Clube Desportivo de Mafra

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Mafra
A entrada do Estádio Dr. Mário Silveira nos 50 Anos do clube
Nome Clube Desportivo de Mafra
Fundação 24 de maio de 1965 (50 anos)
Estádio Dr. Mário da Silveira
Capacidade 1257 (total)
Localização Mafra,  Portugal
Mando de jogo em Estádio Municipal de Mafra
Capacidade (mando) 1200 (sentados)[1]
Presidente Portugal Antonino Florindo
(José Cristo)
Treinador Portugal Jorge Paixão
Patrocinador Moticristo
Material esportivo Lacatoni
Competição Portugal Segunda Liga
Website Site oficial
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
editar

O Clube Desportivo de Mafra é um clube português, com sede na vila de Mafra, no distrito de Lisboa. O seu estádio é o Estádio Dr. Mário da Silveira, com capacidade total de 1.257 adeptos,[2] embora com poucas centenas de lugares sentados, mas manda actualmente os jogos no Estádio Municipal de Mafra.[3]

Equipa de amarelo e verde, e o seu presidente é Antonino da Costa Florindo, conhecido popularmente como "José Cristo". Este é também o dirigente da SDUQ do clube.[4] [5] Fundado em 1965, durante grande parte da sua história, passou nos escalões distritais - apenas se estreou em provas nacionais na década de 1990,[6] mas atravessa nos últimos anos um período de maior crescimento, que culminou com a subida à 2ª Liga portuguesa em 2015.[7] Actualmente, é o clube com mais expressão no concelho de Mafra.[8]

História[editar | editar código-fonte]

Os primeiros passos[editar | editar código-fonte]

O CD Mafra foi fundado a 24 de Maio de 1965,[9] [10] embora os primeiros estatutos tenham sido apenas aprovados a 19 de Outubro do mesmo ano. Nessa altura, e apesar do concelho de Mafra ter alguns clubes pelas suas freguesias, a sede de concelho não tinha qualquer representante. Anteriormente, já existira o Clube Desportivo de Mafra, fundado em 1940 com o mesmo emblema do actual, mas que acabou por desaparecer sendo então refundado em 1965.[9]

Um ano antes, em 1964, surgiu a ideia de "colmatar" a lacuna, numa conversa entre dois dos fundadores do emblema mafrense.[11] As origens do actual campo de futebol remontam a 1967, ano em que o clube alugou um terreno onde actualmente se situa o Estádio Dr. Mário Silveira (nome de Mário Duarte Costa da Silveira, primeiro presidente da direcção do clube).[11] Em 1970/71, conquistou o primeiro título oficial, a 3ª Divisão da Associação de Futebol de Lisboa (AFL),[12] ganhando em 1975/76 a 2ª Divisão da AFL.[12]

Crescimento nos anos 1990[editar | editar código-fonte]

Chegou aos campeonatos nacionais pela primeira vez na década de 1990 (1992/93),[6] depois de vários anos e alguns títulos no futebol distrital da AFL.[13] Dois anos depois, em 1994/95, subiu pela primeira vez à 2ª Divisão Nacional, para descer brevemente "a pique" de regresso aos distritais.[14] Essa passagem do Mafra nos distritais foi curta (1997/98, com o título da Taça da AFL[12] e segundo lugar na Honra da AFL), regressando rapidamente aos palcos nacionais. O primeiro grande título surgiu em 2001/02, com a conquista da 3ª Divisão Nacional,[15] depois de dominar a série E do mesmo campeonato.[16]

Estabilização no século XXI[editar | editar código-fonte]

Entre 2002/03 e 2014/15 o CD Mafra consolidou-se no terceiro escalão do futebol português (II Divisão e, depois, Campeonato Nacional de Seniores/CNS). Neste período, apenas por uma vez lutou para não descer, conseguindo de maneira geral prestações sólidas, disputando em algumas ocasiões a subida à Segunda Liga.[17] [18] Contudo, por uma ou outra razão, essa ambicionada promoção falhou, com o emblema a estabilizar-se na 2ª Divisão Nacional.[17]

