Nuno Gomes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade (desde julho de 2012).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto. Material sem fontes poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Nuno Gomes
Nuno Gomes
Nuno Gomes no Benfica
Informações pessoais
Nome completo Nuno Miguel Soares Pereira Ribeiro
Data de nasc. 5 de julho de 1976 (41 anos)
Local de nasc. Amarante,  Portugal
Altura 1,79 m
Direito
Informações profissionais
Período em atividade 1994-2013 (19 anos)
Clube atual Retirado das competições oficiais
Posição Avançado (Ponta de Lança)
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1994–1997
1997–2000
2000–2002
2002–2011
2011–2012
2012–2013
Total
Portugal Boavista
Portugal Benfica
Itália Fiorentina
Portugal Benfica
Portugal Braga
Inglaterra Blackburn Rovers
0091 000(27)
0124 000(76)
0064 000(20)
0275 000(90)
0029 000(6)
0020 000(4)
0603 000(223)
Seleção nacional
1990
1991–1992
1992–1993
1993–1994
1995–1996
1995–1997
1996
1996–2011
Portugal Portugal Sub 15
Portugal Portugal Sub 16
Portugal Portugal Sub 17
Portugal Portugal Sub 18
Portugal Portugal Sub 20
Portugal Portugal Sub 21
Portugal Portugal Sub 23
Portugal Portugal
0003 0000(3)
0009 0000(4)
0005 0000(2)
0015 0000(5)
0013 0000(9)
0014 0000(5)
0005 0000(1)
0079 000(29)
Prata Euro 2004 Futebol

Nuno Miguel Soares Pereira Ribeiro OIH (Amarante, 5 de Julho de 1976), mais conhecido por Nuno Gomes em homenagem a Fernando Gomes, é um ex-futebolista português que jogava na posição de avançado.

Jogador internacional ao serviço da Seleção Portuguesa de Futebol desde os 15 anos, foi campeão Europeu de Sub-18.

Em 2008, tornou-se no quarto jogador a marcar em 3 Campeonatos Europeus seguidos: Euro 2000, Euro 2004 e Euro 2008. Também representou a "Seleção das Quinas" no Mundial de 2002 e Mundial 2006.

No Sport Lisboa e Benfica jogou durante 12 anos, tendo pelo meio uma passagem pela Fiorentina de Itália, na sua primeira experiência internacional.

Antes de acabar a carreira ainda jogou em clubes como o Sporting de Braga e o Blackburn Rovers de Inglaterra, onde em 2012/2013 abandona o futebol como jogador profissional.

Em 2014 regressa ao Sport Lisboa e Benfica, desta vez assumindo as funções de assessor do Presidente do clube para a área Internacional.

Assume desde 2015, a função de Diretor-Geral do Caixa Futebol Campus, que é o Centro de Formação, Treino e Estágio do Sport Lisboa e Benfica, situado no Seixal.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Amarante FC[editar | editar código-fonte]

Foi no Amarante Futebol Clube que Nuno Gomes iniciou a sua carreira futebolística antes de se tornar um jogador de futebol profissional.

Boavista[editar | editar código-fonte]

Nuno Gomes fez a sua estreia pelo Boavista F.C. na época de 94/95 com 16 anos. Marcou 23 golos em 79 jogos nas 3 épocas em que jogou pelo clube até ser transferido para o Benfica. Na época 1996/1997 venceu a Taça da Portugal, depois de vencer o Benfica.

Benfica[editar | editar código-fonte]

A sua estreia pelo Benfica foi em 1997 onde ficou até 2000. Em 101 jogos marcou 76 vezes. O sucesso no Euro 2000 fez com que clubes estrangeiros mostrassem o seu interesse no internacional português e a sua transferência para o clube Italiano Fiorentina foi confirmada em 2000, num valor a rondar os 15 milhões de euros.

