Fábio Coentrão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Fábio Coentrão
Fábio Coentrão
Coentrão atuando pelo Real Madrid em 2012
Informações pessoais
Nome completo Fábio Alexandre da Silva Coentrão
Data de nasc. 11 de março de 1988 (34 anos)
Local de nasc. Vila do Conde, Portugal
Nacionalidade português
Altura 1,78 m[1]
canhoto
Informações profissionais
Clube atual aposentado
Posição lateral-esquerdo ou ponta-esquerda
Clubes de juventude
1999–2006 Rio Ave
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2005–2007
2007–2011
2008
2008
2009
2011–2018
2015–2016
2017–2018
2018–2019
2020–2021
Rio Ave
Benfica
Nacional da Madeira (emp.)
Zaragoza (emp.)
Rio Ave (emp.)
Real Madrid
Monaco (emp.)
Sporting (emp.)
Rio Ave
Rio Ave
{{{jogos(golos)}}}
Seleção nacional
2005
2006–2007
2007
2007–2008
2009–2015
Portugal Sub-18
Portugal Sub-19
Portugal Sub-20
Portugal Sub-21
Portugal
{{{partidasselecao}}}

Fábio Alexandre da Silva Coentrão (Vila do Conde, 11 de março de 1988) é um ex-futebolista português que atuava como lateral-esquerdo ou ponta-esquerda.

Ganhou destaque na temporada de 2009–10, em parte, graças a Jorge Jesus, então treinador do Benfica, que o adaptou a lateral-esquerda, onde jogou a maior parte da temporada. Jesus chegou a afirmar: "Vais ser o melhor lateral-esquerdo do mundo".[2][3]

No dia 8 de novembro de 2009, Coentrão foi convocado pela primeira vez para a Seleção Portuguesa e fez a sua estreia contra a Bósnia, em jogo válido pelas eliminatórias da Copa do Mundo FIFA de 2010. Na ocasião, Portugal venceu por 1 a 0.[4]

No seu país natal, além do Benfica, ele também jogou no Rio Ave, no Sporting e no Nacional.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Rio Ave[editar | editar código-fonte]

Coentrão foi revelado nas categorias de base do Rio Ave, clube da sua cidade natal. Promovido à equipe principal em 2005, anos 17 anos, chegou a atuar em três jogos da Primeira Liga. Na temporada 2006–07, afirmou-se como primeira escolha no Rio Ave, que quase conseguiu a promoção de volta ao escalão principal, mas teve uma boa campanha na Taça de Portugal, acabada pelo Sporting com uma vitória dos leões por 2 a 1 em Lisboa, com Coentrão a marcar o golo do Rio Ave. Enquanto jogava na equipa de Vila do Conde, ganhou o apelido de "Figo das Caxinas".[5] Após essa temporada, onde foi eleito "Jogador Revelação do Ano" da Segunda Liga,[6] muitos clubes demonstraram interesse em Coentrão, principalmente o Sporting e o Benfica, tendo o jogador escolhido os "encarnados" em julho de 2007. O seu estilo de jogo foi comparado ao de Arjen Robben pela revista World Soccer.[7]

Benfica[editar | editar código-fonte]

No dia 1 de janeiro de 2008, tendo poucas oportunidades no Benfica, Coentrão juntou-se ao Nacional da Madeira, emprestado até o final da temporada. No dia 3 de maio, marcou duas vezes numa vitória por 3 a 0 fora de casa contra o já coroado e campeão Porto. Chegou a estar perto de assinar com o Feyenoord durante o período de transferências de 2008, com relatos de um acordo de empréstimo de um ano a ser anunciado na internet.[8]

Empréstimos[editar | editar código-fonte]

Dois dias depois, no entanto, juntou-se ao Zaragoza, recém-despromovido na Espanha para a Segunda Divisão.[9][10] Depois de quase nenhuma aparição durante a temporada, Coentrão voltou a Portugal em janeiro de 2009 e foi emprestado novamente, dessa vez ao Rio Ave.