Um dos marcos da história do clube até agora foi o jogo contra o Sporting CP para a Taça de Portugal 2009/10, no Estádio Alvalade XXI. A equipa de Mafra perdeu por 4-3, deixando, com os três golos marcados (todos por Zhang), excelente impressão de si.[19]

No último ano de existência do campeonato da 2ª Divisão, o CD Mafra esteve muito próximo da subida, que falhou por apenas um ponto para o histórico Farense,[20] num desfecho final que originou alguma polémica devido a alegados casos de arbitragem.[21]

2015: Cinquentenário em festa[editar | editar código-fonte]

O CD Mafra logo após ser campeão do CNS 2014/15
O CD Mafra logo após ser campeão do CNS 2014/15

Na primeira época do novo Campeonato Nacional de Seniores (CNS), o CD Mafra alcançou a fase de subida como esperado, mas nesta etapa desiludiu: o objectivo era a subida, mas os mafrenses não foram além do sexto lugar, a 11 pontos da subida directa,[22] com uma troca de treinador pelo meio.[23] Mas em 2014/15 tudo seria diferente. A direcção da colectividade mafrense contratou Jorge Simão para treinador,[24] bem como um elenco de jogadores com experiência em patamares mais elevados do que o CNS.[25] No final da temporada, a aposta revelou-se acertada, isto apesar da instabilidade no cargo de treinador na fase final da temporada: Simão saiu para o Belenenses e António Pereira entrou,[26] para surpreendentemente abandonar depois da subida de divisão[27] dando lugar a José Mauro.[28]

No dia 24 de Maio de 2015, em plena comemoração do 50º aniversário,[7] o Clube Desportivo de Mafra atingiu o maior feito da sua história: a subida à 2ª Liga,[7] e a primeira ascensão aos campeonatos profissionais do futebol português. No jogo caseiro contra o Louletano, o estádio encheu, e a multidão festejou no final: um golo solitário de Alisson Patrício permitiu a histórica subida de divisão em dia de aniversário.[7] O objectivo (e sonho) era há muito perseguido[29] pela direcção do clube, como realçou José Cristo no momento da subida.[30] Dias depois, a 10 de Junho na Marinha Grande, o CD Mafra atingiu o maior título da sua história, com a conquista do CNS, ao derrotar o FC Famalicão nas grandes penalidades.[31]

De referir que, dias antes da subida, o clube recebeu uma distinção municipal (medalha de Ouro de Mérito Municipal).[32] [33] Em 2015/16, estreou-se na Segunda Liga a 8 de Agosto de 2015, com um empate 1-1 frente ao Gil Vicente FC.[34]

Palmarés[editar | editar código-fonte]

Referências gerais - [35] [36]

Nº Presenças Títulos
Temporadas na 1ª 0
Temporadas na 2ª 1 (inclui a época 15/16)
Temporadas na 2ªB/CNS 16 1 (2014/2015)[31]
Temporadas na 3ª 8 1 (2001/2002)[15]
Taça de Portugal 23 (inclui a época 15/16)
Taça da Liga 1 (inclui a época 15/16)

Classificações por época[editar | editar código-fonte]

Nota: Últimas dez épocas

Referências gerais - [35] [36]

Época Nível Divisão Classificação Taça de Portugal[37] Taça da Liga[38]
2006/2007 3 II Divisão 5º (série D) 5E Não existia a competição
2007/2008 3 II Divisão 6º (2ª fase de Subida, série D) 2E Não elegível
2008/2009 3 II Divisão 2º (2ª fase de Descida, série D) 2E
2009/2010 3 II Divisão 5º (zona Centro) 1/8
2010/2011 3 II Divisão 2º (zona Sul) 3E
2011/2012 3 II Divisão 6º (zona Sul) 2E
2012/2013 3 II Divisão 2º (zona Sul) 1E
2013/2014 3 Campeonato Nacional de Seniores 1º (6º na fase subida) 3E
2014/2015 3 Campeonato Nacional de Seniores 1º (1º na fase subida e campeão) 2E
2015/2016 2 Segunda Liga * 2E 1E

* Competições em curso

O CD Mafra no Estádio Municipal de Mafra
O CD Mafra no Estádio Municipal de Mafra - primeiro jogo para o campeonato da 2ª Liga 2015/16

Total[editar | editar código-fonte]