Fiorentina[editar | editar código-fonte]

Foi contratado pelo ACF Fiorentina, em 2000, por o valor de 15M €. Porém, o clube italiano passou por dificuldades financeiras, e Nuno acabaria por deixá-lo 2 anos depois, como jogador livre, tendo regressado ao Benfica. Marcou 20 golos em 70 jogos, ajudando com um golo decisivo na final, a conquistar a Taça de Itália.

Regresso ao Benfica[editar | editar código-fonte]

Regressou ao Benfica em 2002 mas uma série de lesões fez com que jogasse apenas 70 vezes de 2002 a 2005. Na época 2005/2006 marcou 15 golos na Liga Portuguesa, incluindo 2 contra o Porto num jogo que o Benfica venceu 2-0 e um hat-trick contra a União de Leiria fazendo com que terminasse em segundo lugar na lista de melhores marcadores.

Desde a época 2006/2007 a sua titularidade começou a ficar em risco, e ainda mais depois da contratação do paraguaio Óscar Cardozo. Mesmo assim, foi escolhido capitão e ainda marcou 9 golos.

Atingiu em 2008 a marca de 150 golos em jogos oficiais pelo Sport Lisboa e Benfica, passando a constar igualmente da lista dos 10 melhores marcadores de sempre do clube (19º lugar). É ainda o 4º melhor marcador de sempre do Sport Lisboa e Benfica nas competições europeias. Conta já com mais de 350 presenças em jogos oficiais pelo clube.

De registar que pelo Sport Lisboa e Benfica, marcou golos em todas as competições em que participou: Campeonato (121), Taça de Portugal (15), Taça Uefa/Liga Europa (12), Liga dos Campeões (7), Pré eliminatórias da Liga dos Campeões (4), Supertaça (1) e Taça da Liga (1).

O seu contrato foi renovado por mais 2 anos em Julho de 2009, pressupondo-se que acabaria a sua carreira no Sport Lisboa e Benfica quando alcançasse os 35 anos, altura em que o presidente Luís Filipe Vieira esperaria oferecer um lugar na estrutura do clube, à semelhança do que aconteceu com Rui Costa.

No presente, Nuno Gomes arranca para a época de 2010/2011 à beira de atingir do número histórico de 400 presenças em jogos oficiais pelo Sport Lisboa e Benfica, faltando-lhe para tal participar em 10 jogos.

No dia 14 de Novembro de 2010, contra a Naval 1º de Maio, Nuno Gomes marcou o golo 200 da Liga Portuguesa durante a época 2010/11. Após esse feito, recordou seu pai Joaquim Ribeiro e, olhando para os céus, chorou, dedicando-lhe o golo.

Sporting Clube de Braga[editar | editar código-fonte]

Após o final da época 2010/11, em Junho, Nuno Gomes abandona o Benfica definitivamente, após não ver o seu contrato renovado pelo clube e parte para o clube minhoto Sporting Clube de Braga onde joga um ano e ajuda o Clube a ir à pré-eliminatória da Liga dos Campeões devido ao 3º lugar alcançado. Marcou 6 golos em 29 jogos.

Blackburn Rovers

Em 2012/2013, Nuno joga no Blackburn Rovers uma época onde acaba a sua carreira como jogador profissional de futebol. Marcou 4 golos.

Selecção nacional[editar | editar código-fonte]

Nuno Gomes tem tido sucessos em todos os escalões da Selecção Portuguesa que já representa desde os sub-15.

Fez a sua estreia na Selecção AA com 19 anos em 1996 num jogo amigável com a França. Marcou o seu primeiro golo no jogo de abertura do Euro 2000, contra a Inglaterra num jogo que Portugal recuperou de uma desvantagem de 2 golos para vencer o jogo por 3-2. Terminou a competição com quatro golos depois de Portugal ter sido eliminado pela França nas semifinais.[1]

Nos jogos de qualificação para o Campeonato do Mundo de 2002, marcou sete golos em seis jogos, porém na fase final do campeonato só jogou dois jogos como substítuto.

As coisas correram melhor para Nuno Gomes no Euro 2004, onde jogou todos os jogos, marcando o golo vitorioso contra a Espanha levando Portugal para os quartos-de-final.

