Sporting CP vs. SL Benfica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Dérbi da Capital
Sporting CP vs. SL Benfica
Sporting Clube de Portugal.png500px-SL Benfica logo svg.png
Sporting 108 vitória(s), gol(s)
Benfica 130 vitória(s), gol(s)
Empates 64
Total de jogos 302
editar
Adeptos de Sporting CP e SL Benfica.

Sporting CP versus SL Benfica é normalmente chamado o Clássico dos Clássicos,[1] Dérbi dos Dérbis, Dérbi Eterno ou Dérbi da Capital, por envolver dois clubes de Lisboa, ou ainda o Clássico da Segunda Circular.

Este último nome deve-se ao facto dos dois clubes terem os seus estádios adjacentes a uma importante avenida da capital portuguesa, a Avenida General Norton de Matos, vulgarmente conhecida como Segunda Circular.

É o principal dérbi da cidade de Lisboa e um dos jogos mais vistos de toda a época no país.

A rivalidade teve origem em 1907, quando oito jogadores do SL Benfica mudaram para o mais abastado Sporting CP em busca de melhores condições de trabalho.

O primeiro confronto entre Sporting CP e SL Benfica ocorreu em 1 de dezembro de 1907, com vitória do Sporting CP por 2 a 1.[2]

Actualmente, os clubes encontram-se de relações cortadas.[3]

Primeiro confronto[editar | editar código-fonte]

O primeiro confronto entre Sporting CP e SL Benfica ocorreu em 1 de dezembro de 1907, com vitória do Sporting CP por 2 a 1. Tal partida foi realizada em Carcavelos, no Campo da Quinta Nova, utilizado pelo Sport Lisboa, que só um ano mais tarde viria a transformar-se em Sport Lisboa e Benfica, depois da fusão com o Grupo Sport Benfica (associação praticante do ciclismo).

Jogaram pelo Sporting oito jogadores que tinham abandonado o Sport Lisboa em troca de melhores condições, sendo uma delas, um campo próprio para treinar e jogar. O autor do primeiro golo foi Cândido Rodrigues. Ele tinha sido um dos jogadores que haviam trocado de clube. Aos 50 minutos, Corga empatou para o Sport Lisboa. Logo após, caiu uma chuva tão intensa que os jogadores do Sporting CP abandonaram o campo. Estes acabariam por voltar após insistência do árbitro inglês Burtenshaw - também jogador do Carcavelos - e festejariam a vitória depois de um auto-golo de Cosme Damião, fundador do Sport Lisboa.

Para a História, fica a vitória do Sporting CP por 2 a 1, no primeiro daquele que é para os portugueses o "Derby Eterno". Seguiu-se, então, um século de histórias entre dois clubes que cresceram lado a lado, para quem a rivalidade com o vizinho é também uma questão de identidade.[4][5]

Massas adeptas[editar | editar código-fonte]

Segundo o Livro “Vox Populi - O Estado da Opinião em Portugal (1997-2001)”, baseado em estatísticas, realizadas pelo canal televisivo SIC, em 2001 o Benfica era o clube com mais apoiantes em todas as regiões do País (com excepção do Grande Porto). Já o Sporting era mais popular no Sul, principalmente nas zonas urbanas da Grande Lisboa e na península de Setúbal. O mesmo estudo concluiu que os sportinguistas eram mais bem sucedidos em termos profissionais, com uma maior presença relativa de quadros médios e superiores entre os seus apoiantes. Quanto à análise por sexos e etária, o Benfica era mais popular para as mulheres, enquanto havia mais sportinguistas do sexo masculino e acima dos 30 anos.[6]

Estatísticas do Derby[editar | editar código-fonte]

Estádio da Luz
Estádio José Alvalade

A estatística dos jogos oficiais mostra que desde 1 de dezembro de 1907 foram realizadas 302 partidas entre Sporting CP e SL Benfica, com 130 vitórias do SL Benfica, 108 do Sporting CP e 64 empates.[5][7] Pelo SL Benfica foram marcados 511 golos e pelo Sporting CP 464.

