Fernando Manuel Silva Couto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Fernando Couto
FCouto.JPG
Informações pessoais
Nome completo Fernando Manuel Silva Couto
Data de nasc. 2 de agosto de 1969 (51 anos)
Local de nasc. Espinho, Espinho, Portugal Portugal
Altura 1,84 m
Informações profissionais
Clube atual Aposentado
Posição Defesa Central
Clubes de juventude
1985-1987 Portugal FC Porto
Clubes profissionais
Anos Clubes
1987-1994
1988-1989
1989-1990
1994-1996
1996-1998
1998-2005
2005-2008
Total
Portugal FC Porto
Portugal FC Famalicão (emp.)
Portugal Académica (emp.)
Itália Parma
Espanha FC Barcelona
Itália SS Lazio
Itália Parma
Seleção nacional
1989
1989-1990
1990-2004
Flag of Portugal.svg Portugal Sub 20
Flag of Portugal.svg Portugal Sub 21
Flag of Portugal.svg Portugal

Fernando Manuel Silva Couto CvIHOIH (Espinho, Espinho, 2 de agosto de 1969) é um ex-futebolista português. Retirou-se no final da temporada 2007/08, após 21 anos de carreira. Jogava como defesa central. Participou no Campeonato Mundial de 2002 e em três Campeonatos Europeus de futebol.

História[editar | editar código-fonte]

Desde o início da sua carreira destacou-se na posição de defesa-central e as suas exibições nos escalões jovens do Sp. Espinho e do Lusitânia de Lourosa chamaram a atenção do FC Porto. Ainda com idade de júnior ingressou no clube das Antas.

Na temporada 1987/88, fez a sua estreia na equipa sénior do FC Porto ao ser lançado pelo treinador jugoslavo Tomislav Ivic. No entanto, acabou por só participar numa partida. Para ganhar mais experiência, foi emprestado a equipas de escalões inferiores. Jogou no Futebol Clube Famalicão, da III Divisão, em 1988/89, e na Académica de Coimbra, da II Divisão, na temporada seguinte.

Entretanto, em 1989, foi campeão do mundo do escalão sub-19, depois de Portugal vencer a Nigéria por 2-0 na final do torneio disputado na Arábia Saudita, e a 26 de Agosto do mesmo ano foi feito Cavaleiro da Ordem do Infante D. Henrique.[1]

Em 1990/91 regressou ao FC Porto e impôs-se logo como titular, numa equipa treinada por Artur Jorge. Fernando Couto actuou como titular em 25 jogos do campeonato e ganhou a Taça de Portugal. Nas duas temporadas seguintes, sempre na condição de titular indiscutível, foi campeão nacional. Em 1993/1994 ganhou mais uma Taça de Portugal ao serviço do FC Porto.

As boas exibições constantes levaram a que chamasse a atenção de grandes clubes estrangeiros e a partir da temporada de 1994/1995 passou a representar o Parma, um dos mais importantes clubes italianos na altura. Ao serviço deste clube venceu a Taça UEFA, uma das mais prestigiadas competições europeias de clubes. Fernando Couto era já considerado um dos melhores defesas centrais da Europa e na época 1996/97 foi transferido para o FC Barcelona, de Espanha, um dos maiores clubes do Mundo. Nessa temporada venceu a Taça das Taças, outra importante competição europeia de clubes e em 1997/98 conquistou o campeonato espanhol.

Em 1998/99 regressou a Itália, desta vez para representar a SS Lazio de Roma, outro clube histórico. Fernando Couto venceu em 1999/2000 a Taça das Taças e o campeonato italiano. Em 2001 foi pego no exame antidopagem para a substância proibida nandrolona e foi punido a nove meses de suspensão.[2] Já na fase final da sua carreira, Fernando Couto regressou em 2005/2006 ao Parma.

A nível da selecção principal de Portugal, Fernando Couto estreou-se em Dezembro de 1990, pela mão de Artur Jorge, com uma vitória por 1-0 contra os EUA e mais tarde tornou-se num dos jogadores portugueses com mais internacionalizações. Esteve presente na Euro 96, onde Portugal chegou aos quartos-de-final, na Euro de 2000 (meia-finais), no Copa do Mundo de 2002 (eliminação na primeira fase) e na Euro 2004, onde Portugal chegou à final, tendo perdido o título para a selecção grega (com o resultado de 1-0). Neste último evento perdeu a titularidade e depois não voltou a ser mais convocado.

A 5 de Julho de 2004 foi elevado a Oficial da Ordem do Infante D. Henrique.[1]

Dirigente[editar | editar código-fonte]

No dia 19 de Junho de 2010, assume funções como o novo director de futebol do Sporting Clube de Braga, sucedendo a Carlos Freitas sendo a sua primeira experiência com um cargo administrativo.

Treinador[editar | editar código-fonte]

Em janeiro de 2012, rescindiu o contrato de director de futebol para ser treinador de um clube de Calcutá na Índia.[3][4][5]

Em fevereiro de 2014, Fernando Couto é um dos treinadores que António Salvador está a equacionar para orientar o Sp. Braga até final da temporada, tendo como adjunto Jorge Vital.[6]

Palmarés[editar | editar código-fonte]

Competições nacionais
Competições europeias
Competições internacionais

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bandeira de PortugalSoccer icon Este artigo sobre futebolistas portugueses é um esboço relacionado ao projeto desporto. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.