  • 0 temporadas no primeiro nível
  • 1 temporada no segundo nível
  • 14 temporadas no terceiro nível
  • 8 temporadas no quarto nível
  • 2 temporadas no quinto nível (distrital)
  • 23 temporadas na Taça de Portugal
  • 1 temporada na Taça da Liga

Plantel Actual[editar | editar código-fonte]

Plantel a 1 de Fevereiro de 2016, para a 2ª Liga 2015-16:[39] [40] [41] [42] [43]


Goleiros
Jogador
1 França Mory Diaw
22 Portugal João Godinho
83 Portugal Filipe Leão
Defensores
Jogador Pos.
4 Brasil Sandro Z
13 Cabo Verde Kiki Ballack Z
14 Portugal André Teixeira
(emprestado pelo Belenenses)
Z
17 Brasil Pedro Caipiro Z
18 Portugal Joel Ferreira Z
25 Brasil Rafael Goiano Z
26 Portugal João Afonso Z
27 Portugal Hugo Monteiro Z
55 Portugal Hugo Costa Z
92 França Jules Diouf Z
Meio-campistas
Jogador Pos.
6 Brasil Tiago Costa M
7 Portugal Diogo Gouveia
(emprestado pelo Boavista FC)
M
8 Brasil Kaká M
20 Portugal Leo M
41 Cabo Verde Laurindo Tavares M
47 Portugal Vasco Varão M
Atacantes
Jogador
7 Portugal Ivan Fidalgo
9 Cabo Verde Mailó
10 Portugal Luís Carlos
17 Senegal Abou Touré
18 Irã Reza Chaab
19 Brasil Jorginho
24 Brasil Alisson Patrício
Comissão técnica
Nome Pos.
Portugal Jorge Paixão[44] T
Portugal Nuno Santos[44] AS

Modalidades[editar | editar código-fonte]

O Clube Desportivo de Mafra tem algumas modalidades além do futebol sénior, que são:[45] [46] [10]

Nota 1: Clube do Ano 2011 da Associação de Andebol de Lisboa.[47]

Instalações desportivas[editar | editar código-fonte]

Estádio Dr. Mário Silveira, do CD Mafra, em 2015
Estádio Dr. Mário Silveira, do CD Mafra, em 2015

As instalações desportivas do Clube Desportivo de Mafra[50] localizam-se todas em Mafra, vila sede do concelho homónimo. São estas as instalações desportivas do clube:

Personalidades marcantes[editar | editar código-fonte]

Esta é uma lista de alguns jogadores, treinadores ou dirigentes que, por algum motivo, ficaram na marca do clube.

  • PortugalJoão Afonso (jogador);[54]
  • PortugalJoãozinho (jogador);[55]
  • PortugalRuca (jogador);[56]
  • PortugalMarco Baixinho (jogador);[57]
  • PortugalJorge Simão, António Pereira e José Mauro (treinadores ao longo da época da subida inédita à 2ª Liga e do título do CNS 2014/2015);[27]
  • BrasilAlisson Patrício (jogador; marcou o golo que valeu a subida inédita à 2ª Liga);[30]
  • PortugalAngola Filipe Ramos (terminou a carreira no clube e foi treinador, anos depois de ser campeão mundial de sub-20);[58]
  • China Chengdong Zhang (jogador);[59]
  • PortugalAntonino da Costa Florindo ("José Cristo"; histórico dirigente, há mais de duas décadas à frente do clube);[60] [61]
  • PortugalDoutor Mário Duarte Costa da Silveira (primeiro presidente da direcção e "patrono" de nome do Estádio);[11]
  • PortugalCarlos Galambas (jogador de andebol).[62] [63]

Marca do equipamento e patrocínio[editar | editar código-fonte]

O CD Mafra tem actualmente os equipamentos da marca Lacatoni.[64] Como patrocínio principal, o clube tem, há vários anos, a Moticristo SA,[60] empresa do sector automóvel do concelho de Mafra[65] dirigida pelo presidente José Cristo.[66] [67]

