Futebol no Porto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

O futebol no distrito do Porto é gerido pela Associação de Futebol do Porto, destacando-se os dois clubes detentores de títulos nacionais- Futebol Clube do Porto e Boavista Futebol Clube, bem como vários clubes históricos da Primeira Divisão, como o Futebol Clube Paços de Ferreira, o Rio Ave Futebol Clube, o Leixões Sport Club, o Varzim Sport Club ou o Sport Comércio e Salgueiros.

História[editar | editar código-fonte]

A fundação do Oporto Cricket & Lawn Tennis Club em 1855 foi um acontecimento importante para o nascimento do desporto na cidade,[1] mas os primeiros grandes sinais de atividade futebolística na cidade do Porto foi a fundação de um dos maiores clubes do país e da Europa, o Futebol Clube do Porto, chamado na altura de "Foot-Ball Club do Porto". Foi fundado a 28 de setembro de 1893, por obra de António Nicolau d'Almeida, um comerciante de vinho do Porto que descobriu a modalidade nas suas viagens a Inglaterra.[2]

Em 1894, jogou-se a Taça D. Carlos I, o primeiro torneio nacional jogado apenas nesse ano entre um clube de Lisboa e um clube do Porto. Foi o FC Porto o representante da cidade, tendo como adversário o Club Lisbonense. A partida foi jogada no campo do Oporto Cricket & Lawn Tennis Club, mas o clube lisboeta levou a melhor e venceu por 1–0 a partida, num encontro em que teve como espetadores reais o rei de Portugal e a rainha, entre outros príncipes.[3] Depois disso, o FC Porto entrou numa fase de letargia e só foi refundado mais tarde em 1906, por José Monteiro da Costa.[4]

Um bocadinho mais tarde, seguiu-se outro acontecimento importante para o futebol da região, a fundação da Associação de Futebol do Porto, da autoria do FC Porto e do Leixões, em agosto de 1912, seguindo-se também a criação da Taça José Monteiro da Costa,[5] torneio amigável (mas relevante na altura) criado em homenagem a José Monteiro da Costa, falecido em 1911.[6]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Apenas dois clubes da cidade foram campeões em Portugal e apenas três ganharam a Taça de Portugal. O FC Porto e o Boavista foram os únicos campeões de futebol do país, e o Leixões, juntamente com os dois clubes mencionados, foram as únicas equipas a vencerem a Taça de Portugal.

O FC Porto é ainda o único representante da cidade com títulos internacionais, nomeadamente a Liga dos Campeões da UEFA, a Liga Europa da UEFA, Supertaça da UEFA e a Taça Intercontinental. O clube ainda esteve presente numa final da Taça dos Clubes Vencedores de Taças.

Na época 2017-2018, o distrito do Porto conta com 5 equipas na Primeira Liga (FC Porto, Boavista, Paços de Ferreira, Rio Ave e Desportivo das Aves), 4 na Liga Pro (Leixões, Varzim, Penafiel e FC Porto B), e 11 no Campeonato de Portugal (Salgueiros, Amarante, Trofense, Freamunde, Felgueiras, Canelas, Coimbrões, Aliança de Gandra, Gondomar, Pedras Rubras e Sousense)

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «History of Oporto Cricket & Lawn Tennis Club» (em inglês). Oporto Cricket & Lawn Tennis Club. Consultado em 2 de novembro de 2013. 
  2. Tovar, p. 9
  3. António Simões. «FC Porto de 1893 perdeu Taça de D. Carlos com balizas ilegais…». A Bola. Consultado em 30 de agosto de 2013. 
  4. Tovar, p. 11
  5. Tovar, p. 12
  6. Mendes, p. 17

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Mendes, Alfredo (2000). Futebol Clube do Porto – A História, os triunfos e as imagens de todos os tempos. [S.l.]: Diário de Notícias 
  • Tovar, Rui Miguel (2011). Almanaque do FC Porto 1893–2011 1 ed. Lisboa: Caderno. ISBN 9789892315430