Já pelo Campeonato Português foram 168 jogos, com 77 vitórias do Benfica, 44 empates e 47 vitórias do Sporting.[7] Foram marcados 288 tentos pelo SL Benfica e 228 pelo Sporting CP.

No total, incluindo amigáveis e torneios de mesmo cunho, foram realizadas 422 partidas, com 178 vitórias do SL Benfica, 86 empates e 158 vitórias do Sporting CP.[7] O SL Benfica marcou 712 vezes contra 677 do Sporting CP.

Últimos dez resultados em jogos oficiais[editar | editar código-fonte]

Maiores períodos de invencibilidade em jogos oficiais do SL Benfica sobre o Sporting CP[editar | editar código-fonte]

Maiores períodos de invencibilidade em jogos oficiais do Sporting CP sobre o SL Benfica[editar | editar código-fonte]

Maior goleada do SL Benfica[editar | editar código-fonte]

Maior goleada do Sporting CP[editar | editar código-fonte]

Decisões envolvendo os dois emblemas[editar | editar código-fonte]

Por 17 vezes SL Benfica e Sporting CP decidiram frente a frente uma competição oficial. O historial dessas decisões é antigo, começando em 1919 quando foi finalizado o Campeonato de Lisboa da temporada 1918/19. O Sporting CP saiu vencedor naquela primeira decisão contra os tradicionais rivais encarnados. A decisão jogada em duas partidas teve duas vitórias sportinguistas por 2 a 1 e 1 a 0.[4][8][9]

Nova decisão entre os dois clubes voltou a acontecer em 1928, com mais uma vitória sportinguista, dessa vez por 3 a 0. O primeiro triunfo benfiquista numa final contra o seu arquirrival veio a ocorrer em partida única (2 a 1), a contar para o Campeonato de Portugal de 1935. Tal prova, disputada entre 1921 e 1938, viu mais uma decisão entre os rivais lisboetas em 1938, dessa vez com triunfo sportinguista por 3 a 1. Entre essas duas finais nacionais, houve tempo para em 1936 o Sporting CP ganhar ao SL Benfica o título lisboeta com uma vitória por 4 a 1, em partida única.

O historial contava, até ao começo da década de 1950, com a liderança dos verdes e brancos por 3 a 1. Foi então que começou a viragem benfiquista com três vitórias em finais para a Taça[10] disputadas no Estádio Nacional: em 1952, por 5 a 4; em 1955, por 2 a 1, e em 1970, por 3 a 1. A contagem apontava 4 a 3 para o SL Benfica na entrada dos anos 1970.

Nessa década ocorreram mais três decisões com duas vitórias do Sporting CP. Em 1971, os leões impuseram-se por 4 a 1, e em 1974, no prolongamento, por 2 a 1. Já as águias venceram a final de 1972, também decidida no prolongamento, por 3 a 2. À entrada dos anos 1980 a contenda estava empatada em cinco conquistas para cada lado.

Então vieram duas decisões com resultado positivo para o SL Benfica. A primeira a valer para a Supertaça, em 1980, com resultados de 2 a 2, em Alvalade, e 2 a 1 para os encarnados, na Luz. A segunda, em 1987, uma final da Taça que o SL Benfica venceu por 2 a 1. O Sporting CP, ainda em 1987, devolveria tal derrota com uma vitória na final da Supertaça, jogada no mês de dezembro. Em duas partidas, os leões venceram por 3 a 0, na Luz, e 1 a 0, em Alvalade.

Assim, o SL Benfica liderava a contagem de decisões jogadas contra o rival Sporting CP. E veio a ampliar tal vantagem com as conquistas da Taça de Portugal em 1996 (3-1) e da Taça da Liga em 2009 (1 a 1 no tempo normal e vitória por 3 a 2 na disputa de grandes penalidades).[11] Em agosto de 2015, o Sporting venceu por 1 a 0 a primeira final de Supertaça entre os dois clubes em quase 30 anos, numa partida realizada no Estádio Algarve.

O marcador, então, passou a indicar nove triunfos benfiquistas contra oito sportinguistas no historial de finais de competições oficiais envolvendo os dois rivais lisboetas.