A afirmação no Benfica[editar | editar código-fonte]

No dia 2 de dezembro de 2009, tendo jogado algumas partidas no Benfica como lateral-esquerdo, marcou o seu primeiro golo em competições europeias, contra o BATE Borisov, da Bielorrússia, numa vitória fora de casa por 2 a 1 pela fase de grupos da Liga Europa da UEFA.[11] Coentrão foi um dos principais jogadores na grande temporada do Benfica, jogando um total de 43 jogos oficiais (2851 minutos), enquanto o clube conquistava a Primeira Liga e a Taça da Liga. Terminou a temporada sendo eleito o Jogador Português Revelação da Liga desse ano pelo CNID.[12][13] No ano seguinte, o lateral viria a ser considerado o jogador do mês de fevereiro.[14]

No dia 27 de setembro de 2010, titular no clube e na Seleção Portuguesa, Fábio Coentrão renovou o seu contrato com o Benfica até 2016.[15][16] Já no dia 2 de novembro, marcou seu primeiro bis na carreira, ajudando numa vitória em casa por 4 a 3 contra o Lyon, pela fase de grupos da Liga dos Campeões da UEFA.[17][18]

Real Madrid[editar | editar código-fonte]

Fábio Coentrão atuando pelo Real Madrid em 2011

Em junho de 2011, após o Real Madrid praticamente ter dado como encerrada a negociação, o clube merengue voltou a carga e conseguiu convencer o Benfica a negociar Fábio Coentrão.[19] No dia 5 de julho, a diretoria do Benfica anunciou que chegou a um princípio de acordo com o Real Madrid para a transferência do jogador, por um valor de 30 milhões de euros.[20] Posteriormente o clube espanhol confirmou a contratação do lateral por seis temporadas, após ele ter passado nos testes médicos.[21][22]

Coentrão estreou pela equipe merengue num amistoso de pré-temporada contra o Los Angeles Galaxy, no dia 16 de julho, dando uma assistência para Karim Benzema e sendo coroado homem do jogo.[23]

No entanto, após não se adaptar ao clube espanhol e ser reserva do brasileiro Marcelo em várias ocasiões, Coentrão afirmou em julho de 2013 que desejava deixar a equipe.[24]

Monaco[editar | editar código-fonte]

No dia 26 de agosto de 2015, foi emprestado ao Monaco.[25]

Sporting[editar | editar código-fonte]

Já no mercado de transferências do verão de 2017, foi emprestado ao Sporting.[26]

Seleção Nacional[editar | editar código-fonte]

Coentrão pela Seleção Portuguesa em 2011

Internacional pelas seleções jovens de Portugal, Coentrão foi eleito em 2007 o melhor jogador do Torneio Internacional da Madeira enquanto jogava pela Seleção Portuguesa Sub-20, sendo também coroado artilheiro da competição. Posteriormente, representou o país no Mundial de Sub-20 de 2007, também durante esse ano, fez a sua estreia na Seleção Portuguesa Sub-21.

Depois de performances consistentes no Benfica, embora raramente jogasse no início da época 2009–10, Coentrão foi convocado pela primeira vez à Seleção Principal em novembro de 2009, para um jogo decisivo das Eliminatórias para a Copa do Mundo FIFA de 2010 contra a Bósnia, e fez sua estreia no dia 14 de novembro, no Estádio da Luz, entrando no segundo tempo e atuando por 21 minutos na vitória por 1 a 0.[27]

Coentrão foi um dos 23 convocados por Carlos Queiroz para a Copa do Mundo FIFA de 2010, realizada na África do Sul.[28][29] Inicialmente começando como lateral-esquerdo em detrimento de outro jogador adaptado, Duda, Coentrão atuou em todos os jogos de Portugal na competição, onde a Seleção chegou às oitavas de final. Os portugueses viriam a ser eliminados para a Espanha no dia 29 de junho, após uma derrota por 1 a 0.[30]