Referências

  1. Rádio do Concelho de Mafra (RCM) (6 de Agosto de 2015). «Estádio Municipal com obras de 200.000€». RCM. Consultado em 15 de Agosto de 2015. 
  2. a b MaisFutebol. «Estádio Dr. Mário Silveira». Media Capital. Consultado em 20 de Agosto de 2015. 
  3. a b Lusa (3 de Julho de 2015). «Mafra vai jogar no Estádio Municipal». SAPO. Consultado em 15 de Agosto de 2015. 
  4. Lusa (4 de Julho de 2015). «Mafra oficializa constituição de SDUQ e já pode competir na II Liga». Global Media Group. Consultado em 15 de Agosto de 2015. 
  5. Clube Desportivo de Mafra (CDM) (2015). «Assembleia Geral decidiu Mafra avança para SDUQ». CDM. Consultado em 15 de Agosto de 2015.  Parâmetro desconhecido |mes= ignorado (|data=) (Ajuda)
  6. a b Soccer Library. «Portugal – Table of Honor – soccerlibrary.free.fr» (PDF). Dados fiáveis que comprovei junto do clube. Soccer Library. p. 48. Consultado em 15 de Agosto de 2015. 
  7. a b c d Lusa (24 de Maio de 2015). «Mafra comemora "bodas de ouro" com subida à II Liga». Global Media Group. Consultado em 15 de Agosto de 2015. 
  8. ZeroZero. «Concelho de Mafra». Visite o artigo de cada clube do concelho neste link, para perceber a afirmação. ZeroZero. Consultado em 16 de Agosto de 2015. 
  9. a b Jornal de Mafra (24 de Maio de 2015). «Clube Desportivo de Mafra comemora 50 anos». Jornal de Mafra. Consultado em 15 de Agosto de 2015. 
  10. a b Câmara Municipal de Mafra (8 de Maio de 2015). «Acta: Atribuição da Medalha de Mérito Municipal, Grau Ouro» (PDF). Câmara Municipal de Mafra. pp. 28 e 29 (133). Arquivado desde o original (PDF) em 20 de Agosto de 2015. Consultado em 20 de Agosto de 2015. 
  11. a b c CDM. «História da Fundação». CDM. Consultado em 15 de Agosto de 2015. 
  12. a b c Correia, Fernando; Maria, Paulo. «Historial de vencedores». 100 Anos de Futebol [S.l.: s.n.] ISBN 978-972-20-4337-3. 
  13. CDM. «CD Mafra - Palmarés». CDM. Consultado em 15 de Agosto de 2015. 
  14. Soccer Library. «Portugal – Table of Honor – soccerlibrary.free.fr» (PDF). Desciam os quatro últimos; subiam os primeiros dois. Soccer Library. pp. 40, 41, 44. Consultado em 15 de Agosto de 2015. 
  15. a b Futebol365. «Mafra - Palmarés». Futebol365. Consultado em 15 de Agosto de 2015. 
  16. Soccer Library. «Portugal – Table of Honor – soccerlibrary.free.fr» (PDF). Soccer Library. p. 29. Consultado em 15 de Agosto de 2015. 
  17. a b Futebol365. «CD Mafra - Histórico Competições 2ª Divisão». Clicar em cada época para visualizar mais detalhes. Futebol365. Consultado em 15 de Agosto de 2015. 
  18. ZeroZero. «Mafra - Histórico de competições 2ª Divisão». Clicar em cada época para mais detalhes. ZeroZero. Consultado em 15 de Agosto de 2015. 
  19. Ricardo Gouveia (21 de Janeiro de 2010). ««A minha final foi quase ganha», diz treinador do Mafra». Media Capital. Consultado em 15 de Agosto de 2015. 
  20. Record (28 de Abril de 2013). «Chaves e Farense sobem à 2.ª Liga». Cofina. Consultado em 15 de Agosto de 2015. 
  21. Record (28 de Abril de 2013). «Elói Zeferino: «Neste país as coisas fazem-se pelo compadrio»». Cofina. Consultado em 15 de Agosto de 2015. 
  22. ZeroZero (2014). «CNS Subida Zona Sul 2013/14». ZeroZero. Consultado em 15 de Agosto de 2015. 
  23. João Crisóstomo (9 de Abril de 2014). «CNS: Filipe Moreira assume comando do Mafra com olhos na subida». Futebol365. Consultado em 20 de Agosto de 2015. 
