Sporting Clube de Braga B

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Braga B
150px-Sporting Clube Braga.png
Nome Sporting Clube de Braga B
Alcunhas Arsenalistas
Arcebispos
Braguistas
Bracarenses
Guerreiros do Minho
Fundação 1998–2006
2012–
Estádio Estádio 1º de Maio, Braga
Capacidade 30 0005,000 na II Liga
Presidente António Salvador
Treinador Abel Ferreira
Material esportivo Portugal Lacatoni
Competição Segunda Liga
2013–14 Segunda Liga, 20º
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
editar

O Sporting Clube de Braga B, frequentemente designado por SC Braga B ou apenas Braga B é a segunda equipa de futebol do Sporting Clube de Braga.[1] Funcionando como uma equipa de reservas ou satélite, os jogadores nela inscritos podem representar a equipa principal. Por esta razão, Esta equipa tem como principal funções estabelecer a ligação entre a formação e a equipa principal e proporcionar competição a jogadores menos utilizados, de forma a que quando sejam chamados à equipa principal apresentem um bom ritmo competitivo.

História[editar | editar código-fonte]

Desde a sua fundação, o SC Braga teve em vários períodos equipas de reservas ou "B", sendo que um dos últimos projectos existiu entre os anos de 1998 e 2006. Neste ano o SC Braga anunciou o fim da sua equipa B, (na altura a competir na II Divisão B) devido aos custos associados à competição, e ausência de competitividade, que impediam os clubes "B" de ascenderem à Segunda Liga, uma acção que foi consentânea com os restantes clubes que possuiam equipas "B", (com excepção do Marítimo que manteve a sua equipa em actividade até à actualidade). Na época 2007/08 a AF Porto cria a Liga Intercalar, uma competição destinada a rodar os jogadores menos utilizados, jogadores juniores e jogadores que regressem de lesão, para a qual foi convidada a equipa do SC Braga, conseguindo chegar à final da competição onde foi batida pela formação do Varzim SC.

Estava lançada a discussão sobre a utilidade da equipas "B", que levariam a que Liga Portuguesa de Futebol anunciasse o alargamento da Segunda Liga a partir da época 2012/13 para 24 equipas, com a inclusão de 6 equipas "B" (dos 6 mais bem classificados da Primeira Liga da época anterior). Assim, no início da época 2012/13 o SC Braga viria a retomar o projecto de equipa B.

O reatamento em 2012/13[editar | editar código-fonte]

O treinador Artur Jorge, antigo jogador do clube e que na época 2011/12 levou a equipa de juniores do SC Braga ao 3º lugar no Campeonato Nacional foi o escolhido para chefiar a equipa técnica na época 2012/13. No entanto devido ao excesso de juventude e falta de entrosamento, os resultados não foram os melhores, com a equipa a classificar-se nos lugares de despromoção e em Outubro de 2013 seria substituído no comando técnico por António Conceição. A equipa viria a ganhar novo fôlego e com o contributo de algumas contratações na reabertura do mercado de transferências de jogadores no período de inverno, e recuperaria até ao 16º lugar final (em 22 equipas). António Conceição acabaria por sair no final da época por desejar treinar uma equipa de Primeira Liga.

Restrições[editar | editar código-fonte]

A equipa "B" do Braga não poderá disputar a Taça de Portugal, a Taça da Liga e não pode subir à Primeira Divisão. Além disso, terão de incluir nas respetivas fichas de jogo pelo menos dez jogadores formados no clube, com idades entre os 15 e os 21 anos de idade, e que tenham sido inscritos na Federação há três épocas desportivas.

Equipa Técnica[editar | editar código-fonte]

Equipa Técnica
Nome Cargo
Portugal Abel Ferreira Treinador Principal
Portugal Castanheira Treinador Adjunto
Portugal Carlos Martinho Treinador Adjunto
Portugal João Martins Preparador Físico
Portugal Orlando Silva Treinador de Guarda Redes

Fonte: [1]

Plantel 2015/16[editar | editar código-fonte]

Goleiros
Jogador
1 Portugal Tiago Pereira
12 Portugal José Costa
92 Portugal Tiago Sá Capitão
Defensores
Jogador Pos.
4 Portugal Breno Z
5 FrançaCosta do Marfim Willy Boly Z
44 Portugal Artur Jorge Z
66 Portugal Pedro Monteiro Z
97 Brasil Lucas Ferrugem Z
2 Marrocos Muhasin El Yazidi LD
72 Brasil Thales LD
82 República Democrática do Congo Anthony D'Alberto LD
55 Portugal Núrio LE
60 Portugal José Gomes LE
Meio-campistas
Jogador Pos.
46 Senegal Mamadou Loum Ndiaye V
48 Portugal Saná Camará V
84 Portugal João Gamboa V
95 Portugal Reko V
21 Portugal Mendonça M
50 Portugal Joca M
57 Gana Oti M
79 Portugal Didi Silva M
85 Nigéria Chidi Osuchukwu M
94 Níger Amadou Wonkoye M
Atacantes
Jogador
41 Portugal Altair Júnior
45 Nigéria Ogana
49 Brasil Agdon
56 Colômbia Fabián Cuero
70 Portugal Simão
77 Portugal Piqueti
88 Brasil William Pottker
98 Nigéria Onyeka Osemene
99 Portugal Carlos Fortes

Histórico Resultados[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Seis equipas B confirmadas». Record. 28 de maio de 2012. Consultado em 7 de fevereiro de 2013.