No dia 10 de agosto de 2011, marcou o seu primeiro golo internacional, marcando através de um raro cabeceio na goleada portuguesa contra Luxemburgo por 5 a 0.[31]

Três anos depois, em jogo disputado pela Copa do Mundo FIFA de 2014 no Brasil, contra a Alemanha, Coentrão se contundiu e foi obrigado a deixar a competição.[32]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Seleção Portuguesa[editar | editar código-fonte]

Golos marcados
# Data Local Adversário Golos Resultado Competição
1. 10 de agosto de 2011 Estádio Algarve, Faro, Portugal Flag of Luxembourg.svg Luxemburgo 3 – 0 5 – 0 Amistoso
2. 22 de março de 2013 Estádio Ramat Gan, Ramat Gan, Israel Flag of Israel.svg Israel 3 – 3 3 – 3 Elim. da Copa do Mundo FIFA de 2014
3. 5 de março de 2014 Estádio Dr. Magalhães Pessoa, Leiria, Portugal Flag of Cameroon.svg Camarões 4 – 1 5 – 1 Amistoso
4. 10 de junho de 2014 MetLife Stadium, Nova Jérsia, Estados Unidos Flag of Ireland.svg Irlanda 5 – 1 5 – 1 Amistoso
5. 29 de março de 2015 Estádio da Luz, Lisboa, Portugal Bandeira da Sérvia Sérvia 2 – 1 2 – 1 Amistoso

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

No dia seguinte a ter sido campeão pelo Benfica, em 2009–10, Fábio Coentrão casou-se com Andreia Santos e dois meses depois viria a ser pai pela primeira vez, de uma menina, a quem decidiu dar o nome de Vitória.[33]

Atualmente vive em Vila do Conde, onde é armador de um barco de pesca.[34][35]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Benfica
Real Madrid
Sporting

