Liedson

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Liedson
Liedson
Liedson atuando pelo Sporting em 2007
Informações pessoais
Nome completo Liedson da Silva Muniz
Data de nasc. 17 de dezembro de 1977 (43 anos)
Local de nasc. Cairu, Bahia, Brasil
Nacionalidade brasileiro
Português
Altura 1,76 m
destro
Apelido Liedshow
Levezinho
Informações profissionais
Clube atual aposentado
Posição atacante
Clubes profissionais
Anos Clubes
1997–2000
2001
2001–2002
2002–2003
2003
2003–2011
2011–2012
2012–2013
2013
Poções
Prudentópolis
Coritiba
Flamengo
Corinthians
Sporting
Corinthians
Flamengo
Porto (emp.)
Seleção nacional
2009–2010 Portugal

Liedson da Silva Muniz, mais conhecido apenas como Liedson (Cairu, 17 de dezembro de 1977), é um ex-futebolista brasileiro naturalizado português que atuava como atacante.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Início[editar | editar código-fonte]

Após ter sido revelado pelo Poções, que disputa apenas o Campeonato Baiano, Liedson passou pelo Prudentópolis, do Paraná. Esteve também por pouco mais de um mês no Inter de Santa Maria, do Rio Grande do Sul. Não se sabe ao certo o que acarretou a dispensa do jogador por parte do clube gaúcho. O principal motivo que foi veiculado na mídia foi que pelo seu estilo franzino, o Inter-SM não acreditou que Liedson poderia jogar na Segunda Divisão do Gauchão. O preparador físico do clube à época, Luiz Fernando Nunes, afirmou que o atleta havia participado apenas de um recreativo e com tênis de corrida ao invés de chuteiras.[1]

Coritiba[editar | editar código-fonte]

No ano de 2001 se transferiu para o Coritiba, clube onde se destacou realizando 29 partidas e anotando 21 gols. Foi o clube que o alçou ao futebol mundial.[2] Despertou a atenção de outros clubes brasileiros e trocou o clube paranaense pelo Flamengo.

Flamengo[editar | editar código-fonte]

Em 2002, jogou o Campeonato Brasileiro pelo Flamengo e deixou boa impressão, já que em apenas 29 partidas disputadas marcou 15 vezes. O clube fez uma campanha fraca e teve risco de rebaixamento, apesar disso se destacou com a camisa rubro-negra. Em 2003, o jogador saiu de forma conturbada do Flamengo, alegando não ter recebido algumas pendências financeiras e iria vir a deixar o clube de forma litigiosa com um imbróglio na justiça.

Corinthians[editar | editar código-fonte]

Ainda em 2003, o Flamengo acabou entrando num acordo e liberando Liedson para defender o Corinthians naquele ano. O acordo previa a vinda do também atacante Fernando Baiano.

Contratado como esperança do Corinthians para a temporada, Liedson atuou pelo clube por pouco mais de seis meses, onde conquistou o Campeonato Paulista de 2003, primeiro título de Liedson em sua carreira, até que decidiu sair para o futebol europeu em meio ao Campeonato Brasileiro.

Sporting[editar | editar código-fonte]

No meio do Campeonato Brasileiro de 2003, após a negociação fracassada com o Dínamo de Kiev, acertou sua transferência para o Sporting, de Portugal.

Atacante veloz, de grande mobilidade, boa impulsão, espontaneidade e exímia finalização, Liedson era dono de uma inata capacidade para marcar gols, sendo considerado, por muitos adeptos, como um dos melhores do mundo na posição quando em seu auge.

Contudo, ainda faltavam títulos em sua carreira. Estes começaram a aparecer somente a partir da temporada 2006–07, em que o Sporting conquistou a Supertaça de Portugal e a Taça de Portugal.

Uma temporada mais tarde, mesmo não tendo disputado a final por conta de uma lesão, Liedson sagrou-se bicampeão da Taça de Portugal, conquistando também a Supertaça.