  24. Manuel Resendes (7 de Junho de 2014). «CNS: Jorge Simão é o novo treinador do Mafra». Futebol365. Consultado em 15 de Agosto de 2015. 
  25. Clube Desportivo de Mafra (CDM) (2014). «Veja como está o plantel 2014/2015 - Seniores». CDM. Consultado em 15 de Agosto de 2015. 
  26. Miguel Amaro (17 de Março de 2015). «António Pereira é o novo treinador do Mafra». Cofina. Consultado em 15 de Agosto de 2015. 
  27. a b Alexandre Moita (2 de Junho de 2015). «António Pereira sai do Mafra para "surpresa" geral». Cofina. Consultado em 15 de Agosto de 2015. 
  28. Lusa (1 de Junho de 2015). «Mafra: Presidente surpreendido com saída do treinador». Cofina. Consultado em 16 de Agosto de 2015. 
  29. Paulo Fernandes (18 de Maio de 2007). «Desportivo de Mafra prepara terreno para a II Liga». Mafra Regional. Consultado em 16 de Agosto de 2015. 
  30. a b Mário Aleixo (25 de Maio de 2015). «Mafra conquistou objetivo perseguido». RTP. Consultado em 15 de Agosto de 2015. 
  31. a b A Bola (10 de Junho de 2015). «Mafra sagra-se campeão nas grandes penalidades (fotos)». A Bola. Consultado em 15 de Agosto de 2015. 
  32. Jornal de Mafra (14 de Maio de 2015). «Dia do Município - Medalhas municipais - Lista dos Medalhados». Jornal de Mafra. Consultado em 20 de Agosto de 2015. 
  33. CD Mafra (2015). «Clube Desportivo de Mafra foi agraciado». CD Mafra. Consultado em 20 de Agosto de 2015. 
  34. MaisFutebol (8 de Agosto de 2015). «II Liga: Mafra surpreende Gil Vicente na estreia». MaisFutebol. Consultado em 15 de Agosto de 2015. 
  35. a b Soccer Library. «Portugal – Table of Honor – soccerlibrary.free.fr» (PDF). Soccer Library. Consultado em 15 de Agosto de 2015. 
  36. a b ZeroZero. «Mafra - Histórico de Competições (2ª Divisão)». Clicar em cada competição para mais detalhes. ZeroZero. Consultado em 15 de Agosto die 2015. 
  37. ZeroZero. «Mafra - Histórico de Competições (Taça de Portugal)». ZeroZero. Consultado em 15 de Agosto de 2015. 
  38. ZeroZero. «Mafra - Histórico de Competições (Taça da Liga)». ZeroZero. Consultado em 15 de Agosto de 2015. 
  39. SAPO Desporto (31 de Janeiro de 2016). «Mafra contrata avançado brasileiro Jorginho». SAPO. Arquivado desde o original em 6 de Fevereiro de 2016. Consultado em 6 de Fevereiro de 2016. 
  40. CDM (2016). «Futebol profissional Avançado iraniano é reforço». CDM. Arquivado desde o original em 6 de Fevereiro de 2016. Consultado em 6 de Fevereiro de 2016. 
  41. CDM (2016). «Futebol profissional». CDM. Arquivado desde o original em 6 de Fevereiro de 2016. Consultado em 6 de Fevereiro de 2016.  Texto " Pengfei e Diogo Ribeiro de saída" ignorado (Ajuda)
  42. SAPO Desporto (19 de Janeiro de 2016). «Futebol profissional». SAPO. Arquivado desde o original em 6 de Fevereiro de 2016. Consultado em 6 de Fevereiro de 2016.  Texto " Equipa de Scolari contrata defesa central do Mafra" ignorado (Ajuda)
  43. CDM (2016). «Futebol profissional». CDM. Arquivado desde o original em 6 de Fevereiro de 2016. Consultado em 6 de Fevereiro de 2016.  Texto " Futebol profissional Mauro rescindiu " ignorado (Ajuda)
  44. a b «Jorge Paixão promete manutenção». Cofina. 30 de Dezembro de 2015. Arquivado desde o original em 6 de Fevereiro de 2016. Consultado em 6 de Fevereiro de 2016. 
