Sagres (cerveja)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Cerveja Sagres
Tipo Pilsner, Dark Pilsner, Radler
Volume de álcool De 0,3% a 6,2%
Fabricante Sociedade Central de Cervejas e Bebidas SA (Heineken Group)
Origem  Portugal
Introduzida 1940
Cor Dourada
Variante(s)
  • Sagres Branca
  • Sagres Bohemia
  • Sagres Preta
  • Sagres Sem Álcool
  • Sagres Radler
Website www.sagres.pt

Sagres é uma marca de cerveja de Portugal. Foi criada em 1940 como cerveja de prestígio, para representar a Sociedade Central de Cervejas na Exposição do Mundo Português, inaugurada em maio desse ano.[1]

História[editar | editar código-fonte]

Lidera, junto com a concorrente Super Bock, o mercado cervejeiro em Portugal. Ambas as marcas representam 89,5% do mercado português.[2]

Em outubro de 2008 a Sagres superou a Super Bock pela primeira vez em 20 anos, mantendo-se desde então a marca líder de cervejas em Portugal.[3]

A cerveja Sagres marca o início da exportação de cerveja, aportando primeiramente a Gibraltar, continuando para os Açores e para as ex-colónias portuguesas: Angola, Cabo Verde, Guiné, São Tomé e Príncipe, Timor, Goa, Macau e Moçambique.

A Cerveja Sagres é 100% natural, produzida segundo métodos tradicionais exclusivos a partir de água, malte, cereais não maltados e uma rigorosa seleção de lúpulos. No seu fabrico não são utilizados quaisquer aditivos ou conservantes. Trata-se de uma cerveja medianamente encorpada, de carácter seco e um amargo agradável. Leve, de cor dourada, tem um teor de álcool de 5,0%.[1]

Do portfólio da marca Sagres fazem parte a Sagres Branca, a Sagres Preta, a Sagres Radler, a Sagres Bohemia e as Sagres sem álcool Branca e Preta.

Sociedade Central de Cervejas e Bebidas, S.A. (SCC)[editar | editar código-fonte]

A Sociedade Central de Cervejas e Bebidas, S.A. (SCC) foi fundada em 1934 por quatro das mais antigas e prestigiadas cervejeiras portuguesas, tendo a marca de cerveja Sagres, nascido em 1940, como cerveja de prestígio, criada por ocasião da Exposição do Mundo Português, realizada em maio daquele ano.

O grupo SCC, também possui a Sociedade da Água de Luso, S.A. (SAL), que desde março de 2008, é detido a 100% pelo Grupo Heineken, e tem como principal atividade a produção e a comercialização de malte, cerveja e refrigerantes, possuindo duas unidades industriais, como a de Vialonga, localizada a norte de Lisboa, e a da Vacariça, onde são captadas e engarrafadas as águas minerais e de nascente Água de Luso e Água do Cruzeiro.

É na fábrica de Vialonga que são produzidas e engarrafadas as marcas de cerveja Sagres e as suas variantes, com e sem álcool, bem como outras específicas, destinadas a clientes e mercados de exportação. Em Portugal, a SCC tem ainda no seu portfólio as marcas internacionais de cerveja Heineken e Desperados, e representa também as marcas Bud, Guinness, Foster’s, Kilkenny, John Smith’s, as sidras Strongbow e Bulmers, bem como a gama de refrigerantes da marca Orangina Schweppes e o refrigerante Joi.

Referências

  1. a b CERVEJA Sagres. «Sagres - Produtos». Consultado em junho de 2010  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  2. AGÊNCIA Financeira (2 de março de 2009). ««Sagres» começa 2009 a ultrapassar «Super Bock»». Consultado em junho de 2010  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  3. JORNAL de Negócios Online (6 de janeiro de 2009). «Sagres supera Super Bock pela primeira vez em 20 anos num bimestre». Consultado em junho de 2010  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]