Campeonato Nacional de Futebol Feminino

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Campeonato Nacional de Futebol Feminino
Liga Allianz
Campeonato feminino logo.jpg
Dados gerais
Organização FPF
Patrocinador actual Alemanha Allianz
Edições 33 (2017–18)
Outros nomes Liga Allianz
Local de disputa Portugal
Número de equipes 12
Sistema Temporada
Pontos Corridos
Soccerball current event.svg Edição atual
editar

O Campeonato Nacional de Futebol Feminino (Liga Allianz por razões de patrocínio) é o principal escalão do sistema de ligas de futebol feminino em Portugal. As equipas que terminam em 11º, 12º, 13º e 14º lugar são despromovidas ao Campeonato Nacional de Promoção Feminino, enquanto o campeão se qualifica para a Liga dos Campeões de Futebol Feminino da UEFA e ganha o direito de disputar a Supertaça Portuguesa com o vencedor da Taça de Portugal.

No final da época 2016/17, ocupava o 27º lugar no ranking da UEFA, atrás da República da Irlanda e da Bósnia-Herzegovina.[1]

História[editar | editar código-fonte]

Em 1985, a Taça Nacional de Futebol Feminino foi criada pela federação Portuguesa de Futebol. Disputada de maneira semelhante ao extinto Campeonato de Portugal (1921-1933) (torneio knock-out), foi a competição que determinou o campeão nacional até à época de 1992/93.

A partir de 1993/94, o torneio knock-out foi substituído pelo Campeonato Nacional de Futebol Feminino, uma competição com dez equipas jogando a duas voltas a pontos corridos. Neste formato, as equipas classificadas do 1º ao 4º lugar na fase inicial jogam num grupo de apuramento de campeão e as equipas classificadas do 5º ao 10º lugar jogam num grupo de manutenção. Os pontos obtidos na fase inicial eram divididos em metade para a segunda fase. O clube vencedor do grupo de apuramento de campeão é sagrado campeão e qualifica-se para um lugar na Liga dos Campeões de Futebol Feminino da UEFA. Os dois últimos lugares do grupo de manutenção seriam desprovidos ao Campeonato Promoção Feminino.

Na presente época de 2016/2017, as equipas do principal escalão de futebol masculino foram convidadas a formar uma equipa de futebol feminino. O Sporting Clube de Portugal, o Sporting Clube de Braga, o Grupo Desportivo Estoril Praia e o Clube de Futebol Os Belenenses responderam ao convite (o Boavista Futebol Clube já participava no Campeonato Nacional de Futebol Feminino) e assim foi criado um novo formato, constituído por 14 equipas, disputado num campeonato por pontos corridos.

O campeonato passou-se a designar Liga de Futebol Feminino Allianz por motivos de patrocínio.

Acesso à Liga dos Campeões da UEFA[editar | editar código-fonte]

O acesso à Liga dos Campeões da UEFA de Futebol Feminino é feito tendo por base a posição do país no ranking da UEFA. No final da época 2016-17, fruto do 27º lugar no ranking, o campeão tem acesso à fase de qualificação da competição internacional.

Ranking[editar | editar código-fonte]

Pos. Associação Coef. Times
24 Turquia Turquia 11.500 1
25 República da Irlanda Irlanda 11.000
26 Bósnia e Herzegovina Bósnia e Herzegovina 11.000
27 Portugal Portugal 10.500
28 Lituânia Lituânia 10.500
29 Bielorrússia Bielorrússia 10.000
30 Ucrânia Ucrânia 10.000

Troféu de Campeão[editar | editar código-fonte]

Entre 1986 e 2016, o troféu entregue ao campeão da Taça Nacional de Futebol Feminino/Campeonato Nacional de Futebol Feminino permaneceu o mesmo.

Porém, com a mudança de formato na época 2016/2017, um novo troféu foi desenhado pelo designer Nuno Duarte Martins. É propositadamente semelhante ao troféu entregue ao campeão do Campeonato Nacional de Futebol Masculino, simbolizando a igualdade de género.[2]

Campeões[editar | editar código-fonte]

Campeonato Nacional de Futebol Feminino
Época Campeão Vice-Campeão 3º lugar 4º lugar
2016–17 Sporting CP SC Braga CF Benfica Valadares Gaia FC
2015–16 CF Benfica Clube Albergaria Mazel Valadares Gaia FC GDC A-dos-Francos
2014–15 CF Benfica Valadares Gaia FC Atlético Ouriense Fundação Laura Santos
2013–14 Atlético Ouriense GDC A-dos-Francos CF Benfica Clube Albergaria Mazel
2012–13 Atlético Ouriense Clube Albergaria Mazel União 1.º Dezembro Vilaverdense FC
2011–12 União 1.º Dezembro Vilaverdense FC Clube Albergaria Mazel Boavista FC
2010–11 União 1.º Dezembro União Rec Cadima Escola Futebol Clube Leixões SC
2009–10 União 1.º Dezembro Escola Futebol Clube Clube Albergaria Mazel UD Oliveirense
2008–09 União 1.º Dezembro Boavista FC Beira Mar AC Almada Sport Maritimo Murtoense
2007–08 União 1.º Dezembro Boavista FC ARC Várzea Escola Futebol Clube
2006–07 União 1.º Dezembro Boavista FC ARC Várzea Escola Futebol Clube
2005–06 União 1.º Dezembro Sport Maritimo Murtoense ARC Várzea Boavista FC
2004–05 União 1.º Dezembro
2003–04 União 1.º Dezembro
2002–03 União 1.º Dezembro
2001–02 União 1.º Dezembro
2000–01 Gatões Futebol Clube
1999–00 União 1.º Dezembro
1998–99 Gatões Futebol Clube
1997–98 Gatões Futebol Clube
1996–97 Boavista FC
1995–96 Ass. Desp. e Cult. Lobão
1994–95 Boavista FC
1993–94 Boavista FC
Taca Nacional de Futebol Feminino
Época Campeão Vice-Campeão 3º lugar 4º lugar
1992–93 Boavista FC
1991–92 Boavista FC
1990–91 Boavista FC
1989–990 Boavista FC
1988–89 Boavista FC
1987–88 Boavista FC
1986–87 Boavista FC
1985–86 Boavista FC

Palmarés[editar | editar código-fonte]

Equipa Títulos Vices Épocas Campeões
União 1.º Dezembro 12 0 1999–00, 2001–02, 2002–03, 2003–04, 2004–05, 2005–06, 2006–07, 2007–08, 2008–09, 2009–10, 2010–11, 2011–12
Boavista 11 3 1985–86, 1986–87, 1987–88, 1988–89, 1989–90, 1990–91, 1991–92, 1992–93, 1993–94, 1994–95, 1996–97
Gatões Futebol Clube 3 0 1997–98, 1998–99, 2000–01
Atlético Ouriense 2 0 2012–13, 2013–14
CF Benfica 2 0 2014–15, 2015–16
Ass. Desp. e Cult. Lobão 1 0 1995–96
Sporting CP 1 0 2016–17

Recordes[editar | editar código-fonte]

  • Em 2011–12, o União 1.º Dezembro venceu o Campeonato Nacional pela 11ª vez consecutiva, totalizando 12 títulos.
  • Em 2016–17, o Sporting CP venceu o Campeonato Nacional sem derrotas, atingindo a pontuação recorde de 74 pontos em 26 jogos (24 vitórias e 2 empates), com o máximo aproveitamento na história da competição (94.9% dos pontos alcançados).

Ver Também[editar | editar código-fonte]

Referências