Em 2008, o nome de Liedson ganhou as manchetes na imprensa baiana por conta de uma suposta fraude em seu histórico profissional. O presidente da Federação Bahiana de Futebol, Ednaldo Rodrigues, foi denunciado por falsidade ideológica pelo Ministério Público da Bahia. O dirigente foi acusado de fraudar uma certidão do jogador, então com 30 anos, na qual constava que ele fora formado nas divisões de base do time do E.C. Poções. A falsificação no documento prejudicou a Liga Valenciana de Futebol, de Valença, que não teria recebido percentual pela venda do atleta, apesar de ser a verdadeira formadora do jogador.[3]

O presidente da FBF foi acusado de alterar a certidão do jogador para constar que ele tinha atuado no Poções, entre 15 de agosto de 1993 e 6 de setembro de 2000. Mas, na verdade, o jogador tinha atuado na Liga Valenciana entre 1995 e 1999. A funcionária do Departamento de Registro da Federação, Maria Balbina Barbosa de Sousa, prestou depoimento à polícia e confirmou a acusação contra o chefe e disse que foi obrigada por ele a assinar o documento adulterado. Liedson não foi denunciado porque não sabia da adulteração do documento. O caso foi arquivado.[4]

No dia 13 de setembro de 2009, Liedson marcou seu centésimo gol na Primeira Liga (em 176 jogos). Era seu 250º jogo oficial com a camisa do Sporting.

Retorno ao Corinthians[editar | editar código-fonte]

Em 31 de janeiro de 2011, o Sporting confirmou à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) o acordo a que chegou com o Corinthians, no valor de 4,5 milhões de reais, para a transferência em definitivo do jogador a partir de 7 de fevereiro de 2011, para a disputa da Copa Libertadores da América de 2011.[5]

Já no dia 4 de fevereiro, Liedson fez seu jogo de despedida após atuar por quase oito anos no Sporting, em partida contra a Naval. Liedson se despediu da torcida em grande estilo, marcando dois gols no empate em 3 a 3.[7][8]

2011[editar | editar código-fonte]

Reestreou pelo Corinthians no dia 9 de fevereiro, marcando dois gols na vitória sobre o Ituano pelo Campeonato Paulista. No jogo seguinte, um empate em 0 a 0 contra o Paulista, Liedson acabou sendo um dos poucos destaque do time. Voltou a marcar logo após essa partida, fazendo os dois gols da vitória de 2 a 0 contra o Mogi Mirim.[9] Após esse jogo, o atacante colaborou fazendo o terceiro gol do Corinthians no clássico contra o Santos, na vitória por 3 a 1.[10]

Na estreia do Campeonato Brasileiro, brilhou mais uma vez e marcou um dos gols na vitória de 2 a 1 contra o Grêmio, fora de casa.[11] Também ajudou a equipe a chegar na final do Campeonato Paulista. Pelo Brasileirão, superou concorrentes de peso (como Adriano) e fez uma campanha digna, sendo o artilheiro da equipe na competição com 12 gols.

2012[editar | editar código-fonte]

Liedson iniciou o ano de 2012 marcando poucos gols, mas sendo muito eficiente jogando sem a bola, com um jejum de gols no ano Liedson viu a crise chegar, foi desencantar no ano em um jogo contra o Oeste onde o Corinthians venceu por 3 a 0, no qual Liedson marcou dois gols. Conseguiu com o Corinthians a liderança do Campeonato Paulista. Ajudou o Timão na campanha da Copa Libertadores da América, onde conquistou o título inédito para o clube de forma invicta, sobre o temível Boca Juniors. Fez seu último jogo com a camisa alvinegra contra o Sport, em um empate por 1 a 1, na qual marcou o gol do Corinthians.[12] Depois disso, o atacante não acertou com a diretoria corintiana sua renovação, por diferenças da preferência de tempo de contrato e salário. Assim, saiu do clube paulista como um ídolo.[13]

Retorno ao Flamengo[editar | editar código-fonte]