A 5 de Julho de 2004 foi feito Oficial da Ordem do Infante D. Henrique.[2]

No jogos de qualificação para o Campeonato do Mundo de 2006, Nuno Gomes jogou somente quatro jogos marcando uma só vez. Jogou dois jogos na fase final do torneio marcando no jogo de terceiro lugar contra a Alemanha jogo em que Portugal perdeu 3-1.

Depois de Pauleta deixar a Selecção em 2006, esperava-se que Nuno Gomes fosse o seu sucessor na posição titular de avançado mas tal não aconteceu. Jogou 10 jogos e marcou 3 vezes nos jogos de qualificação para o Euro 2008. Foi capitão da Selecção nas fases finais do campeonato e marcou no jogo contra a Alemanha nos quartos-de-final onde Portugal veio a perder por 3-2.

Na Era Queiroz, nos jogos de qualificação para o Campeonato do Mundo 2010, Hugo Almeida foi quase sempre primeira opção do novo técnico, e também Liedson depois da sua naturalização, fazendo com que Nuno Gomes nem fosse convocado para alguns dos jogos, foi convocado de volta à Selecção para disputar os últimos quatro jogos de qualificação contra a Dinamarca, Hungria (2 jogos), e Malta mas só veio a jogar poucos minutos como substítuto frente à Hungria. Com a passagem da Seleção das Quinas aos play-offs, Nuno Gomes viria a ser deixado, de novo, fora da convocatória de Carlos Queiroz para o duplo embate e mais recentemente não foi convocado para o Mundial na África do sul. Gomes terminou assim a fase de qualificação com participações em apenas 4 dos 12 jogos, e todos eles como substituto. Após o anúncio dos 23 convocados por Queiroz, Nuno Gomes veio a ser deixado de fora, de novo, da convocatória, o que para muitos seria o seu último campeonato das Quinas, mesmo sem o próprio ainda o ter anunciado. No Euro 2012, Nuno Gomes acabou por também não ser convocado desta vez por Paulo Bento. Nuno Gomes, lamentou a sua não-ida ao Europeu, ele que esperava ser convocado. Agora, no Blackburn Rovers tentará lutar por um lugar no Mundial 2014 que irá ser realizado no Brasil.

Em 2 de julho de 2012, assinou com o Blackburn Rovers, por duas épocas, sendo que a equipe inglesa não teve de pagar nada pelo jogador uma vez que o vínculo que o ligava ao Braga já havia terminado.[3]

Títulos[editar | editar código-fonte]

  • Campeão Europeu de Sub-18 Espanha
  • Campeão nacional de juniores pelo Boavista Futebol Clube
  • Vencedor Taça de Portugal pelo Boavista Futebol Clube
  • Vencedor Taça Itália pela A.C. Fiorentina
  • Vencedor Taça de Portugal pelo Sport Lisboa Benfica
  • 4º lugar nos Jogos Olímpicos Atlanta96
  • Terceiro lugar no Campeonato do Mundo Sub-20 Papua Nova Guiné
  • Semi-finalista vencido no Euro 2000 Bélgica/Holanda
  • Finalista vencido no Euro2004 Portugal
  • Campeão Nacional 2004/2005 pelo S.L. Benfica
  • Finalista vencido da Taça de Portugal 2004/2005
  • Vencedor da Supertaça Cândido de Oliveira pelo S.L. Benfica
  • Vencedor 3 Taças da Liga pelo Sport Lisboa Benfica
  • Campeão Nacional 2009/2010 pelo S.L. Benfica

Referências

  1. «Elenco POR'96 na Sports Reference». Consultado em 13 de fevereiro de 2016 
  2. «Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "Nuno Miguel Soares Pereira Ribeiro". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 7 de julho de 2014 
  3. Oliveira, Octávio Lousada (2 de julho de 2012). «Nuno Gomes assina por dois anos com o Blackburn». Diário de Notícias. Consultado em 3 de julho de 2012 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Nuno Gomes

Ligações externas[editar | editar código-fonte]