Campeonato de Lisboa[editar | editar código-fonte]

Época Local Campeão Finalista vencido Resultado
1918-19
Campo de Benfica e Campo Grande
Sporting CP
SL Benfica
2-1; 1-0
1927-28
Estádio do Lumiar
Sporting CP
SL Benfica
3-0
1935-36
Campo das Salésias
Sporting CP
SL Benfica
4-1

Campeonato de Portugal[editar | editar código-fonte]

Época Local Campeão Finalista vencido Resultado
1934-35
Estádio do Lumiar
SL Benfica
Sporting CP
2-1
1937-38
Estádio do Lumiar
Sporting CP
SL Benfica
3-1

Taça de Portugal[editar | editar código-fonte]

Época Local Campeão Finalista vencido Resultado
1951-52
Estádio Nacional
SL Benfica
Sporting CP
5-4
1954-55
Estádio Nacional
SL Benfica
Sporting CP
2-1
1969-70
Estádio Nacional
SL Benfica
Sporting CP
3-1
1970-71
Estádio Nacional
Sporting CP
SL Benfica
4-1
1971-72
Estádio Nacional
SL Benfica
Sporting CP
3-2, a.p.
1973-74
Estádio Nacional
Sporting CP
SL Benfica
2-1, a.p.
1986-87
Estádio Nacional
SL Benfica
Sporting CP
2-1
1995-96
Estádio Nacional
SL Benfica
Sporting CP
3-1

Supertaça de Portugal[editar | editar código-fonte]

Época Local Campeão Finalista vencido Resultado
1980
Estádio José Alvalade e Estádio da Luz
SL Benfica
Sporting CP
2-2; 2-1
1987
Estádio da Luz e Estádio José Alvalade
Sporting CP
SL Benfica
3-0; 1-0
2015
Estádio Algarve
Sporting CP
SL Benfica
1-0

Taça da Liga[editar | editar código-fonte]

Época Local Campeão Finalista vencido Resultado
2008-09
Estádio do Algarve
SL Benfica
Sporting CP
1-1, (3-2 g.p.)

Notas e recordes do Derby[editar | editar código-fonte]

  • Jorge Jesus é o treinador português com mais vitórias, ao vencer 13 jogos em 17, ultrapassando Toni (6 em 10).
  • Óscar Cardozo tem 13 golos em 18 jogos e é o jogador estrangeiro com mais golos no dérbi, seguido por Liedson, 11 golos em 17 jogos.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. http://www.rtp.pt/noticias/index.php?article=644476&tm=45&layout=158&visual=49
  2. CURADO, Paulo (25 de outubro de 2015). «Um século de rivalidades e conflitos entre os "grandes" de Lisboa». Jornal Público. Consultado em 7 de maio de 2016. 
  3. MOTA, Luis (10 de Fevereiro de 2015). «Sporting corta relações institucionais com o Benfica». Jornal de noticias. Consultado em 16 de Junho de 2015. 
  4. a b MELO, Afonso de (2007)."100 anos 1907-2007 Benfica-Sporting x Sporting-Benfica ... pior do que inimigos, eram irmãos". Ed. Prime Books.
  5. a b http://noticias.uol.com.br/ultnot/lusa/2007/11/29/ult3841u2068.jhtm UOL Notícias - Clássico português Benfica x Sporting completa 100 anos
  6. Correio da Manhã (citando inquérito do Centro de Sondagens SIC) (28 de Outubro de 2002). «Metade do país é Benfica». Site serbenfiquista.com. Consultado em 4 de Junho de 2015. 
  7. a b c MELO, Afonso de (2007)."100 anos 1907-2007 Benfica-Sporting x Sporting-Benfica ... pior do que inimigos, eram irmãos". Ed. Prime Books. Estatística recalculada a cada edição
  8. http://desportoluso.no.sapo.pt/Lisbhist1918-19.html
  9. http://desportoluso.no.sapo.pt/Lisbhist1935-36.html
  10. http://www.rsssf.com/tablesp/portcuphist.html
  11. http://www.rsssf.com/tablesp/portleagcup09.html
  12. Revista Maxim. Duelo de Claques: a outra face do Sporting vs Benfica. Maio de 2012.