No dia 2 de agosto de 2012, Liedson acertou seu retorno ao Flamengo após dez anos, assinando um contrato até o fim de 2013.[14] O jogador já afirmou que voltar a jogar no Rubro-Negro é uma satisfação muito grande.[15] Em sua primeira passagem, o jogador deixou uma boa marca com 14 gols em 24 jogos na campanha do Brasileirão de 2002. Fez seu primeiro gol com a camisa do Flamengo em 2012 contra o Atlético Goianiense, em partida válida pela 26ª rodada do Brasileiro, na qual o Flamengo venceu por 2 a 1 no Estádio Serra Dourada.[16]

Porto[editar | editar código-fonte]

Em janeiro de 2013, após divergências com a direção, que considerava seu salário muito alto, Liedson deixou o Flamengo, após breve passagem de cinco meses, rumo ao Porto, com empréstimo fixado em seis meses.[17][18]

Apesar de ter jogado pouco e não ter marcado nenhum gol, foi decisivo para a conquista da Primeira Liga. No dia 11 de maio, pela 29ª rodada, Liedson entrou no segundo tempo e deu a assistência para Kelvin marcar no último minuto, garantindo a vitória de 2 a 1 contra o Benfica.[19]

Após o fim do empréstimo com o Porto, Liedson retornou ao rubro-negro carioca em junho, na janela de transferências.

Aposentadoria[editar | editar código-fonte]

Em setembro de 2013, Liedson decidiu se aposentar. No dia 4 de dezembro de 2014 recebeu propostas do Sporting de Macau para voltar a jogar a partir de janeiro de 2015, o que não se concretizou.[20]

Seleção Nacional[editar | editar código-fonte]

Em agosto de 2009, após processo de obtenção da cidadania portuguesa, Liedson foi convocado para a Seleção Portuguesa para a disputa das Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA de 2010.[21] Convocado pelo treinador Carlos Queiroz[22] para a Copa do Mundo FIFA de 2010, realizada na África do Sul, Liedson chegou a marcar um gol no torneio, na goleada de 7 a 0 contra a Coreia do Norte[23], mas não impediu a eliminação portuguesa para a Espanha nas oitavas de final.[24] Após a Copa do Mundo, Liedson não foi mais convocado.

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Atualizadas até 19 de maio de 2013.

Clubes[editar | editar código-fonte]

Clube Época
Temporada
Campeonato Campeonato
estadual
Taça
Copa
Taça da Liga Supertaça
Supercopa
Continental Total
Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols
Poções F.C 2001 15 5 15 5
Total 15 5 15 5
Coritiba 2001 9 5 9 5
2002 3 1 2 0 14 6
Total 9 5 3 1 2 0 14 6
Flamengo 2002 24 14 24 14
Total 24 14 24 14
Corinthians 2003 18 10 11 6 8 6 37 22
Total 18 10 11 6 8 6 37 22
Sporting 2003–04 30 15 2 1 4 3 36 19
2004–05 31 25 2 1 14 9 47 35
2005–06 31 15 5 2 2 0 38 17
2006–07 28 15 6 6 5 0 39 21
2007–08 26 11 4 3 5 4 1 0 11 6 47 24
2008–09 26 17 2 2 3 4 4 2 35 25
2009–10 28 13 3 3 2 2 13 4 46 22
2010–11 14 6 3 2 2 1 6 2 25 11
Total 214 117 27 20 12 11 1 0 59 26 313 174
Corinthians 2011 28 12 16 11 44 23
2012 6 1 11 2 11 1 28 4
Total 34 13 27 13 11 1 72 27
Flamengo 2012 16 4 16 4
Total 16 4 16 4
Porto 2012–13 6 0 1 0 7 0
Total 6 0 1 0 7 0
Total na carreira 321 163 56 25 29 20 13 11 1 0 70 27 513 266

Gols pela Seleção Portuguesa[editar | editar código-fonte]