Referências

  1. «Fábio Coentrão». Maisfutebol. Consultado em 12 de junho de 2021 
  2. «Jorge Jesus: «Coentrão vai ser ainda melhor jogador»». Record. 12 de novembro de 2011. Consultado em 31 de dezembro de 2021 
  3. André Veloso Gomes e João Vieira (15 de novembro de 2020). «Coentrão sobre Jorge Jesus: "É, de longe, um dos melhores treinadores do mundo"». O Jogo. Consultado em 31 de dezembro de 2021 
  4. «Trave salva Portugal, que vence Bósnia em casa e fica a um empate da Copa». UOL. 14 de novembro de 2009. Consultado em 31 de dezembro de 2021 
  5. Arnaldo Martins (3 de fevereiro de 2007). «"Trabalho para atingir o nível de Ronaldo"». Jornal de Notícias. Consultado em 31 de dezembro de 2021 
  6. «Simão Sabrosa eleito o melhor jogador da Bwin Liga». Record. 4 de junho de 2007. Consultado em 31 de dezembro de 2021 
  7. «COENTRÃO CUMPRE UM SONHO NO REAL». Academia de Talentos. 6 de julho de 2011. Consultado em 31 de dezembro de 2021. Arquivado do original em 7 de setembro de 2011 
  8. «Coentrão jogará a próxima temporada no Feyenoord». Trivela. 13 de julho de 2008. Consultado em 31 de dezembro de 2021 
  9. «Fabio Coentrao, nuevo jugador del Real Zaragoza» (em espanhol). Site oficial do Zaragoza. 22 de julho de 2008. Consultado em 31 de dezembro de 2021. Arquivado do original em 17 de novembro de 2008 
  10. «Benfica acerta empréstimo de Coentrão ao Zaragoza». Trivela. 22 de julho de 2008. Consultado em 31 de dezembro de 2021 
  11. «BATE run aground as Eagles soar» (em inglês). UEFA Europa League. 2 de dezembro de 2009. Consultado em 31 de dezembro de 2021 
  12. «Rosa Mota e Carlos Lopes recebem Prémio Fernando Soromenho». CNID. 25 de maio de 2010. Consultado em 31 de dezembro de 2021. Arquivado do original em 24 de março de 2012 
  13. «CNID distingue Carlos Lopes e Rosa Mota com Prémio Prestígio». PÚBLICO. 25 de maio de 2010. Consultado em 31 de dezembro de 2021 
  14. «Liga: Coentrão destrona Hulk como jogador do mês». Maisfutebol. 4 de março de 2011. Consultado em 31 de dezembro de 2021 
  15. Stefan Coerts (27 de setembro de 2010). «Fabio Coentrao Signs New Deal At Benfica» (em inglês). Goal.com. Consultado em 31 de dezembro de 2021 
  16. «Coentrão estende contrato com o Benfica por um ano». Trivela. 27 de setembro de 2010. Consultado em 31 de dezembro de 2021 
  17. «Benfica-Lyon 2011 History» (em inglês). UEFA Champions League. 2 de novembro de 2010. Consultado em 31 de dezembro de 2021 
  18. «Coentrão inspires Benfica revival» (em inglês). UEFA Champions League. 2 de novembro de 2010. Consultado em 31 de dezembro de 2021 
  19. «Real acerta contratação de Fábio Coentrão, afirma jornal espanhol». GloboEsporte.com. 12 de junho de 2011. Consultado em 31 de dezembro de 2021 
  20. «Fábio Coentrão sai por 30 milhões de euros». SAPO. 5 de julho de 2011. Consultado em 31 de dezembro de 2021 
  21. «Fabio Coentrao inks contract» (em inglês). Site oficial do Real Madrid. 5 de julho de 2011. Consultado em 31 de dezembro de 2021. Arquivado do original em 9 de julho de 2011 
  22. «Real Madrid apresenta Fábio Coentrão». Trivela. 5 de julho de 2011. Consultado em 31 de dezembro de 2021 
  23. «Real Madrid goleia Los Angeles Galaxy em amistoso». Gazeta do Povo. 17 de julho de 2011. Consultado em 31 de dezembro de 2021 
  24. Felipe Portes (7 de julho de 2013). «Coentrão quer sair do Real Madrid para ser titular». Trivela. Consultado em 31 de dezembro de 2021 
  25. «Real Madrid empresta o lateral-esquerdo Fabio Coentrão para o Monaco, da França». Extra. 26 de agosto de 2015. Consultado em 31 de dezembro de 2021 
  26. «Real Madrid empresta Coentrão ao Sporting por uma temporada». LANCE!. 5 de julho de 2017. Consultado em 31 de dezembro de 2021 
  27. «Fábio Coentrão - Biografias». UOL. Consultado em 31 de dezembro de 2021 
  28. «Com três brasileiros, Portugal anuncia convocados para a Copa do Mundo de 2010». ESPN Brasil. 10 de maio de 2010. Consultado em 31 de dezembro de 2021 
  29. «Lista de convocados da seleção de Portugal». Terra. Consultado em 31 de dezembro de 2021 
  30. «Lembre a única vez em que Portugal e Espanha se enfrentaram em Copas». LANCE!. 15 de junho de 2018. Consultado em 31 de dezembro de 2021 
  31. «Em ritmo de treino, Portugal goleia por 5 a 0». Estadão. 11 de agosto de 2011. Consultado em 31 de dezembro de 2021 
  32. Tatiana Furtado (17 de junho de 2014). «Fábio Coentrão está fora da Copa do Mundo». O Globo. Consultado em 31 de dezembro de 2021 
  33. «Casamento de Fábio Coentrão junta Benfica». Record. 22 de dezembro de 2010. Consultado em 31 de dezembro de 2021 
  34. «O pós-carreira de Coentrão: "A vida no mar não é uma vergonha"». O Jogo. 30 de dezembro de 2021 
  35. «Fábio Coentrão mostra-se longe do futebol: «A vida no mar não é vergonha alguma»». Record. 30 de dezembro de 2021 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Fábio Coentrão