  45. a b Blogue do andebol do CD Mafra. «MAFRA Andebol - O andebol é um espectáculo». Blogue do andebol do CD Mafra. Consultado em 20 de Agosto de 2015. 
  46. «CD Mafra - Modalidades». Consultado em 16 de Agosto de 2015. 
  47. a b Luís Carvalho; Nuno Teixeira. (1 de Setembro de 2015). "O Andebol em Mafra". O Carrilhão (842): 15.
  48. CD Mafra. «Radio Modelismo no CD Mafra». CD Mafra. Consultado em 20 de Agosto de 2015. 
  49. «CD Mafra - Veteranos futebol». Consultado em 16 de Agosto de 2015. 
  50. «CD Mafra - Instalações desportivas». Consultado em 16 de Agosto de 2015. 
  51. Rui Cabaço e Valter Marques (15 de Junho de 2015). «José Cristo: «Pretendíamos isto há muito tempo»». Cofina. Consultado em 15 de Agosto de 2015. 
  52. Rádio do Concelho de Mafra (RCM) (6 de Agosto de 2015). «Estádio Municipal com obras de 200.000€». RCM. Consultado em 15 de Agosto de 2015. 
  53. Blogue do andebol do CD Mafra. «Pavilhão (Andebol CD Mafra)». Blogue do andebol do CD Mafra. Consultado em 16 de Agosto de 2015. 
  54. JPA (1 de Maio de 2015). «João Afonso renova até 2016». Cofina. Consultado em 15 de Agosto de 2015. 
  55. Rádio Renascença (22 de Janeiro de 2013). «Mafra tem percentagem do passe de Joãozinho». Rádio Renascença. Consultado em 20 de Agosto de 2015. 
  56. MaisFutebol (11 de Junho de 2015). «OFICIAL: Ruca é reforço do V. Setúbal». Media Capital. Consultado em 15 de Agosto de 2015. 
  57. FC P. Ferreira (23 de Junho de 2015). «Marco Baixinho reforça FC Paços de Ferreira». FC P. Ferreira. Consultado em 15 de Agosto de 2015. 
  58. Paulo Fernandes (13 de Dezembro de 2005). «Filipe Ramos em entrevista: Futebol é a sua paixão». MafraRegional. Consultado em 20 de Agosto de 2015. 
  59. Carlos Nogueira (21 de Janeiro de 2010). «Zhang foi o herói da aventura de sonho do Mafra em Alvalade». Global Media Group. Consultado em 20 de Agosto de 2015. 
  60. a b Rui Jorge Cabaço (26 de Junho de 2015). «José Cristo após AG» (MP3). Nota: originalmente publicado em https://soundcloud.com/user668864586/jos-cristo-ap-s-ag; novo URL para preservar som. Rui Jorge Cabaço. Consultado em 20 de Agosto de 2015. 
  61. Francisco Frederico (16 de Novembro de 2013). «Mafra: a Oriente, tudo de novo». Media Capital. Consultado em 20 de Agosto de 2015. 
  62. Blogue do andebol do CD Mafra (3 de Julho de 2013). «Breve resenha histórica sobre o andebol em Mafra» (em inglês). Blogue do andebol do CD Mafra. Consultado em 20 de Agosto de 2015. 
  63. Inês Henriques (10 de Maio de 2011). «O último resistente da geração de ouro diz adeus». SAPO. Consultado em 20 de Agosto de 2015. 
  64. Jorge Marques (2 de Agosto de 2015). «Fotografia CD Mafra Leixões 2015/16». Ver marca do equipamento na foto, referente ao CD Mafra vs. Leixões de 2 de Agosto de 2015. CD Mafra (Facebook). Arquivado desde o original em 20 de Agosto de 2015. Consultado em 20 de Agosto de 2015. 
  65. Moticristo. «Moticristo - História». Moticristo. Arquivado desde o original em 19 de Março de 2014. Consultado em 20 de Agosto de 2015. 
  66. «CD Mafra - Clube Desportivo de Mafra». Consultado em 16 de Agosto de 2015. 
  67. Moticristo. «Administração Motocristo (conforme 2015)». Moticristo. Arquivado desde o original em 21 de Outubro de 2013. Consultado em 20 de Agosto de 2015. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]