Data Local Placar Resultado Adversário Gols Competição
1. 5 de setembro de 2009 Copenhague, Dinamarca 1–1 1–1 Dinamarca 1 Eliminatórias da Copa do Mundo de 2010
2. 10 de outubro de 2009 Lisboa, Portugal 2–0 3–0 Hungria 1 Eliminatórias da Copa do Mundo de 2010
3. 3 de março de 2010 Coimbra, Portugal 2–0 2–0 China 1 Amistoso
4. 21 de junho de 2010 Cidade do Cabo, África do Sul 5–0 7–0 Coreia do Norte 1 Copa do Mundo FIFA de 2010

Gols pelo Corinthians[editar | editar código-fonte]

Expanda a caixa de informações para conferir todos os gols deste jogador, pelo Corinthians.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Corinthians
Sporting
Porto

Artilharias[editar | editar código-fonte]

Coritiba
Corinthians

Prêmios individuais[editar | editar código-fonte]

Sporting
Corinthians

Notas[editar | editar código-fonte]

  • Em 2006 foi publicada em Portugal a biografia do jogador, chamada "Liedson, a Minha História", escrita pelo jornalista português João Almeida Moreira.[26]
  • Antes de se revelar como grande jogador de futebol, Liedson trabalhava em um supermercado na cidade baiana de Valença como repositor.
  • Quando jogava pelo Flamengo, era chamado de Liedshow.
  • Liedson é conhecido entre os sportinguistas (torcedores do Sporting) como Levezinho.
  • No seu primeiro jogo no Sporting, o seu nome nas costas da camisa tinha o 'S' ao contrário, como um 'Z', o que o próprio Liedson tomou como um amuleto e passou a usá-la assim por algum tempo.
  • "LIEDZON RESOLVE" era o lema de uma das faixas que os torcedores do Sporting começaram a carregar em todos os jogos da equipe.
  • Liedson marcou seu centésimo gol com a camisa do Sporting em 2008, numa partida contra a Roma, válida pela Liga dos Campeões da UEFA.
  • Em 22 de outubro de 2008, Liedson tornou-se o maior artilheiro da história do Sporting em competições europeias, marcando o seu 19º gol no jogo pela Liga dos Campeões na vitória de 1 a 0 contra o Shakhtar Donetsk.
  • No dia 18 de janeiro de 2009, Liedson tornou-se o melhor marcador estrangeiro na história do Sporting ao marcar três gols num jogo pela Taça da Liga contra o Paços de Ferreira (5 a 1).
  • Em 2009, Liedson deu entrada para a requisição da cidadania portuguesa e, em seu primeiro jogo com a camisa da Seleção Portuguesa, marcou um gol contra a Dinamarca, o que manteve-a na luta por uma vaga na Copa do Mundo FIFA de 2010.[27]
  • Seu primeiro poker (quatro gols num jogo) foi vestindo a camisa do Corinthians, pelo Campeonato Brasileiro de 2003, contra o Vitória (4 a 0), no Estádio do Pacaembu.[28]
  • Pelo Sporting, seu primeiro poker aconteceu na temporada 2009–10.

