Fernando Martins

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde julho de 2013). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Fernando Martins
Nascimento 25 de janeiro de 1917
Alenquer
Morte 28 de julho de 2013 (96 anos)
Cidadania Portugal
Ocupação dirigente esportivo

Fernando Martins (Alenquer, 25 de Janeiro de 191728 de Julho de 2013[1]) foi um dirigente desportivo português. Presidiu ao Sport Lisboa e Benfica entre 1981 e 1987.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Em 1965 ocupou as funções de Suplente no Conselho Fiscal e em 1967/1968 presidiu à Comissão de Obras do Novo Parque de Jogos do Sport Lisboa e Benfica.[2]

Foi a 29 de Maio de 1981 que se tornou no 30.º líder máximo dos "encarnados", tendo cumprido três mandatos, entre 29 de Maio de 1981 e 3 de Abril de 1987. Ficou na história como o presidente que fechou o famoso "Terceiro Anel", tendo terminado a construção do antigo Estádio da Luz que, assim, passou a ser o maior da Europa e o terceiro maior do mundo, com 120.000 lugares sentados.

Na sua gerência e sob o comando técnico do treinador sueco Sven-Göran Eriksson, o clube sagrou-se bicampeão nacional (1982/1983 e 1983/1984) e voltou ao topo da Europa, disputando em 1983 a final da Taça UEFA. Foi durante a sua gerência que se obtiveram inovadoras fontes de receita, como a publicidade nas camisolas da equipa de futebol (1984/1985).

Foi "Águia de Ouro" em 1984.

Referências


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Soccer stub.svg Este artigo sobre futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.