «Palmarés do Voleibol». slbenfica.pt. Consultado em 30 de Novembro de 2011 

Ligações externas

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Imagens e media no Commons
Commons Categoria no Commons
Wikinotícias Categoria no Wikinotícias