Domingos Paciência

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Domingos Paciência
Domingos Paciencia 2011.jpg
Informações pessoais
Nome completo Domingos José Paciência de Oliveira
Data de nasc. 2 de janeiro de 1969 (47 anos)
Local de nasc. Leça da Palmeira,  Portugal
Altura 1,74 m
Informações profissionais
Equipa atual Nenhum
Posição Treinador
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1987-1997
1997-1999
1999-2001
Portugal FC Porto
Espanha Tenerife
Portugal FC Porto
232 (97)
50 (6)
31 (9)
Seleção nacional
1986
1987–1988
1989–1998
Flag of Portugal.svg Portugal (sub-18)
Flag of Portugal.svg Portugal (sub-21)
Flag of Portugal.svg Portugal
2 (0)
5 (0)
35 (9)
Times/Equipas que treinou
2001–2004
2004–2005
2006–2007
2007–2009
2009–2011
2011–2012
2013
2014
2014-2015
2015
Portugal Porto B (assistente)
Portugal Porto B
PortugalUnião Leiria
Portugal Académica
Portugal Braga
Portugal Sporting CP
Espanha Deportivo de La Coruña
Turquia Kayserispor
Portugal Vitória de Setúbal
Chipre APOEL
Última atualização: sexta-feira, 29 de abril de 2016

Domingos José Paciência de Oliveira (Leça da Palmeira, 2 de Janeiro de 1969) é um treinador e ex-futebolista português. Foi considerado em Janeiro de 2011 como o 9º melhor treinador de futebol do mundo num ranking anual, publicado pela IFFHS.[1]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Jogador[editar | editar código-fonte]

Enquanto jogador, foi um ponta-de-lança nato e um ídolo para os adeptos do Futebol Clube do Porto, clube onde fez a maior parte da carreira.

A grave lesão sofrida em 1996/1997 acabou por marcar a carreira de Domingos, que perdeu o seu lugar na equipa titular, apesar da concorrência no plantel já ser alta, para o estreante Mário Jardel que chegaria ao FC Porto nessa época.

Por isso na época de 1997/98, foi para as Ilhas Canárias representar o Club Deportivo Tenerife onde permaneceu por duas épocas, tendo regressado ao FC Porto, clube onde terminou a carreira na época de 2000/2001.

Representou a selecção nacional por trinta e cinco vezes, tendo marcado nove golos ao seu serviço; foi campeão nacional por sete vezes e ganhou duas taças de Portugal e seis supertaças.

Treinador[editar | editar código-fonte]

Abraçou a carreira de treinador, começando por treinar as camadas jovens do FC Porto e depois a sua equipa B. Na época 2006/2007 foi treinador do União Desportiva de Leiria. Foi treinador da Académica de Coimbra até ao fim da época 2008/2009, época em que levou a Académica até ao 7º lugar do campeonato, uma posição tão alta que o clube não atingia há várias décadas.[2] No mês seguinte foi apresentado como treinador do Sporting Clube de Braga, para ocupar o lugar deixado por Jorge Jesus, tendo ficado em 2ºlugar no campeonato, posição nunca antes alcançada pelo Braga, tendo inclusive apurado pelo 1ª vez a equipa para a Liga dos Campeões.[3]

Depois de um começo fraco em ambas as competições domésticas e as campanhas na Liga dos Campeões, o SC Braga recuperou lentamente a sua forma, terminando na quarta posição na primeira e na terceira no último, com a consequente qualificação para a Liga Europa, onde Domingos levou a equipe à final, após eliminar equipes importantes, como: Liverpool, Dynamo Kyiv e Benfica. Perdeu na final para o vencedor da Liga Europa do ano de 2010/11, FC Porto.

Em Julho de 2011, Domingos Paciência assume o comando técnico do Sporting. A 13 de Fevereiro de 2012, no entanto, com a equipe em quarto lugar no campeonato, 16 pontos atrás do líder Benfica, foi demitido, na sequência de uma derrota de 0-2 fora contra o Marítimo.[4] [5] [6]

A 30 de Dezembro de 2012, Domingos Paciência assinou um contrato com o clube Deportivo de La Coruña, clube que na altura, lutava no ultimo lugar da classificação.[7] Domingos conseguiu uma vitória na estreia, empatou o segundo jogo e somou depois quatro derrotas consecutivas, a última, na recepção ao Granada por 3-0. A 11 de Fevereiro de 2013 foi anunciado na página oficial do Deportivo, que Domingos abandonou o comando técnico do clube.[8]

Desde Janeiro de 2014 até ao final da temporada em questão, Domingos Paciência foi técnico do clube turco Kayserispor.[9]

No inicio da época 2014/2015, em Maio, Domingos foi anunciado como novo treinador do Vitória de Setúbal tendo em Janeiro cessado contrato com a equipa sadina após uma sucessão de maus resultados completando assim cerca de 8 meses ao leme da equipa do Sado.[10]

Domingos Paciência assumiu o comando do APOEL, do Chipre[11] em 2015, mas foi demitido passado pouco tempo. Atualmente não treina nenhum clube.

Referências

  1. «The World's best Club Coach 2011». IFFHS. 9 de Janeiro de 2011. Consultado em 9 de Janeiro de 2011. 
  2. AAC-OAF.pt (23 de Maio de 2009). «Domingos: Sétimo lugar é motivo de orgulho"». Academica-oaf.pt. 
  3. «DOMINGOS PACIÊNCIA ASSUME COMANDO TÉCNICO DO SC BRAGA». Scbraga.pt. 20 de Junho de 2009. 
  4. «Sporting Clube de Portugal, Futebol SAD -- Comunicado» (PDF). Sporting Clube de Portugal. 13 February 2012. Consultado em 13 February 2012. 
  5. «Comunicado» [Announcement] (PDF) (em Portuguese). Sporting Clube de Portugal. 13 February 2012. Consultado em 13 February 2012. 
  6. Sporting: Domingos out, Sa Pinto in; PortuGOAL, 13 February 2012
  7. «Domingos believes Deportivo can beat drop». ESPN FC. 1-1-2013. Consultado em 15-1-2013. 
  8. Diário Digital / Lusa. «Domingos Paciência abandona comando técnico do Deportivo da Corunha». Diário Digital. Consultado em 11-2-2013. 
  9. «Domingos Paciência vai assumir comando técnico dos turcos do Kayserispor». Público. 17-1-2014. Consultado em 3-2-2014. 
  10. «Comunicado Oficial V.F.C.». 19-01-2014. 
  11. Zerozero (21/05/2015). «Domingos Paciência assume APOEL». Consultado em 17/06/2015.