Referências

  1. Ramiro Guimarães (5 de junho de 2010). «Da Baixada para a África: Liédson passou pelo Inter-SM». clicRBS. Arquivado do original em 13 de maio de 2012 
  2. Bia Palumbo (23 de julho de 2016). «Lembra dele? Liedson brilhou no Coritiba contra o Santa Cruz; veja como foi». Torcedores.com. Consultado em 9 de setembro de 2021 
  3. Marcelo Brandão (9 de outubro de 2008). «Certidão fraudada: promotor acusa presidente da FBF». Jornal Correio. Consultado em 9 de setembro de 2021 
  4. «Delegada ouve novos depoimentos sobre o caso da Federação Baiana de Futebol». AratuOnline.com. Arquivado do original em 16 de janeiro de 2014 
  5. «Leões confirmam Liedson no Corinthians». Record. 31 de janeiro de 2011. Consultado em 9 de setembro de 2021 
  6. Guilherme Palenzuela (8 de fevereiro de 2011). «Liedson chega ao Timão com histórico vencedor no Paulistão». LANCE!. Consultado em 9 de setembro de 2021 
  7. «Rumo ao Corinthians, Liedson faz dois na despedida e dá empate ao Sporting». ESPN.com.br. 4 de fevereiro de 2011. Consultado em 9 de setembro de 2021 
  8. «Liedson, na despedida, evita vexame do Sporting contra lanterna». Trivela. 4 de fevereiro de 2011. Consultado em 9 de setembro de 2021 
  9. Carlos Augusto Ferrari (17 de fevereiro de 2011). «Herdeiro da camisa 9, Liedson marca dois e dá vitória ao Timão contra Mogi». GloboEsporte.com. Consultado em 9 de setembro de 2021 
  10. «Com a benção de Ronaldo, Timão vence o Santos e é o único invicto». GloboEsporte.com. 20 de fevereiro de 2011. Consultado em 9 de setembro de 2021 
  11. «Liedson acaba com jejum, e Timão bate Grêmio de virada no Olímpico». GloboEsporte.com. 22 de maio de 2011. Consultado em 9 de setembro de 2021 
  12. «Timão sofre gol no fim e permite o empate do Sport na Ilha do Retiro». GloboEsporte.com. 8 de julho de 2012. Consultado em 9 de setembro de 2021 
  13. «No adeus ao Corinthians, Liedson afirma: 'Saio com a cabeça erguida'». GloboEsporte.com. 31 de julho de 2012. Consultado em 9 de setembro de 2021 
  14. Janir Júnior e Richard Souza (2 de agosto de 2012). «Flamengo acerta a contratação de Liedson até fim de 2013». GloboEsporte.com. Consultado em 9 de setembro de 2021 
  15. Janir Júnior e Richard Souza (3 de agosto de 2012). «Antes de fazer exames, Liedson já fala como jogador do Flamengo». GloboEsporte.com. Consultado em 9 de setembro de 2021 
  16. «Com gols de veteranos, Fla bate Dragão de virada na luta contra Z-4». GloboEsporte.com. 23 de setembro de 2012. Consultado em 9 de setembro de 2021 
  17. «Flamengo empresta Liedson ao Porto por seis meses». Estadão. 24 de janeiro de 2013. Consultado em 9 de setembro de 2021 
  18. «Flamengo empresta Liedson ao Porto». Superesportes. 24 de janeiro de 2013. Consultado em 9 de setembro de 2021 
  19. «Brasileiro faz nos acréscimos, Porto vence o Benfica e fica perto do título». GloboEsporte.com. 11 de maio de 2013. Consultado em 9 de setembro de 2021 
  20. «Aposentado, Liedson recebe proposta e pode retomar a carreira em Macau». GloboEsporte.com. 4 de dezembro de 2014. Consultado em 9 de setembro de 2021 
  21. «Convocatória para jogos decisivos». FPF.com. 26 de agosto de 2009  [ligação inativa]
  22. «Portugal divulga lista de convocados com "brasileiros" Pepe, Deco e Liedson». UOL. 10 de maio de 2010. Consultado em 9 de setembro de 2021 
  23. «Portugal arrasa a Coreia do Norte, e Cristiano Ronaldo encerra jejum». GloboEsporte.com. 21 de junho de 2010. Consultado em 9 de setembro de 2021 
  24. «Lembre a única vez em que Portugal e Espanha se enfrentaram em Copas». LANCE!. 15 de junho de 2018. Consultado em 9 de setembro de 2021 
  25. «Liedson leva a maior nota da atual edição do Troféu Armando Nogueira». GloboEsporte.com. 27 de junho de 2011. Consultado em 9 de setembro de 2021 
  26. «PrimeBooks - Edição de Livros». Primebooks.pt 
  27. «Liedson marca na estreia e mantém esperanças da Seleção de Portugal na Copa». Correio Braziliense. 5 de setembro de 2009. Consultado em 9 de setembro de 2021 
  28. «Corinthians 4 x 0 Vitória, 01/06/2003». Futpédia 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]